sábado, abril 30, 2011

"Kits" de câmara para veículos - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
Uma écran TFT de entrada dupla

Já apresentamos alguns modelos de câmara de marcha atrás, dado que consideramos este equipamento extremamente útil em veículos com reduzida visibilidade para a rectaguarda, como nas versões comerciais dos Defender, optando desta vez por um modelo cujo écran tem entrada dupla para sinal de vídeo.

O écran TFT de 3.5", com imagem de formato 4x3 e resolução até aos 480 pixels, tem duas entradas de vídeo e uma alimentação eléctrica a 12 V, dispondo de uma base que pode ser fixa no tablier ou noutro local adequado.

Uma das vantagens de ter uma entrada dupla no écran é que este pode estar ligado a dois dispositivos, mudando automaticamente conforme tem sinal na entrada primária, ou caso esta não o forneça, recorrendo à entrada secundária.

Desta forma, quando a câmara montada na rectaguarda estiver ligada, se forneceder sinal para a entrada primária, algo que pode acontecer apenas com a marcha atrás engrenada caso, por exemplo, receba alimentação eléctrica a partir do mesmo circuito da luz de marcha atrás, transmite automaticamente imagens da rectaguarda do veículo.

sexta-feira, abril 29, 2011

Luz de cabeça com "leds"

Image Hosted by ImageShack
Luz de cabeça com "leds"

Os sistemas de iluminação para usar na cabeça, algo muito popular entre ciclistas, campistas ou quem se necessita de ter as mãos livres enquanto mantém uma luz apontada, como quem efectua reparações tem vindo a ver a sua popularidade a aumentar, com os sistemas de "led" a ganhar a primazia.

O sistema de iluminação é composto por um conjunto de 76 "leds" com duracção expectável de 100.000 horas, que podem operar em conjuntos de 27, 48 e 76, sendo que neste último caso podem piscar, sendo o conjunto suficientemente estanque para poder operar debaixo de chuva.

A lâmpada é presa na cabeça por um sistema de correias ajustável, tendo inclinação regulável, algo que se torna essencial quando, por exemplo, é usada por ciclistas, onde o angulo tem que ser diferente para ser eficaz.

O preço, incluindo portes a partir da Ásia, ronda a dezena de Euros, sem incluir as duas baterias AA necessárias para operar, sendo menos dispendiosa do que muitos dos modelos vendidos em Portugal e que tendem a ser menos potentes e flexíveis.

Páscoa mais sangrenta na estrada desde 2005 - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um acidente de viação em Portugal

As condições meteorológicas, adversas nalguns dias, devem ser tidas na devida conta, sendo manifesto que contribuem para um maior número de acidentes, sobretudo em termos de colisões e despistes, dado que muitos condutores não regulam a velocidade de acordo com as condições de circulação.

O facto de com menos acidentes subir em muito o número de vítimas tem que ser avaliado em conjunto com o número de veículos nas estradas, sendo esta uma variável necessária para uma correcta avaliação das causas.

Tipicamente, uma menor densidade de veículos permite velocidades mais elevadas, aumentando assim a gravidade dos acidentes, mesmo que o número total de sinistros diminua, reduzindo-se sobretudo em termos dos pequenos toques que tendem a ocorrer quando existe um maior número de utentes numa mesma via.

Apontado por muitos como factor importante, temos a questão do policiamento nas estradas, durante muitos anos da responsabilidade da Brigada de Trânsito da GNR, agora extinta do que resultou numa diminuição do patrulhamento e uma menor repressão de comportamentos dos risco adoptados por muitos condutores.

quinta-feira, abril 28, 2011

Compra conjunta - Nanocom Evolution

Image Hosted by ImageShack
Um Nanocom Evolution e cabo OBD-2

Está em processo uma compra conjunta de Nanocom Evolution a um preço muito favorável, que inclui um desconto de 20 a 22.5%, conforme o número de adesões, pelo que o valor final, incluindo portes, ficará entre os 240.00 e os 232.50 Euros.

Já nos debruçamos sobre as características deste equipamento, que podem ser consultadas no "site" do fabricante ou em textos que publicamos, sendo esta uma ferramenta essencial para quem possua um Land Rover com motor Td5, sobretudo os que possuem uma centralina NNN, bem como para os mais recentes 2.4 Puma.

Relativamente ao modelo anterior, o Nanocom Evolution pode ser usado como consola, fornecendo informação suplementar sobre o comportamento do motor, para além de manter as funcionalidades que o popularizaram entre os proprietários de Land Rover.

Aos interessados sugerimos que passem pelo Fórum da LandMania, consultem o tópico onde este assunto é debatido, e, caso estejam interessados, se inscrevam, sendo que o maior desconto é alcançado quando se atinja os 20 compradores, o que já está próximo.

Páscoa mais sangrenta na estrada desde 2005 - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um acidente de viação em Portugal

Durante a "Operação Páscoa", da responsabilidade da Guarda Nacional Republicana (GNR) e que visava garantir a segurança rodoviária nesta quadra Pascal, altura em que o tráfego aumenta substancialmente, contabilizaram-se 10 mortos, quando no ano passado apenas houve uma vítima mortal, sendo este o pior número desde 2005.

Também o número de feridos graves aumentou, para 33, enquanto o de feridos ligeiros, bem como o total de acidentes diminui, pelo que a gravidade dos mesmos, obviamente, aumentou, faltando ainda contabilizar os feridos graves que, eventualmente, percam a vida nos 30 dias após se verem envolvidos num acidente e se em consequência deste.

Mesmo reconhecendo que este fim de semana prolongado, com o feriado do 25 de Abril encostado, e antecedido de uma tolerância de ponto concedida aos funcionários públicos aumenta a extensão temporal, o número de vítimas aumentou de tal forma que exigem reflexão e adopção de medidas.

Naturalmente que cada acidente deve ser analizado por sí, sobretudo porque quando os números, independentemente da tragédia que envolvem, são pequenos, as coincidências acabam sempre por ter relevância, mas será também de observar a situação em termos de conjunto.

quarta-feira, abril 27, 2011

O Galileoscope na fotografia - 4ª parte

Outra opção, ainda mais simples, é uma simples meia ou manga preta, aberta em ambas as extremidades e que pode ser segura por elásticos sobre a extensão e sobre o Galileoscope, vedando assim a passagem da luz.

Igualmente importante, é a rigidez e portabilidade do sistema, já que a opção de fixar o Galileoscope no tripé e a câmara na extremidade do telescópio surge como pouco adequada a manipulações e mesmo a transportar o conjunto montado, podendo mesmo revelar-se arriscado.

Um processo prático e de baixo custo é adquirir uma calha de alumínio, um par de parafusos compatíveis com a roscagem das máquinas fotográficas, com perto de 20 mm de extensão, três roscas que caibam dentro da calha e algumas anilhas que ajudarão no ajuste da altura e constituirão uma melhor base para os equipamentos.

Também aconselhamos a aquisição de alguns discos de borracha, com base aderente, como os que são utilizados para colocar sob os móveis, de modo a evitar danificar o pavimento caso seja necessário arrastá-los, e que serão colados nas anilhas, após o que serão furados para que os parafusos passem.

Inquérito a mortes da catástrofe na Madeira foi arquivado - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Salvamento durante as enxurradas na Madeira

Sabe-se que nem sempre os locais disponíveis são os suficientes e que existe uma considerável pressão imobiliária, mas tal não pode servir de justificativo à autorização para edificar onde não existam condições de segurança, nem onde impliquem alterações que coloquem outros locais em risco.

De igual forma, as autorizações para construir em leitos de cheia ou perto das arribas, em locais onde as consequências de enxurradas ou deslisamentos de terras seriam sempre gravosoas, implicam uma responsabilidade que tem que ser assumida, dado que, não sendo possível prever quando e se um acidente poderia acontecer, o mesmo era uma possibilidade a ter em conta.

O que efectivamente sucedeu naquele dia 20 de Fevereiro de 2010, mais do que uma possibilidade, deve ser encarado como uma inevitabilidade, sendo apenas imprevisível o quando e a toda a sua extensão, mas não pode, de forma alguma, ser encarado como uma surpresa nem como um simples azar.

A incúria, o desleixo e mesmo a negligência criminosa continuam a ser particularmente tolerados pelo nosso sistema judicial, sendo o tratamento deste processo semelhante ao de tantos outros onde não existe intencionalidade, mas nos quais a responsabilidade objectiva e mesmo a culpa estão bem presentes.

terça-feira, abril 26, 2011

O Galileoscope na fotografia - 3ª parte

Image Hosted by ImageShack
Uma extensão no adaptador T2 com o tubo do Galileoscope

Dado que este adaptador custa perto de 40 Euros, o mesmo pode ser improvisado recorrendo a uma simples extensão cilíndrica, devidamente roscada, na qual serão feitos os furos onde serão introduzidos parafusos de fixação e ajuste.

Uma extensão simples com 52 mm de diametro, roscada de ambos os lados, e com uma extensão de 43 mm, sem incluir a rosca macho, custa perto de 8 Euros, incluindo portes, e é fácil de encontrar no EBay, bastando depois furá-la e roscá-la nos locais certos para obter uma peça equivalente a um modelo muito mais dispendioso.

Image Hosted by ImageShack
Uma adaptador para telescópio

Surgem aqui várias opções, que melhoram o sistema a vários níveis, aumentando a estabilidade e rigidez e eliminando a entrada de luz, o que distorce sempre a qualidade da imagem.

Para diminuir a entrada de luz, basta adicionar um simples disco de borracha negra, que pode ser seguro por um par de "o-rings" em torno do Galileoscope, mas também se pode recorrer a uma secção do mesmo material usado para, por exemplo, evitar a entrada de fluxos de ar sob uma porta e que parece ser composto por uma série de pequenos pelos.

Inquérito a mortes da catástrofe na Madeira foi arquivado - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
As enxurradas na Madeira

Foi arquivado o inquérito às 48 mortes resultantes do temporal ocorrida a 20 de Fevereiro de 2010 na ilha da Madeira, considerando o Ministério Público que estas, bem como toda a tragédia, resultaram de causas naturais.

Das chuvadas e das enxurradas e aluimentos e deslizamento de terras, resultaram um total de 48 mortos, a que acrescem 7 desaparecidos, e prejuizos materiais directos superiores ao milhão de Euros, dos quais decorrem muitos outros resultantes do impacto na economia local.

Se para o Governo regional o termo do processo permite às famílias resolver questões relacionadas com partilhas, dividendos e pensões, terminando assim uma fase penosa de espera, o facto de não haver responsabilização das entidades que supervisionam o ordenamento urbano é, no mínimo, controverso.

É indiscutível a existência de um conjunto de causas naturais, mas mais importante é analizar seja o cenário, incluindo as alterações introduzidas pela mão humana e devidamente autorizadas pelas entidades competentes para o efeito, bem como os avisos emitidos e o facto de estes terem sido ignorados.

segunda-feira, abril 25, 2011

Coletes de arrefecimento - 3ª parte

Image Hosted by ImageShack
Exemplo de um colete autónomo, com bolsas para material térmico

Uma simples extensão do sistema de "chaufage" ou um desvio para uma tomada exterior, devidamente dimensionada e com possibilidade de ser fechada quando não em uso, que será regulada pelo sistema comum do veículo e com uma válvula, pode servir de base para a circulação de ar pelo colete, sem implicar grandes despesas de adaptação.

Estes coletes, feitos pela Exotemp Canadá para o Ministério da Defesa britânico estão disponíveis na cor branca, em diversos tamanhos, sob referências do tipo 22C/0005577, 8, 9, para pequeno, médio e grande, e com preços que variam entre os 20 e os 25 Euros para unidades novas.

Para quem tenha que conduzir ou circular num veículo durante o Verão, sobretudo em zonas quentes ou em modelos abertos ou sem ar condicionado, esta pode ser uma opção a ter em conta, dado que permite aumentar o conforto, diminuir o cansaço e, consequentemente, contribuir para a segurança dos ocupantes e para o sucesso da missão.

domingo, abril 24, 2011

Coletes de arrefecimento - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um colete de arrefecimento americano, vendo-se a ligação

O modelo destinado às tripulações de voo da Força Aérea Inglesa (RAF) e às forças especiais da Marinha Real (SBS) é feito de nomex, um material incombustível, e está coberto de finas tubagens que podem ser ligadas a uma bomba.

No fundo, é um sistem semelhante ao anteriormente usado pelos fatos de voo pressurizados VKK-6, de origem soviética, que permitiam aos pilotos voos estratosféricos em aviões cuja pressurização e aquecimento do habitáculo era defeciente ou inexistente.

Os coletes são ligados a uma bomba de ar, que faz circular ar frio pelos tubos, ou a uma bomba de água, que fará circular água quente, uso típico em termos navais quando utilizado pelo SBS, pelo que têm uma interessante flexibilidade de uso.

Naturalmente, este conceito implica a ligação a um equipamento, pelo que carece de verdadeira autonomia, mas apresenta a vantagem de ser confortável, relativamente barato, e de facilmente adaptável a uso em veículo, bastando proceder a uma alteração na tubagem de aquecimento e arrefecimento.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin