segunda-feira, junho 17, 2019

Estado adquire a totalidade do SIRESP - 1ª parte

Sete milhões de Euros foi quanto custou ao Estado adquirir a totalidade do capital do SIRESP, passando dos 33% que detinha a partir da Parpública para os 100%, encerrando assim um longo processo negocial que, com a sua conclusão, não termina com as dúvidas sobre este negócio.

A primeira dúvida é, naturalmente, quanto ao valor pago, inferior em 4 milhões de Euros aos 11 milhões que constavam da conta apresentada pelos accionistas privados e cujo não pagamento levou à ameaça de cortar o sinal de satélite, que representa a redundância destinada a suprir eventuais falhas do circuito principal.

Para além de intrigante, dado que o valor da compra é inferior ao da dívida do Estado aos privados, a operação só será efectivada para o final do ano, com o pagamento integral do valor da compra, o que pode inviabilizar a vontade do Estado de colocar representantes seus na administração do SIRESP, como forma de melhor controlar as decisões que serão tomadas durante os próximos meses, entre os quais se incluem os de maior risco de incêndio.

Também fica em aberto o esclarecimento quanto aos investimentos a efectuar nos próximos meses, tendo sido adiantado o valor de 70 milhões de Euros, e que são essenciais para o melhor desempenho da rede, mas que dificilmente irão implementar novas funcionalidades ou resultar em melhoramentos significativos num sistema que tem óbvias limitações.

domingo, junho 16, 2019

O Alps UNIWA F40 - 2ª parte

Sendo um dispositivo "Android", as comunicações via "bluetooth" ou "wifi" nas normas IEEE802.11b/g/n estão presentes, bem como a recepção de sinal de GPS e Beidou, cada vez mais comum nos equipamentos fabricados na China, tendo ainda o conector de 3.5 milímetros para ligação de auriculares.

Factores de relevo são a bateria de polímero com capacidade de 4000 mAh, destacável, o que é cada vez mais raro, e, sobretudo, cumprir a norma IP65, o que garante uma boa resistência aos elementos e um nível de estanquicidade que permite a sua utilização em situações mais complexas em termos ambientais, sobrevivendo a chuva, pequenas submersões e impactos.

Ao contrário da maioria dos equipamentos, este telemóvel tem um botão "push to talk", que se destina a usar aplicações de "walkie talkie", como a Zello, que recorrem a redes existentes, seja móveis, seja "wifi", mas que não usam as habituais frequências dos rádios, sejam estas PMR ou CB, algo que acaba por ser limitativo, perdendo-se aqui a redundância de um sistema de comunicações alternativo.

Naturalmente, este tipo de formato tem como consequências dimensões algo exageradas, neste caso de 135 x 60 x 25 milímetros, um peso elevado, de 188 gramas, incluindo a bateria, que, segundo o fabricante, permite até 240 horas, ou 10 dias, de autonomia, dependendo do uso, algo que excede imensamente o que se espera dos equipamentos usados nos dias de hoje.

sábado, junho 15, 2019

O Defender 110 de rádio-controle - 2ª parte

Assim, pode ser controlado o movimento para a frente e rectaguarda, as curvas para a esquerda e direita, bem como os ajustes mais precisos, que permitem um maior controle sobre a viragem e aceleração, com o modelo a dispor de iluminação "led", bem como um conjunto de acessórios típicos do todo o terreno ou expedições, como "snorkel" ou grade de tejadilhos, estes para fins meramente estéticos.

O modelo tem dimensões de 474 x 202 x 235 milímetros, incluindo-se dentro de uma caixa com 545 x 224 x 285 milímetros, para além do modelo, com a respectica bateria, o comando, sem as pilhas AA de que necessita para operar, e um cabo de carregamento USB, tendo um preço que, actualmente, fica um pouco acima da centena de Euros, incluindo portes a partir da Ásia, acrescendo, naturalmente, direitos alfandegários.

Não tendo, espectavelmente, a qualidade de um modelo da Traxxas, esta é uma alternativa de baixo custo que pode revelar-se um ponto de partida para evoluções, recorrendo às inúmeras peças e acessórios disponíveis no mercado e que permitem, obviamente por um preço que, no final, pode ultrapassar o do veículo base, obter um desempenho muito mais interessante, com substituição de alguns componentes, como a suspensão ou o motor.

Deixamos esta sugestão aos nossos leitores que, para além de apreciarem os Land Rover, tenham interesse no rádio modelismo e se sintam vocacionados para fazer evoluir modelos, melhorando o seu desempenho, e pretendam partir de um investimento mais baixo, algo que recomendamos a quem tem menos experiência nesta área e quer experimentar antes de dispender quantias mais substanciais.

sexta-feira, junho 14, 2019

O Alps UNIWA F40 - 1ª parte

O Alps UNIWA F40 é um telemóvel inteligente, com sistema operativo "Android" 6.0, que possui algumas particularidades interessantes, podendo ser visto como uma versão mais sofisticada de alguns telemóveis resistentes e funcionais, como os Sonim, nos quais foram implementadas as funcionalidades mais comuns nos dias de hoje e inerentes a um "smartphone".

Assim, temos o aspecto visual misto de um telemóvel convencional e "walkie talkie", com teclado físico sob um écran de dimensões modestas, de apenas 2.4" e uma resolução de 320x240, táctil, de modelo capacitivo, mas com os menus e ícones do "Android", numa combinação pouco frequente e que visa um equilíbrio algo complexo entre resistência e funcionalidade.

Com 1 Gb de RAM e 8 de ROM, ampliável com um cartão TF com um máximo de 32 Gb, um processador MTK6737M A53 Córtex de quatro núcleos a 1.1 GHz, sistema gráfico Mali-T720, suporta redes até aos 4G e permite o uso de dois cartões SIM, este não é um equipamento com alto desempenho, sendo manifesto que o uso de diversas aplicações, considerando-se aqui as mais comunes, em simultâneo está fora de questão.

As câmaras frontal de apenas 2 megapixel e traseira de 5 estão longe das instaladas na maioria dos equipamentos actuais, não estando presentes sensores de biometria, de inclinação, proximidade, giroscópio, gravidade, rotação, entre outros, nem sendo suportados algumas funcionalidades relevantes nos dias de hoje, como carregamento rápido ou sem fios, pelo que um conjunto de funcionalidades comuns está automaticamente excluidas.

quinta-feira, junho 13, 2019

Botas "Magnum" no EBay - 2ª parte

Naturalmente, para além de encontrar um modelo que corresponda ao pretendido, é essencial que este seja no número adequado ao utilizador e que o preço, incluindo portes, quando aplicáveis, esteja dentro do orçamentado, pelo que estamos diante de uma combinação que pode ser pouco frequente, o que justifica, caso possível, efectuar as aquisições com alguma antecedência, na previsão de que encontrar o artigo pretendido nas condições estabelecidas pode demorar.

Pela experiência que temos, um par de botas "Magnum", completamente novas, em caixa, ou apenas experimentadas, como as que se encontram em demonstração, podem ser adquiridas por um preço que fica entre os 30 e os 40 Euros, a que acrescem entre 12 a 15 para portes, caso estes sejam efectuados a partir de um país comunitário, algo que, por questões relativas com a possibilidade de pagamento de direitos alfandegários e demoras processuais, aconselhamos.

Assim, os valores mais comuns ficam entre os 45 e 50 Euros para os modelos tácticos em cabedal, com o cano a proteger toda a zona do tornozelo, e que serão um pouco mais dispendiosas do que os modelos mais curtos ou em lona, sendo que neste último caso o mais frequente é serem provenientes de excedentes militares, não tendo sido entregues, conforme planeado, e revertendo para uso civil, normalmente a um preço inferior ao habitualmente praticado no mercado.

Adquiridas por valores desta ordem, as "Magnum" revelam uma excelente relação entre o preço e a qualidade, sobretudo face à respectiva duração, que corresponde a alguns anos de uso contínuo, resultando num investimento muito mais favorável do que o que pode ser efectuado em produtos de menor qualidade, eventualmente menos confortáveis, e que terão uma muito menor durabilidade, obrigando a uma substituição antecipada.

quarta-feira, junho 12, 2019

O Defender 110 de rádio-controle - 1ª parte

Muitos adeptos do todo o terreno apreciam os pequenos modelos radio-controlados que reproduzem os veículos reais, e cujas capacidades fora de estrada, na escala em que são construídos, são particularmente interessantes, podendo ultrapassar obstáculos diversos ou circular sobre terrenos particularmente acidentados.

Os modelos da Traxxas encontram-se entre os melhores, sendo os preferidos de muitos, mas o seu preço torna-os proibitivos para um grande número de interessados, pelo que o recurso a uma reprodução de um dos modelos deste fabricante, que pode ser adquirido por um valor muito inferior, acaba por ser uma tentação, sobretudo se os acessórios forem compatíveis.

A HB Toys, um fabricante baseado na China, produz uma reprodução do Defender 110 na escala 1/10, atribuindo-lhe a referência ZP1001, que está disponível nas cores cinzento e verde, podendo atingir uma velocidade de 15 km/hora, graças a um motor tipo 540 e a um sistema de transmissão com peças em metal.

Com um comando remoto de 4 canais, usando a popular frequência dos 2.4 GHz, alimentado por 4 baterias AA de 1.5V, capaz de comunicar com o modelo a distâncias que, dependendo das circunstâncias, ficam entre os 20 e os 60 metros, este Defender pode operar por entre 12 e 20 minutos, graças a uma bateria de iões de lítio de 7.4V com 1500mAh, carregável em 3 a 4 horas.

terça-feira, junho 11, 2019

Botas "Magnum" no EBay - 1ª parte

Já, por diversas vezes, manifestamos a nossa preferência pelas botas produzidas pela "Magnum", por considerarmos que oferecem uma relação favorável entre o preço e a qualidade, sendo simultaneamente resistentes, duráveis e confortáveis, mesmo em utilização prolongada e circunstâncias adversas, podendo-se aqui incluir, por exemplo, temperaturas extremas ou pisos mais agrestes.

Em primeiro lugar, será sempre de escolher o modelo, ou os modelos, que melhor se adequam às necessidades, e ao gosto, do utilizador, de entre as várias propostas que o fabricante oferece, estabelecendo as prioridades que vão permitir efectuar as necessárias pesquisas que, no nosso caso, tendem a ser no EBay.

Neste caso concreto, pelas características e disponibilidade, a opção foi no sentido de umas "Stealth Force 8.0", um modelo em cabedal, de elevada resistência e que oferece um bom nível de protecção, inclusivé nos tornozelos, tornando-as adequadas à maioria das situações e confortáveis no dia a dia.

Estas botas em cabedal, com placas de protecção não metálicas, em materiais compósitos, que permite caminhar em segurança sobre superfícies com objectos perfurantes e protegem o pé contra queda de objectos, têm uma sola que facilita a aderência, um forro bastante confortável e uma sola interior em esponja com memória, que mantém o contorno do pé, favorecendo o conforto

segunda-feira, junho 10, 2019

A micro câmara SQ 11

A SQ11 é uma das mini cameras de gravação mais pequenas e baratas, custando menos de 5 Euros, razão da sua popularidade, tendo modelos que podem gravar vídeo a 1080P, ou seja, com resolução máxima de 1920 x 1080 pixels, com 1080 x 720 em alternativa, e em ambos os casos suportando a gravação simultânea de áudio.

Com apenas 2.20 x 2.20 x 2.20 centímetros, incluindo um cabo para carregamento e transferência de dados, bem como um suporte, que pode ser aparafusado, possui uma pequena bateria interna que grava até 60 minutos de vídeo, após o que é necessário perto do triplo desse tempo para recarregar completamente a câmara.

Para operar esta câmara é necessário um cartão TF, de até 32 Gb e classe 10, essencial para recorrer à resolução mais elevada, podendo-se configurar ciclos de gravação e um sistema rotativo, que substitui os blocos mais antigos pelos mais recentes quando a capacidade do cartão se encontre esgotada.

Com lentes de 3 milímetros de angulo largo, com 140º, sensor do tipo CMOS ISO100, com abertura f2.0, dispõe de sistema de gravação noturna, com alcance de até 5 metros, gravando vídeo em formato AVI, com codificação H.264, incluindo data e hora nas imagens, podendo gravar imagens paradas com resoluções de 12 megapixels, 4032 x 3024, o que a torna ideal para uma vigilância discreta ou mesmo para estar presente num veículo, gravando um percurso.

domingo, junho 09, 2019

Novas funcionalidades do Google Maps

As versões mais recentes do Google Maps, e aqui temos que incluir as que ainda se encontram em fase de teste ou em distribuição limitada, por vezes devido a constrangimentos derivados da informação existente em cada país, implementam um conjunto de novidades interessantes, sobretudo a nível de alertas e notificações.

Começam a estar presentes nos mapas a localização dos radares de controle de velocidade, com o Google Maps a alertar para a velocidade máxima autorizada num dado local e com informação da velocidade a que se desloca o veículo, no que se aproxima muito de um velocimetro baseado em GPS, algo que tem, naturalmente, que ser observado com os devidos cuidados face à possibilidade de erros.

Em implementação pode-se encontrar um sistema de alarme ou alerta para situações climáticas extremas, particularmente importante em países onde este tipo de situação é mais frequente, vindo complementar os avisos das autoridades locais, com o enfase a ter como base a realidade local, que difere substancialmente de país para país, pelo que a informação irá variar de acordo com o país em que o dispositivo se encontra.

Para obter este conjunto de funcionalidades é necessário actualizar o "software" para as versões mais recentes, sugerindo-se o uso e versões "beta", particularmente estáveis nos produtos do Google, e acompanhar de perto a evolução desta plataforma, que tem vindo a tornar-se cada vez mais útil e polivalente, sendo, indiscutivelmente, uma dos mais relevantes em uso neste sector.

sábado, junho 08, 2019

Malas organizadoras para pequenos objectos

As malas para organizar pequenos objectos, como peças e componentes electrónicos, bem como os parafusos, anilhas e porcas de diversas dimensões, essenciais à montagem de equipamentos, estão disponíveis nos mais diversos modelos, pelo que os que apresentamos são apenas exemplos que consideramos terem uma boa relação entre a qualidade e o preço, um desenho bem conseguido e fechos com segurança, que impeçam a abertura involuntária dos compartimentos.

O primeiro modelo tem um total de 34 compartimentos, alguns deles ajustáveis, acessíveis através de duas tampas, que cobrem os lados opostos da mala, sendo particularmente adequado para acomodar de forma organizada objectos de pequenas dimensões, e com acessibilidade que favorecem o seu uso nas mais diversas situações.

O segundo modelo, de menores dimensões, abre apenas de um dos lados, pelo que a capacidade de acomodação de objectos é menor, mas, tal como a primeira, tem ajuste de compartimentos e uma prateleira com organizador destacável e revela-se igualmente com uma qualidade de construção e de materiais adequadas às funções

A primeira caixa tem dimensões de 32 x 26 x 8 centímetros e um preço que ronda os 14 Euros, enquanto a segunda mede 28 x 22 x 6 e custa perto de uma dezena de Euros, ambas incluindo portes que, no primeiro caso, são a partir de Inglaterra, e no segundo a partir da Ásia, pelo que o prazo de entrega será mais favorável no primeiro caso.