sábado, junho 12, 2010

Coletes de carga de baixo custo no EBay - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um colete de carga de baixo custo

Já apresentamos no passado alguns coletes de carga, como o produzido pela Timberland, que sendo de excelente qualidade, tende a ser de preço elevado, o que o torna incompatível com uma utilização ocasional, para a qual se pretende normalmente um modelo de mais baixo preço.

O modelo que hoje apresentamos tem algumas diferenças quanto aos modelos mais económicos vendidos entre nós, dado, dado ser de maior robustez, inteiramente em algodão, e forrado internamente, sendo de melhor qualidade do que a maioria.

Com um total de 6 bolsos frontais, todos com perto de 25 mm de profundidade, mas com os maiores a ter perto de 180 mm de largura e dois suportes para canetas ou objectos semelhantes e um bolso nas costas, com fecho eclair, é possível distibuir uma carga moderada sem que resulte num incómodo para o utilizador.

Os bolsos são fechados seja por velcro, no caso dos mais pequenos, seja através de um fecho eclair no caso dos maiores, igualmente usado para fechar o colete, o qual pesa perto de 500 gramas, sendo de um modelo semelhante ao utilizado por diversas forças militares ou entidades de socorro.

sexta-feira, junho 11, 2010

Google disponibiliza aplicação de navegação gratuita para "smartphones"

Image Hosted by Imageshack
O Google Maps num telemóvel inteligente

A Google já disponibilizou para Portugal a sua aplicação de navegação por GPS gratuita para telemóveis inteligentes ou "smartphones" com sistema operativo "Android" designada por "Google Maps Navigation".

Esta aplicação utiliza a ligação à Internet para obter dados e corre sobre uma versão 1.6 ou posterior do "Android", orientando o utilizador por voz ou de forma gráfica.

Par além da informação posicional e de navegação, com visualizações de percurso que recorrem às imagens de satélite e do "Street View", a aplicação informa o utilizador acerca do trânsito, de locais de interesse e de outros conteúdos, actualizados em permanência.

Esta é uma opção interessante, esperada dado ter surgido previamente noutros países, que vem potenciar os telemóveis e não só que usam o sistema operativo do Google, aproximando-os dos computadores pessoais, algo inevitável quando se aproxima o lançamento do "Chrome OS".

Braços de suspensão da Tarantula 4X4 - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Os braços de suspensão da Tarantula 4X4

Elevar um veículo, nomeadamente um Defender, pode implicar mexer em mais do que no conjunto composto por molas e amortecedores, sendo uma das modificações mais habituais as dos braços que suportam as suspensões traseiras, de modo a que consigam uma maior amplitude de movimentos.

A Tarantula 4X4 é uma empresa que se dedica a produzir este tipo de peças para diversos modelos de veículos todo o terreno, aceitando encomendas com especificações do cliente, dado que se trata, essencialmente, de uma produção em moldes quase artesanais.

Os braços são feitos em tubo de aço endurecido, com um excelente acabamento, e a sua qualidade é atestada pela sua adopção em veículos de competição, bem como pelos prémios alcançados por essas viaturas.

quinta-feira, junho 10, 2010

Primeiro "Service Pack" para Windows 7 sai em Julho

Image Hosted by Imageshack
Um écran do Windows 7

A Microsoft vai disponibilizar o primeiro "Service Pack", ainda numa versão "beta", para o sistema operativo Windows 7 no próximo mês de Julho, corrigindo alguns dos erros que têm sido detectados.

Tal como acontece com os "Service Packs" para outras plataformas, o que é destinado ao Windows 7 não implementa novas funcionalidades, visando apenas corrigir erros através de uma consolidação de diversas actualizações previamente disponibilizadas, que assim passam a constituir um conjunto.

Desconhece-se ainda quando a versão final deste "Service Pack" será disponibilizada, mas tal deverá acontecer no último trimestre do ano, sendo provável que não acrescente muito a quem tenha instalado todas as actualizações individuais que vão sendo lançadas pela Microsoft.

quarta-feira, junho 09, 2010

O GPS com registo de dados 747A+ - 2ª parte

Image Hosted by Imageshack
O interior do GPS iBlue 747A+

Um botão permite adicionar pontos de interesse, que poderão depois ser devidamente identificados e ligados a outras aplicações, tal como a inclusão em fotos ou mapas, com a possibilidade de serem parametrizados pelo utilizador.

Como GPS de 66 canais, este é um modelo convencional, que envia dados via "bluetooth" em formato NMEA 0183, usa o Datum WGS84, e possui uma excelente precisão, seja em termos posicionais, seja na indicação de velocidade, com erro inferior a 0.05m/s.

Este equipamento, com dimensões de 72 46 x 20 mm opera a temperaturas que vão desde os 10º negativos até aos 60º positivos, inclui o cabo mini-USB, carregador para carro, CD com "software", no qual vem o manual e um guia rápido.

O preço deste equipamento ronda a trintena de libras, a que acrescem portes, ficando o total por um valor que se aproxima dos 50 Euros, perfeitamente adequado para um receptor de última geração e com o tipo de capacidades que este apresenta.

Menos 5 mortos nas estadas nos primeiros cinco meses de 2010 - 3ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um acidente de viação em Portugal

Seria conveniente haver estatísticas, realizadas por entidades independentes, que permitissem conhecer qual o período de espera por um meio de socorro, o tempo necessário até à chegada a um serviço de urgência, diferenciando as várias áreas geográficas, bem como o tipo de ocorrência, de modo a poder tirar algumas conclusões quanto à eficácia do socorro e às implicações do fecho de serviços de urgência.

Por outro lado, a melhoria aparente da rede viária, que continua a enfermar de diversos erros de concepção, aliada a vias mais desimpedidas devido ao decréscimo do tráfego, propicia velocidades mais elevadas das quais tendem a resultar acidentes de maior gravidade, não obstante a maior segurança dos veículos actuais.

Por outro lado, desde a extinção da Brigada de Trânsito que se assiste a uma menor fiscalização, muitas vezes esperando-se que a instalação de equipamentos de vigilância substituam aquilo que apenas uma presença efectiva de uma autoridade pode fazer, bastando para tal apontar para o alvo principal dos sistema instalados, concretamente a velocidade de circulação, enquanto as manobras perigosas, tipicamente mais letais, são negligenciadas.

Efectivamente, sem que um conjunto de dados sejam disponibilizados, da variação do número de vítimas dificilmente se podem tirar conclusões e, menos ainda, adoptar medidas que possam levar a uma efectiva redução, sem o que continuaremos a deparar-nos com medidas casuísticas e de impacto reduzido, esperando-se que tenham algum efeito que, a existir, tende a ser obra do acaso.

terça-feira, junho 08, 2010

O GPS com registo de dados 747A+ - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
O GPS com registo de dados 747A+

Existe um cada vez maior número de receptores de GPS polivalentes, capazes de operar ligados a outros equipamentos, enviando dados posicionais, ou de forma independente, registando um determinado percurso.

O GPS com registo de dados iBlue 747A+ é um exemplo deste tipo de equipamento de última geração, com um total de 66 canais e possibilidade de permanecer ligado até 32, em "stand by", ou de ser utilizado como um receptor convencional, enviando dados através de uma ligação "bluetooh".

Este modelo funciona, essencialmente, em dois modos, sendo um o de GPS convencional, enviando dados sob o formato NMEA através de uma ligação "bluetooth" para um equipamento receptor ou, mudando o modo de funcionamento através de um botão, como um "data logger", registando e armazenando internamente dados com a periodicidade selecionada pelo utilizador.

Dotado de uma memória interna de 32 Mb, o 747A+ pode gravar até 125.000 pontos, incluindo a sua localização geográfica e a hora de passagem, de modo a reconstituir um percurso que poderá, posteriormente, ser visualizado sobre um sistema de mapas digitais, como o Google Maps.

Dificuldades de acesso dificultam combate a fogo florestal em Sabrosa - 2ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal em Portugal

Duas vertentes têm implicação directa na questão das acessibilidades, sendo a primeira as cada vez maiores restrições à circulação em zonas florestais durante o período crítico de incêndios, que coincide com aquele em que os praticantes de todo o terreno terão maior disponibilidade para aí circular, algo que é necessário para manter os trilhos abertos.

Por outro lado, o aumento da carga fiscal sobre os veículos todo o terreno, situação tanto mais crítica num período de crise, diminui a quantidade destas viaturas em circulação, sendo óbvio que mesmo o número de quilómetros percorridos individualmente irá diminuir, verificando-se assim uma dupla redução em termos de circulação.

Aliado ao aumento do custo de vida, resultante do aumento da carga fiscal, que igualmente se reflete no preço dos combustíveis, estamos diante de um conjunto de factores que aumentam em muito a vulnerabilidade da floresta, cada vez mais abandonada e transformada, em grande parte, num contínuo inacessível onde a contenção das chamas é virtualmente impossível.

segunda-feira, junho 07, 2010

Microsoft vai corrigir 34 vulnerabilidades esta semana

Image Hosted by Imageshack
Um écran do Microsoft Windows 7

A Microsoft anunciou o lançamento de um conjunto de 10 actualizações de segurança que irão corrigir um total de 34 vulnerabilidades detectadas nos seus produtos, entre as quais três consideradas como críticas.

Entre os produtos abrangidos incluiem-se o sistema operativo Windows, em várias versões, o Internet Explorer, o Office e o SharePoint, repetindo-se assim uma vaga de actualizações de segurança que se verifica pela terceira vez desde Outubro do ano passado.

Tal como anteriormente, as actualizações serão efectuadas através do sistema incluido no Windows, decorrendo de forma automática ou manual conforme as opções selecionadas em cada computador, mas devem sempre ser instaladas dado que se destinam a evitar intrusões.

Dificuldades de acesso dificultam combate a fogo florestal em Sabrosa - 1ª parte

Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal em Portugal

Quase uma centena de efectivos, entre bombeiros e uma equipa de cinco elementos do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro da Guarda Nacional Republicana, apoiados por um helicóptero pesado Kamov combateram um incêndio no concelho de Sabrosa, no distrito de Vila Real.

Este fogo, que segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil deflagrou numa zona de mato às 15:44, consumindo depois uma área de pinhal, ocorreu na localidade de S. Martinho de Antas, numa zona de difíceis acessos, com a dificuldade acrescida de um vento forte.

Num incêndio que se prolongou por diversas horas, volta a ser evidente a vulnerabilidade da floresta portuguesa e o perigo resultante da falta de acessos, situação que se tem vindo a agravar nos últimos anos em consequência de um quadro legislativo manifestamente errado.

Dois bombeiros foram tratados no hospital de Vila Real devido à inalação de fumos, sendo a causa provável do incêndio uma queimada que saiu fora de controle.

domingo, junho 06, 2010

Menos 5 mortos nas estadas nos primeiros cinco meses de 2010 - 2ª parte

Image Hosted by Imageshack
Uma ambulância do INEM

A evolução dos números, que pouco se alteraram desde o ano anterior, verifica-se quando é manifesto, seja pela observação directa e quase intuitiva, seja pelo consumo de combustíveis, que o número de quilómetros percorridos é menor, sendo óbvio que o número de acidentes por distância percorrida aumento significativamente.

Com um número de feridos com gravidade e mortos, se adicionados, a diminuir ligeira, mas sensivelmente, verifica-se que entre este grupo a percentagem de vítimas mortais aumenta ligeiramente, ou seja, em caso de um acidente grave, a probabilidade de perder a vida aumentou.

Só analizando os acidentes graves será possível tirar conclusões quanto a este aumento, sobretudo numa altura em que os automóveis, em princípio, serão mais seguros, pelo que apenas caracterizando os sinistros e a qualidade do socorro se poderão obter algumas explicações.

Será de ter em conta que, com o encerramento de numerosos serviços de urgência, o tipo de socorro prestado sofreu profundas alterações, com mais e melhores meios disponíveis, os quais se vêm na contingência de percorrer distâncias superiores e, consequentemente, de atrasar os cuidados prestados nas urgências.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin