sábado, março 07, 2015

2015 foi o Inverno com mais mortos desde 1998 - 3ª parte

O desistir de viver, de forma activa ou passiva, é um fenómeno, ou uma atitude, considerada como uma questão de honra, decidida pelo próprio, embora por vezes com algum tipo de cumplicidade de terceiros, em situações de carência, doença ou quando da sua existência resultam encargos insustentáveis no meio familiar, sendo, naturalmente, ocultado por todos quantos tenham conhecimento ou sejam beneficiados por esta acção.

Admissivelmente, na actual conjuntura, com decréscimo de rendimentos, penalizações diversas, aumento de encargos e, o que pode ser decisivo, socialmente estigmatizados, muitos idosos aceitam pacificamente, quando não procuram, um fim que surge como um misto de alívio e de recuperação da honra, sentida como perdida por quem já não consegue depender de sí próprio.

O degradar das condições de vida dos segmentos mais vulneráveis da sociedade, a impossibilidade de apoio por parte dos familiares mais próximos, eles próprios desprovidos de recursos, o corte ou reduções sucessivas de prestações sociais, a incapacidade de as instituições de solidariedade prestarem apoio a todos quantos a elas acorrem, são factores que em muito contribuiram para o aumento do número de óbitos, sobretudo entre quem tem mais de 75 anos e, apesar dos anos que poderia ter pela frente, pouco interesse teriam em vivê-los.

As reais causas deste elevado número de óbitos, e o desvio relativamente aos números para esta época do ano, que face aos avanços da medicina e aumento da esperança de vida deviam evoluir noutro sentido, foram algo negligenciadas, passando sem uma discussão que escurtinasse e avaliasse o porquê de uma situação que, exceptuando algumas breves notícias, passou relativamente desapercebida, sendo quase ignorada pela maioria dos portugueses, mais centrados em questões que mais directamente os afectam.

sexta-feira, março 06, 2015

Resumo da gravação de percursos usando telemóvel - 1ª parte



Num conjunto de textos, temos descrito os requisitos para poder filmar e geo referenciar as filmagens, apresentando-as num simples computador pessoal, a correr um sistema operativo da família Windows, de forma a poder, em simultâneo com o filme, estarem presentes as informações recolhidas durante a gravação.

Assim, para que todos os interessados em efectuar experiências possam tirar partido dos testes que fomos efectuando, reunindo os meios necessários e configurando-os de forma adequada, optamos por fazer uma pequena lista que facilite a consulta dos vários textos que publicamos e que podem usar para teste percursos que gravamos para esse efeito e que alojamos no "Google Drive", os quais podem ser descarregados e colocados na mesma pasta, 14-34.mp4, 14-34.xml, 14-34.kml, 14-34.gpx, 14-36.mp414-36.xml, 14-36.kml, 14-36.gpx.

"MEO A75 / ZTE Blade 2", 1ª parte, 2ª parte, 3ª parte, 4ª parte, como exemplo de um telemóvel "Android", mas que pode ser substituido por outro modelo adequado, sendo que os requisitos se encontram ao alcance da maioria dos equipamentos actuais, com versão recente do sistema operativo e que, por questões de praticabilidade, permitam o acesso à "root", num suporte que permita a gravação, como o cartão de memória.

Acesso à "root" em dispositivos "Android", 1ª parte, 2ª parte, essencial para ser possível escrever os por vezes extensos vídeos no espaço de armazenamento pretendido, o qual pode estar vedado ou restringido pelas permissões do sistema operativo, que se tornaram bem mais apertadas nas versões mais recentes, como a 4.4.

quinta-feira, março 05, 2015

2015 foi o Inverno com mais mortos desde 1998 - 2ª parte

É aceitável que a uma maior longevidade corresponda o aumento do número de habitantes em situação de vulnerabilidade devido a questões directamente relacionadas com a saúde, mas existe uma franca desproporção entre este aumento e o do número de óbitos e, o que é mais óbvio, um desvio que é estatisticamente injustificável por não acompanhar a evolução da distribuição etária nos anos mais recentes.

No entanto, e mais uma vez, uma gripe, sendo oportunista, explora outro tipo de vulnerabilidade, tirando partido do estado de fraqueza e das condições concretas das populações mais vulneráveis, nomeadamente da fraqueza resultande de uma má alimentação, pouco ou nenhum aquecimento dentro de casa e falta de hidratação adequada, factores agravados num clima de austeridade e perda de rendimentos.

Serão estes factores, que criam situações de oportunidade para vírus gripais, bem como a saturação dos serviços de atendimento hospitalares, os grandes responsáveis pelo aumento da mortalidade, admitindo ainda que, na conjuntura actual, o quadro depressivo que muitos enfrentam traduz-se na falta de vontade de lutar ou mesmo na própria desistência, resultando numa forma de suicídio passivo, cuja extensão permanece oculta.

Este comportamento, mais difundido do que muitos imaginam e difícil de detectar, raramente incluido nas estatísticas, é uma realidade há muito presente, embora com especial incidência em áreas específicas do País, como o Alentejo, onde estas situações são conhecidas e mais frequentes do que no Norte do País, resultando de um conjunto de factores diferenciadores a nível social, económico e mesmo religioso.

quarta-feira, março 04, 2015

O "Registrator Viewer" - 2ª parte

Para além do vídeo, estão disponíveis em permanência o mapa, que pode ser de distintas proveniencias, dependendo da configuração, um gráfico com a velocidade e indicação da velocidade instantânea, bússola, com a orientação seguida, para além de coordenadas geográficas, informação horária ou distância percorrida.

Interessante é o facto de, havendo vários ficheiros, estes serem exibidos sequencialmente, como se de um único se tratasse, sendo necessário que estejam na mesma pasta e com nomes que permitam esta sequenciação, fornecendo o programa valores totais, ou seja, como sendo uma única gravação, algo que é interessante no caso das câmaras que seccionam os vídeos de forma periódica.

O menú de operações de ficheiro é completo, permitindo uma eficaz gestão de grupos de ficheiros, essencial para o correcto funcionamento da opção previamente mencionada, incluindo as opções de apagar, adicionar, refrescar, reparar ou copiar, sendo óbvio que se destina primordialmente a ser utilizado directamente sobre a unidade de armazenamento da câmara e não em dados armazenados no computador.

Igualmente útil é funcionalidade de exportação do trajecto para o formato KML, usado pelo Google Earth, bem como as que permitem reajustar as janelas, aumentar e reduzir a imagem e todas as características que tornam um programa simples e gratuito num "software" de que vale a pena dispor caso se use um equipamento de gravação de vídeo com GPS, que pode ser um simples telemóvel com o programa apropriado.

terça-feira, março 03, 2015

2015 foi o Inverno com mais mortos desde 1998 - 1ª parte

Durante os meses de Inverno de 2015 morreram perto de 8.500 pessoas, o número mais elevado neste período do ano desde 1998, e que excede em perto de 3.000 a média para o período homólogo, o que representa um desvio muito substancial relativamente ao expectável, algo que, forçosamente, tem que ter diversas causas.

Embora este fenómeno não seja exclusivamente português, verificando-se noutros países onde a temperatura foi inferior à media desta época, o desvio registado entre nós supera o que se verificou noutros países, que enfrentaram melhor esta situação e onde o aumento de vítimas mortais foi percentualmente inferior.

Entre as causas normalmente apontadas para um aumento de mortalidade encontram-se temperaturas anormalmente baixas, surtos de gripe ou mesmo o aumento da longevidade, do que resulta uma maior vulnerabilidade de uma faixa da população cada vez maior, mas um aumento tão substancial não se pode enquadrar facilmente neste tipo de factores, algo redutores e simplistas que não traduzem toda a realidade.

Segundo a Direcção-Geral de Saúde a gripe terá causado a morte de mais de 4.600 pessoas, o maior número desde há 16 anos, quando esta doença causou perto de 8.000 mortes, tendo no Inverno de 2015 assumido uma forma especialmente agressiva, incluindo estirpes para a qual a vacina disponibilizada demonstrou ser ineficaz, facto que é confirmado pelo aumento do número de utentes nas urgências hospitalares, como consequência dos surtos gripais nos meses de Inverno.

segunda-feira, março 02, 2015

O "Registrator Viewer" - 1ª parte

Com um cada vez maior número de equipamentos, sejam câmaras, sejam telemóveis com "software", que permita gravar percursos e incluir dados posicionais provenientes de GPS, a necessidade de obter um sistema de visualização completo, que, para além de exibir o vídeo o acompanhe, passo a passo, com informação complementar, torna-se essencial.

Um dos visualizadores gratuitos disponíveis no mercado é o "Registrator Viewer", um programa simples mas completo, existente em diversas versões, que pode ler diversos formatos, incluindo aqueles que integram vídeos e dados, bem como os que recorrem a ficheiros separados e guardam a informação proveniente do GPS num dos formatos compatíveis.

Este visualizador é descarregado do "site" do autor e o executável corre directamente, sem instalação, pelo que usa o "software" de descodificação de vídeos existentes no computador e um dos sistemas de mapas existentes na Internet, razão pela qual é necessário selecionar no programa as opções nativamente suportadas.

Para utilizar o "Registrator Viewer" basta clicar no programa, que irá fazer uma pesquisa, e abrir o ficheiro pretendido, que pode incluir ou não a informação do GPS, a qual pode estar num simples ficheiro XML gerado na altura da gravação e que terá que ter o mesmo nome e estar na mesma pasta, diferindo apenas a extensão.

domingo, março 01, 2015

Landmania bate "record" de caravana com maior número de Land Rover

Demorou até ser reconhecido como "record" mundial pelo "Guinness World Records", mas foi finalmente confirmado que a caravana formada durante o 10º Encontro Ibérico, que decorreu em Setembro passado, em Gouveia, foi a que incorporou um maior número de veículos Land Rover e Range Rover.

Não obstante algumas dificuldades de contagem, que reduziu a 516 o número que consta do "record" agora homologado, feita com base nas filmagens onde foi possível individualizar os veículos da caravana, a confirmação veio a surgir, passados quase seis meses após a submissão do processo de homologação, ultrapassando largamente a marca da "Convoy for Heroes" com 348 veículos.

Este "record" foi noticiado em diversos jornais, a nível nacional, e nas revistas internacionais da especialidade, onde foi recebido com alguma surpresa, face à dimensão e estado do País e à manifesta falta de apoio oficial dado pela própria Land Rover portuguesa aos adeptos e proprietários dos veículos mais antigos da marca ainda em circulação.

A Landmania, constituida a 08 de Agosto de 2002, conta com mais de 3.000 sócios, proprietários de mais de 4.000 Land Rover e, para além de actividades relacionadas com a marca e o todo o terreno, desenvolve acções na área da solidariedade e da protecção da Natureza, estando por detrás da iniciativa "Limpar Portugal", que mobilizou grande parte da sociedade portuguesa.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin