quinta-feira, Agosto 28, 2014

Contratos para que vos quero... - 1ª parte

Vários dos nossos leitores dispõe ou têm acesso a casas de férias que, na maior parte do ano, ficam desabitadas, período durante o qual contratos de água, electricidade ou mesmo gás acabam por ser pagos, recaindo a maior parte das despesas em serviços e taxas e apenas uma pequena fracção nos consumos que justificam sua existência.

Um dos prémios disponibilizado pela Galp e que pode ser obtido trocando pontos é o "Conjunto de campismo", composto por um candeeiro e uma lanterna a gás e três pequenas botijas de gás de 180 gramas, normalizadas e que podem ser facilmente substituidas após vazias, o que proporciona uma fonte de energia e forma de a utilizar em termos práticos.

Obter este conjunto implica descontar 5000 pontos do saldo, em condições normais, ou 4000 durante promoções, tendo utilidade não apenas para os adeptos do campismo, mas também para quem tenha uma casa de férias, ocupada muito ocasionalmente e dispense contratos que implicam pagamentos de taxas de serviço mesmo não havendo consumo.

Uma destas o gás destas botijas permite cozinhar uma refeição simples para duas pessoas no fogareiro incluído no conjunto, sem grandes demoras, sendo extremamente prático no caso das refeições pré-cozinhadas, as quais implicam menor consumo de energia, pelo podem ser a melhor opção nestas circunstâncias, a menos que complementada por uma lareira ou fogueira.

quarta-feira, Agosto 27, 2014

Um ano depois das mortes no Caramulo - 3ª parte

E se não há respostas, também efectivamente não há consequências, mantendo-se estruturas de comando, e aqui temos forçosamente de incluir a cúpula política que estabelece ou determina as orientações gerais e impõe orçamentos e legislação, a qual, ao criar um dado enquadramento, assume a responsabilidade última de um cenário onde os actores seguem um guião que, nos seus detalhes decisivos, desconhecem.

Nem, ao menos, se evitou o esquecimento, forma última de desresponsabilização ou de afastar uma consciência pesada, mas que constitui uma última forma de insulto contra a memória dos que partiram e os que ainda persistem na mesma missão em condições que em tudo replicam aquelas onde se perderam vidas.

Dos inúmeros inquéritos e relatórios, muitas vezes confusos, contraditórios, tantas vezes refeitos em função das conclusões pretendidas na altura da sua instauração, nunca houve consequências, apontando-se sistematicamente para os mais vulneráveis ou para quem, pura e simplesmente, já não se pode defender, protegendo sempre a hierarquia.

Optamos por distribuir esta pequena reflexão por três textos, cada um deles ilustrado pela foto de um dos bombeiros que perderam a vida no combate ao grande incêndio do Verão passado na Serra do Caramulo, como recordação e homenagem não apenas estes três bombeiros, mas a todos os que perderam a vida em serviço, e que, ao londo destes últimos anos, se cifram em várias dezenas.

terça-feira, Agosto 26, 2014

Novos pneus no Discovery - 3ª parte

Desta forma, fica concluido uma das fases de recuperação do Discovery, concretamente a que envolve os aspectos relativamente a suspensões, travagem e pneus, seguindo-se na próxima etapa toda a parte mecânica, e terminando na de pequenos retoques, sobretudo a nível estético, e nos opcionais e acessórios, a qual será, obviamente, a que se reveste de menos prioridade.

Entre estes, incluiremos algumas ideias que permitem utilizar o Discovery em expedições ou actividades, adicionando componentes e modificando outros, de modo a obter um novo conjunto de funcionalidades que irão também acrescentar novas capacidades e melhorar o desempenho das já existentes.

Uma das ideias é a de construir um sistema de arrumação, basicamente uma prateleira, com as dimensões adequadas a colocar na parte inferior 4 "Wolf Box" e, lateralmente, um par de "jerry cans" de 20 litros, ficando o espaço superior para colocação de outros volumes.

Queremos, finalmente, agradecer ao Nuno Mathiotte da Área4x4 pelo trabalho efectuado nestes dias em que o Discovery foi substancialmente melhorado, ficando agora com um nivel de fiabilidade e segurança muito mais elevados do que antes destes conjunto de melhoramentos e reparações.

segunda-feira, Agosto 25, 2014

Um ano depois das mortes no Caramulo - 2ª parte

Se por um lado os anunciados equipamentos de protecção individual não foram entregues atempadamente, e a qualidade de muitos dos que o foram deixa demasiado a desejar, sendo mais que duvidoso que apresentem vantagens substanciais relativamente aqueles que vieram substituir, em termos estruturais não se verificou qualquer evolução positiva.

Desde as comunicações, e já dói falar do malfadado SIRESP, cujo preço rivalizar ferozmente com a ineficácia, passando pela prevenção, conceito que se perde de tão ignorado ou distorcido, e terminando na estranha qualidade e falta de padronização de equipamentos fornecidos, para mencionar apenas algumas de uma lista que se revelaria repetitiva e fastidiosa, muito continua sem resposta, independentemente de recomendações ou resoluções.

O papel do Estado e dos orgão públicos, com especial destaque para as autarquias, falharam de forma indiscutível e clamorosa, sobretudo no aspecto da entrega dos equipamentos de protecção individual, reconhecidamente essencial, os quais, em diversos casos, foram suportados pela solidariedade ou pelos próprios bombeiros, que para o pagar prescindiram de uma já magra compensação pela sua inclusão no dispositivo de combate aos fogos.

Este é apenas mais um dos aspectos do abandono a que foram deixadas muitas corporações, dependentes cada vez mais dos escassos recursos locais e das acções de solidariedade que algumas instituições e numerosos particulares que ai invés de complementar, efectivamente substituem o papel do Estado na sua obrigação de equipar quem participa em acções de risco em prol da comunidade.

domingo, Agosto 24, 2014

Novos pneus no Discovery - 2ª parte

Esta medida de pneus não está homologada de origem para o modelo de Discovery em causa, pelo que se torna necessário proceder a testes junto da LTA e, posteriormente, ao respectivo averbamento no DUA, de modo a evitar situações complicadas em termos legais e a permitir conduzir sem o "stress" adicional que este tipo de preocupação levanta, sendo este um investimento que se pensa vir a rentabilizar durante a utilização do Discovery.

Simultaneamente, foram trocadas o discos e as pastilhas dos travões, algo que também consideramos essencial em termos de segurança, sobretudo agora que, com pneus de maiores dimensões, a velocidade pode aumentar um pouco, evitando também um maior desgaste dos discos dianteiros, que tende a suceder quando esta situação ocorre.

No caso concreto dos discos, sobretudo o do lado esquerdo, a substituição era absolutamente essencial, dado que o seu desgaste ultrapassara todos os limites, constituindo um risco dado que diminuia substancialmente a capacidade de travagem e o equilíbrio da mesma.

Após estas modificações, é sempre necessário proceder a alinhamento e equilíbrio, de modo a que evitar vibrações e desvios de trajectória, bem como um desgaste anormal dos pneus ou dos componentes da suspensão e, sobretudo, da direcção, para além de tornar a condução francamente mais agradável.

sábado, Agosto 23, 2014

Um ano depois das mortes no Caramulo - 1ª parte

Num Verão com poucas incidências em termos de incêndios, muitos já terão esquecido que decorre, a partir deste dia 22 de Agosto, o primeiro aniversário da longa série de mortes de bombeiros nos fogos florestais do Verão de 2013, com especial incidência na Serra do Caramulo, onde os fogos provocaram a perda de várias vidas humanas.

Foi no dia 22 de Agosto de 2013 que esta série se iniciou, com a morte da bombeira Ana Rita Pereira, seguindo-se, numa sequência rápida, a morte dos bombeiros Bernardo Figueiredo e Cátia Pereira Dias, que foi a 5ª vítima mortal e a 3ª no incêndio do Caramulo, o maior e mais trágico do ano transacto.

Das investigações, que mesmo sendo polémicas e contestáveis, devem ser tidas em conta, como forma de alterar procedimentos e corrigir erros, para quem concorde com as respectivas conclusões, ou como motivo de reflexão para quem com eles discorde, resultaram poucos resultados práticos, com as medidas que era suposto terem sido implementadas a ficarem adiadas.

Decorrido um ano, neste Verão atípico, com temperaturas baixas, tem contribuido para uma muito substancial diminuição do número de ocorrências e da área ardida, e os resultados serão, muito possivelmente, anunciados de forma triunfal, sem que, efectivamente, nada de substancial tenha mudado, correndo-se o risco de ter havido uma evolução negativa em várias vertentes.

sexta-feira, Agosto 22, 2014

Número 35 da revista Land Portugal já está nas bancas

Já se encontra à venda nos locais de venda habituais, entre os quais diversos quiosques e algumas lojas "Tangerina" da Galp, o número 35 da Revista Land Portugal, onde se podem encontrar diversas reportagens e notícias sobre o "mundo" Land Rover do nosso País.

Entre os eventos noticiados estão o Billing Land Rover Fest, as aventuras de Afonso Cerejo e do seu Discovery no Alaska, a 13ª edição do Rates Billing, o passeio do Clube Land Rover aos Picos da Europa e a Casa da Ria onde é possível encontrar uma vasta colecção de modelos Land Rover.

Também a descrição de novos modelos da marca, numa altura em que existe uma franca renovação, enquanto se especula quanto à sucessão do Defender, bem como artigos técnicos e mesmo a publicidade temática, são interessantes para os adeptos da Land Rover em Portugal.

Ao longo de mais de uma centena de páginas são visíveis alguns dos Land Rover, bem como os seus proprietários, que mais marcam o panorama nacional a nível da marca, estando certos de que todos encontrarão amigos e conhecidos nesta publicação que tenta refletir da melhor forma a realidade deste fabricante no nosso País.

quinta-feira, Agosto 21, 2014

Máscara de protecção com ventilação eléctrica

De aspecto semelhante a uma máscara anti-gás, este modelo destina-se a proteger o utilizador de impactos, como aqueles que decorrem de jogos ou simulações de "paintball" ou "airsoft", sendo construída em borracha flexível, bastante resistente, fixada por um sistema de correias facilmente ajustáveis e de utilização muito simples.

O material de construção é não tóxico, indoro e sem sabor, com uma configuração que permite uma boa circulação de ar, a qual pode ser substancialmente melhorada caso se utilize o sistema de ventilação baseado numa ventoinha eléctrica, accionado por duas baterias AA, e que desliga automaticamente após 8 minutos de uso, para poupar a carga.

As lentes são à prova de choque, com a dimensão suficiente para não obstruir de forma significativa o campo de visão, podendo ser mantidos os óculos de correcção do portador, sendo recomendado que estes não excedam as 4 dioptrias, de modo a evitar distorções visuais.

Esta máscara, construida em TPR ou "borracha termoplástica", para usar uma tradução algo livre, está disponível em negro, verde e amarelo escuro, mede aproximadamente 22 x 14 x 22 centímetros e custa, incluindo portes a partir da Ásia, perto de uma quinzena de Euros, a que acresce o preço das pilhas AA necessárias à sua operação.

quarta-feira, Agosto 20, 2014

O Discovery actualmente... - 3ª parte

Obviamente que esta opção passaria sempre por colocar umas abas no Discovery, de modo a que os pneus ficassem devidamente cobertos e enquadrados nos contornos da carroçaria, resultando também numa maior largura e afastamento das rodas, aumentando a estabilidade, mas reduzindo a agilidade e mesmo a capacidade de transitar em pistas mais estreitas.

A alteração final foi o já descrito "Camel cut", aconselhado sempre que os pneus tenham uma dimensão idêntica ou superior aos 700 x 16 utilizados pelos veículos do troféu que deu nome a este corte na carroçaria, não se justificando alongarmo-nos sobre esta dado que o descrevemos recentemente.

Brevemente, esperamos que até ao próximo fim de semana, serão adicionadas mais fotos, com a totalidade das modificações, estando previstas mais algumas alterações, das quais daremos notícia oportunamente.

O objectivo desta sequência de textos é, essencialmente, permitir uma comparação através de imagens fotográficas, pelo que não nos alongamos em considerações, sendo que questões ou dúvidas podem ser colocadas através do sistema de comentários do Google ou, caso sejam mais específicos, por correio electrónico.

terça-feira, Agosto 19, 2014

Uma oportunidade, a câmara de acção Ishare S200 - 6ª parte

A mesma câmara é vendida sob outras designações, incluindo WTX, nome sob o qual é vendida pelos agregadores de descontos, como o Tostão, Groupon ou Goodlife, neste caso com um menor número de acessórios e por um preço superior, de 69 Euros, incluindo portes, o qual resulta, segundo os anunciantes, de um desconto de 30% sobre o preço de tabela de 99 Euros.

Dado que são vendidas sob designações diferentes, algumas das características podem variar ligeiramente, tal como os acessórios incluidos, pelo que é da maior importância considerar uma pesquisa em termos de preço, que varia substancialmente, e qual a urgência do equipamento, sabendo que uma câmara proveniente da Ásia pode demorar mês e meio a ser entregue.

No entanto, perante uma diferença de preço muito substancial, e recordamos que o valor que pagamos é pouco mais de um terço do valor proposto com 30% de desconto, e o acréscimo em termos de acessórios, essenciais para fixar a câmara no Defender, a nossa opção foi óbvia, preferindo esperar pela entrega do equipamento vindo da Ásia que, pelo valor de compra, estará isento de impostos.

Assim que possível, iremos efectuar os habituais testes, tal como fizemos com a câmara actualmente no Defender, alargados aos diferentes posicionamentos possíveis e não apenas às resoluções e configurações disponíveis no equipamento, de modo a aferir das suas reais capacidade, alargando, quando possível, os testes a outras situações.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin