sábado, julho 20, 2013

Protecção em silicone para Canon EOS 20D - 2ª parte

Image Hosted by Google Uma Canon EOS 20D com protecção em silicone

A instalação é extremamente simples, bastando esticar um pouco a protecção e introduzir a câmara no seu interior, notando-se, mesmo numa máquina com as dimensões de uma 20D, o aumento do volume e mesmo do peso, com a superfície em borracha a permitir agarrar com maior facilidade.

Para câmaras fora de produção há alguns anos, encontrar uma protecção pode não ser fácil, mas, por outro lado, dada a desvalorização do equipamento, o custo tende a ser bem mais reduzido do que para um modelo actual, estimando-se que, sem portes, possa ser adquirido por uma dezena de Euros.

Investir numa câmara com alguns anos pode parecer pouco razoável, mas se, como acontece com a EOS 20D que usamos, prolongar o seu uso em funções muito específicas, nas quais só poderia ser substituida por um modelo que, mesmo com características superiores, seria francamente mais cara, parece-nos amplamente justificado.

sexta-feira, julho 19, 2013

ACP divulga ficha de segurança para automóveis - 2ª parte

Image Hosted by Google Ficha de segurança de Range Rover Sport

De entre as informações mais relevantes constantes desta ficha, estão as referentes aos locais e forma de corte caso seja necessário proceder a operações de desencarcera-mento, alertanto para as estruturas a ser cortadas, bem como para o perigo resultante da passagem de cabos com tensão elevada.

No entanto, para que esta informação seja realmente útil, é necessário que quem presta o socorro, para além da formação adequada, possua o equipamento necessário, sobretudo as ferramentas de corte ou tesouras hidráulicas que permitem cortar a estrutura de um veículo, de modo a libertar os ocupantes.

Lembramos que não está disponível uma ficha para os Defender, dado que esta família de veículos, ao contrário da maioria dos modelos actuais, é construido sobre um chassis em escada, pelo que não existe o mesmo tipo de elementos estruturais que podem resultar no encarceramento dos ocupantes, mas estão disponíveis para outros modelos da marca.

O autocolante deve ser solicitado numa delegação do ACP e colocado em local visível num vidro, enquanto a ficha, depois de devidamente dobrada em 3, será colocada no para sol do assento do condutor, de forma a poder ser acedido com facilidade, mesmo na impossibilidade de abrir as portas.

quinta-feira, julho 18, 2013

ACP divulga ficha de segurança para automóveis - 1ª parte

Image Hosted by Google Ficha de segurança de Discovery I

O Automóvel Clube de Portugal (ACP) tem vindo a divulgar as fichas de segurança de automóveis, nas quais se encontram descritos elementos relevantes em caso de acidente, como os locais dos tensores dos cintos de segurança, depósito de combustíveis, cablagens, entre outros.

Esta iniciativa tem o apoio de diversas entidades relacionadas com o socorro, como os bombeiros e as associações que os representam, e pela segurança rodoviária, entre eles as forças policiais, bem como diversas entidades governamentais, incluindo a Protecção Civil e a Autoridade Nacional para a Segurança Rodoviária.

Se em modelos mais antigos o processo de desencarceramento era relativamente simples, nos veículos mais recentes, o aumento da resistência da estrutura e a adição de numerosos elementos de protecção, bem como o aumento do número de cabos eléctricos, dificultam a tarefa, podendo mesmo colocar em perigo as equipas de socorro e em causa a sobrevivência dos ocupantes.

As estatísticas indicam que o tempo para desencarcerar ocupantes tem vindo a aumentar nos modelos mais recentes, mas que os próprios elementos que dificultam o socorro contribuem em muito para a sobrevivência dos mesmos, aumentando a resistência estrutural da célula de sobrevivência, com os airbags, sistemas de corte de combustível e outros a diminuir o número de mortes imediatamente a seguir ao impacto.

quarta-feira, julho 17, 2013

Protecção em silicone para Canon EOS 20D - 1ª parte

Image Hosted by Google Protecção em silicone para uma EOS 20D

Apesar de as Canon EOS 20D serem excepcionalmente resistentes, não são indestrutíveis, pelo que uma protecção adicional pode ser uma opção a ter em conta, caso se pretenda utilizar estas câmaras, ou outras similares, em situações mais exigentes.

As protecções envolventes, em silicone, que protegem o exterior do corpo em liga de magnésio, contribuem em muito para amortecer os impactos, sobretudo quando envolvam superfícies rígidas, como um chão em mosaico, aumentando em muito a possibilidade de o equipamento sobreviver, sendo que, apesar da sua grande resistência, o peso da EOS 20D contribui para uma maior velocidade de impacto.

Estas protecções podem ser compostas de uma ou mais peças, neste caso podendo incluir uma protecção para a objectiva, e são feitas especificamente para cada modelo de máquina fotográfica, garantindo um excelente ajuste em todo o corpo, mas sendo incompatíveis mesmo para modelos quase idênticos.

Também nos apercebemos que os vários fabricantes optam por materiais relativamente diferentes, que vão desde uma borracha mais translúcida e flexível, a outras completamente opacas, normalmente em negro, mais espessas e que, podendo absorver menos de algumas quedas, defendem melhor o equipamento em caso de impactos localizados.

terça-feira, julho 16, 2013

Óculos e viseiras militares descartáveis - 2ª parte

Image Hosted by Google Viseira com lentes em plástico

Obviamente, os óculos originais, construidos durante a 2ª Guerra Mundial, ou mesmo reproduções exactas, podem atingir um preço elevado, mas os modelos mais recentes, que são virtualmente idêndicos e funcionalmente equivalentes, são francamente acessíveis, podendo ser adquiridos por um par de Euros e servindo bem como reserva, dado serem extremamente fáceis de transportar e inquebráveis.

Menos comum, mas igualmente muito usados no deserto, são as viseiras de diversos tipos de máscara, em material plástico, que podem ser transparentes, protegendo apenas de pequenos objectos ou poeiras, ou escurecidos, de modo a conferir também protecção contra a luz solar.

Image Hosted by Google Viseira com lentes em plástico

A concepção é extremamente simples, sendo composto de uma simples viseira em plástico transparente, suportado por uma única tira em pano, presa no bordo superior, a que se prende um elástico ajustado por pequenas fivelas em metal que segura o conjunto.

Mais uma vez, estamos diante de um objecto de muito baixo valor, normalmente fornecido em quantidades elevadas e mesmo tido como descartável, que se adequa bem ao fim a que se propõe, sendo igualmente muito fácil de transportar, dado ser extremamente leve e plano, pelo que pode ser basicamente acomodado em qualquer pequeno espaço.

Calculador de exposição para câmaras Lomo

Image Hosted by Google Calculador de exposição para câmaras Lomo em uso

As câmaras do tipo Lomo, ou "pin hole", são as mais simples em termos de concepção e construção, dado que não possuem lentes ou mecanismos complexos de focagem, sendo uma forma interessante de iniciação à fotografia, dado permitirem aprender algumas técnicas simples, bem como a forma de funcionamento de uma câmara.

Apesar da sua simplicidade, existem alguns parâmetros dos quais depende uma foto de melhor qualidade, pelo que divulgamos um calculador de exposição, que facilita selecionar o valor adequado, caso a câmara em uso implemente esta funcionalidade.

Baseado no calculador de exposição "Ilford Photo", desenhado por Richard Koolish, este modelo pode ser feito em casa, bastando imprimir o ficheiro em formato PDF, de preferência em cartolina, cobrir com plástico autocolante transparente, recortar as peças e segurá-las com um pequeno rebite.

O processo de utilização é extremamente simples, bastando rodar os discos de modo a acertar os valores que decorrem da luminosidade, do tipo de rolo utilizado, podendo-se ver no outro disco a velocidade e exposição consideradas como mais adequadas.

segunda-feira, julho 15, 2013

Óculos e viseiras militares descartáveis - 1ª parte

Image Hosted by Google Óculos com lentes em celulóide

Concebidos para uso militar em zonas tropicais, de forma a proteger de uma luz solar excepcionalmente forte, os óculos com lentes em celulóide são de muito baixo custo, podendo mesmo ser considerados como descartáveis, mas desempenham de forma adequada a sua missão, mesmo que sem dar grande conforto ao utilizador.

O celulóide usado nos óculos é semelhante ao que se usa nas antigas películas de filmes, oferecendo uma boa transparência e podendo ser escurecido de acordo com o pretendido, pelo que este material, extremamente leve e barato, fácil de cortar, mesmo em largas quantidades, pareceu a escolha ideal.

Image Hosted by Google Óculos com lentes em celulóide e embalagem

Este modelo específico é de concepção alemã, tendo sido divulgado quando utilizado no Norte de África pelo "Afrika Korps", mas permaneceu em uso no pós guerra, com grandes quantidades a serem distribuidas pelas forças destacadas para zona tropicais, onde o escurecimento resultante do celulóide corta bastante os raios solares mais intensos.

A concepção é extremamente simple, com os rectangulos de celulóide, em número de quatro, a ficarem presos em simples armações em tecido, sendo devidamente ajustados por um simples elástico com pequenas fivelas metálicas, com o conjunto a ser fornecido dentro de uma simples bolsa que podia ser em papel ou, posteriormente, em plástico.

Óculos do Google deverão estar disponíveis no final do ano - 4ª parte

Image Hosted by Google Funcionamento dos óculos do Google

Não consideramos que os óculos do Google sejam mais intrusivos do que outros dispositivos, sendo a maior diferença no formato e forma de uso do que nas funcionalidades que muitos, incluindo a CNPD consideram como ilegais, nem que, efectivamente, permitam algo distinto do que é feito actualmente, por exemplo, pelos canais televisivos.

Estes óculos podem, efectivamente, facilitar um conjunto de acções que podemos considerar como condenáveis, ou mesmo ilegais face à lei, mas não vão mais longe do que outros equipamentos, sendo para nós bem mais perigosas pequenas câmaras dissimuladas, que podem ter o formato de um simples porta chaves, e que, ao contrário dos "Google Glass" são virtualmente indetectáveis.

Assim, este "gadget" não irá adicionar problemas de privacidade graves, mesmo com a sua capacidade de enviar a informação em permanência, podendo apresentar inúmeras vantagens, incluindo em missões de salvamento ou socorro, manutenção da ordem pública ou outras situações onde a supervisão ou acompanhamento possa ser essencial.

Esperamos que os óculos do Google venham, no futuro, a ser um impacto positivo e que o seu vasto potencial seja revelado como um importante auxiliar em situações que podem ser delicadas, e que eventuais intrusões na privacidade sejam mínimas, não comprometendo aquilo que de bom esta tecnologia pode trazer.

domingo, julho 14, 2013

Óculos do Google deverão estar disponíveis no final do ano - 3ª parte

Image Hosted by Google Funcionamento dos óculos do Google

Em termos legais, esta é uma situação que a Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) considera ilegal, dado que as imagens podem ser obtidas e disponibilizadas em o conhecimento e permissão de quem é filmado, mas tal acontece inúmeras vezes em reportagens televisivas.

No fundo, em muitos directos são filmadas pessoas que nem se apercebem do facto, nem permitem, explicita ou implicitamente a exposição pública das suas imagens, sendo que a própria lei permite a obtenção destas imagens desde que não se fixem num elemento em particular ou permita revelar conversas particulares.

No entanto, a filmagem, só por sí, de uma rua, onde se deslocam diversas pessoas e veículos, mesmo com as faces e matrículas visíveis, bem como colocar o resultado numa plataforma pública, não é proíbido, ou seria basicamente proíbido fazer filmagens na maioria dos locais de interesse histórico e cultural, bem como o acompanhamento noticioso de numerosos eventos.

Em contrapartida, o acesso e visualização de imagens provenientes da Internet, bem como a interactividade do processo de controle, as ajudas provenientes da informação posicional via o GPS embutido, as comunicações baseadas na Internet, a recepção de notícias, etc, podem constituir uma mais valia deste equipamento.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin