segunda-feira, fevereiro 18, 2019

Aquisição de dispositivo móvel - 1ª parte

Após a utilização de um serviço móvel, é normal a mudança para alternativas oferecidas pela concorrência, como resultado da evolução qualitativa dos diversos operadores, a qual nalguns casos é ascendente e noutros manifestamente descendente, alterando assim o equilíbrio entre estes e as vantagens pela opção por um ou por outro.

A mudança de um operador de comunicações móveis tem, para muitos clientes, como consequência imediata, a necessidade de mudar de equipamento, já que muitos dos telemóveis, sobretudo os que foram adquiridos em campanhas ou através dos sistemas de fidelização estão bloqueados ao operador que o comercializa, tendo instalados, quase sempre, um conjunto de programas pertença destes ou algumas limitações decorrentes de opções comerciais.

Naturalmente, existem opções de desbloqueio, seja através do operador, mesmo que pagando, seja recorrendo a empresas especializadas nesse tipo de operação, mas a evolução tecnológica e, sobretudo, o lançamento de novas versões do sistema operativo instalado nos telemóveis, e que em muitos modelos não é actualizável, acaba por obrigar a uma substituição do equipamento, seja por um do novo operador, seja por um que esteja livre de operador e possa ser usado em qualquer rede.

Se um equipamento adquirido a um operador não terá, quase certamente, problemas de funcionamento na rede deste, tal como os que são adquiridos em território nacional, os que são importados, sobretudo a partir da Ásia, devem ser analizados com muita atenção, dado existirem versões destinadas a diferentes mercados e que sofrem severas restrições noutros.

domingo, fevereiro 17, 2019

Gatos silvestres em áreas urbanas

O papel dos gatos silvestres nas cidades ou outros núcleos urbanos há muito que fora reconhecido em diversas autarquias, sendo disso exemplo clássico a de Oeiras, onde parques e jardins tinham um conjunto destes felinos para controle natural de roedores, vindo o exemplo a alargar-se ao longo dos últimos anos, sensibilizando as populações para o papel destes pequenos caçadores.

Actualmente, o procedimento utilizado em muitas autarquias é a recolha destes animais, a sua esterilização para evitar que se reproduzam e entrem com frequência em conflitos territoriais e o apoio a comunidades de felinos, contribuindo para a sua alimentação e bem estar, no pressuposto de que contribuem de forma positiva para a higiéne urbana.

Da experiência pessoal que temos, mesmo os poucos gatos que se fixaram nas proximidades têm sido eficazes, não sendo vistos ratos nas redondezas desde há muito, enquanto convivem com residentes e mesmo com outros animais, num equilíbrio que tem sido positivo para todos.

Recentemente, a Junta de Freguesia do Areeiro, que tem vindo a demonstrar uma maior sensibilidade para este tema, para além da implementação de abrigos para as comunidades de gatos, contribui para sensibilizar os residentes para a importância dos gatos no ambiente urbano, nomeadamente distribuindo folhetos e suportando os voluntários que apoiam mais directamente estes pequenos felinos.

sábado, fevereiro 16, 2019

Google Plus encerra a 02 de Abril

O fim do Plus, a rede social do Google, que pouco sucesso teve, já fora anunciada em Dezembro, tendo agora sido fixado o dia 02 de Abril para o seu encerramento no respeitante a contas particulares, ficando activas as contas empresariais, concretamente aquelas que estão incluídas no G-Suite.

Para além de nunca ter obtido a adesão dos utilizadores, e daí a sua falta de sucesso, uma falha de segurança ocorrida há três anos e revelada recentemente veio ditar o fim de uma rede que nunca conseguiu implementar-se, provavelmente devido à forma como foi pensada e estruturada, mas também por ter chegado depois de a concorrência se ter implementado e adquirido experiência e funcionalidades difíceis de ultrapassar.

Reiteramos, mais uma vez, que antes da data de encerramento os utilizadores que assim o desejem podem fazer a salvaguarda dos dados, sendo que em Março serão adicionados novos dados, que permitem descarregar um maior volume de informação, altura em que, esta operação deve ser efectuada ou repetida, seguindo as informações que o Google disponibiliza.

Não há formas de migração de conteúdos, pelo que, infelizmente, só com trabalho se pode tentar reconstruir a teia de contactos numa outra rede social, partilhando endereços e informações e convergindo noutro ponto de reunião cujas funcionalidades, mesmo que genericamente superiores, serão diferentes e poderão não corresponder ao que os utilizadores que optaram pelo Google Plus pretendem e que motivou uma escolha pouco comum.

sexta-feira, fevereiro 15, 2019

Presidente da câmara de Pedrogão foi constituido arguido - 2ª parte

De resto, os erros não foram corrigidos, e nem sequer nos vamos debruçar sobre o processo de reconstrução, que merece uma análise separada, mas que ajuda a melhor entender o papel de cada um nesta tragédia e, caso provados em tribunal, nos crimes conexos e subsquentes, pelo que a responsabilidade da autarquia e dos seus responsáveis é inegável e iniludível, concretizada na persistência de erros que estiveram na origem dos trágicos eventos que todos conhecemos.

Junto da estrada 236, onde tantos perderam a vida, e em cujo pavimento ainda é possível encontrar marcas das viaturas que aí arderam, e onde muitos ocupantes perderam a vida, a vegetação cresce de forma desordenada e perigosa, sendo a principal diferença face à altura dos fogos a ausência de árvores de maiores dimensões, algo que, caso nada seja feito voltará a fazer parte do cenário.

Em termos de segurança, é visível que, após algumas acções iniciais, naturais após uma tragédia, aquilo a que se pode chamar normalidade, nomeadamente a ausência de trabalhos de manutenção ou acções de prevenção, impôs-se novamente, ainda sob o mandato daqueles que hoje são arguidos de um processo onde a sua conduta prévia está em causa e que, manifestamente, nada aprenderam com o sucedido.

O não assumir de responsabilidades, a negação das evidências, as desculpas que variam entre o ridículo e o absurdo, o escudar-se atrás de subordinados, são repetidos até à exaustão enquanto desmentidos pelas evidências a que já hoje há acesso ou pelas inúmeras reportagens que expoem claramente o essencial, mesmo que muitos dos detalhes ainda sejam desconhecidos ou, no limite, nunca venham a ser provados.

quinta-feira, fevereiro 14, 2019

Compasso para navegação

Com o cada vez menor recurso a mapas físicos, e menos ainda para tarefas de navegação, vários foram os utensílios que cairam em desuso, entre os quais o compasso para mapas, que, no entanto, ainda pode ser adquirido por menos de 3 Euros, incluindo portes, para um modelo de pequenas dimensões, mas que mantém as características e funcionalidades de compassos de maiores dimensões.

Em aço inoxidável, com aproximadamente 11 centímetros de comprimento e uma abertura que vai até aos 43 milímetros, este tipo de compasso, diferente dos habitualmente utilizados por não ter uma mina ou ponta de grafite para escrita, tem, ainda, um parafuso central destinado a fixar o ângulo de abertura.

Esta característica, que evita alterações durante as operações, mesmo que em condições mais complicadas, como numa embarcação navegando sobre um mar revolto, é essencial, aumentando em muito a precisão e facilidade de utilização, permitindo marcar distâncias num mapa, eventualmente sobre uma linha que define um rumo, depois de regulado de acordo com a escala do mapa.

Conjuntamente com um mapa e uma bússola, ou outra forma de determinar a orientação do mapa, eventualmente complementado por uma régua, este tipo de compasso, tal como vários instrumentos de navegação, mesmo que tendo sido substituídos por tecnologias mais recentes, continuam a ter um lugar não apenas na História, mas junto de quantos queiram manter viva uma ciência que permite continuar independentes de sistemas que, falhando, impossibilitam a maioria de se orientar.

quarta-feira, fevereiro 13, 2019

Presidente da câmara de Pedrogão foi constituido arguido - 1ª parte

No dia 04 do corrente mês, o presidente da câmara municipal de Pedrogão foi constituido arguido, sendo o 13º no processo relacionado com os incêndios aí ocorridos há perto de um ano e meio atrás e que não é o mesmo que se centra no polémico processo de reconstrução, várias vezes denunciado e onde as irregularidades são óbvias e, quase certamente, irão ser consideradas como crimes.

Sempre nos intrigou que o presidente da autarquia, e responsável máximo pela protecção civil municipal, não tivesse sido constituido como arguido, quando os responsáveis máximos de outras autarquias abrangidas por este incêndio e alguns dos seus colaboradores ou funcionários subalternos, incluindo eleitos pertencentes ao executivo camarário, já eram arguidos desde há muito.

Nas actas de reuniões da autarquia, o presidente da câmara assume que existe uma repartição e não uma delegação de tarefas, que, mesmo existindo, nunca poderia eximir de responsabilidades quem delega e pode, caso algo não decorra de forma adequada, revogar essa delegação, passando a desempenhar as funções em causa ou delegando em alguém com maior competência.

Assim, mesmo alegando que delegara poderes e tarefas, e quem supostamente as desempenhava foi constituido como arguido, não deixa de haver, no limite, uma responsabilidade solidária sendo que, efectivamente, a de quem possuiu uma maior capacidade decisória e a legitimidade dos votos e inerente cargo, nunca, sob qualquer pretexto, pode deixar de prestar contas pelas suas acções e pelas de quem dele depende e nos quais confiou.

terça-feira, fevereiro 12, 2019

Promoções para veículos no Lidl

Apesar de muitos dos produtos para veículos que vão estar em promoção nas lojas da cadeia Lidl a partir de dia 5ª feira, dia 14, algumas merecem ser recordadas, tal como o conjunto em sí, por ser possível efectuar algumas aquisições a preços particularmente favoráveis.

Usado por muitos, o carregador de baterias, que pode ser adquirido por 19.99 Euros, tem-se revelado eficiente e durável, pelo que será de ter em conta, com base na experiência de quem o utiliza, podendo a sua utilização ser complementada pelo medidor de carga de bateria, muito intuitivo, e que tem o preço de 3.99 Euros.

A lanterna recarregável, com "leds", tem um preço de 14.99 Euros, sendo uma boa opção para ter num veículo, tal como se pode justificar a presença do conjunto de lâmpadas ou de escovas para os limpa-vidros, sendo de verificar se os modelos que constam da promoção são os adequados ao modelo de veículo do potencial comprador.

O "kit" de mãos livres "bluetooth" não possui um visor onde apareça o número de quem liga, pelo que pode não ser a melhor escolha, independentemente do preço de 17.99 Euros, enquanto os conjuntos de tapetes, cobertura para veículos ou mesmo o chapéu de chuva que abre de forma invertida, tendo preços competitivos, são de ter em conta para quem necessite deste tipo de acessório.

segunda-feira, fevereiro 11, 2019

Ex comandante da ANPC responsabilizado pela devastação em Mação - 4ª parte

Está-se a abrir um importante precedente no sentido de acabar com uma impunidade reinante que tem vindo a permitir a muitos assumir cargos para os quais não estão preparados, seja em que vertente ou aspecto for, desempenhando-o de forma negativa e, por vezes, culposa, sem que daí advenham quaisquer consequências, sendo que, muitas vezes, são promovidos dentro da estrutura a que pertencem.

Podemos, no limite, admitir que alguém aceite um cargo para o qual, efectivamente, não está preparado e em condições de desempenhar, mas que, durante o exercício, não tenha a percepção da sua incapacidade, nem que não existam mecanismos de controle, e aqui incluímos a própria tutela política, que determinem a sua pronta substituição, é inaceitável, sobretudo em áreas tão delicadas como o socorro e menos ainda quando no topo da estrutura operacional que o superintende.

Esta acção da IGAI e, esperamos, a continuação desta através do Ministério Público tem, necessariamente, de passar a ser a norma aplicável quando situações similares, e serão várias, são constatadas, sendo necessário agilizar procedimentos para que, sempre que um responsável cometa erros graves, não haja demora na sua substituição.

Tal como sucede noutros sectores, e nomeadamente na vida pública, onde processos contra políticos ou banqueiros começam a ter desenvolvimentos, é absolutamente necessário que todos quantos têm capacidade de decisão em orgãos do Estado, sejam responsabilizados pela sua conduta sempre que esta possa ser considerada como culposa, mesmo que de forma negligente, e que as vítimas sejam ressarcidas, implicando aqui os responsáveis, que devem responder solidariamente com o Estado que os nomeou.

domingo, fevereiro 10, 2019

"Switches" de 1 Gigabit para uso doméstico - 2ª parte

A instalação é intuitiva, bastanto proceder à ligação dos cabos de rede e do transformador exterior, sem que seja necessário proceder a qualquer tipo de configuração, salvo em situações muito especiais, em que os endereços físicos são controlados, ficando imediatamente pronto para ser utilizado, depois de um arranque quase imediato.

Suportando as normas IEEE802.3, IEEE802.3u, IEEE802.3x e IEEE802.3ab e o protocolo CSMA/CD, com 5 portas de velocidade adaptativa capazes de funcionar a 10, 100 e 1000 Mbits/s, recorrendo a cablagem do tipo CAT3 or CAT3+ UTP para 10Base-T, para 100Base-TX, CAT5 UTP, e para 1000Base-T, CAT5 or CAT5+ UTP.

É suportada aprendizagem automática e actualização de endereços físicos, ou "MAC address", bem como funções de filtragem de velocidade, armazenamento e encaminhamento, estando presente um "led" para cada porta, o que permite, num equipamento sem sistema de gestão, a obtenção de algum tipo de informação de estado a nível de comunicações.

Estes "switches" tipicamente operam entre os 0º e os 40º e humidade sem condensação entre os 10% e os 90%, podem ser armazenados entre os -40º e os 70º, com humidade, sem condensação, entre os 5% e os 90%, pelo que se adequam bem às condições de uma habitação, onde estes valores são, quase certamente, observados.

sábado, fevereiro 09, 2019

Para os operadores de Internet paga o justo pelo pecador?

Desconhecemos se as alegações de que diversos operadores diminuiram a velocidade de acesso aos "sites" a partir dos quais se podia assistir a um jogo de futebol, fora do circuito licenciado, de modo a evitar que, quem não pagou à empresa que detinha os direitos de transmissão, pudesse ver a emissão, são verdadeiras, mas o facto não deixa de a possibilidade existir não deixa de merecer um comentário.

O princípio judicial de que é melhor deixar escapar um culpado do que punir um inocente, para além de básico, é universal fora e dentro dos tribunais, fazendo parte do senso comum e do equilíbrio entre as partes essencial para que a vida em sociedade seja possível, evitando perseguições e punições indiscriminadas ou desproporcionadas.

Ao diminuir a velocidade de vídeos de "sites" usados para os mais diversos fins legítimos, como o Twitter, tornando-os praticamente não funcionais, as operadoras violam princípios básicos contratuais, a equidade a que todos os utilizadores, nomeadamente aqueles que pagam, têm direito, e a própria confiança, incorrendo num conjunto de infrações que devem ser investigadas pelo supervisor do sector.

Se tal aconteceu, naturalmente que os clientes destes operadores devem ser ressarcidos e, face à quebra de confiança resultante de práticas ilegais, ter a possibilidade de denunciar os respectivos contratos, algo que, infelizmente, e porque esta pode ser uma prática comum, de pouco servirá, excepto para os que se encontram insatisfeitos com o serviço prestado por um dado operador e necessitem de um pretexto para uma mudança.