sábado, junho 04, 2011

Maçarico portátil a gás butano - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Maçarico portátil a gás butano

Em textos anteriores mencionamos os isqueiros "Turboflame", que recorrem a gás butano para proporcionar chamas com temperaturas que rondam os 1200º, o que permite uma flexibilidade de uso muito para além de modelos mais convencionais.

Se bem que os "Turboflame" possuam capacidades interessantes e uma grande facilidade de transporte, as suas pequenas dimensões e capacidade do reservatório não permite um uso prolongado, pelo que será de equacionar uma alternativa que permita um uso mais contínuo, mesmo sacrificando alguma portabilidade.

Este pequeno maçarico tem um sistema de ignição electrónico, botão de regulação posterior, que taambém serve para o activar, válvulas para entrada de gás e um tubo de extensão, sendo de utilização simples, desde que respeitando as regras de segurança inerentes ao uso de um equipamento que emite chamas a alta temperatura.

As dimensões são de apenas 140 × 41 × 200 mm, o peso de 142 gramas e tem uma capacidade calórica de 960 kcal / 1.11 KW / 3809 BTU, com uma temperatura de chama de 1350º, ajustável, consumindo gás butano contido num reservatório.

sexta-feira, junho 03, 2011

Chrome OS vai ser usado apenas em PCs

Image Hosted by Imageshack
Um écran do Google Chrome

O Google revelou que o seu sistema operativo, o "Chrome OS", não vai ser integrado em tablets, ficando reservado para computadores, sobretudo portáteis compactos, mas sem excluir a possibilidade de uso noutras plataformas.

Nesta altura, estão quase a chegar ao mercado os primeiros portáteis da Samsung e Acer com "Chrome OS" instalado de fábrica, sendo a seu lançamento previsto para este mês de Junho, com o Google a desenvolver esforços para atrair mais fabricantes para este sistema operativo.

O objectivo do "Chrome OS" é o de manter o máximo de funcionalidades e compatibilidades dos sistemas operativos mais comuns, mas sendo mais compacto, do que resulta um melhor desempenho em equipamentos com menos capacidades, nomeadamente nos pequenos "netbooks", que tendem a ter menos memória e espaço em disco do que computadores mais convencioanis.

Dado que o "Chrome OS", tal como o Linux, são distribuidos sem custos, espera-se que os computadores que recorram a este sistema operativo sejam comercializados por preços inferiores aos dos seus equivalentes que incluem "software" pago, facto que, nos tempos que correm, pode ser decisivo.

Dia de caos em Lisboa - 3ª parte

Image Hosted by Imageshack
Inundação na região de Lisboa

Ao longo de perto de uma centena de quilómetros de estrada apercebemo-nos de quase uma dezena de acidentes, alguns dos quais com vítimas, em estado que desconhecemos, e cuja rapidez do socorro depende da fluidez do trânsito, sendo este um factor determinante para a sua eficácia e para as consequências para as vítimas.

Na verdade, nunca existe uma verdadeira contabilização dos prejuizos directos e menos ainda dos danos colaterais, sobretudo aqueles que envolvem situações pessoais e menos ainda como estes se reprecutem no médio e longo prazo ou aqueles que por sua vez arrastam os seus próprios efeitos secundários.

Sabendo-se que o que sucedeu na passada 2ª feira se poderá repetir, algo de previsível dado que estão agendadas novas greves no sector dos transportes, e que as alternativas não serão mais do que as existentes anteriormente, não é difícil concluir que serão muitos milhares a faltar aos empregos, resultando numa substancial perda de receitas não apenas na economia, mas também a nível de receitas fiscais.

quinta-feira, junho 02, 2011

Substituição da máquina fotográfica Sony DSC H3 - 3ª parte

Image Hosted by ImageShack
A Sony Cybershot DSC H3

A memória nativa é de 31 Mb, podendo ser adicionado um cartão de memória adicional do tipo "memory stick duo", algo que se revela essencial caso se pretenda gravar vídeo ou usar a resolução máxima que vai até aos 3264 x 2448 pixels.

Este tipo de memória tende a ser um pouco mais dispendiosa do que os mais comuns formatos SD ou micro-SD, mas um adaptador custa perto de euro e meio e permite usar cartões existentes ou comuns com outros equipamentos, obtendo-se assim soluções a um preço bastante módico.

Também é importante o facto de a objectiva ter uma roscagem que permite adicionar lentes, filtros, extensões ou outros acessórios, essenciais para obter boas fotos em circunstâncias ou a distâncias incompatíveis com a configuração de base, sendo exemplo a adaptação feita com uma Lumix Lx-3 a um Galileoscope.

Por uma quantia que consideramos módica, mesmo adicionando alguns euros para um cabo de dados, memória extra e adaptador, meia centena de Euros continua a ser um valor aceitável para uma solução deste tipo, concorrendo com modelos mais recentes bem mais dispendiosos.

Dia de caos em Lisboa - 2ª parte

Image Hosted by Imageshack
Lisboa, após uma chuvada

Dada a interdependência de muitos serviços e mesmo de funcionários individuais, este autêntico "efeito dominó" tem um impacto muito para além do que as estatísticas revelam, as quais minimizam as reais consequências de uma greve, tipicamente avaliadas pelo número de adesões e pelas faltas ao trabalho que, a existir, a ela podem ser imputadas.

Apesar disto, não surgem avaliações reais dos custos deste tipo de paralização, talvez para evitar a imposição de novas medidas vindas do exterior, ou a simples confissão da vulnerabilidade de um País onde aos astronómicos custos das vias de rodoviárias e ferroviárias não correspondem alternativas de mobilidade, sacrificando sobretudo os que menos opções possuem.

Mesmo para quem tem opção de se deslocar em viatura própria, e suportar os custos inerentes a esta opção, que vão desde os absurdamente elevados preços dos combustíveis ao estacionamento pago, passando por portagens, as despesas e demoras fazem equacionar a possibilidade de faltar, perante despesas que podem quase neutralizar os proveitos.

Acrescem ainda um conjunto de efeitos colaterais, resultantes da perda de mobilidade resultante do elevado tráfego, como as dificuldades acrescidas nas deslocações urgentes, nomeadamente nas missões de socorro, tanto mais críticas quanto o número de acidentes aumenta quando a combinação destas condições ocorre, implicando demoras e indisponibilidade de meios.

quarta-feira, junho 01, 2011

Substituição da máquina fotográfica Sony DSC H3 - 2ª parte

Na altura do lançamento, esta máquina foi considerada como excepcional por críticos independentes e, apesar de não ser um rival para os modelos mais recentes e dispendiosos, incorpora um conjunto de funções que a torna particularmente apelativa.

O "zoom" óptico 10X, complementado por um aumento digital até 20X, ou 51X na resolução mais baixa, a estabilização de imagem, a sensibilidade desde o ISO 100 até ao ISO 3200, e as diversas funções, bem como o modo manual, permitem uma boa flexibilidade, adequando-a ao pretendido.

O écran de 2.5" TFT com 115.000 pixels, com rectro-iluminação variável permite visualizar de forma eficaz as fotos, bem como aceder com facilidade aos menus de configuração e à operação da máquina, a qual acaba por ser bastante intuitiva.

A possibilidade de gravar vídeo, a conectividade, que pode ser directamente para um aparelho de televisão, caso se disponha do cabo adequado, o suporte incluindo no Windows 7 e a robustez de construção, que não implica um volume exagerado, foram outros factores que tivemos em conta na selecção desta câmara.

Dia de caos em Lisboa - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Lisboa, após uma chuvada

Esta 2ª feira Lisboa, tal como grande parte das maiores cidades portuguesas, viveu um dia de caos, durante a qual a confusão, os prejuizos e a queda de produtividade espelham a actual situação do País.

A combinação de uma greve ferroviária, que imobilizou a maioria dos combóios, o mau tempo que se abateu sobre grande parte do País, e uma manifesta desmotivação generalizada, que resulta num menor empenho, são apenas alguns dos factores que contribuiram para o que se passou neste dia.

A par com os problemas de tráfego, agravados pelos numerosos acidentes, típicos em dias de chuva e de maior intensidade de trânsito, os danos causados pelas chuvadas repetiram-se, com inundações a verificarem-se um pouco por toda a parte, mas sobretudo nas zonas periféricas da cidade, habitualmente atingidas por este tipo de fenómeno.

Muitas empresas e entidades oficiais assumiram como justificável a falta dos seus funcionários e colaboradores, mas o facto de muitos terem faltado resultou, em muitos casos, na impossibilidade de os restantes desempenharem as suas funções como seria expectável.

terça-feira, maio 31, 2011

Material Land Rover para venda

Devido a algumas das alterações realizadas ao longo do último ano na suspensão do Defender 90 Td5, que implicou duas trocas de molas e uma de amortecedores, estão à venda os seguintes conjuntos, cada um composto por 4 unidades:

Molas "Police Spec" com perto de 5.000 km 50 Euros
Molas originais Defender Td5 30 Euros
Amortecedores originais Defender Td5 30 Euros
"Rubber isolators" 40 Euros

Todo o material está em Lisboa e, devido ao peso elevado, desaconselha o envio dado que o acondicionamento e portes terão impacto significativo no valor de envio por correio ou transportadora.

Eventuais interessados podem ser usar o endereço de correio electrónicomailto:nmcabecadas@gmail.com, escrever um comentário no "blog" ou deixar um comentário no Forum da Landmania onde estas peças também estão anunciadas.

Substituição da máquina fotográfica Sony DSC H3- 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
A antiga HP Photosmart 318

Há muito que a HP Photosmart 318 que usamos, e que conta com uma dezena de anos de bons serviços, se revela inadequada, tornando impossível fotografar quando as condições se afastam das ideais, pelo que a sua substituição se tornou imperativa.

Para além de uma manifesta lentidão e reduzidas funcionalidades, a resolução máxima de 1792 x 1200 é manifestamente insuficiente, sobretudo quando se pretende fotografar detalhes ou quando as fotos se destinam a publicação, situação em que 2.31 megapixels (MP) fica demasiadamente abaixo dos limites mínimos exigidos.

Numa época de restrições económicas, a opção foi a de recorrer ao EBay, com a opção entre um equipamento usado ou um recondicionado em fábrica, mas sempre de qualidade e com características impossíveis de obter pelo mesmo preço num equipamento novo.

A escolha, que depende da disponibilidade dos produtos em leilão e do valor que atingem, recaiu numa Sony Cybershot DSC H3, um modelo com perto de 3 anos, mas com uma resolução que vai até aos 8 MP e possui lentes Carl Zeiss, conhecidas pela sua boa qualidade.

segunda-feira, maio 30, 2011

Land Rover Owners de Junho já nas bancas

Image Hosted by ImageShack
Capa da Land Rover Owners de Junho

Já se encontra disponível a edição de Junho de 2011 da Land Rover Owners, com o destaque a ir para o desempenho de um Defender 90 equipado com um motor V8 de 4.4 litros a debitar 320 cavalos de potência.

Entre os artigos a destacar encontra-se modificações nos pedais dos Td5, de modo a ficarem mais leves, a troca do IRD dos Freelander, excursões na vizinha Espanha, embora com partida a partir de Inglaterra, ou a preparação de veículos para competição.

A nossa preferência vai também para a apresentação de novos produtos, as fotos de Land Rovers antigos, bem como para alguns dos sorteios, o mais interessante dos quais inclui uma suspensão completa da Terrafirma e amortecedor de direcção.

Com um total de 252 páginas, as quais incluem um largo volume de publicidade, na sua maioria versando produtos relacionados com a marca, o preço de 7.10 Euros é perfeitamente aceitável, oferecendo uma relação preço/qualidade convidativa.

Veículos anteriores a 1992 deixam de poder circular na Baixa

Image Hosted by ImageShack
A zona a ser restringida a veículos antigos

A partir de 04 de Junho os veículos construidos antes de Julho de 1992, que não cumprem a norma anti-poluição EURO 1, deixam de poder circular na zona da Baixa de Lisboa, exceptuando-se os pertencentes a moradores e os que estiverem certificados como clássicos.

A certificação de veículos como clássicos, da responsabilidade do Automóvel Clube de Portugal (ACP), permite aos veículos aprovados serem dispensados de inspecção periódica obrigatória e a circulação nesta zona, brevemente restringida aos considerados apenas como antigos.

Existem ainda vantagens a nível de acordo com seguradoras, a uma certificação do valor, capaz de aumentar substancialmente o próprio valor comercial do veículo, abrindo ainda portas para a participação em diversas actividades.

O custo da certificação é de 50 Euros e pode ser solicitado junto do ACP-Clássicos, devendo ser consultado o calendário em que os veículos podem ser inspeccionados, constituindo uma opção a ter em conta, por exemplo, pelos proprietários dos Serie, que serão afectados pelas restrições anunciadas.

domingo, maio 29, 2011

Capacetes de protecção em ABS - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
O interior de um capacete de protecção

Existem diversas finalizações exteriores, em tons de negro, verde ou amarelo deserto, liso ou rugoso e sem brilho, sendo comum a inclusão de suportes onde podem ser adicionados sistemas de visão noturna ou de iluminação.

O interior é inteiramente almofadado, ajustável, de modo a que o tamanho seja universal, com correias de fixação apertadas por correias ajustáveis fixas lateralmente por parafusos e com sistema de abertura rápida.

O tamanho universal tem óbvias vantagens, sobretudo em termos organizativos e de custos, mas diminui o conforto e resulta num exterior sempre com a mesma dimensão, o que nem sempre resulta adequado, sobretudo quando o ideal seria um capacete francamente mais pequeno.

O preço varia entre a quinzena e a vintena de Euros, incluindo portes a partir da Ásia, um valor muito inferior ao de modelos de maior qualidade, como os Protec, que se justificam sobretudo para uma utilização mais prolongada.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin