sábado, julho 12, 2014

O Discovery actualmente... - 1ª parte

Já mencionamos em textos anteriores as alterações que introduzimos no nosso Discovery a nível da suspensão e dos pneus pelo que este texto se destina, essencialmente, a apresentar o resultado destas modificações e compará-lo com a configuração inicial e que incluia pneus e suspensão de origem.

Este trabalho foi efectuado na Área 4X4, na zona do Seixal, ao Sul do Tejo, que para além de trabalhos na área da preparação e reparações de veículos, também comercializa peças e acessórios, tanto de exterior, como de interior, destinados a veículos da marca Land Rover.

A troca da suspensão, bem como todos os componentes relacionados e a troca dos pneus, que permanecem nas mesmas jantes, é um trabalho que ocupa inteiramente duas pessoas durante um dia de trabalho, sensivelmente o mesmo que demorou a efectuar uma operação equivalente no Defender Td5, que partilha muitos elementos com esta versão de Discovery.

Não são visíveis, naturalmente, nem os sinoblocos, nem as pastilhas de travões, que aproveitamos para trocar na mesma altura, mas da comparação com fotos anteriores é facilmente perceptível a diferença em termos de altura, com perto de 7 centímetros a resultar da troca de suspensão, a que acresce a do aumento da dimensão dos pneus, que passam, em termos nominais, de 734 para 806 mm de diametro.

sexta-feira, julho 11, 2014

"Offset" de uma jante

Têm-nos chegado por diversas vezes questões quanto ao significado do "offset" de uma jante, surgindo numerosas dúvidas não quanto ao significado, que todos entendem, mas quanto ao que realmente significa e como pode ser obtido, quando não indicado pelo fabricante.

Em primeiro lugar, é necessário saber qual a largura da jante, normalmente em polegadas e, seguidamente, determina-se o seu centro, correspondendo, obviamente a metade da largura, sendo o afastamento desta superfície imaginária à zona central, onde os parafusos apertam, que permite obter o "offset".

Se o meio da jante e o seu centro coincidirem, o "offset" é nulo, mas de houver desfasamento, o valor em mílimetros será aquele que define o "off set" da jante, sendo positivo se o centro ficar mais do lado exterior da jante, e negativo caso fique mais próximo do lado interior.

A título de exemplo, as jantes que usamos no Defender, têm 8 polegadas nominais, que convertemos, de forma aproximada para 200 milimetros, estando a zona central, medida do interior, a 75 mm, do que resulta um afastamento de 25 mm do meio da jante, no sentido do interior, pelo que o "offset" é 25 mm negativo.

quinta-feira, julho 10, 2014

Acidentes com bicicletas aumentaram 18% - 2ª parte

Se a questão dos pontos negras é de sí grave, o facto é que o seu aumento e diminuição nem sempre se traduz no perigo inerente ao local, mas a um conjunto de factores, que incluem a densidade do tráfego, razão pela qual é de prever que vias tão frequentadas como o IC 19 sejam aquelas em que estes se encontram com maior frequência, o problema dos acidentes com ciclistas resulta de alterações legislativas, sobre as quais nos debruçamos recentemente.

No entanto, os número agora disponibilizados implicam alguma reflexão, dado traduzirem uma realidade que se podia intuir, mas que agora são confirmados, sendo especialmente preocupantes pela quantidade de colisões e de atropelamentos, ou seja, quando existe interacção com outros utentes da via.

Naturalmente, os depistes, dos quais tipicamente resultam quedas, não deixam de ser relevantes, mas neste caso, o ciclista tende a ser o único envolvido, pelo que deste tipo de acidente, em princípio, não resultam as situações complexas que ocorrem quando são implicados terceiros, nomeadamente a da responsabilidade civil.

É aqui que a ausência de seguro obrigatório representa um maior problema, e o número de atropelamentos, se bem que na ordem de algumas dezenas, ganha especial importância, sendo óbvio que a colisão de uma bicicleta com um peão pode resultar em consequências graves, sobretudo quando se trate de alguém mais vulnerável, como uma criança ou um idoso.

quarta-feira, julho 09, 2014

Novo catálogo de promoções "Fastgalp"

Image Hosted by Google Um dos prémios em promoção, um "kit de campismo"

Mencionamos recentemente alguns cartões de desconto e promoções a estes inerentes, voltando hoje ao tema por ter sido disponibilizado um novo catálogo de promoções da "Fastgalp", onde podem ser encontrados alguns motivos de interesse sobretudo para quem vai de férias.

Entre estes, o conjunto para campismo, que inclui um lanterna, um fogareiro e três cartuchos de gás padronizados, de 190 gramas, está agora disponível por 4.000 pontos, menos 1.000 do que os habituais 5.000, podendo tornar apetecível este produto vocacionado para os adeptos do campismo.

De alguma forma relacionados, estão outros items igualmente em promoção, como sacos cama, mochilas, cadeiras ou bolsas refrigeradoras, todos a pensar neste período de férias, tal como alguns brinquedos, óculos de Sol, livros ou mesmo alimentos apropriados para esta época de maior calor.

Para quem disponha dos pontos suficientes no cartão, esta será uma altura para os utilizar, podendo assim obter alguns objectos úteis com a sensação de terem sido gratuitos, o que, confessamos, lhes confere sempre um sabor especial.

terça-feira, julho 08, 2014

Acidentes com bicicletas aumentaram 18% - 1ª parte

Infelizmente, era expectável que o número de acidentes envolvendo bicicletas aumentasse, tendo-se verificado, segundo os dados do Relatório Anual de Sinistralidade Rodovária de 2013, um aumento de sinistros na ordem dos 18.4%, mantendo-se em vinte o número de vítimas mortais resultantes destes.

Do relatório da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária consta um total de 1.762 acidentes que envolveram bicicletas, que incluem 1.420 colisões, 276 despistes e 66 atropelamentos de peões, resultando num total de 20 vítimas mortais, 89 feridos graves e 1.599 feridos ligeiros.

Estes são alguns dos números mais relevantes de um relatório que aponta para uma redução do número de vítimas mortais, que cai de 573 para 518, e para um total de acidentes com vítimas que atingiu os 30.339, num panorama geral de diminuição da sinistralidade rodoviária.

Neste panorama, é o aumento de acidentes com bicicletas, que se cifra actualmente em 4%, mas com tendência para aumentar, bem como o maior número de pontos negros registados, com a primazia a ir par ao IC 19, considerada a via mais perigosa de Portugal, bem como para os atropelamentos, que levantam maiores preocupações.

segunda-feira, julho 07, 2014

Gatochy, 6 anos de saudade...

A cada dia 07 de Julho recordamos Gatochy, que partiu neste mesmo dia, no ano de 2008, para o "Paraíso dos gatos que odeiam outros gatos", um local que supomos algo peculiar, cheio das particularidade e especificidades inerentes ao seu destinatário e à exclusividade que este sempre exigiu.

Esta pequena personificação do ciume e da intolerância, destinada a reinar no seu pequeno bairro como monarca totalitária, foi uma extraordinária companhia ao longo de 13 anos, demonstrando uma rara e sofisticada, se bem que também algo tortuosa, inteligência, que lhe permitiu sobreviver quase incólume aos mais perigosos inimigos, muitos deles com dimensões muito superiores.

Os pensamentos e reflexões de Gatochy encontram-se condensados nos seis volumes do seu Diário, que, em conjunto com algumas dezenas de fotos, a maioria analógica, ilustram bem a vida complexa de quem, sem sair do pequeno bairro onde vivia, se achava o centro do Universo.

Neste dia, mas no fundo em todos os outros dias do ano, Gatochy é recordada com saudades, como uma presença tão permanente quanto insubstituível, e como exemplo de uma coragem e combatividade que permite enfrentar quaisquer adversários ou dificuldades, sem nunca virar as costas, ou a cauda, à luta, independentemente das consequências ou do preço a pagar.

domingo, julho 06, 2014

Obrigatório limpar 50 metros em redor de habitações

Apesar dos sucessivos avisos, são inúmeras as habitações em risco durante os incêndios florestais, na maioria dos casos porque a área circundante é composta de floresta ou mato, permitindo uma fácil propagação das chamas até áreas edificadas, facto que, tantas vezes, condiciona o combate aos fogos por ser dada prioridade à protecção destas edificações.

Segundo o disposto no n.º 2 do artigo 15.º do Decreto-Lei n.º 17/2009, de 14 de Janeiro, em redor das edificações deve ser mantida uma zona de contenção, mantendo a matos ou floresta a uma distância nunca inferior aos 50 metros, podendo esta zona ser ocupada por vegetação que não facilite a propagação das chamas.

De forma análoga, uma faixa de 10 metros de cada lado das vias de acesso devem ficar limpas, no sentido de assegurar a transitabilidade em segurança e prevenir que projecções permitam propagar fogos para o outro lado da via, sendo, no entanto, possível que tal aconteça, dependendo das condições atmosféricas.

Dada a gravidade das situações resultantes da falta de limpeza dos espaços rurais, o sistema de coimas foi agilizado, permitindo responsabilizar os infractores com maior rapidez, ficando, infelizmente, excluido o Estado, cujos terrenos muitas vezes se encontram entre os menos cuidados, sem que os responsáveis sejam devidamente penalizados.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin