sábado, junho 18, 2016

Lisboa, cidade fechada - 9ª parte

Uma faixa de rodagem em ruas interiores tem apenas 3.00 metros, com curvas em angulos rectos, delimitadas por pilaretes para que os veiculos não invadam os passeios, é demasiado estreita para muitos veículos, sobretudo pesados como os que são utilizados na recolha de lixos, mas também para um auto tanque dos bombeiros, sendo manifesto que esta foi uma opção errada, dado que, para reduzir o trânsito, basta orientá-lo de forma a que atalhar pelo interior do bairro seja contraproducente em termos de circulação.

Naturalmente, com o aproximar das eleições autárquicas, é óbvio que a Câmara pretende ter o máximo de obras concluídas, sobretudo as que têm maior impacto na vida das populações e que, consequentemente, terão um maior impacto eleitoral, razão pela qual as que se realizam em pequenos bairros residenciais, fora do circuito turístico, são preteridas, com os recursos disponibilizados a serem manifestamente escassos.

Neste caso, face à falta de qualidade do trabalho realizado e à possibilidade de uma degradação rápida, com elevado grau de imprevisibilidade relativamente ao estado mesmo num curto espaço de tempo, quanto menos tempo de uso tiverem as vias antes das eleições, menor a probabilidade de, em caso de estarem manifestamente detrioradas, haver um impacto negativo nos potenciais eleitores.

Por outro lado, com o acumular de obras em execução, e lembramos que entre estas estão as que se realizam em vias críticas para a circulação na cidade, como o eixo Av. Fontes Pereira de Melo - Av. República e, posteriormente, a 2ª Circular, implica uma dispersão de meios, com a secundarização das obras que afectam menos residentes, os quais são, obviamente, particularmente sacrificados.

sexta-feira, junho 17, 2016

Novas aplicações de comunicações do Google - 2ª parte

O "Duo" é um sistema de videochamada simples, destinado a ser utilizado entre dois utilizadores, e que se baseia no número de telefone e não no endereço de correio electrónico, pelo que todos os contactos de uma lista telefónica poderão ser contactados através desta aplicação.

O "Duo" foi optimizado para funcionar mesmo com conexões mais lentas, sem perda de qualidade e implementa diversas funcionalidades, como o "Knock Knock", que permite antever o resultado de uma videochamada mesmo antes de esta ter início.

As comunicações via "Duo" são encriptadas a partir de ambos os equipamentos terminais, pelo que a segurança e privacidade dos utilizadores é assegurada, ocupa o écran inteiro e tem um sistema de controles e configuração simples e intuitivos, que o coloca ao alcance de todos quantos pretendam utilizar esta aplicação.

Estas são duas das novidades do Google, que incluem novos equipamentos no âmbito da realidade virtual, o Android "N", a última versão desta plataforma, o Google Home, o Android Wear 2.0 e a inclusão do Wazze no Android Auto, que irá abranger cada vez mais modelos e fabricantes, podendo vir a tornar-se num dos "standards" da indústria.

quinta-feira, junho 16, 2016

O VKworld Stone V3 - 2ª parte

Basicamente, este é um modelo com grande autonomia, proporcionada pela enorme bateria de 5200 mAh, que, para além de alimentar o próprio telemóvel, pode carregar dispositivos externos, como um comum "power pack", capaz de suportar condições extremas sem ser carregado por duas a quatro semanas, dependendo do uso.

Como resultado destas opções, este telemóvel não tem nada a ver com os modelos mais recentes, sendo francamente maior, com 132 x 60 x 23 milímetros, apresentando uma configuração "standard", com écran na parte superior e teclas físicas, em borracha, na zona inferior, não existindo sistemas tácteis, ou "touchs", ou outros pontos de vulnerabilidade.

Todo o contorno exterior é protegido por borracha, com portas de borracha a proteger o acesso aos vários conectores, como a porta áudio de 3.5 milímetros, o conector USB destinado a carregamento do próprio equipamento ou de dispositivos externos, de modo a evitar entrada de poeira ou líquidos.

Só desta forma, com os conectores protegidos, este equipamento pode resistir a impactos sobre uma superfície rígida, largado a um metro de altura, a uma submersão de meia hora a um metro de profundidade, e a poeiras, de acordo com a norma IP67, sendo certo de que a sua resistência vai bastante mais longe do que o estabelecido por esta norma.

quarta-feira, junho 15, 2016

Novos produtos "Bolt Equipment" para Defender

Apesar de recente, a "Bolt Equipments" já apresenta um portfolio interessante, que abrange os modelos mais populares da Land Rover, com uma oferta bastante completa no âmbito das peças inteiramente em metal, como protecções ou elementos para a suspensão.

Após algumas novidades para os Discovery, surge a vez dos Defender, para os quais são propostos um conjunto de produtos, com especial incidência a nível da protecção inferior, incluindo para barras de direcção, diferenciais ou depósitos de combustível, bem como novos parachoques, "rock sliders" e cantos reforçados destinados a proteger as zonas mais expostas da carroçaria.

São propostas novas torres e batentes de suspensão, reguláveis, o que permite ajustar e flexibilizar os restantes componentes de forma simples e rápida, fornecidos com todos os componentes necessários para a respectiva instalação com amortecedores olhal-olhal ou espigão-espigão.

A "Bold Equipments" comercializa os seus produtos através das "Peças Land Rover", pelo que encomendas ou esclarecimentos podem ser efectuados recorrendo aos contactos habituais deste fornecedor, sendo ainda possível contactar o fabricante através do Facebook, onde se encontram diversos exemplos de aplicação nos vários veículos a que se destinam.

terça-feira, junho 14, 2016

O VKworld Stone V3 - 1ª parte

Após longos anos de bons serviços, e ter sobrevivido a impactos e submersões, a réplica do Sonim que testamos e sobre o qual escrevemos, acabou por deixar de funcionar, pelo que foi necessário escolher um substituto com características semelhantes e na mesma gama de preços.

Após algumas pesquisas, e com um limite superior na ordem dos 25 Euros, optamos pelo VKworld Stone V3, um telemóvel que obedece e excede a norma IP67, sendo resistente a impactos, poeiras e mesmo a imersões temporárias, e que, por ser francamente mais recentes, acaba por ter um desempenho superior ao equipamento que vem substituir.

De entre os modelos com funcionalidade equivalentes que podem ser adquiridos por um preço aproximado, o VKworld Stone V3 pareceu-nos o melhor, sobretudo em termos de resistência e estanquicidade, já que tem porta do compartimento da bateria aparafusada, enquanto outros telemóveis possuem um sistema de encaixe que, naturalmente, nos inspira menos confiança e apresenta algumas fragilidades.

Este modelo não replica outro, proveniente de uma marca mais conhecida, sendo desenvolvido de raiz pelo fabricante, recorrendo a um "chipset" comum, neste caso o SC6531, e com as funcionalidades básicas, ou seja, destina-se à conversação e envio de mensagens, mas não tem as capacidades de um "smartphone" em termos de conectividade ou nas funções implementadas.

segunda-feira, junho 13, 2016

Novas aplicações de comunicações do Google - 1ª parte

O Google apresentou duas novas aplicações, um sistema de mensagens instantâneas inteligente, o "Allo", e sistema de videochamadas capaz de suportar resoluções até 720P, o "Duo", que estarão disponíveis a partir deste Verão, com versões para Android e IOS.

O "Allo", para além das funcionalidades habituais nas aplicações de mensagens instantâneas, como o "Messenger", começou a integrar algumas das características do "Inbox", que permite ao programa ir integrando as respostas mais habituais do utilizador e contextualizá-las, propondo uma escolha de acordo com as opções mais comuns nas mesmas circunstâncias.

Desta forma, é possível manter um diálogo quase sem escrever, selecionando as opções propostas pelo "Allo", as quais se baseiam na experiência anterior, pelo que, quanto mais se utilizar o programa, mais este se adapta do utilizador.

Para além das "respostas inteligentes", ou "smart replys", é ainda possível interagir com o assistente, que traz para a conversa os recursos existentes na Internet, bem como utilizar as funções de pesquisa, do Google Maps, do YouTube ou do Translate, concentrando e consolidando todo um conjunto de informação de diversas fontes no interior de uma única aplicação.

domingo, junho 12, 2016

Lisboa, cidade fechada - 8ª parte

É de supor que a intenção seja controlar a velocidade e desviar o tráfego do interior de um bairro residencial, mas existem outros métodos, como a simples orientação do trânsito, que não impliquem riscos para os residentes ou mesmo para quem presta socorro, que, em virtude da urgência exigível, corre substanciais riscos de acidente durante as deslocações ou, em caso de incêndio, como resultado das dificuldades de posicionamento dos veículos de combate aos fogos em ruas demasiado confinadas.

Os erros sucessivos, bem como a falta de rigor na execução face às boas práticas, serão, quase certamente, uma das causas para os atrasos, sendo patente que, perante todos os problemas potenciais, a Câmara não tem realmente opções viáveis, face à necessidade de destruir o trabalho realizado para corrigir a totalidade dos erros, com todas as consequências financeiras que daí resultam, bem como o impacto nos moradores, já demasiadamente prejudicados com toda esta situação.

São sobretudo os mais idosos que se queixa, e tal podemos testemunhar, lamentando a demora, mas também o absurdo das alterações e a perda de referências, sentindo que o bairro já não é aquele no qual sempre viveram e onde experimentam cada vez mais dificuldades em circular e mesmo em se identificar.

Também é patente o aumento, previsível, de pequenos toques entre viaturas em circulação e os que estão estacionados, com protagonismo para aqueles que são conduzidos pelos mais idosos, que manifestamente sentem dificuldades acrescidas nas manobras e, por vezes, nem sequer admitem quer o erro, quer a sua incapacidade para conduzir neste tipo de arruamento.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin