sábado, janeiro 02, 2016

Projectos na Fabricator

Existem projectos que vale a pena divulgar, e entre aqueles que constam do "Fabricator" estão alguns dos que podem ser de maior utilidade, permitindo a quem tenha alguma habilidade e tempo poupar quantias muito substanciais, como no caso do exemplo que decidimos apresentar.

Entre os projectos detalhados, encontra-se uma tenda de tejadilho, um equipamento muito apetecível para um largo conjunto de adeptos das expedições, mas cujo custo é francamente elevado e, provavelmente, desproporcionado face aos materiais e trabalho envolvidos, pelo que a possibilidade de construir uma pode ser interessante.

Existem diversos tipos de projectos, alguns gratuitos, outros que são pagos, normalmente peças projectadas em programas como o AutoCAD, e com graus de complexidade muito distintos, variando desde o mais simples ao mais complexo, que podem inspirar muitos dos que optam por fabricar equipamentos e componentes para os seus veículos.

No caso concreto do projecto que usamos como exemplo, algumas peças simples, que podem ser adquiridas numa loja de materiais de construção, uma lona adequada e, eventualmente, a colaboração de quem saiba coser, podem permitir dispor de um equipamento normalmente orçado em muitas centenas de Euros por uma quantia quase irrisória, mantendo as funcionalidades das suas congéneres mais dispendiosas.

sexta-feira, janeiro 01, 2016

Feliz 2016

No início de um novo ano, vimos agradecer aos nossos amigos e leitores a sua presença e apoio durante o ano que agora finda e fazemos votos de um 2016 muito feliz, durante o qual os vossos sonhos se tornem realidade.

Tal como em anos anteriores, não faremos aqui um balanço do ano que agora termina, tendo guardado algumas das ideias para 2016 para um conjunto de textos recentemente publicados, concentrando-nos no que esta época festiva traz de mais positivo, nomeadamente a nível de convívio, de solidariedade e na esperança que o ano que agora começa traga francas melhorias.

Queremos agradecer nossos amigos e leitores a sua presença e o apoio que nos deram, bem como todas as sugestões, a colaboração e incentivos nos mais diversos campos, que em muito contribuiram para a diversidade dos temas abordados neste "blog" e para aferir do interesse nos diversos temas aqui tratados.

A todos, desejamos um 2016 muito feliz, com muita paz e alegria.

quinta-feira, dezembro 31, 2015

Vítimas mortais de acidentes de viação aumentam em 2015 - 1ª parte

A evolução dos números ao longo dos meses apontava para um aumento do número de vítimas mortais, como consequência de acidentes de viação, invertendo uma tendência que se tinha vindo a manter nos anos mais recentes, facto que, obviamente, é preocupante e merece reflexão.

É de notar que, partindo de uma sinistralidade extremamente elevada, muito superior à verificada na Europa Ocidental, a tendência de descida que se verifica desde os anos oitenta era inevitável, muito contribuindo para tal a melhoria da rede viária e do parque automóvel, que nos anos anteriores se tinha detriorado de forma muito significativa.

Com a melhoria das infraestruturas, e aqui podemos incluir o sistema de socorro e a rede hospitalar, a diminuição do número de acidentes e do total de vítimas foi consistente, ficando, no entanto, em aberto a questão do contributo dos condutores e restantes utentes da via para esta evolução favorável.

Assim, o aumento do número de fatalidades necessita de ser analisado, averiguando as circunstâncias de cada acidente, de forma a aferir se estamos diante de uma inversão da tendência ou se, mesmo que estatisticamente seja improvável, tal resulta de um conjunto de circunstâncias anómalas que, conjuntamente, resultem num aumento de vítimas mortais.

quarta-feira, dezembro 30, 2015

Projectos para 2016 - 3ª parte

Estamos certos de que existem oportunidade nesta área, actualmente dominada por um conjunto restrito de empresas que, independentemente da sua qualidade, apresentam, em muitos casos, soluções dispendiosas e pouco inovadoras, na sua maioria proveniente de mercados internacionais onde os preços praticados tendem a ser francamente mais competitivos do que entre nós.

Continuamos a explorar algumas possibilidades no âmbito do turismo rural e de todo um conjunto de actividades conexas, incluindo passeios, expedições ou explorações, adicionando a recolha de imagens e documentação que possam complementar outros projectos em curso.

A possibilidade de os vários projectos previstos se complementarem, interagindo entre sí, partilhando recursos, será sempre factor essencial no sentido da respectiva rentabilização, evitando custos ou despesas em duplicado, pelo que todo o trabalho de planeamento e gestão serão essenciais e determinantes para a sua concretização.

Naturalmente, caso a oportunidade se propicie, estamos abertos a outras possibilidades e colaborações, desde que tal não comprometa ou prejudique projectos em curso dos quais resultem o assumir de responsabilidades perante terceiros, tudo dependendo do decorrer de um ano que, na presente conjuntura política e financeira, antecipamos como difícil e pouco propício a grandes aventuras.

terça-feira, dezembro 29, 2015

Coletes térmicos com conexão USB - 2ª parte

Um termóstato controla a temperatura, de acordo com a selecção, evitando que subidas ou descidas relevantes, protegendo o utilizador contra queimaduras ou de um súbito arrefecimento, pelo que a ligação pode ser mantida sem que a tal corresponda um aquecimento para além do pretendido.

O colete é fechado por um simples fecho éclair e possui um par de bolsos exteriores, mas, pela sua configuração, destina-se a ser usado entre outras camadas de roupa, que protejam quem o veste, bem como o próprio colete, de impactos ou mesmo de água e sujidade.

O preço de um destes coletes pode rondar a trintena de Euros, incluindo portes a partir da Ásia, sendo de muito fácil utilização, dado que basta efectuar a conexão via cabo USB a um conector para que comece a aquecer, mantendo a temperatura, via bateria interna, mesmo após desligada a conexão.

Para quem necessite de manter o máximo de mobilidade, um colete deste tipo pode-se revelar adequado, evitando o recurso a vestuário mais pesado e mantendo uma temperatura corporal dentro dos limites pretendidos, sendo para tal apenas necessária uma ligação USB, cada vez mais comum, mesmo que via uma das populares baterias portáteis usadas para carregar dispositivos móveis.

segunda-feira, dezembro 28, 2015

Projectos para 2016 - 2ª parte

Outro projecto a iniciar será o de, conjuntamente com uma oficina, desenvolver um conjunto de peças e "kits" de melhoramento para os Land Rover, de modo a obterem um melhor desempenho e uma maior adequação a algumas actividades específicas, fazendo um esforço no sentido da melhor relação entre preço e qualidade.

O "kit" para os motores 200 e 300Tdi, que incluem medição e monitorização de gases de escape e modificação na bomba injectora, o sistema de carga modular, que se destina a permitir o transporte de pneu sobressalente e "jerry cans" no tejadilho, podendo ser complementado com placas de desatascanço, ou "sand ladders", serão as primeiras apostas nesta área.

Os sitemas de acomodação de carga, que recorrem a "Wolf Boxes" em vez de gavetas e se destinam às caixas de carga dos primeiros modelos de Discovery e Range Rover, bem como os testes e eventual adopção de sistemas electrónicos de diagnóstico e os módulos de seguimento, estes já bem testados nas suas múltiplas funcionalidades, também serão incluídos num futuro projecto.

Já foram selecionados alguns fornecedores, com o objectivo de obter preços competitivos e soluções alternativas, evitando dependências excessivas ou dificuldades de fornecimento, estando ainda em aberto um conjunto de parcerias e colaborações, de preferência distribuidas por todo o País.

domingo, dezembro 27, 2015

Coletes térmicos com conexão USB - 1ª parte

Com temperaturas baixas, naturais durante o período Invernal, o habitáculo de diversos veículos, e o Defender é um bom exemplo, tendem a ser desconfortáveis, não protegendo adequadamente os ocupantes do frio, pelo que é sempre recomendável o uso de vestuário térmico.

Como alternativa a vestuário mais pesado, que tende a dificultar os movimentos, estão cada vez mais difundidos os coletes com resistência eléctrica interna que possa ser alimentada através de uma conexão USB, existente, de forma nativa ou via adaptador, num número crescente de veículos.

O modelo que apresentamos hoje é exemplificativo dos diversos coletes disponíveis no mercado, podendo ser fornecido em diversos tamanhos, desde o médio ao extra largo, embora seja sempre de verificar se estas designações são as que correspondem às medidas, sendo essencialmente composto por uma resistência, semelhante à de um cobertor eléctrico, dentro de um invólcuro em nylon/poliéster.

Uma característica deste colete é a de possuir três níveis distintos de aquecimento, através de um botão que inclui um símbolo avisador para cada, de cores vermelho, branco e azul, vísivel no exterior, correspondentes a temperaturas crescentes que, no limite, podem atingir os 60º.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin