sábado, novembro 02, 2013

Luvas de protecção - 3ª parte

Tal como acontece com as Mechanix, estes modelos sem marca estão disponíveis em diversas cores, incluindo padrões camuflados, com algumas variantes sem a ponta dos dedos, as quais continuam a ser utilizadas em situações onde uma maior sensibilidade ou precisão é exigida.

Temos que chamar a atenção para a flagrante diferença entre os tamanhos praticados na Europa e os números de luvas e outras peças de vestuário provenientes da Ásia, podendo, por exemplo, um M europeu corresponder a um XL asiático, pelo que aconselhamos a pedir informações exactas relativamente às dimensões, de modo a evitar situações complicadas.

Com valores muito distintos, todas estas luvas oferecem uma boa relação preço qualidade, adaptando-se a diversos fins, com os dois modelos mais dispendiosos a proteger as mãos de forma adequada, mas com a desvantagem de um volume e uma visibilidade que pode ser algo excessiva.

Podemos adiantar que, numa primeira compra, optamos pelo modelo menos dispendioso, o qual oferece características superiores às dos modelos vendidos entre nós, com a vantagem de ter um preço inferior à esmagadora maioria dos que encontramos nas nossas pesquisas locais.

sexta-feira, novembro 01, 2013

O "conto do vigário" dos nossos tempos - 18ª parte

Image Hosted by Google Exemplo de cartão de identidade inglês

É especialmente perigoso fornecer informação pessoal, para além da que normalmente está publicamente disponível na Internet, e mais ainda enviar dados pessoais, que facilitem uma usurpação de identidade, muito usado em burlas, ou fotos íntimas, que, posteriormente, podem ser utilizadas para efeitos de chantagem.

Caso este tipo de situação se verifique, o burlão já teve uma vitória, seja porque provavelmente irá recorrer às informações obtidas para novas burlas, que podem incluir familiares ou conhecidos da sua vítima, pedindo, por exemplo, empréstimos ou solicitando favores, ou, caso o esquema não resulte, optar pela chantagem, ameaçando divulgar fotos embaraçosas caso não sejam efectuados pagamentos.

Infelizmente, a cedência a chantagens não garante o fim das mesmas, sendo mais que expectável que estas prossigam, de forma mais ou menos contínua, até que, por impossibilidade de pagamento ou por tomar outra opção, a vítima abandone os pagamentos, o que pode ter consequências imprevisíveis, que, no limite, podem revelar-se devastadoras em termos pessoais e profissionais.

Mas mesmo que não seja utilizada para efeitos de chantagem, a informação obtida facilita grandemente a usurpação de identidade, que atinge uma gravidade extrema caso tenham sido fornecidas informações pessoais e atingindo o seu perigo máximo caso tenham sido facultados dados oficiais ou referências bancárias.

quinta-feira, outubro 31, 2013

Adeus autárquicas, até sempre obras... - 1ª parte


 
  
Após o que se pode considerar um início quase fulgurante, em vésperas das recentes eleições autárquicas, muitas das obras de requalificação ou de alteração nas ruas de Lisboa parecem quase esquecidas, sendo raro ver trabalhos em curso num cenário de quase abandono.

Dos testes realizados com uma câmara HD, com estabilização de imagem, instalada no Defender, retiramos uma breve sequência de uma das zonas em obras em pleno horário laboral, mas fora das horas de maior tráfego, onde se pode ver o caos instalado pela realização de obras agora quase suspensas.

As fortes chuvadas que atingira a capital nestes últimos dias, naturalmente, apenas agravaram a situação, mas é na falta de progresso que reside o problema, sendo que, caso os trabalhos tivessem prosseguido, mantendo-se o ritmo inicial, muitos destes trabalhos estariam terminados ou em fase de conclusão.

As polémicas obras que visam estabelecer uma "Zona 30", com limite máximo aconselhado de 30 km/hora no Bairro Social do Arco do Cego, onde se encontra um complexo escolar que abrange alunos desde o ensino pré escolar ao 12º ano, são exemplo do absurdo que é alterar o que nunca representou um problema de monta através de um conjunto de obras sem fim à vista.

quarta-feira, outubro 30, 2013

Luvas de protecção - 2ª parte

Image Hosted by Google Luvas tácticas sem marca

Este modelo pode ser adquirido por preços inferiores a uma dúzia de Euros, que consideramos corresponder a uma boa relação preço qualidade, mas outros produtos da mesma marca estão disponíveis por valores completamente distintos, seja inferiores, seja superiores, correspondendo a um conjunto de características muito distintas.

Por um valor ligeiramente inferior, existem alternativas feitas em micro-fibra, que secam com grande rapidez, completamente ajustáveis, com o interior revestido em tecido anti deslizante e o exterior almofadado ou revestido, que oferecem igualmente uma grande flexibilidade de uso.

Por um preço muito inferior, que ronda os quatro Euros, já se pode, no entanto, adquirir um par de luvas com o revestimento interior em material antiderrapante, permitindo uma fácil manipulação de ferramentas, e com um exterior resistente e de secagem rápida.

Tal como nos outros modelos, também estas luvas são polivalentes, ajustando-se no pulso através de um fecho em velcro, onde está bem visível um logotipo 5.11, algo que deve ser abusivo dado que usa o nome de um conhecido fabricante de equipamentos tácticos de alta qualidade.

terça-feira, outubro 29, 2013

Luvas de protecção - 1ª parte

Image Hosted by Google Luvas de protecção Mechanix

Com a proximidade do tempo frio, que tantas vezes obriga a uma maior protecção das mãos, tanto em termos físicos, como térmicos, procuramos nalguns fornecedores pares de luvas de protecção, polivalentes, e que possam ser adquiridas por um preço baixo, que varia entre os quatro e doze Euros.

Entre os vários modelos da Mechanix, um conhecido fabricante de luvas, a M-Pact oferece um conjunto de características interessantes, podendo ser utilizadas num vasto conjunto de actividades, desde o uso de ferramentas a diversos desportos, permitindo manter uma boa mobilidade das mãos e um elevado nível de protecção.

Estas luvas protegem adequada e integralmente as mãos, possuindo áreas almofadadas na zona das palmas, uma camada dupla de tecido na ponta dos dedos, protecção em borracha termo formada nas costas, bem como uma camada de Spandex na zona exterior dos dedos.

No interior do revestimento dos dedos polegares e indicadores, uma camada antideslizante facilita o uso de ferramentas, mesmo aquelas que exigem um maior esforço em termos de manipulação, e o ajuste a nível do punho é complementado por uma zona elástica e fecho de velcro, evitando deslizes indesejáveis.

segunda-feira, outubro 28, 2013

O "conto do vigário" dos nossos tempos - 17ª parte

Image Hosted by Google Imagem de uma video chamada

E se ouvir a voz é complicado, embora tal possa acontecer quando existe alguma compatibilidade entre o perfil e o próprio indivíduo, efectuar uma ligação vídeo será ainda mais difícil, muitas vezes levantando dificuldades insuperáveis, surgindo alguns truques quando a visualização em tempo real é uma exigência para, por exemplo, proceder a um pagamento.

O truque mais conhecido é o vídeo de curta duração em ciclo, normalmente com pouca qualidade, de modo a que não seja demasiado visível alguma diferença evidente entre a personagem das fotos previamente enviadas e a que aparece no écran, e onde se pode ver um indivíduo que alterna entre a escrita no teclado e o olhar vago para a câmara, numa sequência relativamente neutra e sucessivamente repetida.

Pode, inclusivé, verificar-se algum desfasamento, que pode tocar as raias da incompatibilidade, entre o vídeo e a voz, ou mesmo a completa ausência de som, substituido pelo simples teclar, dando origem a alguma artificialidade, que, mesmo atenuada por uma baixa qualidade, é detectável pelo observador mais atento.

A forma mais simples de verificar se o vídeo visualizado é uma acção em tempo real ou se não passa de uma gravação, é o de solicitar ao interlocutor que faça alguns gestos simples, como acenar, passar a mão pelo cabelo, mudar de posição de modo a ficar mais visível, e que permite aferir se a comunicação é genuina e acontece em tempo real, embora não se possa confirmar se o interveniente é quem, desde o início, procedeu aos contactos ou apenas um cúmplice.

domingo, outubro 27, 2013

Hoje, dia de aniversário, é o dia mais longo do ano

Image Hosted by Google A Princesinha no Outono

Muito provavelmente não será o meu presente de aniversário o prolongar deste dia 27 de Outubro em uma hora, sendo que, nesta data festiva, o tempo disponível não será dedicado à escrita do "blog", que retomará a abordagem dos seus temas mais habituais amanhã, mas a alguma forma de celebração.

E para os mais distraídos, não esquecer que hoje, pelas 02:00, começou a hora de Inverno, com os relógios a serem atrasados para as 01:00, de forma a que a hora legal se aproxime mais da hora solar, obtendo-se assim diversas vantagens funcionais e uma maior poupança de energia.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin