sábado, julho 03, 2010

IV Jornadas de Famalicão da Serra - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Bombeiro no combate a um incêndio florestal

Realiza-se no dia 10 de Julho de 2010 as IV Jornadas de Famalicão da Serra, que assinalam a trágica morte de um conjunto de cinco bombeiros ocorridos naquela localidade a 09 de Julho de 2006, tendo sido agora disponibilizado o respectivo programa.

Para além da homenagem aos bombeiros que aí perderam a vida, pretende-se reflectir sobre o sucedido, sensibilizar e alertar para os perigos de um conjunto de situações e explicar o fenómeno habitualmente designado por "efeito de chaminé", responsável pelo acidente que ocorreu em 2006.

Estas jornadas são organizadas conjuntamente pela Associação Amigos Bombeirosdistritoguarda.com (AABDG), pelo Projecto Sérgio Rocha e pelo Centro de Estudos de Incêndios Florestais (CEIF), contando com o apoio de diversas entidades ligadas à Protecção Civil, decorrendo na Casa
da Cultura de Famalicão, no concelho da Guarda.

Os oradores são Carlos G. Rossa, PhD Engenharia Mecânica, David A. Davim, Lic. Engenharia Florestal e Ricardo F. Oliveira, Lic. Geografia, todos do CEIF / Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI) - Universidade de Coimbra.

sexta-feira, julho 02, 2010

Windows Phone 7 chega em Outubro

Image Hosted by Imageshack
Um écran do Windows Phone 7

Está previsto para o próximo mês de Outubro a chegada da próxima versão do sistema operativo móvel da Microsoft, o Windows Phone 7, sendo assim lançado no mercado dois meses antes do previsto.

Perante a concorrência cada vez mais forte de sistemas alternativos, como o "Android" do Google, ou o "IOS" da Apple, a Microsoft optou por disponibilizar o Windows Mobile 7 antes do previsto, tentando evitar a perda de quota de mercado, algo cada vez mais difícil face à gratuicidade de alguns concorrentes.

Tal como acontece com outras soluções ou plataformas da Microsoft, também o Windows Phone 7 terá um "interface" novo que inclui um conjunto de funcionalidades viradas sobretudo para os utilizadores das redes sociais.

Sob a pressão da concorrência, é manifesto que a Microsoft tem vindo a antecipar e melhorar diversos produtos, mas a luta contra sistemas operativos gratuitos, como o "Android", que integram um conjunto de serviços do Google, afigura-se difícil, sobretudo a nível das plataformas móveis, onde a portabilidade e a independência entre o dispositivo e os dados favorece outras soluções.

Cabos de afastamento de ramos - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Cabos para afastar ramos num Discovery

A utilização de cabos para afastar ramos é uma opção popular entre os praticantes de todo o terreno, sendo aconselhável quando se efectuem percursos em zonas densamente arborizadas, de modo a evitar que ramos danifiquem o parabrisas ou o limpa parabrisas.

A opção mais simples é a de escolher dois pontos de fixação de cada lado do veículo, uma no seu extremo, que pode ser num mata-vacas ou "bull-bar" ou um olhal sobre o para-lamas, e outro no angulo do tejadilho, que pode igualmente ser um olhar, mas também um "roof rack" ou uma barra com faróis.

Seguidamente, usa-se cabo de aço, preferencialmente inoxidável, com um gancho em cada extremidade, um dos quais pode incluir um sistema de tensor, que permita esticar o cabo, evitando que este se solte, podendo estas peças ser adquiridas numa loja de ferragens ou de bricolage.

Como alternativa, com a vantagem adicional de incluir um sistema de remoção rápido, existem os modelos da Bush Cables, uma pequena empresa inglesa dedicada especificamente à concepção e produção deste tipo de cabos.

quinta-feira, julho 01, 2010

Sprays personalizados na Tintauto - 2ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um suporte de "jerry can" depois de pintado

A posição da peça é extremamente importante, dado que existem algumas inclinações que favorecem o escorrimento da tinta, aconselhando-se a que as áreas maiores ou onde se preveja menor aderência fiquem perto da horizontal.

Entre três e quatro camadas, com intervalos de perto de dez minutos entre elas, devem assegurar uma boa e sólida cobertura, podendo-se corrigir irregularidades com um pouco de polimento, após o que se repete o processo com o verniz.

O preço por um "spray", anda pela quinzena de euros, sendo necessário adicionar outro com verniz no caso de pinturas metalizadas, demorando perto de um quarto de hora a ser entregue a cor pretendida.

Começa a "Fase Charlie" - 2ª parte

Image Hosted by Imageshack
Bombeiros a caminho de um incêndio florestal

A inversão verificada em 2009 confirma que esta não é, nem nunca será uma batalha ganha, vem acabar com algum triunfalismo governamental, incapaz de se aperceber de que, estruturalmente, a floresta portuguesa e o ordenamento do território não mudaram, pelo que se continua numa táctica limitada de controle de danos e não perante uma estratégia de desenvolvimento do mundo rural.

Na verdade, nesta vertente, tem-se verificado uma regressão, fruto de opções políticas erradas que têm contribuido para desertificar o Interior e para enviar a lamentável mensagem de que as populações, privadas de serviços de saúde, de tribunais ou de escolas nas suas localidades, estão cada vez mais abandonados e dependentes de deslocações aos grandes centros urbanos, algo que pode ser tão insustentável como inadequado.

Se a esta opção de encerramentos adicionarmos as restrições financeiras, do que resultou, por exemplo, o adiamento do início da "Fase Bravo" ou insignificante pagamento aos voluntários, bem como o diminuto número de acções de prevenção e de limpeza das matas, a perspectiva é a de, mais uma vez, ser essencialmente a meteorologia a determinar o exito desta campanha, servindo como justificativo do que corra menos bem.

quarta-feira, junho 30, 2010

"Pen" USB de 64 Gb da Kingston - 2ª parte

Image Hosted by Imageshack
O conjunto da família DataTraveler da Kingston

A compatibilidade com estes sistemas operativos tem duas vertentes, sendo uma delas física, algo normal para um dispositivo que obedece à norma USB 2.0, e outra lógica, permitindo que o "software" deste dispositivo de armazenamento seja utilizado, protegendo assim os dados contidos na "pen".

As dimensões são de 70.39 x 12.52 x 22.78 mm, podendo operar com temperaturas entre os 0°C e os 60°C e ser armazenado com temperaturas entre os -20°C e os 85°C, possui 5 anos de garantia e assistência permanente do fabricante.

O preço de uma unidade varia muito no EBay, pelo que será de aguardar uma boa oportunidade, mas pode ficar abaixo da centena de euros, incluindo portes para Portugal, valor que coloca esta "pen" acima dos limites alfandegários, podendo obrigar ao pagamento de taxas, mas constitui uma boa alternativa a outros modelos que se comercializam entre nós por valores francamente superiores.

Começa a "Fase Charlie" - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal em Portugal

Começa no início deste mês de Julho a "Fase Charlie" de combate aos fogos florestais, altura em que o dispositivo previsto para o presente ano se encontra na sua máxima força e são impostas um maior número de restrições a actividades ou acções que impliquem risco de incêndio.

Neste ano em que o início desta Fase é obscurecida nas notícias pelo Campeonato do Mundo de Futebol, não deixa de ser importante chamar a atenção para comportamentos ou atitudes de risco, que propiciem o início ou propagação de fogos e para a necessidade os orgãos de comunicação social continuarem a alertar as populações.

Independentemente da importância que se pretenda dar aos eventos deportivos, o facto é que a partir de hoje milhares de homens e mulheres vão estar disponíveis para enfrentar as chamas, numa missão que envolve sempre risco, e que merecem uma atenção especial nos noticiários, única forma de manter em aberto esta problemática.

Depois de anos de evolução positiva, onde uma combinação de factores que vão desde a meteorologia, passando por uma maior eficácia na coodenação e combate, e passando pela diminuição da vulnerabilidade da floresta, derivada das inúmeras áreas de contenção resultantes de fogos de anos anteriores, em 2009 assistimos ao inverter desta tendência, com uma área ardida superior à de 2008.

terça-feira, junho 29, 2010

"Pen" USB de 64 Gb da Kingston - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Uma "pen" USB de 64 Gb da Kingston

O volume de informação à disposição de cada utilizador dos modernos meios informáticos tem vindo a aumentar exponencialmente, facto que se reprecute na necessidade de proceder ao respectivo transporte, muitas vezes feito em "pens" USB, dada a sua facilidade de uso.

O modelo DataTraveler 200 de 64 Gb da Kingston, com ligação USB e um revestimento exterior deslizante que protege o conector, feito em plástico resistente de cor amarelo e negro, de forma a ser bem visível, é exemplo do que hoje está disponível.

Uma característica interessante desta unidade é poder ser protegida através do "software" "Password Traveler", criando uma área segura designada por "Privacy Zone", a qual só pode ser acedido por quem conheça a palavra passe de acesso.

Estas unidades permitem uma leitura sequencial de até 200 Mb/s e escrita de 100 Mb/s, independentemente da capacidade, que pode ser de 32, 64 ou 128 Gb, sendo compatível com os sistemas operativos Windows XP com "service packs" 2 ou 3, Vista com "service pack" 1 ou 2 e 7, com o Mac OS X v.10.5.x ou superior e com o Linux 2.6x ou superior.

Emergência do INEM em risco no mês de Julho - 2ª parte

Image Hosted by Imageshack
Uma psicóloga do INEM

Igualmente em causa está a permanência dos sete psicólogos actualmente ao serviço do INEM e que dão apoio a potenciais suicidas e a vítimas de acidentes e seus familiares, apesar de a instituição continuar a assegurar a sua continuidade ao serviço.

O processo de contratação de enfermeiros, seja no INEM, seja noutras entidades públicas tem-se, efectivamente, arrastado, sendo este profissionais descriminados negativamente, numa situação que, apesar dos inúmeros protestos, se tem vindo a prolongar de forma injustificada, mesmo à face da actual crise económica.

Mesmo do ponto de vista financeiro, tendo em conta o aumento do número de horas extraordinárias, tendência que será mantida na proporção do aumento de serviços e da sua extensão, que depende em larga medida da diminuição de serviços de atendimento, fruto dos sucessivos encerramentos, esta situação parece insustentável e uma opção errada no médio e longo prazo.

Acresce, obviamente, uma menor motivação por parte de quem participa nestas missões, uma maior dificuldade de planeamento, resultante do número insuficiente de efectivos e da necessidade de conceber escalas de serviços com recurso a horas extraordinárias e turnos mais longos do que o que seria desejável, e todo um conjunto de factores que reduzem a eficiência e aumentam os custos de planeamento.

segunda-feira, junho 28, 2010

Sprays personalizados na Tintauto - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Os sprays fornecidos pela Tintauto

O retoque de pinturas de automóveis, com cores específicas, pode envolver alguma complexidade, se a cor for menos habitual e não existir nos catálogos dos fabricantes de "sprays", obrigando assim a alguma afinação ou personalização.

Quando procuramos um spray da cor "Oslo Blue" para pintar uma peça que pretendemos instalar no Defender, deparamo-nos com algumas dificuldades quando visitamos as lojas habituais, pelo que recorremos à Tintauto, dada a sua capacidade de produzir em "spray" qualquer cor a partir do código de fabricante.

Já tinhamos encontrado várias casas onde se afinam tintas, seja de acordo com uma peça existente, seja conforme uma referência, mas esta é a primeira onde a mesma é fornecida em "spray", o que facilita em muito a sua aplicação e evita o recurso a equipamentos mais especializados ou a contratar o serviço de terceiros.

A forma de aplicação destes "sprays" é idêntica à de quaisquer outros, devendo-se agitá-los durante perto de um minuto, verificar se a tinta sai de forma regular, apontando sobre uma superfície de teste, e depois usar diversas camadas finas, de modo a evitar que a tinta escorra.

Emergência do INEM em risco no mês de Julho - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um helicóptero do INEM

Os enfermeiros que tripulam as ambulâncias de Suporte Imediato de Vida (SIV) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) ameaçam parar a partir do próximo mês de Julho, pondo em causa o socorro das populações, sobretudo as residentes em áreas mais remotas.

Apesar de novas promessas do Ministério da Saúde de abrir o concurso que permita aos 52 enfermeiros integrarem os quadros do INEM, estes recusam efectuar horas extraordinárias, essenciais para que o dispositivo actual funcione.

Actualmente, o INEM tem ao serviço um total de 103 enfermeiros, num quadro de 300, os quais prestaram em 2009 um total de 70.000 horas de trabalho extraordinário, no valor de 1.000.000 de euros, sendo que no presente ano este número já foi ultrapassado.

É de relembrar que já por diversas vezes o ministério da Saúde assegurou que iria abrir concursos que permitam aos enfermeiros uma carreira estável, sem os problemas inerentes a comissões de serviço temporárias e a eventuais dificuldades no regresso ao seu local de origem.

domingo, junho 27, 2010

Revogada a lei dos "chips" - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um identificador da Via Verde

Foi revogado em votação parlamentar, com o voto favorável de toda a oposição, a lei que institui o "Dispositivo Electrónico de Matrícula" (DEM), vulgarmente conhecido por "chip" de matrículas, uma peça essencial na cobrança de portagens nas vias sem custos para o utilizador (SCUT), mas que corresponde a uma séria violação de privacidade.

Esta revogação, que seria inevitável quando o actual Governo perdesse a sustentação de uma maioria parlamentar, vem lançar diversas questões, nomeadamente a inexistência de um plano alternativo em caso de revogação da lei que impõe o uso do DEM, de modo a que a cobrança de portagens nas SCUT pudesse ser implementada.

Recentemente pronunciamo-nos sobre esta questão, separando a vertente do pagamento, dado que consideramos correcta, dentro de limites razoáveis, a perspectiva utilizador-pagador, daquela que interfere com a vida privada de cada um.

Se na primeira vertente a nossa principal objecção vai no sentido de terem sido construidas vias extremamente dispendiosas, recorrendo a um artifício financeiro que permite adiar o inevitável pagamento, para o qual o País não está preparado, em vez de se ter optado por estradas de qualidade aceitável e com custos muito inferior, capazes de substituir vias inadequadas, a segunda entra na invasão de direitos fundamentais de cidadania.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin