sábado, maio 30, 2015

A câmara para veículo GS2000 com GPS - 7ª parte

O recurso a câmaras instaladas em viaturas começou por popularizar-se na Rússia, onde muitos condutores tendem a evitar confrontos ou participações junto das autoridades policiais, optando por recorrer às imagens gravadas seja perante as seguradoras, seja face à Justiça.

Este hábito também se tem vindo a popularizar, nos últimos anos, noutros países europeus, nalguns deles com subidas exponenciais, como resultado da descida de preços deste tipo de equipamento enquanto a qualidade sobre de forma clara, permitindo que a nitidez das sequência identifique detalhes, como matrículas ou faces, facto essencial quando se pretenda a sua utilização para além de um uso lúdico, como a partilha em redes sociais.

Este uso lúdico terá sido, quase certamente, o factor mais relevante no aumento de vendas deste tipo de câmara na Europa Ocidental, sendo os vídeos enviados para o Youtube ou partilhados em redes sociais onde, por registarem situações raras, como a queda de um meteoro na Rússia, se tornam em verdadeiros exitos e, inclusivé, em motivo de estudo científico.

Em diversos países, as seguradores oferecem descontos nos prémios quando uma câmara esteja instalada no veículo, sabendo que terá como efeito a redução do nível de litigância, evitando, muitas vezes, discussões acerca de detalhes que, sendo extremamente relevantes, como o instante em que abre ou fecha um semáforo, são particularmente difíceis de provar.

sexta-feira, maio 29, 2015

Chegou a "carta por pontos" - 2ª parte

Naturalmente, continuam aplicáveis as sanções previstas actualmente no Código da Estrada, seja a nível de valores pecuniários, seja em termos de sanções acessórias, como a inibição temporária de conduzir, que, tal como anteriormente, poderá ser contestada, tal como os factos que deram origem ao processo, recorrendo às instâncias judiciais.

No fundo, trata-se de replicar legislação existente noutros países europeus, como Espanha ou França, onde os resultados continuam a ser polémicos, discutindo-se se este processo é eficaz para reduzir o número de acidentes, tentando adaptar a uma realidade diferente um conjunto de princípios que, sendo complementares de um conjunto de acções, duvidamos que tenham o efeito pretendido.

Tanto os cursos, como a própria realização de um exame, na verdade, de pouco servem, sendo certo de que não é por falta de conhecimento que muitos condutores não cumprem o Código da Estrada, sendo bem mais adequada uma avaliação psicológica na sequência de cada retirada de pontos do que as acções previstas, as quais dificilmente irão ao cerne da questão, limitando-se a pouco mais do que um processo burocrático.

Por outro lado, tendo em conta as demoras processuais que actualmente se verificam, a eficácia destas medidas pode ser quase nula, bastando que, aos atrasos do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres, acresça um recurso para instâncias judiciais, o que, quase sempre resultará numa prescrição.

quinta-feira, maio 28, 2015

A câmara para veículo GS2000 com GPS - 6ª parte

Esta situação deve-se ao facto de a câmara designada por GS2000, bem como às da respectiva família, serem produzidas por diversos fabricantes, baseadas em distintos processadores, como o Ambarella ou o Novatek, que são suportados por uma programação diferente, dando origem a menus de configuração e mesmo a funcionalidades muito variadas e que uma actualização raramente consegue uniformizar.

Consideradas como "genuinas", e sem dúvida as de melhor qualidade, as GS2000 com o processador Ambarella costumam ter menus com a cor laranja presente, enquanto as ditas "falsas", baseadas no "chip" da Novatek, tendem a ter os menus inteiramente em tons de azul, podendo não incluir o GPS, mas, perante a multiplicidade de opções, só mesmo verificando se pode estar inteiramente certo do conteúdo de um exterior absolutamente idêntico.

Para além da câmara, o conjunto inclui o manual de utilizador, cabos HDMI a AV, carregadores para viatura e de parede, suporte para fixação e CD, onde se podem encontrar os "drivers" de instalação e o "software" que permite associar dados posicionais ao vídeo, sendo possível adquirir a GS2000 por um preço inferior à meia centena de Euros, incluindo portes a partir da Ásia.

No entanto, obviamente, esta aquisição apenas é justificada caso tenha GPS, de outro modo uma simples KR2000 ou KR5000, modelo que utilizamos, apresenta o mesmo tipo de funcionalidade, com excepção do sensor de aceleração, o qual raramente terá alguma utilidade que justifique substituir uma câmara funcional e com desempenho aceitável, que pode ser adquirida por um valor francamente mais baixo.

quarta-feira, maio 27, 2015

Chegou a "carta por pontos" - 1ª parte

Foi aprovada a controversa legislação de segurança rodoviária, popularmente designada por "lei dos pontos", que prevê atribuir a cada condutor um conjunto de pontos, inicialmente 12, aos quais serão subtraídos dois por cada infracção grave e três por infrações consideradas muito graves, de acordo com o defenido no Código da Estrada.

Como contrapartida, por cada três anos de condução sem sanções, serão adicionados três pontos ao total do condutor, que nunca poderá ultrapassar os 15, pelo que poderão acrescer aos pontos de que este disponha ou compensar alguns que tenham sido perdidos.

Quando o total descer até aos 4 pontos, o condutor será obrigado a frequentar um curso de sensibilização, tendo de efectuar um novo exame teórico caso chegue aos 2 pontos e ficando sem carta se atingir os 0 pontos, podendo apenas realizar novo exame para obtenção de uma carta nova passados dois anos.

A legislação entrará em vigor, sem efeitos retroactivos, nem emissão de novos documentos, em Junho de 2016, sendo possível ter conhecimento do número de pontos através do "Portal das Contraordenações", dependente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária e inscrever-se em acções que permitam recuperar alguns dos pontos perdidos.

terça-feira, maio 26, 2015

A câmara para veículo GS2000 com GPS - 5ª parte

A câmara tem capacidade de saída de vídeo 1080P e 720P, suportando USB, HDMI e AV, em formatos PAL e NTSC, permitndo fazer "playback", e implementando as funções habituais de um gravador de vídeo, podendo também apresentar as fotografias gravadas da mesma forma.

Em cor negra, esta câmara tem uma memória incorporada de 32 Mb, suportando até 32 Gb num cartão, possui bateria interna de polímero de 500 mAH/3.7V, o que garante um período de gravação autónoma razoável, dependente das circunstâncias, e protege os segmentos mais importantes, evitando a sua perda.

Seja como for, para um uso contínuo, a ligação via USB e tomada de isqueiro é indispensável, pelo que deve haver uma tomada disponível no veículo, sendo igualmente de ter em conta o local de fixação, pois os sistemas de vácuo deste tipo de suporte é tanto mais eficaz quanto mais plana e lisa a superfície onde é colocado, levando franca vantagem um vidro completamente plano.

Este tipo de câmara, idêntica em termos de construção às DV5F5, começou a ser produzida em 2012, pelo que pode ter diversos tipos de "firmware", ou "software" interno, sendo possível proceder à respectiva utilização, o que será necessário em unidades mais antigas, de modo a corrigir alguns erros internos de programação.

segunda-feira, maio 25, 2015

Safety Devices anuncia serviço de instalação de "roll bar"

A Safety Devices, conhecida pelos excelentes "roll bar" que fabrica, e dos poucos devidamente homologados, disponibilizou um serviço de instalação, realizado por pessoal especializado e capaz de executar correctamente uma operação que, parecendo simples, não deixa de ser muito exigente.

Não obstante a oferta promocional de desconto de 25% na instalação, comemorando a abertura de novas instalações na sede em Mildenhall, o valor de um "roll bar" completo para Defender, devidamente instalado, pode rondar os 3.000 Euro, sendo necessário marcar e disponibilizar o veículo por três dias.

Estão disponíveis "roll bar" para todos os modelos de Defender, com variantes menos completas, que obviamente oferecem menor protecção, mas que são igualmente mais acessíveis, protegendo a parte superior do habitáculo, aquela que mais facilmente se deforma e que representa um maior perigo para os ocupantes.

Os Defender, como resultado de um método de construção em que uma estrutura envolvente na carroçaria está ausente, é particularmente vulnerável em caso de capotamento, algo que ocorre com alguma frequência em condução fora de estrada e sobretudo em veículos modificados e com o centro de gravidade elevado, com especial incidência nas viaturas convertidas para uso dos bombeiros, nas quais é instalado um tanque de água.

domingo, maio 24, 2015

A câmara para veículo GS2000 com GPS - 4ª parte

As lentes de 120º permitem um campo muito largo, tendo uma abertura de 2.0 e foco de 2.3 mm, e o sensor de 5 Megapixels, com 1/2.5'' de superfície tem capacidade de tirar fotografias com a resolução de 2592 x 1944 pixels, gravadas em formato JPG, e vídeos nos formatos 1920 x 1080 (30fps), 1440 x 1080 (30fps), 1280 x 720 (60fps), 848 x 480 (60fps) e 848 x 480 (30fps), que serão codificados de acordo com a norma H.264 e gravados nos formatos MOV ou MP4.

Está disponível na GS2000 um "zoom" digital 4X, normalmente desaconselhado, bem como "leds" para iluminação noturna, que, pelo seu escasso alcance, são basicamente inúteis, podendo ser contraproducentes caso se reflitam numa superfície de vidro, como o parabrisas de um veículo, tendo ainda um altifalante e microfone incorporados para áudio.

A gravação pode ser iniciada e terminada via ligação eléctrica, como ligando e desligando um veículo, com e sem temporização, sendo possível usar blocos com duração selecionada ou de forma contínua, e de forma circular, ou seja, apagando as sequências mais antigas quando o armazenamento está cheio.

A visualização de conteúdos e configuração pode ser efectuada observando um écran LCD de 1.5", acedendo a menus em Chinês simplificado, Inglês, Russo, Coreano, Japonês e Inglês, com a navegação, por meio de teclas, a ser intuitiva, mas diferente para as várias versões existentes de GS2000.

sábado, maio 23, 2015

Laser em vez de luz de nevoeiro

Quando pensamos que já tinhamos visto o pior em termos de equipamentos supostamente de segurança destinados a veículos, deparamo-nos com um substituto de farol traseiro de nevoeiro em forma de laser, tão perigoso quanto ilegal, mesmo quando apontado em angulo na direcção da estrada, provocando reflexos inusitados e algo agressivos.

Este laser classe 3B, de 200 mw, opera entre os -40 e os 120º, tem uma resistência de acordo com as normas IPX4, sendo fixo ao veículo através de parafusos ou de um adesivo de duas faces 3M, ligando-se de forma idêntica ao de um vulgar farol de nevoeiro, a uma cablagem de 12 ou 24 volts, podendo ser activado por um simples interruptor.

Apesar de ter um sistema de orientação em profundidade, sobretudo em tempo de chuva, onde os reflexos aumentam, e sobre terreno irregular, que por momentos eleva a direcção do foco, este laser que parece tornar o ambiente circundante em algo quase fantasmagórico, sem dúvida que assinala a presença do veículo onde está instalado, esperando-se que atraindo os olhares das autoridades competentes.

O preço deste proibidíssimo equipamento, que indiscutivelmente coloca em perigo todos os utentes da via, inclusivé quem optar por instalar este laser, excede em pouco os três Euros, sendo de prever que o valor das coimas a que está sujeito possa ser centenas de vezes superior ao valor pago por este absurdo que nos abstemos de qualificar.

sexta-feira, maio 22, 2015

A câmara para veículo GS2000 com GPS - 3ª parte

A sensibilidade do "sensor G" pode ser regulada, podendo ser completamente desactivado, e nas imagens recolhias pela sua activação são adicionados hora, data e informação geográfica, esta proveniente do GPS, a outra funcionalidade da GS2000 que a distingue de modelos mais acessíveis.

O GPS neste tipo de câmara não permite navegação, ou seja, não está associado a nenhum tipo de cartografia ou de indicações de itinerário, destinando-se apenas a geo referenciar imagens individuais ou incluidas em sequências vídeo, adicionando ainda a velocidade instantânea do veículo.

Esta informação pode ser afixada nas próprias imagens visualizadas no écran TFT da câmara ou, recorrendo ao programa incluido ou a alguns dos vários que se destinam ao mesmo efeito, num computador pessoal, sendo possível visualizar, para além do vídeo, o percurso percorrido, a velocidade e orientação, de forma muito semelhante ao que descrevemos quando analizamos alguns dos programas grátis destinados a este efeito.

Naturalmente, que existem diversas utilizações para este tipo de informação, e que só por sí pode justificar a aquisição deste tipo de equipamento, mas deve ser tido em conta que, para este nível de preço, a qualidade de imagem não é a melhor, sendo adequada sobretudo para ser exibida na Internet, sabendo-se que o próprio processamento efectuado na altura do alojamento, como acontece no Youtube, reduz a resolução.

quinta-feira, maio 21, 2015

Fogos florestais quintuplicam face a 2015 - 3ª parte

Mesmo o fornecimento de diversos equipamentos, entre estes de protecção individual, e que nesta conjuntura devia ser apressado, de forma a que houvesse a necessária adaptação aos mesmos, está aprazada para o final da "Fase Bravo", o que, de acordo com o que nos ensina a experiência, aponta para um quase certo atraso, ficando em aberta a possibilidade de as entregas terminarem muito depois do prometido e, sobretudo, do período de maior necessidade dos mesmos.

E se relativamente a diversos problemas estruturais, os quais demorariam anos a ultrapassar, pouco se fez, com a vulnerabilidade de extensas áreas do território nacional a agravar-se, fruto da falta de recursos e da desertificação, a insistência em acções pontuais, de curta duração, também deixa muito a desejar, sendo que neste caso existem óbvias responsabilidades e nomes que facilmente se podem apontar.

Assim, não deixa de ser de estranhar que, perante a proximidade de um periodo eleitoral, não tenham sido adoptadas algumas medidas que diminuam o risco de incêndio e, sobretudo, a possibilidade de haver vítimas, compondo um quadro onde a responsabilização política será, obviamente, inevitável se negativa, e negligenciável se positiva.

Portanto, pode-se prever que este seja um Verão complicado em termos de fogos florestais e que estes acabam em arma de arremesso política, dada a proximidade das eleições legislativas, que quase irão coincidir com o termo do período mais crítico de incêndios, podendo mesmo decorrer numa altura em que estes ainda se façam sentir, com todo o peso que tal pode ter, sobretudo nas zonas mais atingidas.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin