sexta-feira, julho 01, 2016

O VKworld Stone V3 - 7ª parte

Não sendo um modelo leve e fácil de transportar, exigindo uma bolsa ou um vestuário com bolsos adequados, pela sua facilidade de utilização e comunicação, e aqui incluímos não apenas o altifalante e microfone, mas a excelente recepção do sinal GSM, que resulta de uma antena interna de boas dimensões, bem como a resistência muito superior à média, adequa-se bem a situações complexas e mesmo de risco, com uma probabilidade de falha muito inferior à de outros modelos.

Logicamente, tais vantagens apenas se verificam em situações onde funcionalidades como comunicação de dados, GPS ou aplicações não sejam necessárias, sendo certo de que em locais remotos, onde o sinal seja fraco, existam dificuldades de carregamento, ou a premência das situações não permita o recurso a meios mais sofisticados, as limitações deste Stone V3 podem sentir-se pouco.

Como complemento, face à sua capacidade de carregar outros dispositivos alimentados via USB, como um "smartphone", indiscutivelmente este telemóvel substitui com vantagem os populares "power banks" de capacidade equivalente, evitando dispender uma verba, que ronda a meia dúzia de Euros, na respectiva aquisição.

A esta introdução, que resulta de um primeiro contacto, seguirá, oportunamente, uma análise prática, resultante de uma utilização mais prolongada, única forma de avaliar não apenas das funcionalidades do equipamento, mas também do seu comportamento nos cenários para os quais foi concebido.

quinta-feira, junho 30, 2016

Utensílio de bolso com chaves de parafusos

Destinado, sobretudo, a ser utilizado como chave de parafusos, outro pequeno utensílio de bolso tem uma configuração completamente diferente, incluindo no seu interior as pontas que lhe permitem ser utilizado para uma grande variedade de parafusos.

As quatro pontas, em dois pares compostos por unidades com a mesma configuração, mas dimensões diferentes, e que incluem duas "philips", podem ser posicionadas, recorrendo ao adaptador que vem incluído, numa das extremidades ou numa das faces, permitindo uma utilização diferenciada e uma aplicação diferente de força.

É ainda possível usar este utensílio como chave de caixa sextavada, embora com menos flexibilidade do que o modelo anterior, bem como para abrir garrafas, dispondo ainda de uma pequena luz "led" para iluminação e sendo complementado por um mosquetão para facilitar o transporte.

Com 11 milímetros de altura, 14 de largura e 95 de comprimento, incluindo as quatro pontas fornecidas no seu interior, construído em aço, sendo manifestamente resistente, este utensílio custa pouco mais de três Euros, incluindo portes a partir da Ásia, justificando-se plenamente a sua aquisição por parte de quem necessite de recorrer com frequência a chaves de parafusos e não queira transportar volumes incómodos.

quarta-feira, junho 29, 2016

O VKworld Stone V3 - 6ª parte

Estão disponíveis três variantes, todas funcionalmente idênticas, com perfis em negro, laranja ou verde, estando, naturalmente desbloqueados em relação a qualquer operador, sendo apenas incompatíveis com aqueles que usem apenas frequências 3G ou 4G, bem como um conjunto de frequências específicas utilizadas por um número restrito de países como forma de controlar as comunicações com o exterior.

O preço deste modelo no EBay varia enormemente, começando nos 26 Euros, valor pelo qual adquirimos o nosso e que evita o pagamento de direitos alfandegários, e chegando a perto de uma centena, o que, caso seja fora da Comunidade Europeia, implica um pagamento adicional, encarecendo francamente e para além do razoável este equipamento, existindo ainda a possibilidade de aquisição na Europa, onde custa, com portes, perto de 100 Euros.

Naturalmente, vindo da Ásia, é de esperar que demore mais de um mês, aconselhando-se a pedir ao vendedor que inclua uma cópia do recibo do Paypal ou do registo de venda do EBay, evitando demoras adicionais resultantes de um pedido deste tipo de documentação por parte da Autoridade Tributária.

Caso seja adquirido por um preço abaixo dos 30 Euros, incluindo portes, o que dispensa o pagamento de direitos alfandegários, consideramos que este equipamento cumpre bem as suas funções, justificando-se a sua aquisição em vez de um modelo mais "standard", que, podendo ser ligeiramente mais barato, não oferece possibilidades de utilização em ambientes mais radicais, nem uma bateria com esta duração.

terça-feira, junho 28, 2016

Inspecções e modificações mobilizam motociclistas - 2ª parte

Os próprios participantes referiram outros veículos, dando especial relevo aos todo o terreno, que actualmente são visados quando especificações são alteradas, incluindo-se aqui elementos relevantes, como o uso de medidas de pneumáticos não homologados, ou que apenas de forma marginal, provavelmente inquantificável, influenciam o desempenho, como o uso de um "snorkel", salientando o descontentamento de numerosos proprietários face à situação actual.

É necessário encontrar um equilíbrio que garanta, em primeiro lugar, a segurança, e seguidamente os gostos e necessidades individuais de cada proprietário, estabelecendo critérios e limites que satisfaçam todos, sem interpretações duvidosas ou múltiplas e permitindo uma forma simples e sem dispendios excessivos que permitam regularizar elementos que, ultrapassando as tolerâncias, sejam considerados seguros.

Uma pequena diferença no diametro ou largura dos pneumáticos, em percentagem a estabelecer, não afectará a segurança, mas pode ter uma implicação substancial não apenas no desempenho, mas também no próprio custo dos mesmo, fazendo pouco sentido que, usando uma medida intermédia, dentro do intervalo de medidas aprovadas, possa resultar uma autuação.

Este é apenas um exemplo, mas o mesmo é aplicável a muitas outras situações, como o diametro do volante ou uma pequena variação na altura das molas, que terão influência virtualmente nula na segurança, devendo ser tolerados, enquanto outras modificações, que têm um impacto severo no desempenho e no comportamento para além dos limites e tolerâncias estabelecidos, devem ser objecto do maior rigor.

segunda-feira, junho 27, 2016

O VKworld Stone V3 - 5ª parte

Menos frequente, mas habitual neste tipo de telemóvel, é o potente "led" na extremidade superior, activada por um botão central, que proporciona uma excelente luminosidade, substituindo uma lanterna, numa opção que nos parece bastante bem conseguida.

O écran de apenas 2.4 polegadas é pequeno mas nítido, com os menus claros a poderem ser apresentados em Inglês, Russo, Francês, Espanhol, Italiano, Turco, Alemão, Vietnamita, Polaco, Tailandês, Árabe, Português e Bahasa, língua usada na Indonésia, todos eles, apesar dos diferentes caracteres, a serem facilmente legíveis, apesar dos 320 x 240 pixels de resolução.

A configuração, tal como em muitos modelos asiáticos, não é mais intuitiva, mas a evolução é evidente, sendo agora mais lógica e muito menos confusa do que no passado, embora algumas traduções, e não verificamos todas, sejam de qualidade algo duvidosa, pelo que se aconselha a recorrer ao inglês como linguagem base.

Para além do telefone, o conjunto inclui um carabineiro ou gancho com bússola, a bateria de 5200 mAh, o transformador, um cabo USB para carregamento, uma luz com ligação USB e o manual e certificado de garantia, devidamente acomodado numa caixa que 160 x 100 x 70 milímetros e um peso de 690 gramas.

domingo, junho 26, 2016

Lisboa, cidade fechada - 10ª parte

Mas mesmo no interior de um bairro dividido em dois pelo Liceu Felipa de Lencastre, em vez de concluir um dos lados, concretamente aquele pelo qual se deram início às obras, optou-se por começar do lado oposto antes de terminar o que foi iniciado em Setembro, paralizando uma cada vez maior área e prejudicando um numero crescente de moradores, que enfrentam cada vez maiores dificuldades em aceder às respectivas residências.

Desta forma, e tendo em conta todos os erros de realização, que têm implicado refazer trabalhos previamente realizados, a perspectiva de um termo a curto prazo parece cada vez menos realista, com as opções dos residentes a irem cada vez mais no sentido da via judicial, única forma de serem ressarcidos por um conjunto de prejuizos e incómodos incompatíveis com os próprios montantes pagos à autarquia.

Aliás, alguns destes pagamentos surgem como absurdos, sobretudo os efectuados à EMEL, sabendo-se que os locais de parqueamento em grande parte não estão acessíveis, e que as ruas estão, na sua maioria intransitáveis, o que justificaria plenamente a dispensa deste encargo que, nas actuais circunstâncias, não fazem qualquer sentido.

Infelizmente, após o que para a Câmara será uma requalificação da área envolvente, as habitações do bairro poderão ver o IMI a ser aumentado, não obstante das obras resultar para os moradores apenas inconvenientes, incómodos e o perigo eminente de inundações, degradação dos imóveis e dificuldades no socorro, com tudo o que tal implica para a segurança de pessoas e bens.

sábado, junho 25, 2016

"Upgrade" gratuito para Windows 10 termina em Julho - 2ª parte

Seguindo este método, os dados do utilizador, bem como as aplicações, ficam inalterados, embora possam surgir questões de incompatibilidade entre alguns programas e o novo sistema operativo, mas todo o processo é simples, transparente e ao alcance da maioria dos utilizadores, que raramente se vêm confrontados com problemas e rapidamente se acostumam às diferenças resultantes de um novo aspecto gráfico e uma forma de acesso diferente.

Menos conhecido é o procedimento para instalar o Windows 10 de raiz, ou seja, sem efectuar a actualização do sistema operativo existente, e que pode ser igualmente gratuita desde que esteja disponível uma chave ou número de série válido, o que acontece em muitos computadores adquiridos com o Windows 7, 8 e 8.1.

Há quem prefira instalar de raiz um sistema operativo, como forma de evitar vestígios de versões anteriores, as quais podem levantar incompatibilidades mas, sobretudo, degradar o desempenho, com registos mais extensos, muitos deles referentes a programas já inexistentes, não utilizados ou desinstalados, mas que ainda possuem entradas nos ficheiros de configuração do sistema.

Obviamente, sobretudo caso se formate o disco, destruindo a informação nele contido, torna-se necessário salvaguardar a informação e instalar todos os programas, algo que se pode revelar complexo e moroso, mas que tem vantagens bastante evidentes a nível de desempenho, sendo de ter em conta, sobretudo, em computadores mais antigos e com menores recursos.

sexta-feira, junho 24, 2016

Land Rover Owners de Julho de 2016 já nas bancas

Já se encontra nos locais de venda habituais a edição de Julho de 2016 da Land Rover Owners International, celebrando os 30 anos de Land Rover com motores sobrealimentados, uma solução hoje comum e partilhada por todos os modelos da marca, exceptuando algumas versões para fins específicos, numa opção independentemente do tipo de motorização escolhida.

São testados diversos modelos da marca, completamente diferentes, mas todo com motores com turbo, nas mais diversas situações, dentro e fora de estada, em trabalho e em lazer, mas, para além deste comparativo, outros modelos, sobretudo os mais antigos, são igualmente incluídos, tal como os antigos Serie em processos de restauro.

Chamamos a atenção para o excelente artigo sobre os turbocompressores, onde, para além das explicações quanto ao funcionamento, são descritos os vários tipos, bem como o processo de montagem, sempre interessante mas que, dada a precisão que requer e a experiência necessária para obter o desempenho pretendido, deve sempre ser deixado aos cuidados de um especialista.

Como sempre, estão presentes numerosos artigos técnicos e testes de produtos novos e de alguns que a equipa editorial utilizou por períodos prolongados e sobre os quais emite um veredito, bem como a extensa publicidade de alguns dos maiores fabricantes e empresas da especialidade ligadas à marca, bem como a habitual descrição de passeios e expedições, num conjunto que se extende por mais de duas centenas de páginas.

quinta-feira, junho 23, 2016

O VKworld Stone V3 - 4ª parte

A câmara de baixa resolução face aos padrões actuais, de apenas 2.0 MP, também permite gravar vídeos, na mesma defenição, pelo que este não será o equipamento adequado para quem opte por imagens de qualidade, mas o som é excelente, tal como o microfone, sendo patente quais as prioridades do fabricante.

Tal como implementado na maioria dos telemóveis, este recebe sinal rádio FM, neste caso entre os 87.5 e os 108 MHz, para o que necessita de um auricular com ligação física, que serve de antena, e pode ser actualizado via computador pessoal, algo relativamente raro fora do Mundo dos "smartphones".

O sistema de "update" da programação interna, ou "firmware", é feito através de ligação USB, sendo apenas de efectuar caso surja algum problema ou seja implementada uma nova funcionalidade considerada necessária, como uma nova linguagem, sendo que, de outra forma e face a algumas limitações de "software" proveniente de fabricantes menos conhecidos, pode ser um risco pouco compensador.

Para os interessados, a operação de actualização é simples, bastando descarregar o conteúdo da nova programação e usar o programa incluído para efectuar a operação, sendo de notar que, sem possibilidade de copiar a programação corrente, esta será defenitivamente perdida na altura da respectiva substituição, pelo que não existe reversibilidade.

quarta-feira, junho 22, 2016

Inspecções e modificações mobilizam motociclistas - 1ª parte

A alegada obrigatoriedade de inspeccionar os motocíclos com mais de 250 cc, algo que decorre de declarações de responsáveis pelos centros de inspecção e não de uma entidade com responsabilidades governamentais ou legislativas, resultou numa assinalável mobilização por parte dos proprietários deste tipo de veículo e da entrega de uma petição na Assembleia da República, na pessoa do deputado comunista Miguel Tiago, único parlamentar presente na ocasião.

Em primeiro lugar, devemos salientar, e elogiar, a união e capacidade de mobilização dos motociclistas, uma comunidade que sabemos ser solidária e capaz de defender os seus interesses e princípios, algo que, infelizmente, é raro no nosso País, onde o associativismo e a cooperação no sentido de atingir objectivos comuns parece não se encontrar na mentalidade da maioria dos cidadãos.

Entre as questões levantadas pelos motociclistas, e provavelmente a que mais os faz opor às inspecções, surge a das modificações, algo muito comum entre os motociclos e que, caso verificada a sua conformidade com a documentação ou com o modelo original, resultaria na reprovação de uma elevada percentagem destes veículos caso fossem inspeccionados.

Entendendo-se a situação, e sobretudo as implicações resultantes quando se impõe uma legislação restritiva ou de maior controle num sector onde a tolerância é muito superior à de outros veículos motorizados, a disparidade de critérios face a outras classes de veículos, obrigatoriamente inspeccionados e com alterações severamente controladas, merece reflexão.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin