sábado, setembro 10, 2011

Táxistas querem manter transporte de doentes não urgentes - 4ª parte

Image Hosted by ImageShack
Uma ambulância de transporte de doentes

Sendo polémico, porque os táxis também têm um papel social de relevo no Interior, o facto é que a aposta deverá ser no sentido de manter a sustentabilidade das corporações de bombeiros, mantendo um nível de serviços que permitam o necessário retorno, pelo que esta será a nossa opção em termos prioritários.

Tal não quer dizer que o transporte de doentes seja interdito aos táxis, mas que estes deverão ser usados de forma complementar, quando não exista transporte em ambulâncias dos bombeiros, ou quando as distâncias, número de passageiros ou tempo de percurso, ou outro factor relevante aponte nesse sentido.

Uma melhor cooperação e complementaridade, alicerçada num modelo de gestão adequado, que atribua a cada entidade ou indivíduo um papel de acordo com a sua vocação e competência, de forma a melhorar o serviço prestado, reduzindo os custos, será sempre o caminho a seguir, sendo que no caso do transporte de doentes, a primazia deve, efectivamente, ser atribuida aos bombeiros, como forma de viabilizar as associações e permitir-lhes obter receitas necessárias para a actividade de socorro na qual são insubstituíveis.

sexta-feira, setembro 09, 2011

Sistema de seguimento de pulso - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um sistema de seguimento de pulso

Para além de um botão de emergência, que envia um pedido de socorro, com coordenadas, para um número pré-estabelecido, pode ser enviado um SMS para o equipamento, que responderá com a informação obtida do GPS para o número configurado.

Apesar de suportar marcações rápidas, as dimensões deste modelo acabam por comprometer um pouco o seu uso como telemóvel, pelo que sugerimos outra alternativa para estas funções, reservando-lhe funções de emergência e de localização.

As dimensões aproximadas são de 64.5 x 45.5 x 17.5 mm, e a correia tem 202 mm de comprimento,
sendo alimentado por uma bateria recarregável de 3.7 V 500 MmAh, que permite um tempo de "stand by" de até 48 horas e até 2.5 horas de conversação.

O conjunto inclui o relógio, com a correia, um par de baterias recarregáveis, um cabo USB para alimentação e ligação a um computador e um CD com "software" e o manual de utilização, sendo uma alternativa a ter em conta para quem precise de uma localização de emergência.

Táxistas querem manter transporte de doentes não urgentes - 3ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um táxi em Portugal

Acresce o facto de o custo por hora a nível de motoristas, sobretudo nas corporações de bombeiros voluntários, ser favorável aos bombeiros, pelo que a competitividade dos táxis se perde, salvo quando este, pelo local onde está baseado, efectua percursos mais curtos, realizados em menos tempo.

Será sobretudo em termos de conforto, quando o número de doentes transportados seja elevado e obrigue a demoras, que o táxi poderá levar vantagem, sendo mais directo e demorando menos tempo, num serviço mais personalizado, de forma análoga ao que ocorre quando comparamos um veículo particular com um transporte colectivo.

Naturalmente, que esta situação depende sempre do número de doentes transportados, e do percurso, sendo intuível que, por exemplo, o táxi de uma aldeia pode prestar um melhor serviço a um residente do que uma ambulância que vem, por exemplo, da sede do concelho, podendo ainda custar menos caso seja um transporte individual.

No entanto, existe uma vertente diferente, nomeadamente o papel do transporte de doentes na sustentabilidade financeira das corporações de bombeiros e a importância destas em todo o sistema de socorro existente em Portugal, pelo que surgem novas questões a nível da protecção civil das populações que devem ser devidamente equacionadas e avaliadas.

quinta-feira, setembro 08, 2011

Sistema de seguimento de pulso - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um sistema de seguimento de pulso

Os sistema de seguimento, que são essencialmente compostos de um módulo de GSM, que assegura comunicações móveis, e um de GPS, que recebe e processa dados posicionais, já atingiram dimensões que permitem modelos de pulso.

Um sistema com estas características e a aparência de um vulgar relógio já pode ser adquirido por um valor que ronda os 60 Euros, incluindo portes a partir da Ásia, mas que pode incorrer em direitos alfandegários.

O GPS fornece informação sobre data e hora, longitude, latitude, velocidade e altitude, com uma precisão de perto de 5 metros, sendo complementado por um sistema de localização via GSM, menos preciso, mas funcional desde que haja sinal de rede.

O módulo de GSM / GPRS suporta as quatro frequências normalizadas, GSM 850 / 900 / 1800 / 1900 MHz, tornando-o utilizável em todo o Mundo, desde que esteja contratualizado um serviço de "roaming" ou usado um SIM de um operador local.

Táxistas querem manter transporte de doentes não urgentes - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um táxi em Portugal

Esta opção, de privar os taxistas de uma importante fonte de rendimento, algo ainda mais crítico no período de crise que atravessamos, poderá ter um efeito grave para muitos profissionais, sobretudo em locais do Interior, onde este serviço complementa as corridas ou serviços de aluguer.

Naturalmente que este é um complemento importante para muitos taxistas, que enfrentam uma redução no número de serviços e o aumento do preço dos combustíveis, mas a mesma situação ocorre com as corporações de bombeiros, algumas das quais já começaram a vender ambulâncias e, no futuro, podem dispensar pessoal.

Portanto, este é um problema que afecta todos quantos transportam doentes, com um impacto financeiro grave seja em taxistas, seja nos bombeiros, pelo que será necessário que o problema se centre na qualidade do serviço e no seu custo, e não nas consequências em quem os presta.

Em termos de custo, este depende em grande parte de questões de coordenação, sendo que uma ambulância que transporte apenas um doente pode ser pouco competitiva face a um táxi que igualmente transporte um passageiro, mas no caso de haver maior número de ocupantes, e sobretudo quando exceder os que podem ser transportados num único táxi, o pendor vai para a ambulância de transporte.

quarta-feira, setembro 07, 2011

Táxistas querem manter transporte de doentes não urgentes - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um táxi em Portugal

A Federação Nacional do Táxi (FNT) está contra a entrega do transporte dos doentes não urgentes aos bombeiros, acusando o Governo de poder levar à falência milhares de taxistas que serão privados deste tipo de serviço.

Entre os doentes muitas vezes transportados por táxis encontram-se aqueles que precisam de tratamentos programados, como os que necessitam de hemodiálise ou quimioterapia e dispensam transporte urgente ou acamado.

Segundo a FNT, o transporte por táxi sai mais barato e oferece uma melhor qualidade de serviço do que o prestado pelos bombeiros, sobretudo quando estes utilizam ambulâncias de transporte de maiores dimensões, que recolhem e distribuem doentes por diversos locais, resultando num tempo de transporte muito longo.

Também a nível de preço, os taxistas alegam ter preços mais favoráveis do que os bombeiros, podendo provar o facto com orçamentos, pelo que também a nível financeiro esta seria a opção mais favorável para o Estado.

Telemóveis tipo Land Rover por 60 Euros

Image Hosted by ImageShack
Um telemóvel Land Rover

Os telefones da Land Rover, construidos pela Sonim, são conhecidos pela resistência e por suportarem situações extremas, podendo ser usados nas mais diversas actividades.

Na altura do seu lançamento, estes Sonim atingiam preços proibitivos, na ordem das centenas de Euros, colocando-os fora do alcance da maioria dos adeptos da marca, mas nos dias de hoje é possível adquirir réplicas no EBay por valores que rondam os 60 Euros, incluindo portes a partir da Ásia, podendo, no entanto, incorrer em direitos alfandegários.

Não nos vamos alongar na descrição deste equipamento, disponível nas cores negro, laranja e verde e compatível com as frequências GSM de 850, 900, 1800 e 1900 MHz, o que o torna utilizável em todo o Mundo, bastanto para tal ter contratualizado um serviço de "roaming" ou um SIM válido localmente, por as caraterísticas estarem disponíveis junto dos vendedores dos equipamentos no EBay.

Não tendo todas as funcionalidades dos modelos mais recentes, pelo baixo preço actual e elevada resistência, mesmo que um pouco inferior aos originais da Sonim, este é um modelo que se adequa a usos exigentes, como os praticantes de todo o terreno ou os participantes em operações de socorro, que terão interesse num telemóvel que resista ao pó, água ou sujidade.

terça-feira, setembro 06, 2011

Google concentra esforços no Plus

Image Hosted by ImageShack
Um écran do Google Plus

O Google decidiu concentrar o seu esforço de desenvolvimente e o ênfase comercial no Plus, a rede social com que pretende enfrentar o Facebook, pelo que irá integrar ou descontinuar diversos serviços ou produtos.

Assim, produtos como o "Fast Flip", o "Google Pack", o "Image Labeler", entre um total de uma dezena vão desaparecer do "Google Desktop", sendo as suas funcionalidades integradas no Plus, que passará a ser o foco central dos produtos do Google.

Esta integração visa, para além de tudo, aumentar a visibilidade e o uso do Plus, que tem tido uma aceitação inferior ao esperado, não obstante um conjunto de funcionalidades interessantes e, em muitos aspectos, de ser mais prático de utilizar que o Facebook.

Com esta estratégia e a versão para empresa, o Google espera que o Plus cresça rapidamente, sendo de recordar aos nossos leitores que aconselhamos a adesão, mesmo que por uma questão de conhecer esta plataforma, podendo-nos ser solicitados convites, caso disso necessitem.

Agosto atípico evita incêndios - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um incêndio florestal em Portugal

Naturalmente, poderá surgir uma leitura política, sendo o mais habitual escutar governantes a vangloriar-se dos bons resultados, quando na verdade estes se devem a factores que ninguém controla e dificilmente prevê, algo que se deve encarar com cautela, sobretudo quando desmentidos pelas evidências.

Acabou por ser o Agosto atípico a mais do que compensar a redução de meios aéreos, mas a projecção do que sucedeu em Julho transposta para um Agosto com características mais de acordo com a média dos anos anteriores podia ter resultado num ano particularmente difícil.

Assim, longe de se poderem extrair conclusões, nem cair numa falsa sensação de sucesso e de segurança, será de avaliar a resposta do dispositivo de 2011 nos períodos mais difíceis do mês de Julho e tentar, com as devidas limitações, extrapolar para o mês seguinte, caso este seguisse os padrões de anos anteriores, estudando neste modelo quais as possíveis consequências de uma redução de meios.

A opção economicista adoptada, que não teve consequências graves devido a factores exógenos completamente imprevisíveis, não se pode considerar uma aposta ganha, mas tão somente uma temeridade que, por mera sorte, não resultou numa tragédia, sendo este caminho de evitar nos anos que se seguem, independentemente da saúde financeira do País.

segunda-feira, setembro 05, 2011

Mozilla vai ter Firefox para "tablets"

Image Hosted by ImageShack
O Firefox num "tablet"

A Mozilla vai lançar uma nova versão do Firefox optimizada para "tablets", sucedendo à versão para telemóveis, mas aproveitando o maior écran e algumas das funcionalidades destes equipamentos em franca expansão no mercado.

O novo Firefox foi desenvolvido com base na plataforma Android 3.0, a que se espera ter uma maior quota de mercado no futuro próximo e apresenta diversas melhorias, como uma barra de ferramentas posicionada no topo, que permite um acesso rápido aos favoritos e ao histórico.

Para além da "Awesomebar", regressam os separadores, do lado esquerdo, algo inexistente na actual versão móvel do Firefox, facilitando assim a navegação num écran que surge como amplo e desimpedido.

Com o aumento de popularidade dos "tablets" e a rápida subida de quota do Android, será de esperar que, para além do Firefox, surjam cada vez mais "browsers" e outras aplicações para esta plataforma que tem uma cada vez maior popularidade a nível de dispositivos móveis.

Agosto atípico evita incêndios - 1ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um incêndio florestal em Portugal

O mês de Agosto que agora terminou, com temperaturas comparativamente baixas, chuvas, por vezes intensas, e ausências das grandes massas de ar quente provenientes de Leste, foi dos mais tranquilos em termos de fogos florestais, com apenas 12.771 hectares de área ardida, muito inferior aos 99.580 de 2011.

Assim, até ao final de Agosto arderam 36.006 hectares, o que, comparado com igual período do ano passado, durante o qual arderam 125.225 hectares, resulta numa diminuição muito significativa segundo dados da Autoridade Florestal Nacional.

Também o número de ocorrências é muito inferior, com apenas 4.076 face a 8.949 registadas em 2011, ou seja, o caiu para menos de metade, sendo que a cada uma correspondeu, em média, uma área ardida muito menor.

A própria Liga dos Bombeiros Portugueses reconhece a importância da meteorologia na diminuição de área ardida, num ano em que o dispositivo teve menos meios, sobretudo a nível de meios aéreos, do que poderia ter resultado uma situação francamente complicada, de forma similar ao que se verificou nalguns dias do mês de Julho.

domingo, setembro 04, 2011

Rede de capot improvisada em Defender - 3ª parte

Image Hosted by ImageShack
Exemplo de ganchos de fixação para o interior do capot

O mesmo elástico, ou outro, podem também ser utilizados para prender as duas redes entre si, passando pelos ilhoses, mas em alternativa podem-se prender as redes usando fivelas de libertação rápida, o que implica modificações adicionais e diminui um pouco a extensão dos cabos.

Outra opção, um pouco mais dispendiosa e trabalhosa, mas com melhores resultados é adquirir um par de metros de faixa com 2 cm de largura e uma dezena de fechos de abertura rápida, no valor total de perto de uma meia dúzia de Euros.

Corta-se a faixa em extensões de 10 cm, passando pelo meio da presilha do fecho e cosem-se as extremidades no prolongamento de cada uma das faixas das duas redes, ao longo dos bordos que pretendemos unir.

Esta solução tem a vantagem de permitir separar as redes de forma muito mais rápida e apenas nos locais pretendidos, sem a necessidade de desapertar o elástico que as une em toda a sua extensão.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin