sexta-feira, julho 20, 2018

Lentes Yongnuo compatíveis com Canon - 1ª parte

Há muito que esperavamos que fabricantes chineses oferecessem equipamentos ou acessórios para fotografia que replicam os produzidos por marcas de renome, como a Canon ou Nikon, sendo natural que tenham começado por opcionais de menor nível tecnológico e evoluindo até às objectivas, com sistemas de focagem automática compatíveis e características que replicam as originais.

A ligação de uma objectiva a uma câmara digital não é tão pacífica quanto pode parecer à primeira vista, sendo necessária compatibilidade física e lógica, o que implica que o "firmware" ou a progamação interna do equipamento, replique a do original, sem o que podem surgir erros ou falhas funcionais.

A Yongnuo YN EF de 50mm f/1.8 AF é um exemplo do que este fabricante chinês produz, sendo esta objectiva uma réplica de um modelo da Canon destinadas às câmaras com sistema EF, o padrão actual desta marca, e que implica todo um sistema de encaixa, ligação física a nível de contactos e compatibilidade com a programação interna da câmara.

Com um corpo em plástico resistente, os contactos são cobertos a ouro, para evitar corrosão e facilitar a condutividade e lentes revestidas, esta objectiva pesa apenas 120 gramas, mede 70 por 46 milímetros e tem roscagem de 52 milímetros para filtros ou outros acessórios, que serão os mesmos suportados pelo modelo idêntico da Canon.

quinta-feira, julho 19, 2018

Buy Me a Coffee


Buy Me a Coffee at ko-fi.com

2018 é um dos anos com menor área ardida - 1ª parte

2018 está a ser o segundo ano com menor área ardida da última década, com apenas 1.800 hectares consumidos pelas chamas, contra mais de 48.000 no ano passado, tendo contribuido para tal um Verão que tarda e, naturalmente, a devastação de anos anteriores, do que resulta uma menor área que possa ser consumida pelos fogos e maiores descontinuidades, que servem como barreiras naturais.

Segundo os dados da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), entre 01 de Janeiro e 15 de Julho deflagraram 6.035 incêndios, menos 2.624 do que no período homologo do ano passado, e em apenas dois a fase inicial de combate não foi suficiente para que ficassem controlados, exigindo outro tipo de ataque para a sua extinção.

Durante o período mais crítico, entre Julho e Setembro, estão operacionais 10.767 efectivos, apoiados por 2.463 veículos e 55 meios aéreos, o que representa um aumento de 1.027 efectivos, 398 viaturas e sete meios aéreos relativamente ao ano anterior, ficando assim o dispositivo reforçado em mais de 10%, o que, em situações mais críticas, pode revelar-se importante.

Serão vários os factores de que resulta uma escassa área ardida, mas é histórico que a seguir a um ano particularmente complicado, o seguinte tende a ser francamente mais calmo, com a possibilidade de os problemas surgirem um ano depois, altura em que a regeneração de diversas espécies potencia a propagação das chamas, num ciclo que se encontra patente nos registos dos últimos anos.

quarta-feira, julho 18, 2018

Land Rover Owners de Agosto de 2018 já nas bancas

Já se encontra nos locais de venda habituais a edição de Agosto de 2018 da Land Rover Owners International, com o destaque da capa a ir para um comparativo entre os Serie e os Defender, seus sucessores, equacionando-se um conjunto de comparações que incluem factores tão distintos como o comportamento, a diversão ou o preço.

Nesta époda de Verão, e de férias para muitos, as expedições ganham especial destaque, incluindo-se locais tão diversos como o território inglês ou o deserto de Marrocos, bem como o recurso a viaturas muito diferentes, como os antigos Serie ou os mais recentes Defender, incluindo-se aqui diversos níveis de preparação, com tudo o que tal implica no desempenho fora de estrada.

Entre os artigos técnicos merece destaque a reparação da transmissão, necessária quando começam a surgir ruidos, a reparação da dos balões da suspensão dos Discovery 2, mas a alteração radical de um Discovery 1 em muito mau estado ou a opção por estofos veganos num Defender, quanto mais não seja pela curiosidade dos temas, também se revelam interessantes.

Complementam este número artigos sobre actividades de diversos clubes, a divulgação de diversos produtos novos, bem como testes de uso prolongado a outros, há mais tempo disponíveis, a que acresce a extensa publicidade temática e um conjunto de secções regulares, como as cartas e fotografias dos leitores ou a solução de problemas técnicos por estes apresentados, sendo estes alguns dos factores que mantêm esta publicação entre as favoritas dos adeptos da marca.

terça-feira, julho 17, 2018

"Sticks" luminosos

Os "sticks" ou raquetes luminosas usados no controle de tráfego podem ser utilizados em diversar situações, sobretudo em emergências, pelo que a sua presença em situações onde os imprevistos podem suceder serão uma opção a considerar, sendo hoje em dia um equipamento acessível, mesmo para modelos de baixo preço, que, devido ao desenvolvimento de materiais, possuem uma qualidade aceitável.

Sendo, essencialmente, um cilindro com 17.5 centímetros de comprimento e 4 de diâmetro, que pode ser colocados no suporte de quatro pés incluídos no conjunto ou simplesmente empunhados, estes "strobe" laranja e branco é visível a uma longa distância e opera durante horas, dependendo, essencialmente, da qualidade das baterias utilizadas.

Cada unidade necessita de 3 baterias AAA de 1.5V que fornecem energia a um conjunto de sete "leds", de muito baixo consumo, dos quais seis são vermelhos e o restante branco, podendo funcionar em modo contínuo ou intermitente, sendo ligados e desligados por um botão lateral, e revelam-se fáceis de aceder para substituir as pilhas ou limpar contactos, de muito fácil operação e com uma robustez adequada, não obstante todo o conjunto pesar apenas 400 gramas.

O conjunto inclui dois "sticks", com as respectivas bases, uma caixa de transporte em plástico rígido, tendo um preço que ronda a dúzia de Euros, incluindo portes a partir da Ásia, e podem ser úteis em caso de acidente, como luz de aviso, ou para efeitos de localização, com o seu volume diminuto, sobretudo se transportados individualmente, a permitir uma acomodação muito fácil.

segunda-feira, julho 16, 2018

Versão gratuita do Microsoft "Teams" - 2ª parte

São disponibilizadas aos utilizadores as versões "online" do Office 365, incluindo o Word, Excel, PowerPoint e OneNote, complementados pelo SharePoint e OneDrive, pelo que os até 300 utilizadores da versão gratuita terão disponíveis as ferramentas essenciais para trabalhar, podendo as restrições, caso necessários, ser ultrapassadas passando para a versão paga.

O "Workplace Analytics" e a inteligência artificial permite ao "Teams" efectuar avaliações de desempenho, níveis de produtividade, utilização de recursos, custos inerentes à actividade, o que permite à plataforma sugerir alterações de métodos ou comportamentos visando uma maior eficiência a nível do grupo de trabalho.

Naturalmente, esta solução servirá à maioria, sobretudo caso os utilizadores utilizem os recursos pessoais inerentes às suas próprias contas, reservando o espaço do "Teams" para partilhas e complementando-o com o espaço pessoal de que dispõe, sendo da organização e método a seguir, aliado ao necessário "know how", que depende em muito o sucesso da utilização desta plataforma.

Os interessados podem, desde já, descarregar a versão gratuita do "Teams" e utilizá-lo, conjuntamente com colegas ou colaboradores, podendo este produto revelar-se especialmente útil quando estes operem a partir de diferentes locais e exista a necessidade de coordenar projectos ou trabalhos e o "online" possa suprir de forma eficaz as limitações impostas pela distância.

domingo, julho 15, 2018

Italeri lança Range Rover da polícia na escala 1/24

A Italeri, um dos mais conhecidos fabricantes de modelos europeus, anunciou um "kit" do Range Rover em versão da polícia britânica, na escala 1/24 que deverá estar disponível em breve, com algumas lojas da especialidade a aceitarem encomendas prévias, sendo de prever um preço que ronde os 25 Euros.

Não temos grandes duvidas que este será o antigo modelo da Esci, que acabou produzido sob diversas marcas, que agora volta ao mercado incluido no catálogo da Esci, e que acabou por dar origem a numerosas variantes, sempre com a mesma base, a que eram acrescentadas novas peças e decalques, o que potenciou uma base e lhe garantiu uma grande longevidade.

Moldado originalmente em plástico branco e negro, com pneus em borracha, uma transparência de boa qualidade, este era um "kit" simples, cuja montagem era acessível para modelistas pouco experientes, sendo a maior dificuldade a pintura da carroçaria e a adição dos respectivos detalhes, como frisos, e, em modelos específicos, a colocação de acessórios, como a grelha de tejadilho e respectivos acessórios na versão do "Camel Trophy".

Este modelo, apesar da sua idade, continua a ter uma qualidade aceitável, com um interior de bom nível e tendo presentes os detalhes essenciais deste Range Rover, com as grelhas de peças adicionais a permitir construir as versões da polícia, e, espera-se, que futuramente, juntando-se ao do Dakar, surja o interessante modelo do "Camel Trophy", onde estavam presentes diversos acessórios que contribuiam para uma boa reprodução do veículo real.

sábado, julho 14, 2018

Versão gratuita do Microsoft "Teams" - 1ª parte

A Microsoft lançou uma versão gratuita do "Teams", uma plataforma colaborativa destinada a empresas, que agora passa a estar disponível para todos, sem limitações em termos de pesquisas e de mensagens, mas com um máximo de 300 utilizadores, o que será mais do que suficiente para a esmagadora maioria das situações.

Apesar de 300.000 empresas já utilizarem o "Teams", a falta de uma versão gratuita, que excluísse a necessidade de uma subscrição do Office 365, tem posto de parte muitas pequenas empresas e profissionais liberais, que optam por outras soluções, como o "Slack", cuja proposta equivalente agora se vê ultrapassada no respeitante à oferta de espaço, pesquisas e interacções.

Apesar de as aplicações "online" da Microsoft ainda não oferecerem as funcionalidades das versões instaladas localmente, e da concorrência de outras plataformas, como a "G-Suite" do Google, este passo vem alargar o uso do "Teams" a novos utilizadores, o que irão permitir a sua expansão numa área cada vez mais competitiva, sobretudo a nível empresarial, nomeadamente quando a empresa opere a partir de locais distintos.

O "Teams" está globalmente disponível, suportando um total de 40 linguas diferentes, atribui a cada equipa até 10 Gb de espaço, com cada utilizador a poder utilizar até 2 Gb deste, oferece um número ilimitado de mensagens, pesquisas e integração com apps e permite comunicação áudio e vídeo directo entre elementos do mesmo grupo.

sexta-feira, julho 13, 2018

A Nanocom de 1ª geração - 4ª parte

Comparada com as Nanocom Evolution, o modelo inicial tem óbvias limitações, nomeadamente pelo facto de não poder ser utilizada como consola de informação suplementar, com apresentação de informação em tempo real, ou pela rapidez com que é efectuada a ligação a um computador, sendo patente que as duas centenas de Euros de diferença no preço correspondem a uma evolução real a nível do "hardware", enquanto as formas de licenciamento se revelam mais favoráveis no primeiro modelo.

Em contrapartida, este modelo é compacto e resistente, muito fácil de acondicionar e de transportar, sendo fácil colocar a Nanocom com os cabos dentro de uma pequena caixa estanque, que pode ser adquirida por um preço baixo, e que pode ficar acondicionada debaixo de um dos assentos do Defender ou atrás destes, embora neste último caso fique mais exposta em caso de assalto.

Convém registar o equipamento, para o que pode ser necessário contactar o fabricante, de modo a que o número de identificação volte a ficar disponível, o que facilita em muito o suporte, abrindo caminho para a participação nos foruns, onde muitas das questões relativas a este modelo são abordadas e respondidas, evitando-se assim a espera de uma resposta pessoal por parte da Blackbox.

Obviamente, qualquer opinião será discutível, mas o nosso conselho vai no sentido de, caso necessitem de um equipamento de diagnóstico para Land Rover que inclua os Td5 e seja possível encontrar uma Nanocom de 1ª geração por um preço que se aproxime das duas centenas de libras, que não percam a oportunidade de o adquirir.

quinta-feira, julho 12, 2018

Adicionar "bluetooth" a um rádio antigo

Já apresentamos alguns pequenos acessórios que permitem adicionar funcionalidades de "bluetooth" e leitura de suportes digitais a um auto rádio que possui apenas uma entrada normalizada de 3.5 milímetros, destinada a ligar à porta AUX, que serve igualmente de suporte físico do equipamento.

Com apenas 55 x 25 x 10 milímetros, suportanto "bluetooth" v4.0+EDR Classe 2 e um perfíl de áudia A2DP, operando na banda dos 2.4 GHz, este adaptador é carregado via porta micro USB, o que permite operar até 8 horas, sendo ligado à saída do rádio, após o que deverá ser emparelhado com um equipamento móvel.

Para além de servir de ligação, disponibilizando funcionalidades de "kit" de mãos livres entre um dispositivo móvel e o rádio, incorporando um microfone, permite ainda ouvir neste o conteúdo de um cartão SD, com capacidade de até 32 Gb, disponibilizando-o através da conexão AUX.

O preço deste dispositivo, incluindo cabo, conector e manual, bem como os portes, fica pouco acima dos 4 Euros, e permite dar uma nova vida a um rádio antigo, constituindo uma boa alternativa a outros "kits" de mãos livres, mas pode, igualmente, ser ligado a uns simples auscultadores ou sistema de som, adicionando novas funcionalidades e podendo facilmente transitar de um equipamento para outro, bastando encaixá-lo no conector AUX.