sábado, setembro 26, 2009

Google Sidewiki permite comentar páginas "on-line"


Image Hosted by Imageshack
Um écran do Google Sidewiki

O Google disponibilizou uma nova ferramenta, designada por Google Sidewiki, que permite aos visitantes de uma página na Internet anexar comentários ou anotações.

O Sidewiki surge sob a forma de uma janela "pop-up" na qual se podem ler e comentar as impressões de quem antes visitou a página, sem as poder editar ou apagar, e adicionar as próprias, de modo a partilhar conhecimentos e experiências.

Esta é uma forma de tornar a Internet mais interactiva e participativa, estimulando o contributo de todos na partilha de informação e evitando os problemas que surgem com a Wikipedia original, onde edições sucessivas comprometem muitas vezes o trabalho de cada um.

Este é um projecto que consideramos extremamente interessante e vem complementar a já larga oferta do Google com uma perspectiva inovadora e imaginativa, que há muito faltava na Internet, esperando-se que tenha uma adesão por parte dos cibernautas e se revele um verdadeiro sucesso.

sexta-feira, setembro 25, 2009

Equipamento portátil de teste de água - 1ª parte


Image Hosted by Imageshack
O sistema digital TDS-EZ

Sobretudo em expedições, a possibilidade de testar água no sentido de verificar se é potável, adquire uma importância considerável, podendo mesmo revelar-se um factor decisivo para a segurança de quem participe nestas aventuras.

O modelo TDS-EZ é um sistema digital, de baixo custo, baseado em microprocessadores, capaz de analisar de uma fonte de água pode ou não ser bebida sem riscos, recorrendo a uma medição e partículas segundo uma escala calibrada de fábrica.

Para além da contagem de partículas por unidade de água, calibrado de acordo com as normas americanas usando cloreto de sódio (NaCl), mas que pode ser recalibrado com uma simples chave de fendas, o TDS-EZ tem sistema que desliga automaticamente após 10 minutos sem uso, de modo a poupar as baterias internas.

A escala vai das 0 às 9990 partículas por milhão, com uma precisão de 1 ppm até às 999 ppm e com intervalos de 10 ppm daí para a frente, com uma precisão de +/- 3%, sendo os resultados visíveis num écran de LCD.

Área ardida é cinco vezes maior do que em 2008


Image Hosted by Imageshack
Um fogo florestal em Portugal

Os dados apresentados pela Autoridade Florestal Nacional (ANF), revelam que arderam mais de 58.000 hectares desde o início de 2009, o que corresponde a perto de cinco vezes mais do que a área área ardida no mesmo período no ano passado.

Enquanto o ano passado arderam 12.447 hectares, um número anormal e excepcionalmente baixo que não deve ser usado como comparação, os dados da ANF para o mesmo período que vai de 1 de Janeiro a 15 de Setembro contabilizam em 2009 um total de 58.612 hectares queimados, composto sobretudo por zonas de mato.

Também o número de ocorrências aumentou, com 18.998 este ano contra as 13.832 de 2008, verificando-se que, em média, os incêndios ocorridos em 2009 são de muito maiores proporções, sendo este um dado a ter em conta quando se analizar a evolução dos dados.

Apesar de continuarem longe do objectivo de manter a área ardida abaixo dos 100.000 hectares, é perfeitamente possível que se cheguem aos 70.000, número que deve ser comparado com o esforço de reflorestação realizado de modo a ser possível aferir qual o saldo final e a direcção que se segue.

A gravidade dos números, para além dos efeitos conhecidos em termos de prejuizos humanos, materiais, ambientais ou outros, deve sempre ser equacionada perante os diversos efeitos colaterais, que incluem desde o ordenamento do território à sustentabilidade, passando pela vertente social, mas também de acordo com o balanço que resulta da contínua diminuição de área florestal e do impacto que tal tem para as gerações futuras.

quinta-feira, setembro 24, 2009

Anunciada a norma do USB 3.0


Image Hosted by Imageshack
Um esquema do novo conector USB

O USB Implementors Forum (USB-IF), anunciou a nova norma USB 3.0, também designada por SuperSpeed, que permite efectuar transferências de dados até aos 4 Gb/s, suplantando largamento os 480 Mb/s de velocidade máxima da norma 2.0.

Já existem diversos fabricantes interessados em utilizar o USB 3.0 na conexão de dispositivos que necessitam de elevadas taxas de transferência, como sistemas de imagem digitais ou "pen drives", para o que a sua normalização é absolutamente necessária para assegurar compatibilidades.

Cabe à USB-IF estabelecer a norma apresentada pela primeira vez a 18 de Setembro de 2007 e que desde 09 do corrente mês passou a ser suportado pelo sistema operativo Linux com o "kernel" 2.6.31, esperando-se que os "boards" construidos em 2010 já implementem o USB 3.0.

As velocidades máximas anunciadas, tal como acontecia com as normas anteriores, são teóricas, sabendo-se que na prática ficam muito abaixo dos valores indicados, mas as diferenças apontam para a enorme diferença de desempenho que desde já se prevê.

A uma semana das eleições - 3ª parte


Image Hosted by Imageshack
Uma votação

A própria comunicação social, mais preocupada com o imediatismo de disputas sectoriais, não tem colocado as questões que a todos deviam interessar, concretamente quais os vectores fundamentais de desenvolvimento, quais as prioridades e como os investimentos se inteligam com estes objectivos.

Ao invés, parece que os grandes investimentos são não um meio, mas um fim em sí próprio, que ou serão rentabilizados na sua própria exploração ou dificilmente justificáveis, sem analizar o seu impacto numa estratégia global, na qual os investimentos anunciados e os diversos sectores de actividade interagem.

Temos, finalmente, todo um conjunto de casos periféricos, de relevância duvidosa, que mais não fazem do que desviar a atenção do que é realmente importante, enquanto ocultam a manifesta falta de visão estratégica que a maioria das forças políticas há muito evidencia.

Mais do que nunca, este é um momento de reflexão, onde é imperioso equacionar todo um conjunto de alternativas que, pela suas consequências, terão um impacto significativo nos próximos anos e condicionarão outras decisões futuras, dado que comprometem parte dos recursos económicos do País, limitando outras opções.

quarta-feira, setembro 23, 2009

Microsoft vai disponibilizar anti-vírus gratuito


Image Hosted by Imageshack
O écran do novo anti-vírus da Microsoft

A versão final do Security Essentials, um anti-vírus desenvolvido pela Microsoft, deverá ser disponibilizado brevemente, sucedendo à versão de teste actualmente disponível.

Após quase um ano depois de apresentado e um longo período de desenvolvimento, o Security Essentials irá suceder ao Live OneCare, uma solução integrada no Windows Live que não teve sucesso fora do mercado empresarial onde também enfrentou sérias dificuldades.

A nova solução irá integrar-se com o Windows Defender, um "anti-spyware" gratuito que a Microsoft disponibiliza aos utilizadores que validem a sua cópia do sistema operativo, surgindo pouco depois do lançamento do Windows 7.

Para os utilizadores de sistemas operativos da Microsoft, esta será uma solução a ter em conta, mesmo sabendo que existem excelentes alternativas igualmente gratuitas, dependendo sobretudo da integração com a versão de Windows utilizada.

A uma semana das eleições - 2ª parte


Image Hosted by Imageshack
Uma urna de voto

Enquanto se planeia um novo aeroporto, alegando que o actual está a atingir o limite, opta-se por investir numa estrutura ferroviária que irá competir com a aviação comercial, mas ao mesmo tempo constroem-se novas estradas, ao mesmo tempo em que se pretende reduzir o tráfego viário em prol dos combóios.

Poucos efectuam as contas que permitam apurar se o investimento numa forma de transporte irá reduzir substancialmente outra, tratando todas de forma independente e como se o fluxo de utentes aumentasse em todas, indepentendemente da competição entre elas.

No entanto, mais grave, é o fim a que estas novas infraestruturas de destinam e que, na verdade, permanece por revelar, continuando a ser impossível determinar quais os sectores de actividade, excluindo o dos transportes, irão efectivamente beneficiar destes investimentos, como se da existência de um novo recurso surgisse automaticamente um conjunto de estruturas que dele tirem o devido partido, rentabilizando-o.

Nenhuma força política foi capaz de apresentar algo mais do que planos sectoriais, com fraca ou nenhuma ligação entre ambos, como se estes não interagissem e não se interligassem, ignorando as consequências que uma alteração sectorial tem no todo nacional.

terça-feira, setembro 22, 2009

A uma semana das eleições - 1ª parte


Image Hosted by Imageshack
Um país queimado

Quando se inicia a última semana de campanha eleitoral, não podemos de chamar a atenção para o facto de as questões ambientais e o próprio ordenamento do território, numa perspectiva global e abrangente, parece excluida dos programas dos principais partidos políticos.

Enquanto se discutem obras específicas, sectores de actividade ou mesmo áreas, normalmente de forma pouco detalhada ou mesmo desligada da realidade nacional, nenhuma força política se debruça sobre qual o modelo de desenvolvimento que efectivamente pretende e como integrar os investimentos num plano global.

Como exemplo, podemos mencionar o sempre presente TGV, usado como argumento político e que parece ter um valor intrínseco, não obstante todos reconhecerem que a sua exploração comercial será defecitária, mas preocupando-se pouco com a sua integração nas diversas vertentes de desenvolvimento que podem ou não determinar se este projecto pode ou não ter viabilidade como está actualmente previsto ou se modificado.

O mesmo acontece com outros investimentos de vulto, nomeadamente ligados a redes viárias, estruturas aeroportuárias ou plataformas logísticas, os quais muitas vezes se contradizem, do que resulta a dúvida quanto à sua utilidade.

Risco de incêndio muito elevado em nove distritos


Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal

Quando entramos nos últimos dez dias de Setembro, o nível de risco máximo continua numa larga extensão do território nacional, sobretudo no Interior Norte, mas também nalgumas zonas do Centro e Sul do País.

As temperaturas elevadas para esta época do ano, a humidade relativa, que continua baixa e os ventos fortes que se fazem sentir levaram o Instituto de Meteorologia (IM) a colocar no nível de rsico muito elevado de incêndio vários concelhos dos distritos de Bragança, Vila Real, Braga, Viseu, Castelo Branco, Portalegre, Santarém, Setúbal e Faro.

Este nível surge após um fim de semana em que Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) registou, só no sábado, 53 incêndios que mobilizaram 666 bombeiros, apoiados por 157 veículos, o que demonstra que a chamada época dos fogos tende a ser cada vez mais alargada.

A proximidade das eleições legislativas, pela sua importância, têm absorvido a atenção das audiências dos noticiários, mas a temática dos fogos florestais e os problemas ambientais resultantes, ignorados pela maioria das forças políticas, não pode ser descurado e, menos ainda, ignorado pela comunicação social.

segunda-feira, setembro 21, 2009

Versão final 3.0 do Chrome já está disponível


Image Hosted by ImageShack
Um écran do Google Chrome

Perto de um ano após o lançamento da versão inicial do Chrome, o Google disponibilizou a versão final 3.0, com uma maior estabilidade e um desempenho anunciado 25% mais rápido do que a versão anterior.

Outras inovações estão a nível do Omnibox, onde se distinguem melhor os resultados de pesquisas, "sites" e "bookmarks", novas funcionalidades no "drag and drop" e no aspecto gráfico.

Mesmo antes de disponibilizar a versão 3.0 final, o Google já iniciara o desenvlvimento da 4.0, mas esta deverá apenas surgir após o anunciado lançamento de uma versão do Chrome para Mac.

Apesar do esforço do Google em aumentar a quota de um mercado dominado pelo Internet Explorer e pelo Firefox, a vida do Chrome não tem sido fácil, com as versões iniciais demasiadamente instáveis, a impossibilitar uma utilização real, do que resultou uma diminuição da confiança dos potenciais utilizadores neste "browser".

Incêndios continuam na 2ª metade de Setembro - 3ª parte


Image Hosted by Imageshack
Bombeiros combatem um florestal em Portugal

Em anos anteriores, em finais de Setembro era normal os fogos serem raros e surgia a oportunidade de ser dar início a acções de silvicultura, reflorestação e demais acções de prevenção, algo que nos dias de hoje terá, forçosamente, de coexistir com o combate aos incêndios, os quais se prolongam cada vez durante um maior período, não obstante a diminuição de picos, como anteriormente surgiam com frequência.

Hoje em dia é uma evidência que os picos diminuiram em prol de uma maior homogeneidade, com as ocorrências a estarem menos concentradas nos meses de Verão, que obviamente mantêm a primazia, mas começam a fazer-se sentir, muitas vezes com alguma violência, em meses mais frios.

A resposta seria, naturalmente, a de investir numa maior permanência de recursos e em prevenção, única forma de manter durante todo o ano um dispositivo adequado, capaz de uma resposta eficaz e que não resulte em custos absurdos.

A opção actual, que se baseia ainda na anterior concentração de ocorrência nm período muito curto, do que decorria a inevitabilidade de uma enorme flutuação de efectivos, resultando em mobilizações ou contratações sazonais, desde há anos que não traduz a realidade nem uma distribuição mais homogénea de ocorrências e de necessidades que se devem traduzir numa maior preponderância de meios permanentes.

domingo, setembro 20, 2009

"Kit" "bluetooth" para veículos por 20 euros - 2ª parte


Image Hosted by Imageshack
O suporte Motorola HC100

O emparelhamento como telemóvel é feito através do sistema da Motorola EasyPair, após o que é operado através de um botão multi-funções, capaz de realizar as principais operações devido à contextualização das mesmas, após o que funções como a própria marcação por voz, caso o telemóvel a implemente, passam a ser possíveis.

A implementação de tecnologia de cancelamento de ruido, aliado a um altifalante potente e a uma saida para conexão a um altifalante externo, garante a audição clara no interior do veículo.

O T305 pode operar até 12 horas e permanecer em "stand by" durante 200, sendo recarregado através da tomada de isqueiro do veículo ou de um cabo mini-USB.

Este não é o único modelo existente no mercado com estas características, mas optamos por um fabricante reputado, capaz de fornecer um produto de qualidade aceitável pelo mesmo valor que dispenderiamos por um no qual depositariamos uma menor confiança.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin