sábado, outubro 31, 2015

Os corredores "BUS" no acesso a rotundas

Mesmo admitindo que possa ter vantagens face ao disposto anteriormente, as novas regras de circulação em rotundas não parecem diminuir o número de acidentes, tendo sido frequente visualizar entre as viaturas acidentadas táxis ou outros transportes públicos, num cenário que parece repetir-se.

O exemplo que ilustra este texto, um acidente que ocorreu na Pr. do Areeiro a 15 de Outubro, pela hora do almoço, é um dos mais frequentes, resultando da combinação das regras actuais com a existência de corredores para transportes públicos até ao acesso à rotundo, do que resulta que estes, tendencialmente, acabam por percorrer toda a rotunda pela faixa exterior, saindo, muitas vezes, directamente para outro corredor "BUS".

Com os veículos que podem usar corredores para transportes públicos a circular quase sempre pela faixa exterior da rotunda, independentemente da via de saída, a intercepção com outros veículos, que cumprindo as regras circulam pelo interior, é comum, com os acidentes a acontecer com frequência na altura em que estes, para sairem da rotunda, começam a desviar-se para o exterior.

Dado que regras diferenciadas num mesmo espaço tende a provocar acidentes, a menos que as regras sejam revistas, o facto de os corredores para transportes públicos não terminarem antes das rotundas, o que pode resultar nalguma perda de eficácia, dificilmente deixarão de se verificar acidentes, mais frequentes quando as circunstâncias mais os propiciam, como uma elevada intensidade de trânsito, condições atmosféricas adversas ou falta de visibilidade.

sexta-feira, outubro 30, 2015

Suportes para filmagem em movimento - 4ª parte

Como exemplo, se um suporte de duas ventosas pesar um quilo e a câmara, uma máquina fotográfica digital e respectivos acessórios, pesar outro tanto, teriamos que ter um suporte em que cada ventosa suportasse, sózinha, considerando que a outra pode falhar, um mínimo de seis quilos, pelo que, nominalmente, este seria um suporte anunciado como de doze quilos.

Alguns fabricantes adicionam, e nós aconselhamos, uma correia de segurança, que permite evitar uma queda maior caso o conjunto se solte, ficando presa, mesmo que oscilante, num elemento da estrutura do veículo o que, em conjunto com uma caixa de segurança, ou uma capa de protecção no caso das máquinas fotográficas, pode eviar danos de maior monta.

Até aqui, tivemos em atenção, essencialmente, a questão física da fixação, que tem que ser numa superfície plana, e mesmo uma pequena curvatura pode ser muito penalizadora, e bem limpa, dado que mesmo pequenas partículas podem ter influencia na selagem, comprometendo a fixação, mas um suporte deve ser muito mais do que isso, pois necessita de permitir a orientação do equipamento e absorver vibrações.

Para efeitos de orientação, caso o suporte não o inclua, é necessário adquirir uma cabeça de tripé adequada ao fim a que se destina, com uma roscagem compatível, que quase sempre é de 1/4", mas que terá que suportar o peso do equipamento, com tolerância suficiente, e ter um sistema de travamento, que evite que, uma vez ajustado, não se verifique movimento da câmara.

quinta-feira, outubro 29, 2015

"Interface" OTG para dispositivos móveis

Muitos dispositivos móveis possuem implementado um conector USB com suporte "On the go" ou OTG, o que permite conectar diversos tipos de dispositivos USN de forma directa e simples, bastando um simples conversor, de muito baixo custo, para tirar partido dessa funcionalidade muito comum, mas também algo desconhecida.

Entre os dispositivos encontram-se ratos ou teclados USB, o que permite uma interacção diferente com o equipamento móvel, facilitando sobretudo quem necessite de escrever com maior rapidez, ou uma "pen" USB, de forma a que sejam copiados dados de e para esta, recorrendo, naturalmente, ao "software" existente no próprio equipamento.

Conforme o equipamento, assim as funcionalidades que se podem obter via um dispositivo ligado desta forma, sendo possível, nos mais sofisticados, adicionar placas de rede, leitores de cartões múltiplos, "hubs" com múltiplas ligações, saída vídeo HDMI, entre outras, sendo sempre de verificar da disponibilidade da implementação OTG e se esta corresponde ao pretendido.

Existem modelos OTG para USB macho que pesam apenas 1 grama e medem somente 16 x 12 x 3 milímetros, com preços que começam pouco acima de 1 Euro, incluindo portes, e que, sendo extremamente simples de utilizar, dado não ser necessária qualquer configuração, aumentam em muito a flexibilidade de uso de um dispositivo móvel.

quarta-feira, outubro 28, 2015

Suportes para filmagem em movimento - 3ª parte

É de alertar para os limites de peso que os fabricantes dos suportes indicam, os quais, mesmo sendo verdadeiros, devem ser interpretados, introduzindo factores de correcção resultantes do movimento e das acelerações, positivas ou negativas a que o equipamento, quando solidário com um veículo, é submetido, bem como a pequenos problemas de aderência que resultam de irregularidades ou sujidade das superfícies.

Todos temos a noção da "força G", associada muitas vezes aos rápidos aviões de combate, capazes de manobras complexas, como curvas apertadas, durante as quais os tripulantes são submetidos a grandes acelerações das quais resultam um peso, temporário, muito superior ao que possuem quando imóveis ou sem que se verifique uma aceleração.

No caso dos suportes temos uma situação semelhante, com acelerações, travagens ou curvas a terem como efeito colocar no suporte um peso que pode ser proporcionalmente muito superior ao normal, pelo que, caso este tenha sido selecionado com uma pequena tolerância face ao peso do equipamento transportado, pode soltar-se, com todas as consequências que se podem imaginar.

Assim, o nosso princípio aponta para que o suporte, falhando uma ventosa, possa ter a capacidade, no mínimo, para o triplo do conjunto suportado, que, para além da câmara, naturalmente que inclui o próprio suporte, bem como outros acessórios adicionais.

terça-feira, outubro 27, 2015

O "Load Lugga" da Mantec

A Mantec, um conhecido fabricante de acessórios para todo o terreno, desenvolveu um sistema de armazenamento interno destinado aos Defender com tejadilho rígido e aos Discovery 2, que permite ocupar o espaço disponível na parte superior da área da caixa de carga.

Este equipamento, designado por "Load Lugga" tem dimensões de 445 x 1200 mm e monta-se ou desmonta-se em dois minutos, de modo a que, não sendo necessário, deixe de ocupar espaço interior, acabando por, de alguma forma, ter a função de uma mini grade de tejadilho interna, o que permite uma maior segurança e facilidade de acesso, evitando que o centro de gravidade se eleve tanto quanto numa solução externa.

O "Load Lugga" inclui dois suportes laterais, que são aparafusados na estrutura do veículo, onde ficam em permanência, e uma prateleira central, em forma de grade, facilmente amovível, na qual é colocada a carga, que necessita de ser devidamente acondicionada e presa através de sistemas de amarração adequados.

O preço deste "Load Lugga" aproxima-se das três centenas de Euros, a que acrescem portes, um valor que, sendo muito inferior ao de uma solução externa deste fabricante, anda perto do de uma grade de tejadilho dos modelos mais acessíveis, tendo uma capacidade para, por exemplo, um par das conhecidas "Wolf box" e outra caixa ou volume um pouco mais pequeno entre elas.

segunda-feira, outubro 26, 2015

Suportes para filmagem em movimento - 2ª parte

Assim, a selecção de uma câmara para filmagens em movimento, como as que são colocadas num veículo, deve ser efectuada em conjunto com o respectivo suporte, dividindo o orçamento entre ambos e prevendo a possibilidade de algum tipo de custo extra em acessórios.

Para obter uma boa filmagem, não há nada que compense ter a câmara solidamente fixa no exterior, o que implica selecionar um modelo resistente, ou para o qual exista uma protecção exterior adequada, um suporte com múltiplas ventosas e, como um opcional quase inevitável, um sistema de accionamento remoto, que permita controlar a operação, pelo menos nas suas vertentes mais simples, a partir do interior.

Naturalmente que a selecção do suporte tem que ter em conta o tipo de câmara, o seu volume e peso, que podem ir desde as escassas gramas de uma câmara de acção até mais de quilo e meio de uma máquina fotográfica digital, mas para serem colocados num veículo recorrendo a um sistema de ventosas com sucção, é aconselhável um mínimo de duas ventosas, como forma de evitar um desprendimento imediato caso uma falhe.

Um suporte com três ventosas, ou mesmo quatro, resulta mais seguro, mas tem como implicação necessitar de uma maior superfície, como um capot plano ou um tejadilho e ser bem mais dispendiso, tendo, em muitos casos, a vantagem de incorporar algum tipo de sistema de absorção de vibrações colocado nas pernas que unem as extremidades ao corpo central, onde, quase invariavelmente, se encontra uma cabeça ajustável e orientável.

domingo, outubro 25, 2015

"GodMode" no Windows

Todos os sistemas operativos incluem um conjunto de funcionalidades que, para protecção da sua estabilidade, não se encontram imediatamente visíveis e acessíveis ao utilizador, e que, não sendo necessárias para a maioria, podem revelar-se úteis quando devidamente utilizadas.

No "Android", são conhecidos e bastante populares os diversos métodos de fazer "root" ao equipamento, de modo a aceder a novas funções, mas nas versões mais recentes do Windows, começando no 7 e até ao 10, o conjunto de funcionalidades que se podem obter numa nova pasta, por vezes designado por "GodMode", é desconhecido para a maioria dos utilizadores.

Para aceder a esse conjunto de funcionalidades basta criar no "desktop" uma nova pasta, clicando numa zona vazia com o botão direito do rato e escolher a opção de criar uma nova pasta, ou "folder", a que se dá, forçosamente o nome "GodMode.{ED7BA470-8E54-465E-825C-99712043E01C}", o que será imediatamente traduzido num novo ícone designado por "GodMode".

Esta nova pasta dá acesso a um vasto conjunto de opções de configuração que abrangem todo o sistema, desde a manutenção de utilizadores à personalização do ambiente de trabalho, passando pela configuração de programas, num conjunto particularmente útil para os utilizadores mais exigentes ou para aqueles que pretendem conhecer melhor o sistema operativo que usam.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin