sábado, julho 07, 2012

Gatochy, mais um ano sobre a sua partida...

Image Hosted by Google Gatochy, comigo...

O dia 07 de Julho fica para sempre marcado pela partida de Gatochy, e passados anos a sua presença inspiradora permanece intacta, sempre viva e consubstanciada no seu Diário, onde sempre exprimiu as suas opiniões acerca de tudo e de todos. Não deixa de ser curioso comparar as personalidades de Gatochy, exclusivista, ciumenta, possessiva e de uma inteligência fora do comum, com o espírito de partilha da Princesinha, que vai chamar o seu amiguito para que coma do seu prato e adora a presença de outros gatos. A personalidade destes pequenos grandes amigos são sempre distintas, únicas, mas todas têm um atractivo especial, sendo comum a lealdade, o amor incondicional e o espírito de sacrifício quando a sua família se encontra em risco. Passados 4 anos, a saudade por esta pequena amiguita, companheira e confidente ao longo de mais de uma dúzia, permanece, sendo o dia 07 de Julho aquele em que mais se recorda a sua partida, pouco depois da meia noite e após uma luta contra uma doença que se sabia ser fatal.

sexta-feira, julho 06, 2012

Tapetes aderentes

Image Hosted by Google Um tapete aderente

Existem inúmeros modelos de tapetes aderentes, destinados a prender pequenos objectos no interior de veículos, os quais parece desafiarem algumas leis da física, ao manter presos, sem uso de colas, os items neles colocados. Com 145 x 80 mm, em cor negra, estes pequenos tapetes não magnéticos, resistentes a temperaturas elevadas, permitem segurar desde telemóveis a GPS, passando por canetas ou moedas, de forma segura e permitindo um acesso fácil. Estes tapetes aderem facilmente sobre superfícies planas, de preferência em vynil ou lacadas, são laváveis e reutilizáveis, contribuindo para uma maior segurança na condução, ao manter no seu lugar e ao alcance do condutor pequenos objectos para uso imediato. Os preços variam bastante, mesmo para modelos idênticos, sendo possível obter três destes tapetes por perto de cinco Euros, incluindo portes a partir de Inglaterra, o que garante uma entrega no espaço de poucos dias.

quinta-feira, julho 05, 2012

Câmara de rectaguarda no Defender - 4ª parte

Image Hosted by Google Uma câmara de rectaguarda sem fios

Em termos físicos, a câmara é colocada no local pretendido, concretamento a meio do veículo, num local onde o perigo de impactos seja diminuto, pelo que a superfície sobre a porta traseira surge como a mais adequada, bastando depois orientar a objectiva no angulo pretendido. Aconselhamos a escolher um angulo que permita ver na vertical, mesmo sabendo que tal implica ver menos em termos de afastamento, salvo em situações muito específicas em que a vigilância seja mais importante do que o controle das manobras de marcha atrás, o que implica algumas alterações de forma a que a câmara esteja sempre activa e a enviar sinal vídeo. Em termos físicos, a maior atenção terá que ir para a instalação eléctrica, sendo essencial ter em atenção os pontos de alimentação, de forma a que estes forneçam energia exactamente quando esta é necessária, cortartando-a quando o veículo está desligado. A nível de ligações vídeo, basta conectar os cabos, sem esquecer que este modelo de écran permite duas fontes e que, ligando a fonte primária, a secundária desconecta imediatamente, podendo-se ainda optar por um interruptor, de forma a que haja um maior controle relativamente à proveniencia do sinal vídeo.

quarta-feira, julho 04, 2012

Vulcanização em Lisboa - 2ª parte

Image Hosted by Google Um pneu a ser vulcanizado

Várias das casas que conheciamos já não existem, entre elas as que nos ficavam geograficamente mais próximas, com este tipo de estabelecimento a centrar-se na periferia, tipicamente em conjunto com largos espaços de venda de pneus usados, pelo que encontrar uma vulcanizadora ainda a funcionar em Lisboa surge como cada vez mais difícil. Apesar de esta solução se verificar impraticável no caso concreto, encontramos uma boa resposta, com capacidade técnica e simpatia, na Vulcanização Auto Alegria, que deve o nome à sua localização na Pr. da Alegria, 16-17, em Lisboa, a qual oferece ainda outros serviços, inclusivé deslocando-se ao domicílio do cliente. A gama de serviços disponíveis inclui a venda de pneus novos, usados e reconstruidos, equilibragem, jantes, baterias e acessórios, sendo que a reconstrução de pneus é o factor diferenciador e pelo qual contactamos a Auto Alegria. Não quisemos deixar de apresentar esta opção aos nossos leitores, sem nunca alertar para o facto de um pneu usado ou reconstruido nunca oferecer as mesmas garantias de um novo, pelo que esta é uma decisão delicada e que deve ser devidamente analisada de forma a não comprometer a segurança do veículo, dos ocupantes e dos restantes utentes da via.

Câmara de rectaguarda no Defender - 3ª parte

Image Hosted by Google Uma câmara de rectaguarda

Escolhemos uma câmara orientável, à prova de água, que obedece às normas IP67-IP68, para montagem no exterior, capaz de operar em baixa luminosidade, 0.2 Lux/F1.8 ou 0 Lux com o LED activo, e sendo compatível com sistemas PAL e NTSC. A resolução é de 628 x 586 pixels em modo PAL e 658 x 462 pixels quando em NTSC, enviando 420 linhas de imagem TV e sinal áudio, de forma a recriar o ambiente exterior ao veículo, com a imagem a ser enviada invertida, tal como surge no espelho retrovisor, de modo a facilitar a percepção do condutor. O écran pode operar com temperaturas entre os -20 e os 60 graus e ser armazenado entre os -30 e os 60 graus, com humidade até aos 95%, tendo um consumo de 300mA, e sendo alimentado pela corrente 12V DC do veículo, com tolerãncia de 10%. A instalação, tal como a do écran, é simples, bastando ligar o cabo de sinal vídeo ao conector primário do écran, de modo a que, quando a câmara esteja activa, seja a imagem desta a surgir, enquanto o cabo de alimentação é conectado ao sistema eléctrico do veículo, podendo-se usar, por exemplo, a alimentação da luz de marcha atrás.

Um agradecimento

Image Hosted by Google O Defender com o pneu substituido

O rebentamento do pneu dianteiro direito do Defender, numa longa descida do IC 19 que termina com uma curva para a direita poderia ter resultado em graves consequências, que, felizmente, se resumiram à perda do pneu rebentado. Com o preço dos pneus 33x12.5R15 a ultrapassar os 200 Euros, quando novos, e na eminência de os substituir pelos 265/75R16 que constam do livrete, para os quais faltam as jantes adequadas, a opção foi por uma solução temporária de baixo custo, nomeadamente um pneu em 2ª mão. Dado que encontrar um pneu nesta medida em 2ª mão, pelo menos em tempo útil foi impossível, tal como remendar o que rasgou, e porque o suplente, de menores dimensões, afecta em muito o comportamento do Defender, foi a solidariedade de amigos que permitiu resolver atempadamente este problema. Os agradecimentos vão para os Paulos, da PJVL 4X4, que ofereceu um pneu 33x12.5R15 de substituição, e da Midas, na Av. António José de Almeida, em Lisboa, que ofereceu a montagem e mudança da roda, sem os quais, para além dos custos inerentes, a solução demoraria mais alguns dias, limitando em muito o uso do Defender.

terça-feira, julho 03, 2012

Câmara de rectaguarda no Defender - 2ª parte

Image Hosted by Google Um écran de 4.3"

Tendo optado por um modelo com cabos, a variedade é imensa, tendo escolhido um modelo com écran de 4.3", um modelo intermédio, ligeiramente maior que o de 3.5" que corresponde à menor dimensão disponível, e que possui uma área visível de 72 x 53 mm. Com uma resolução de 480 x 272 pixels em formato 16:9, este écran recebe sinal de sistemas PAL ou NTSC e possui duas fontes de vídeo, de modo a que uma possa ser proveniente da câmara de rectaguarda e outra seja através de um leitor de DVD, um GPS ou outro equipamento compatível. O écran pode operar com temperaturas entre os -10 e os 50 graus e ser armazenado entre os -30 e os 70 graus, tendo um consumo de 3W, alimentado pela corrente 12V DC do veículo, e possuindo dimensões externas de 113mm x 70mm x 20 mm. A instalação é extremamente simples, bastando ligar o cabo de alimentação ao sistema eléctrico do veículo e os dois conectores de vídeo a duas fontes de imagem, após o que se cola o suporte, que possui uma fita gomada de duas faces para fixação, no local desejado e se orienta o écran conforme pretendido.

Vulcanização em Lisboa - 1ª parte

Image Hosted by Google Um pneu a ser vulcanizado

Dado o preço e dificuldade em encontram um substituto com rapidez, ainda efectuamos uma tentativa de recuperar o pneu do Defender que ficou gravemente danificado, algo que teria de ser feito numa vulcanizadora, dado que os danos eram impossíveis de reparar com um simples remendo. O processo de vulcanização é mais complexo, com a aplicação e costura de um remendo, mas sobretudo com o aquecimento e tratamento químico da borracha, de modo a que se obtenha uma ligação sólida e segura, capaz de suportar um uso regular em condições de segurança. É óbvio que, independentemente do cuidado na recuperação de um pneu, recorrendo ou não à vulcanização, tal como acontece com pneus reconstruidos, estes não atingem o nível de segurança dos pneus novos, pelo que o seu uso deve ser equacionado com cautela. Com as maiores exigências de segurança e as inspecções periódicas, muitas das tradicionais vulcanizadores encerraram, restando poucos estabelecimentos onde se possam recuperar pneus e ofereçam, como alternativa, pneumáticos usados.

segunda-feira, julho 02, 2012

Câmara de rectaguarda no Defender - 1ª parte

Image Hosted by Google Um écran de 4.3"

Quem conduz um Defender na sua versão comercial, sobretudo não tendo janelas nas laterais, estará ciente de que a visibilidade para a rectaguarda apresenta alguns angulos mortos, o que dificulta algumas manobras de marcha atrás e pode mesmo provocar acidentes. Entre o colocar sensores, que no Defender são difíceis de instalar, dado que implicam furar uma superfície, e teriam um angulo diminuto, porque a traseira é recta, o que impossibilida a colocação de sensores em angulos, e um sistema de camara, optamos por este último. Actualmente, é possível adquirir câmaras no EBay por quantias bastante módicas, com os écrans de 4.3" a ficarem abaixo dos 20 Euros, incluindo os portes, e as câmaras a rondarem a dezena de Euros, pelo que, em termos de equipamentos, o orçamento ficará por menos de 30 Euros, sempre considerando modelos com fios. Existe a altenativa de modelos sem fios, que funcionam por radiofrequência, mas cujo custo e possibilidade de interferências electromagnéticas pode comprometer a fiabilidade, apresentando, obviamente, a vantagem de uma maior facilidade de instalação.

Android em Windows ou Mac - 2ª parte

Image Hosted by Google Aplicação "Android" em ambiente Windows

Após instalada a aplicação, temos acesso a um ambiente que recria o do "Android", na qual se encontram os programas que se pretende correr,e que podem ser executados de forma transparente, com um simples "click" do rato, apresentando as suas funcionalidades nativas, desde que independentes do "hardware" ou especificidades do sistema. Naturalmente que tudo o que dependa de características específicas, como a existência de GPS, o sistema de rotação ou "zoom" da imagem, ou outras inexistentes nos computadores pessoais, deixam de funcionar, mas no restante, o ambiente está bem recriado e funciona de forma rápida e prática. Basicamente, teremos uma zona ou ambiente "Android" no "desktop" do Windows ou Mac, onde residem as aplicações destinadas a esta plataforma, e que, quando activadas, parece correrem no seu ambiente natural, o que implica também algumas limitações, não tirando o devido partido do desempenho de um computador pessoal. Dado que portar aplicações desenvolvidas para computadores pessoais, que possuem outro tipo de recursos em termos de memória, espaço em disco, placas gráficas, entre outros, para os pequenos dispositivos móveis com "Android" é tecnicamente inviável, a solução da Bluestacks surge como a mais prática e interessante para quem pretenda compatibilizar aplicações.

domingo, julho 01, 2012

Android em Windows ou Mac - 1ª parte

Image Hosted by Google Aplicação "Android" em ambiente Windows

Com milhares de aplicações gratuitas a serem desenvolvidas para "Android", as quais são cada vez mais comuns em "smartphones" e "tablets", a portabilidade destas para computadores pessoais torna-se interessante e pode aumentar a produtividade dos utilizadores. A Bluestacks, uma empresa especializada no desenvolvimento de aplicações, apresentou um emulador que permite correr aplicações desenvolvidas para a plataforma "Android" em Mac, depois de ter disponibilizado uma com as mesmas funcionalidades para Windows. Esta aplicação recebeu prémios e elogios, para além de críticas muito favoráveis, oferecendo um sem número de vantagens aos seus utilizadores e ultrapassando as expectativas da maioria, sobretudo aqueles que dependem em muito de dispositivos "Android". Estando ainda em fase "Beta", portanto numa versão ainda em desenvolvimento, é de esperar que surjam alguns problemas, sendo estes mais comuns quando o programa corre sobre Windows de 64 bits, aconselhando-se a dar "feedback" para que o erro seja corrigido numa versão futura.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin