segunda-feira, outubro 26, 2015

Suportes para filmagem em movimento - 2ª parte

Assim, a selecção de uma câmara para filmagens em movimento, como as que são colocadas num veículo, deve ser efectuada em conjunto com o respectivo suporte, dividindo o orçamento entre ambos e prevendo a possibilidade de algum tipo de custo extra em acessórios.

Para obter uma boa filmagem, não há nada que compense ter a câmara solidamente fixa no exterior, o que implica selecionar um modelo resistente, ou para o qual exista uma protecção exterior adequada, um suporte com múltiplas ventosas e, como um opcional quase inevitável, um sistema de accionamento remoto, que permita controlar a operação, pelo menos nas suas vertentes mais simples, a partir do interior.

Naturalmente que a selecção do suporte tem que ter em conta o tipo de câmara, o seu volume e peso, que podem ir desde as escassas gramas de uma câmara de acção até mais de quilo e meio de uma máquina fotográfica digital, mas para serem colocados num veículo recorrendo a um sistema de ventosas com sucção, é aconselhável um mínimo de duas ventosas, como forma de evitar um desprendimento imediato caso uma falhe.

Um suporte com três ventosas, ou mesmo quatro, resulta mais seguro, mas tem como implicação necessitar de uma maior superfície, como um capot plano ou um tejadilho e ser bem mais dispendiso, tendo, em muitos casos, a vantagem de incorporar algum tipo de sistema de absorção de vibrações colocado nas pernas que unem as extremidades ao corpo central, onde, quase invariavelmente, se encontra uma cabeça ajustável e orientável.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin