sábado, outubro 03, 2009

Estar sempre contactável pode ser fatal - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Uma kit de mãos livres num automóvel

Há muito que é óbvio que existe uma manifesta perda de privacidade resultante de um conjunto de meios e equipamentos que hoje são tão comuns que quase não sabemos passar sem eles, sendo esta perda muitas vezes tolerada em prol de uma maior segurança ou conforto, sem que os efeitos colaterais sejam devidamente apurados.

Para além das questões relacionadas com a privacidade, as quais são evidentes, o stress e a ansiedade resultantes da possibilidade de qualquer actividade, por muito privada que seja, poder ser subitamente interrompida tem consequências em termos do aproveitamento dos tempos livres e no próprio repouso, que pode não chegar a ser completo perante a permamente possibilidade de ser interrompido.

Acrescendo ao ritmo da vida moderna, que inclui inúmeros factores de pressão, os quais serão certamente agravados por longos meses de incerteza e de recessão económica, a impossibilidade de um repouso reparador cria situações críticas, cujo desfecho, mesmo sem ser trágico, pode comprometer a qualidade de vida e a estabilidade familiar, social e laboral.

Pequenos detalhes, tantas vezes ignorados, facilmente contribuem para esta espiral de descontentamento, frustração e insatisfação, agravados pela interacção quase contínua com quem se encontra em situação semelhante, resultando numa influência mutuamente negativa que agrava a situação individual e colectiva.

sexta-feira, outubro 02, 2009

Acessórios para tomada de isqueiro - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
O conjunto de acessórios para tomada de isqueiro

Como complemento destes acessórios, recomendamos que estejam disponíveis pelo menos uma extensão de cabo USB e um adaptador para mini-USB, usado para carregar um grande número de telemóveis e outros equipamentos electrónicos.

Todos estes equipamentos têm preços que vão desde alguns cêntimos para o adaptador USB-mini USB até perto de cinco euros, para transformadores ou para a tomada tripla, pelo que o conjunto pode ser adquirido por um valor módico, sendo de equacionar a inclusão de um inversor, que permita usar equipamentos de 220 volts a partir da instalação eléctrica de um veículo.

No conjunto também podem ser incluidos acessórios fornecidos com equipamentos electrónicos, muitas vezes redundantes, e que terão melhor utilidade num veículo que fora dele, como alguns cabos padrão ou mesmo alimentadores compatíveis com diversos equipamentos.

No total, escolhendo os mais essenciais, recorrendo a algumas ofertas que surgem em revistas da especialidade, como a lâmpada num cabo flexível, oferecida com uma revista e que substitui a aluz interior ou ajuda a ler um mapa, uma vintena de euros cobre as necessidades mais correntes, com uma flexibilidade que permite usar inúmeros equipamentos diferentes.

Desfibrilhadores em ambulâncias do INEM operadas por bombeiros


Image Hosted by ImageShack
Um desfibrilador automático externo

Está prevista a instalação de desfibriladores automáticos externos (DAE) em mais de duas centenas de ambulâncias do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM), embora ainda não esteja calendarizada esta iniciativa.

A existência de DAE nestas ambulâncias do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) operadas pelas corporações de bombeiros voluntários implicam a formação das tripulações, no total de várias centenas de elementos em Suporte Básico de Vida (SBV) como forma de os habilitar a usar estes equipamentos.

O elevado número de elementos a formar implica a existência de programas e recursos externos ao INEM, que não possui a capacidade de formação necessária, mas que procederá à acreditação das instituições que darão os cursos de operação dos DAE.

Actualmente, apenas as 90 ambulâncias do INEM instaladas nos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) de Lisboa, Porto, Coimbra e Algarve dispõem de DAE, mas este é um equipamento que se está a difundir, com pedidos de instalação em diversos espaços públicos e solicitação de formação de funcionários em numerosas empresas e entidades.

quinta-feira, outubro 01, 2009

Acessórios para tomada de isqueiro - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
O conjunto de acessórios para tomada de isqueiro

Ao longo de diversos textos temos vindo a apresentar diversos acessórios e equipamentos que se destinam a ser ligados a uma tomada de isqueiro padronizada, existente na maioria dos veículos automóveis com instalação de 12 volts.

Com excepção do transformador com conector de isqueiro, que permite usar uma tomada de corrente doméstica convencional para alimentar os equipamentos, estes acessórios têm lugar numa viatura, ocupando muito pouco espaço e satisfazendo um largo conjunto de necessidades.

Porque todos estes equipamentos podem funcionar em conjunto, decidimos publicar este texto que visa relembrar alguns destes acessórios e facilitar aos nossos leitores a possibilidade de imaginar algumas das combinações possíveis e quais as que se adaptam às respectivas necessidades.

Lembramos que, mesmo que fraca, todos estes equipamentos têm algum consumo eléctrico, pelo que se deve ter em atenção o seu efeito, sobretudo com o veículo desligado, mas também a nível de cablagens e da sua capacidade para alimentar aqueles que são de maior consumo, como, por exemplo, um rádio CB com a respectiva antena.

Helis do INEM adjudicados sem ratificação ministerial - 3ª parte


Image Hosted by ImageShack
Um helicóptero do INEM

Infelizmente este é um processo que se arrasta há demasiado tempo, fruto de promessas precipitadas, tal como o foi o encerramento de unidades de atendimento permanente cuja implementação de meios de socorro mais rápidos, como o caso destes novos helicópteros, não pode compensar.

Mesmo os pareceres técnicos, e obviamente o próprio senso comum, demonstram que esta solução, ou outra que se situe meramente no âmbito do socorro, não são adequadas nem abordam o problema da assistência médica das populações sob o mesmo angulo e na perspectiva de obter os mesmos resultados.

No entanto, independentemente de questões técnicas e mesmo de uma legalidade formal, de que se duvida, a falta de transparência do processo contribui de forma negativa para o prestígio da instituição e para a cada vez mais negativa imagem que existe do poder político, que aqui surge ultrapassado pelas decisões de alguém que, não obstante a sua posição hierárquica, continua a ser um funcionário do Estado.

Desde há milénios que é do conhecimento geral que a nível politico ou da gestão dos interesses públicos, não basta ser honesto, é preciso parecê-lo, e todo o processo de adjudicação deste serviço de helitransporte, pelos sucessivos incidentes que protagonizou, há muito devia ter sido anulado em prol de um novo concurso cujas regras fossem mantidas constantes desde o início e com o rigor técnico que reduzisse ao mínimo a possibilidade de contestação ou mesmo de suspeição.

quarta-feira, setembro 30, 2009

Limpar Portugal no Destak


Image Hosted by Imageshack
Uma das muitas lixeiras a céu aberto

Na edição impressa e "on-line" de 25 de Setembro do jornal gratuito Destak é noticiado a iniciativa "Limpar Portugal", que tem vindo a reunir adesões de voluntários que pretendem um país mais limpo.

Já foram identificadas 130 lixeiras ou zonas de acumulação de lixos e mais de 7.000 voluntários inscreveram-se no "site" da organização, oferecendo-se para colaborar na inciativa que terá lugar a 10 de Março de 2010.

Esta iniciativa, ao contrário do que aconteceu noutros países, não tem apoios estatais, mas conta com o apoio de autarquias e da Igreja a nível de divulgação e de entidades oficiais a nível das necessárias autorizações, como as que permitem circular em áreas protegidas.

Reiteramos o convite para quem tiver a possibilidade de participar, para que não deixe de o fazer, demonstrando assim que a sociedade civil portuguesa tem a capacidade e o espírito de inciativa que tantas, demasiadas vezes, faltam ao Estado.

Helis do INEM adjudicados sem ratificação ministerial - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Um helicóptero do INEM

Perante esta situação a Helibravo, que considera ter respeitado todas as regras e apresentou um valor inferior em 1.500.000 de euros, considera que o concurso "feito à medida da Inaer", uma empresa espanhola que pretende recorrer e pilotos e mecânicos daquela nacionalidade e usa a Helisul como fachada deve ser impugnado, preparando-se para recorrer à via judicial.

Surge ainda a duvida, lançada pela Helibravo de que o parecer solicitado pelo júri à empresa AJG, cujo responsável é colaborador da empresa vencedora, implica a ausência de imparcialidade e de tranaparência no processo e compromete o seu resultado.

Por considerar-se prejudicada, a Helibravo interpôs uma providência cautelar no sentido de evitar a adjudicação, suspendendo o processo até haver uma decisão judicial, facto que pode, no limite, ser contornado por mais uma das já habituais declarações de "relevante interesse público", figura que começa a ser usada como forma de ultrapassar os problemas que resultam de processos cada vez menos transparentes.

No entanto, dado que não houve ratificação do ministério da Saúde às alterações no concurso, seria incoerente esperar que interviesse agora recorrendo a uma figura que inevitavelmente levanta questões de falta de transparência, pelo que a providência cautelar terá todas as possibilidades de ter um efeito suspensivo no processo.

terça-feira, setembro 29, 2009

Estar sempre contactável pode ser fatal - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
Os telemóveis têm efeitos secundários

A obrigação de estar permamentemente contactável tem vindo a revelar-se um factor de stress e ansiedade capaz de levar a desiquilíbrios profundos e, no limite, ao suicídio.

Os dados revelados a partir do operador telefónico Orange, uma empresa do grupo da France Telecom, onde desde o início de 2008 se verificaram 23 suicídios e 13 tentativas entre funcionários que, independentemente do seu grau de responsabilidade e posição hierárquica são obrigados, contratualemente, a pemanecer contactáveis, obriga a uma reflexão sobre algumas imposições que podem parecer naturais e aceitáveis.

As novas formas de comunicação e os recursos tecnológicos existentes, que para além de permitirem manter um contacto permanente podem também localizar quem transporte um equipamento ligado a uma rede de comunicações, para além de porem em causa a privacidade, impedem muitas vezes o necessário afastamento das obrigações laborais, dificultando o descanso e a descontração necessárias ao equilíbrio de cada ser humano.

Sendo algo de positivo, capaz de contribuir para o progresso e para uma maior qualidade de vida, quando utilizadas da forma errada ou inadequada as novas tecnologias constituem um manifesto perigo, agravado pela falta de estudos e de expereiências que resultam da sua própria novidade.

Helis do INEM adjudicados sem ratificação ministerial - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
Um helicóptero do INEM

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) adjudicou à Helisul/Inaer o serviço de helitransporte de doentes, até finais de 2011, pelo valor de 14.000.000 de euros, não obstante o ministério da Saúde não ter ratificado as alterações efectuadas no concurso.

Num despacho de 15 de Maio, a ministra da Saúde, Ana Jorge, negou a ratificação das alterações aos documentos do Concurso Público 2009/00002, por estas modificarem de forma demasiado profunda o concurso, muito para além de simples ajustes.

O ministério da Saúde considerou "não estar perante a correcção de erros ou omissões, mas algo que consubstancia verdadeiras alterações das peças concursais", facto que deveria implicar a realização de um novo concurso com as alterações propostas introduzidas de início.

No entanto, não obstante a posição do Ministério de não ratificar as alterações, o júri do concurso tal como "totalmente irrelevante", independentemente da profundiade das modificações e procedeu à adjudicação do serviço à Helisul/Inaer.

segunda-feira, setembro 28, 2009

Equipamento portátil de teste de água - 2ª parte


Image Hosted by Imageshack
A escala do sistema de teste digital TDS-EZ

Uma função de "hold" permite manter as leituras realizadas, de modo a serem mais tarde recordadas ou registadas, facilitando assim manter um registo das fontes de água analizadas que possa ser útil a outros viajantes.

Está incluida uma tabela colorida que permite uma fácil análise dos resultados, sem que seja necessário a memorização por parte do utilizador dos valores a partir dos quais é necessária alguma precaução ou é desaconselhável beber a água sem uma purificação prévia.

Este modelo pesa apenas 56.7 gramas, ou 76.5 gramas empacotado, e mede 15.5 x 3.1 x 2.3cm, sendo alimentado por duas baterias de 1.5 volts, que permitem operar até 1.000horas.

O TDS-EZ custa perto de uma quinzena de euros, incluindo portes e destina-se a uma utilização por parte de não especialistas, que pretendam simplicidade e rapidez na operação de um equipamento de baixo custo.

Acidente mata três bombeiros de Esposende


Image Hosted by ImageShack
O veículo acidentado junto do viaduto

Do acidente de um veículo dos bombeiros de Esposende, ocorrido pelas 17:10 na A7, entre Felgueiras e Guimarães, resultou a morte de três dos ocupantes, transportados na parte traseira da viatura e o ferimento dos dois que seguiam na cabine.

As causas do acidente ainda são desconhecidas, havendo a possibilidade de se dever ao rebentamento de um pneu, tendo a viatura caido de um viaduto com perto de 30 metros, numa altura em que seguia em serviço, para combater um incêndio florestal,

Num dia de eleições, lamenta-se que os orgão de comunicação social tenham esquecido por completo esta tragédia, a qual apenas surge nas páginas na Internet de alguns jornais "on-line", algo que é um tratamento noticioso manifestamente inadequado face à gravidade da situação.

Sem detalhes adicionais, torna-se difícil determinar as causas, mas é de alertar para a falta de condições de segurança de diversos veículos, sobretudo no respeitante aos ocupantes que viajam desprotegidos em caixas abertas e lembrar que as condições de manutenção, fruto de dificuldades financeiras, comprometem ainda mais as condições das viaturas.

Apresentamos aos familiares e amigos das vítimas, à corporação de Esposende, aos bombeiros portugueses os nossos profundos pêsames pela perda destes três soldados da paz durante uma missão ao serviço dos seus semelhantes.

domingo, setembro 27, 2009

Um apelo ao voto


Image Hosted by ImageShack
O logo das Eleições Legislativas 2009

Tem sido tradição fazermos um apelo ao voto quando se aproxima um acto eleitoral, e no caso destas eleições legislativas, que ocorrem num período de recessão económica e manifesta conflitualidade social, não podemos deixar de insistir no sentido de mobilizar os eleitores.

Para além de um direito, muitas vezes o único que é concedido aos cidadãos num sistema que tende a rejeitar outras formas de participação na vida pública e restringe fortemente a influência dos cidadãos nas grandes decisões que vão sendo tomadas, votar é um dever cívico que não pode deixar de ser exercido por quem considera ser seu dever protestar contra aquilo com que não concorda.

Uma fraca afluência às urnas, para além de resultar numa defeciente expressão da real vontade popular, enfraquece quem vencer as eleições e facilita a continuação de um clima de agitação e contestação que pouco contribui para o progresso e para o necessário crescimento económico do nosso país.

Independentemente da opção de cada um, estas são umas eleições decisivas dado as diferenças de perspectiva das várias forças políticas e a possibilidade de após este acto eleitoral surgirem decisões, num sentido ou noutro, capazes de compromenter seriamente o futuro de Portugal.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin