sábado, março 11, 2017

Autocolantes para veículos - 2ª parte

Para quem não pretender ter este trabalho, uma pesquisa nos "sites" de venda mais comuns permite encontrar prontos e a preços acessíveis os autocolantes mais comuns, com preços que começam no par de Euros, eventualmente mais portes, que tendem a ser baixos face ao escasso peso de uma simples folha, justificando-se sempre algum trabalho a nível de comparação, tal a disparidade dos valores praticados.

Mais complexos, os autocolante tridimensionais necessitam de equipamentos específicos que normalmente apenas se encontram nalgumas casas da especialidade, não havendo aqui grande margem para improvisações, pelo que a pesquisa do melhor preço e a inclusão de um molde para colocação, caso necessário, acaba por ser a base da decisão.

A colocação correcta do autocolante composto por diversas partes implica um molde, que deve ser colocado no local exacto, após medições rigorosas, sem o que o resultado pode ser francamente decepcionante, pelo, a menos que se tenha acesso a um molde, justifica-se pagar um valor mais elevado para que este acessório, que consideramos essencial, esteja incluído.

Também é de ter em conta que a colocação de alguns autocolantes, nomeadamente os que foram cortados em vinil, obriga a alguns cuidados, sobretudo na remoção do papel de protecção, tendo atenção se nenhum dos segmentos que fazem parte do conjunto fica preso neste e não no papel de suporte.

sexta-feira, março 10, 2017

Windows 10 "Creators update" previsto para 11 de Abril

Muitos utilizadores do Windows 10 já se terão apercebido de que o ritmo de actualizações, entre estas aquelas que eram disponibilizadas na segunda 3ª feira de cada mês, tem sofrido alterações, com os últimos "updates" relevantes a terem surgido no final de Janeiro, tendo, a partir daí, sido actualizados programas específicos, como o Windows Defender.

Este abrandamento, que para muitos é um alívio, prepara a chegada do "Creators update", anunciado em Outubro passado, e que está previsto para 11 de Abril, após ter sido testado por todos quantos instalam as versões de teste, o que permite ir corrigindo erros que dificilmente seriam aceites por utilizadores que recorrem a este sistema operativo em equipamentos essenciais para a sua produtividade.

Estão previstas diversas alterações desde o "interface", incluindo "touchpad" virtual, a novos esquemas de écran, incluindo para utilização noturna, passando pela inclusão de uma pasta de aplicações no menú iniciar ou um "Action center" redesenhado, destinados a proporcionar uma maior interactividade e uma experiência mais positiva aos utilizadores.

Para outros utilizadores, sobretudo os mais profissionais, será o maior controle sobre as actualizações do sistema operativo o que de mais importante pode trazer um "update", ou mesmo outras funções de sistema, que terão maior importância, mas será sobretudo a estabilidade desta nova versão que determinará a apreciação final de todos.

quinta-feira, março 09, 2017

Autocolantes para veículos - 1ª parte

Repor autocolantes em veículos é uma prática corrente, dado que a longevidade destes, mesmo sem acidentes, pode ser francamente inferior à longevidade do veículo onde está presente, sendo que, felizmente, a maioria das necessidades está coberta, mas nem sempre ao preço mais adequado.

As novas tecnologias permitem impressão a baixo custo, em múltiplas cores, bem como o corte preciso de uma superfície, tipicamente um autocolante em vinil, eliminando as áreas que não são necessárias, dando origem a desenhos tão complexos como, por exemplo, os "QR codes" que temos nos veículos.

O preço para este tipo de serviço, disponível em inúmeros estabelecimentos que se dedicam à impressão, sobretudo aqueles mais vocacionados para grandes formatos, onde as "plotters" estão presentes com maior frequência, tem vindo a baixar, sobretudo se o próprio cliente fornecer o desenho com a qualidade adequada e numa composição que rentabilize ao máximo a impressão, ocupando a maioria da área impressa.

Naturalmente, é necessário que os ficheiros tenham a qualidade e formatos adequados, preferencialmente num formato vectorial, sendo certo que ficheiros de pequenas dimensões e em formatos como JPG resultam num aspecto em escada nas linhas que não sejam verticais ou horizontais, sendo fácil de detectar este tipo de imperfeição numa observação mais atenta.

quarta-feira, março 08, 2017

Informação pessoal nas organizações - 4ª parte

Assim, e para a maior parte dos especialistas na matéria, a informação não pertence aos proprietários ou gestores dos meios quando esta não é respeitante a questões profissionais, oficiais ou funcionais, independentemente do respectivo formato, do local onde está alojada ou da forma como é transmitida.

Naturalmente que o oposto fará todo o sentido, ou seja, ao recorrer a meios privados para fins profissionais, estes deixam de ter cariz pessoal no respeitante aos conteúdos que versem assuntos institucionais, não sendo aceitável que a propriedade do meio sirva como desculpa para impedir o seu acesso, sobretudo tendo em conta que na situação inversa tal não é aplicável.

No limite, aceita-se que o reencaminhamento da mensagem para outro meio, saindo assim de um tido como privado, será aceitável, desde que mantendo a integridade da mesma e todos os registos necessários para a sua autenticação, mas nunca a sua sonegação com base na propriedade do dispositivo ou endereço, algo de que podem resultar consequências graves e a permissão tácita de esconder parte da actividade profissional sempre que tal seja conveniente para o próprio.

Idealmente, a razoabilidade e bom senso seriam suficientes para atingir um equilíbrio que garantisse os direitos de todos, sem perda de funcionalidade ou degradação da qualidade de serviço, mas o facto é que tal nem sempre acontece, pelo que este tipo de conflito típico dos tempos modernos, tem que ser encarado, recorrendo à legislação existente e a decisões prévias, nem sempre completamente coerentes.

terça-feira, março 07, 2017

Land Rover Owners de Abril de 2017 já nas bancas

Com alguma antecipação face ao calendário habitual, como forma de abrir espaço para o número de Primavera, já se encontra nos locais de venda habituais a edição de Abril de 2017 da Land Rover Owners International, com o destaque de capa a ir para um Defender 110 profundamente modificado e com um conjunto de sugestões para que os proprietários desta versão o possam modificar, no fundo seguindo o exemplo do exemplar apresentado.

Têm igualmente destaque os motores V8, menos habituais em Portugal devido à fiscalidade inerente à cilindrada presente neste tipo de motor, com um conjunto de artigos onde Range Rover e Defender com este tipo de motorização são descritos em pormenor, sendo particularmente detalhada a parte mecânica, enfatizando as diferenças relativamente aos modelos mais comuns, com um menor número de cilindros.

Um Ninety, antecessor do Defender, proveniente das Forças Armadas, o guia de compra dos P38, com sugestões para efectuar uma boa compra, ou o restauro de um Serie 1 e de um Forward Control, a par da descrição de algumas expedições, em Inglaterra e no estrangeiro, incluem algumas ideias interessantes e inspiradoras, podendo servir de base a diversos projectos.

Integram ainda este número o conjunto de artigos técnicos, diversos testes e a apresentação de novos produtos, complementados, como habitualmente, pela extensa publicidade temática, num conjunto equilibrado que permite a esta revista continuar a ser a favorita entre as publicações independentes sobre a Land Rover, não obstante a concorrência que se verifica neste segmento de publicações onde as alternativas são numerosas.

segunda-feira, março 06, 2017

Informação pessoal nas organizações - 3ª parte

Mesmo este tipo de acesso, deve ser sempre efectuado na presença do funcionário ou colaborador que se deve poder fazer acompanhar por um representante legal, eventualmente da comissão de trabalhadores ou um advogado, que garanta os seus direitos em termos de privacidade e possa agir caso estes não sejam devidamente respeitados.

As diversas abordagens têm convergido num mesmo sentido, com raras excepções que derivam, sobretudo, de violações de normas, da prestação de falsas declarações ou do descurar de deveres do qual decorra uma degradação do desempenho profissional com consequências para a instituição em que o colaborador ou funcionário se insere.

Diversas organizações aplicam um conjunto de normas, que podem incluir desde a existência de pastas ou repositórios para informação particular, passando pelo bloqueio de acesso a determinados "sites", como redes sociais até a proibições absolutas do uso de endereços instituicionais para fins pessoais, sendo que sem a existência e publicitação interna destas normas, dificilmente poderão impor algum tipo de verificação de conteúdos privados, mesmo que alojados nos seus servidores.

Tal tem também a ver com questões de segurança, no sentido de evitar o acesso a "sites" ou abertura de mensagens que possam estar infectados e, através de um computador individual, comprometer a segurança de todo um sistema informático, situação pela qual quem não cumprir as regras estabelecidas pode ser responsabilizado a vários níveis e, para além de incorrer num processo disciplinar, pode igualmente ser perseguido judicialmente.

domingo, março 05, 2017

Sacos estanques insufláveis

Pouco conhecidas entre nós, os sacos de transporte, similares a mochilas, insufláveis, com capacidades que vão desde os 10 aos 30 litros, são uma alternativa interessante a sistemas mais convencionais, tendo a vantagem de serem estanques e poderem ser armazenados muito facilmente quando vazios.

O modelo de 30 litros de capacidade, aquele que consideramos mais interessante, é construído em PVD 500D com 0.53 milímetros de espessura, tem perto de 72 centímetros de altura e 36.5 de diâmetro, sendo ajustado através de duas correias ajustáveis entre os 64 e os 115 centímetros.

Este tipo de saco tem um nível de protecção em relação à água IPX7, pelo que é especialmente adaptado a actividades ou desportos aquáticos, desde a natação ao "rafting", graças a costuras seladas com vinil, mas pode ser utilizado nas mais diversas situações, sendo certo de que, uma vez insuflado, o seu volume é superior ao de outras alternativas existentes no mercado, razão pela qual o seu uso está especialmente vocionado para actividades aquáticas.

O preço, incluindo portes, ronda os 25 Euros, sendo de prever a existência de uma bomba ou compressor para proceder ao enchimento do saco, que revela uma boa capacidade e, não obstante a sua concepção, é resistente a impactos, podendo, em caso de necessidade, ser facilmente consertado com o habitual material de remendos.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin