sábado, março 14, 2015

Rede de carga, tejadilho ou capot - 2ª parte

Esta rede, para além do interior do porta-bagagens, pode ser utilizada em grades de tejadilho ou mesmo no capot de alguns veículos, como o caso dos Defender, tal como testamos, com as cautelas necessárias para evitar um peso excessivo sobre o capot, bem como a diminuição do campo de visão, pelo que o volume, para além de devidamente centrado e com o peso distribuido uniformemente, nunca deverá ultrapassar os 20 centímetros de altura.

O formato do capot dos Defender, e dos antigos Serie, com o espaço que fica entre este e os para lamas, permite o encaixe dos ganchos, sendo possível selecionar, dependendo do volume, a respectiva posição, seja lateralmente, seja na parte posterior do capot, de forma a evitar deslizamentos, sendo possível adicionar, na parte interior do gancho uma pequena tira de borracha que aumenta a aderência e evita riscos na pintura.

O processo de fixação pode, portanto, variar, sendo óbvio que, para uma utilização mais intensa, devem ser adicionados pontos de ancoragem, caso não existam, ou recorrendo ao auxílio de esticadores ou cintas com ajuste, de modo a que, mesmo em situações mais extremas, a carga continue fixa, sem a possibilidade de cair ou atingir o parabrisas, dado que, mesmo que não o danifique, pode reduzir temporariamente a visibilidade.

O preço deste tipo de rede, incluindo portes, varia bastante, mas, com alguma paciência, podem-se encontrar por pouco mais de meia dúzia de Euros, incluindo portes a partir da Ásia, devendo-se ter uma particular atenção relativamente ao modelo exacto, por haver modelos de qualidade muito inferior, e quanto ao preço, que pode ser, injustificavelmente, absurdamente superior.

sexta-feira, março 13, 2015

Lembrar o Verão... - 1ª parte

Como a maioria dos nossos leitores facilmente se apercebeu, o ano, e sobretudo o Verão de 2014 foi comparativamente calmo em termos de incêndios florestais, em nada semelhante ao do ano anterior, onde a área ardida e a perda de vidas humanas superou em muito a média dos anos mais recentes.

Este facto é, de certa forma, recorrente, ou seja, após um ano mais complicado tende a seguir-se outro onde tudo parece ter melhorado, sendo que tal se deve, por um lado, a uma maior cautela, mas, sobretudo, ao facto de a Natureza funcionar por ciclos, pelo que a probabilidade de fogos de grandes dimensões é menor.

Para além do acréscimo de zonas de descontinuidade, que resultam das áreas ardidas e não repovoadas, o esforço de prevenção e de aumento de meios de combate, mesmo em época de rigor orçamental, resulta numa maior contenção dos incêndios, evitando as situações de descontrole e o caos resultante de um grande número de ocorrências simultaneas, as quais, por não estarem disponíveis meios suficientes para enfrentar todas nas condições adequadas, tendem a resultar em fogos de grandes dimensões.

Neste Verão de 2015, perto de dois anos após os grandes fogos de 2013, a própria Natureza já se encarregou de começar a regenerar as áreas ardidas nessa altura, crescendo de forma expontanea e desordenada diversos tipos de vegetação, ainda rasteira, e cuja secura no período mais quente, facilita uma rápida propagação das chamas.

quinta-feira, março 12, 2015

Land Rover Defender 110 da GHQ na escala 1/285

Popular sobretudo entre os adeptos de jogos de guerra, a GHQ é um fabricante de micro miniaturas, com modelos de veículos e figuras na escala 1/285, portanto, perto de quatro vezes mais pequenos do que os produzidos na popular escala 1/72, tornando-os adequados, sobretudo para o mundo dos "wargames".

Após o modelo 90, em versão "soft top", a GHQ apresentou a versão 110 do Defender, em versão de 4 portas e tejadilho rígido, com um conjunto de acessórios que poderiam conotá-lo com uso militar, mas cujo tejadilho de abrir aponta mais para um dos inúmeros veículos deste tipo usados em expedições.

Composto de uma única peça em metal, tal como é hábito nos produtos da GHQ, este Defender, com perto de 16 milímetros, tem as formas correctas, com paineis bem gravados, podendo-se encontrar detalhes interessantes, como o para choques com guincho, algumas ferramentas no exterior e equipamentos que parecem ser de origem militar, como uma antena de rádio ou pás.

O preço por um conjunto de 5 unidades, todas iguais, mas que podem ser facilmente modificadas, por exemplo removendo ou adicionando equipamentos ou alterando detalhes, como o tecto de abrir, é de 9.95 Dólares, o que fica perto dos 9 Euros, acrescendo portes, sendo uma recordação interessante para os adeptos desta marca.

quarta-feira, março 11, 2015

Resumo da gravação de percursos usando telemóvel - 3ª parte

Embora um pouco fora do âmbito, a partilha do resultado final é, em muitos casos, o objectivo final, podendo-se recorrer ao "Google Drive", no caso de qualquer tipo de ficheiro ou ao "Youtube", se a opção for no sentido de gerar um vídeo onde toda a informação esteja presente e onde alojamos o vídeo capturado que serviu de exemplo.

Este resumo corresponde, portanto, a um aglomerado de ligações para diversos textos, onde são descritos de forma mais extensa os diversos equipamentos, programas e passos necessários para a concretização deste tipo de vídeo, que consideramos particularmente útil em diversas situações e visando distintos objectivos, podendo substituir desde "road books" a mapas, passando por descrições de itinerários, facilitando a sua integração em "sites".

Para quem não possui uma câmara com GPS, estes passos, para além, de um, pouco morosos, também podem ser algo complexos, mas consideramos que os resultados justificam o esforço investido, podendo abrir outros horizontes, dependendo da utilização dada ao produto final, sobretudo se este tiver algum tipo de retorno a nível profissional.

Naturalmente que existem numerosas outras alternativas, e a combinação desta pode gerar uma infinidade de opções diferentes, mas a sua utilização prática implica testes de conjunto, verificando a compatibilidade e procedendo a afinações, percorrendo um caminho, eventualmente longo e algo incerto, e que pode, de alguma forma, ser dispensado seguindo estas sugestões as quais podem, naturalmente, ser complementadas por aquelas que os nossos leitores nos enviarem e, antecipadamente, agradecemos.

terça-feira, março 10, 2015

Rede de carga, tejadilho ou capot - 1ª parte

Apresentamos em textos anteriores algumas redes de carga e de capot, compatíveis com os Land Rover Defender, que, sendo de alta qualidade, têm o inconveniente do preço elevado, pelo que equacionamos uma alternativa a baixo custo e capaz de responder à maioria das solicitações, sendo de ressalvar que, sobre o capot, não devem ser colocados items demasiado pesados, devendo ser reservado para aqueles que, sendo leves, tenham algum volume que permita acondicionar sem limitar a visibilidade.

Uma vantagem desta rede que hoje propomos é a qualidade dos ganchos, num misto de PA66 ou Polyamide 66 e GP, muito mais sólido que a maioria dos concorrentes, outra o sistema e qualidade dos ajustes, o que, para além do enterlaçado da rede elástica, assegura uma boa resistência, com o fabricante a mencionar a possibilidade de acomodar cargas de até 50 quilos.

As dimensões em termos aproximas, são de 90 x 60 centímetros, que esticam até aos 150 x 100, mas os esticadores reguláveis e ganchos colocados em cada canto permitem que a rede seja presa a sistemas de retenção ainda mais afastados e assimétricos, o que facilita em muito a diversidade de utilização.

Naturalmente que, para utilizações mais exigentes, sobretudo no exterior da viatura, será sempre de adicionar uma cinta de carga a meio, o que aumenta em muito a segurança e evita as oscilações inerentes ao tipo de construção e à própria elasticidade da rede, correspondendo a uma maior rigidez do conjunto.

segunda-feira, março 09, 2015

Resumo da gravação de percursos usando telemóvel - 2ª parte

"Gravação de percursos via telemóvel na prática", 1ªparte, 2ª parte, 3ª parte, 4ª parte, 5ª parte, onde foram testados programas que permitem geo referenciar as filmagens, tendo, por diversas razões que se prendem com a flexibilidade e facilidade de uso, optado pelo "Road Recorder", disponível em versões gratuita e paga e que possui um visualizador para computadores pessoais.

O "Registrator Viewer", 1ª parte e 2ª parte, por ser gratuito, extremamente flexível e permitir não apenas visualizar no écran toda a informação recolhida, como juntar os diversos vídeos de forma transparente, reunindo numa única sequência, como se de um único filme, o conteúdo dos diversos ficheiros.

Os descodificadores do "K-Lite Codec Pack", dado que são polivalentes, fáceis de instalar, podem ser obtidos gratuitamente, têm actualizações periódicas, e não afectam negativamente o desempenho de outras aplicações, bastando ter o cuidado necessário para recusar alterações no "browser".

O "SRecorder", caso se pretenda realizar uma filmagem do conjunto que possa ser usada autonomamente, foi a nossa opção para obter pequenos filmes autónomos, capazes de ser integrados em "sites" ou como complemento de descrições escritas, sendo visualizados por qualquer leitor de MP4.

domingo, março 08, 2015

Nova loja "online" da "Safety Devices"

A "Safety Devices", um dos mais conhecidos fabricantes de equipamentos de protecção para o desporto automóvel, presente em inúmeras competições e troféus, apresentou a sua nova loja "online", onde podem ser adquiridos, directamente e a preços vantajosos, os produtos que concebe e produz, bem como linhas acessórias de outros fabricantes.

Na loja, para além de um conjunto de equipamentos, que excluem aqueles que são feitos à medida, encontram-se modelos universais, grades de tejadilho e escadas de acesso, entre outros, bem como uma secção onde são incluídos items em promoção, que podem incluir os que são provenientes de exposições e, estando virtualmente novos, são vendidos a preços francamente inferior ao de tabela.

Com 40 anos de experiência, homologando os equipamentos de segurança segundo as mais rígidas normas internacionais, os "roll bar" da "Safety Devices" estão indiscutivelmente entre os melhores do Mundo, garantindo uma excelente protecção em caso de acidente mesmo nos veículos mais vulneráveis, como acontece com os Defender em caso de capotamento.

Não sendo os mais baratos do mercado, por vezes estando mesmo no extremo oposto, os produtos da "Safety Devices" oferecem uma qualidade e nível de acabamentos habitualmente irrepreensível, estando incluídos entre aqueles cuja instalação num veículo pode ser homologada entre nós, algo que raramente acontece com os produtos de outros fabricantes, e menos ainda os que são feitos artesanalmente, cujo risco de utilização, sobretudo quando a nível de segurança, deve ser devidamente equacionado.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin