sábado, novembro 24, 2012

Cartão de memória SD com WiFi - 2ª parte

Image Hosted by Google Um cartão SD com WiFi

É incluido um "software" para configuração, que permite muito rapida e intuitivamente defenir um conjunto de parametros essenciais, como os dados da rede onde se conectará, o suporte para onde as fotografias ou outros ficheiros serão descarregados, bem como ferramentas que ajudam a partilhar as fotos provenientes do cartão.

Está incluido um adaptador USB, que permite ler o cartão quando ligado a uma porta USB de um computador, algo que se pode revelar essencial dado que este modelo de cartão não consegue enviar via WiFi fotos em formato RAW, muito comum em termos de fotografia digital.

Outros modelos têm preços sensivelmente idênticos, mas modos de funcionamento dispares, que incluem "pear to pear", modo "hot spot" ou "software" com conceito diferente, mas o funcionamento automático e em modo cliente do modelo da SanDisk levo-nos a optar por este cartão.

O SanDisk Eye-Fi Wireless Memory Card é compatível com as normas 802.11 b/g/n, as utilizadas nas redes sem fios, operando na banda dos 2.4GHz, existindo nas versões de 4 e 8 Gb, ambos com dois anos de garantia, tendo um preço aproximado de 60 Euros para a versão de maior capacidade.

sexta-feira, novembro 23, 2012

Projecto "Entre fantasmas e memórias..."

Image Hosted by Google O Defender num local remoto

O projecto "Entre fantasmas e memórias..." visa fotografar, acompanhado de um descritivo e resenha histórica, alguns dos locais ou edificações abandonada existentes em Portugal, de forma a preservar, enquanto tal é possível, o seu passado e história, publicando o resultado final em livro.

Muitos dos locais que pretendemos documentar encontram-se em degradação acelerada, sendo imprevisível até quando irão manter o interesse histórico e cultural que os tornam únicos, correndo-se o risco sério de perder grande parte do nosso património histórico.

Actualmente, dispomos de dois Land Rover, um Defender Td5 e um Discovery 300 Tdi, bem como de equipamento fotográfico diverso, câmaras de vídeo digital para instalar nos veículos, e um conjunto de meios que permitem, com um investimento complementar módico em termos de equipamentos, dar início a este projecto.

No entanto, existe um conjunto de custos que nos é impossível suportar, e para o qual não conseguimos obter apoios nem a nível oficial, nem no domínio privado, nomeadamente entre editoras, fundações e outras entidades que desenvolvem actividades na área cultural.

Assim, decidimos iniciar uma campanha de angariação de fundos que permita dar seguimento a este projecto, que consideramos do maior interesse, dado destinar-se a documentar um conjunto patrimonial em risco de se perder, e cujo valor histórico e cultural é indesmentível.

Tal como aconteceu com o "Diário de Gatochy", optamos pelo "crowdfunding", aceitando donativos e estabelecendo um conjunto de patamares, neste caso quatro, com o terceiro a conferir o direito a receber a obra, quando publicada, e o quarto a permitir ao doador passar um dia integrado na actividade de recolha de informação que dará origem ao livro que pretendemos publicar.

Tal como anteriormente, qualquer contribuição, em virtude das limitações da plataforma que utilizamos, a "Indiegogo", têm que ser efectuadas via Paypal e em Dólares americanos, sendo as conversões cambiais efectuadas automaticamente pelo sistema e tem sempre contrapartidas, após publicação, para quem contribua.

O objectivo, neste caso, é bem mais ambicioso, sendo nossa intenção conseguir os perto de 24.000 Euros necessários para todo o conjunto de deslocações, estadias, aquisição de algum material complementar e, naturalmente, conferir alguns meios financeiros à equipa, que, durante o período de duração do projecto, não irá auferir de outros rendimentos.

Naturalmente que, sobretudo na actual conjuntura, alcançar este objectivo é extremamente complicado, pelo que apelamos aos nossos leitores, sobretudo aos que tenham contactos na área empresarial, para que ajudem a divulgar esta iniciativa, podendo oferecer, como contrapartida, o uso dos veículos de que dispomos como suporte publicitário, decorados de forma a divulgar a obra e a imagem das empresas que nos suportem.

A todos quantos nos apoiarem, contribuindo directamente ou divulgando esta campanha, manifestamos o nosso reconhecimento, esperando que todos, no futuro, possam vir a apreciar os resultados do projecto que nos propomos realizar.

Cartão de memória SD com WiFi - 1ª parte

Image Hosted by Google Um cartão SD com WiFi

Existem cartões de memória de formato "Secure Digital" ou SD, que, para além da sua função original de suporte magnético, implementam outras funcionalidades, entre as quais o envio do seu conteúdo para outra unidade de armazenamento via rede WiFi.

Nem todos os cartões implementam esta funcionalidade da mesma forma, com alguns a serem vistos como "hotspots" e outros como meros clientes, pelo que optamos por apresentar um modelo da SanDisk, por ser uma marca conhecida, com bom suporte técnico e que oferece garantias a nível de compatibilidade, algo absolutamente essencial quando se utilizam redes sem fios.

Quando o cartão de memória SanDisk Eye-Fi Wireless Memory se encontra conectado a uma rede WiFi conhecida, começa a enviar de forma automática o seu conteúdo, que, no caso de uma máquina fotográfica, serão as fotografias e vídeos gravadas no cartão, gravando-as no dispositivo configurado, que pode ser um computador ou uma unidade de armazenamento de rede.

Desta forma, o conteúdo é enviado sem que haja conexão física, algo que nem sempre é possível caso se pretenda o envio para, por exemplo, um "smartphone", após o que o espaço no cartão é libertado para que possa ser reutilizado com novos conteúdos.

quinta-feira, novembro 22, 2012

Campanha para publicar o "Diário de Gatochy"

Há muito que pretendemos publicar o "Diário de Gatochy", uma obra que abarca os anos de 2003 a 2008 e que se divide em volumes anuais, tendo recentemente chegado a um acordo com a "Chiado Editora", o qual implica um investimento da nossa parte.

Dado que não existe disponibilidade imediata, e a perspectiva de haver continua incerta, decidimos recorrer a um sistema de "crowd funding", com o qual pretendemos obter fundos para proceder à publicação do livro, tendo quem contribua um retorno, conforme a doação.

Assim, estabelecemos três patamares, um de 5 Dólares, a que corresponde a possibilidade de adquirir o livro por apenas 10 Euros em vez do valor de capa, que será de 14 Euros, outro de 18 dólares, que tem como contrapartida receber o livro, e, finalmente, um de 25 dólares, que para além do livro autografado será acompanhado por uma fotografia de Gatochy.

Qualquer contribuição, em virtude das limitações da plataforma que utilizados, a "Indiegogo", têm que ser efectuadas via Paypal e em Dólares americanos, sendo as conversões cambiais efectuadas automaticamente pelo sistema e tem sempre contrapartidas, após publicação, para quem contribua.

O objectivo é atingir o equivalente a 1.800 Euros, o montante necessário para que a primeira edição do livro, de 500 exemplares, seja publicada, sendo que edições subsquentes, que decorrerão caso a 1ª edição esgote no prazo de um ano, não terão mais encargos da nossa parte.

Este é um projecto que acarinhamos, não apenas por recordar Gatochy, que teve uma influência decisiva na nossa vida, mas também porque lembra um sem número de eventos que determinaram o destino do Mundo e tiveram um impacto decisivo na conjuntura que atravessamos.

O sistema, que pretendemos replicar noutra plataforma no futuro, foi implementado hoje e ainda se encontra em fase de testes, pelo que, caso surjam erros, agradecemos que entrem em contacto connosco através do endereço nmcabecadas@gmail.com .

A todos quantos contribuirem directamente ou divulgando esta campanha, desde já o nosso muito obrigado.

Adaptador Compact Flash para SD - 2ª parte

Image Hosted by Google Um adaptador Compact Flash para SD

Tembém mantém as capacidades de alto desempenho do formato CF, implementando os modos IDE, memória e IO, com compatibilidade com os sistemas operativos Windows, Mac OS e Linux, mas pode, igualmente, ser utilizado em máquinas fotográficas digitais, sendo que neste caso devem ser observadas algumas precauções em termos de temporizador.

O preço deste tipo de adaptador é de perto de uma quinzena de Euros, incluindo portes a partir da Ásia, é permite substituir os cartões do tipo "CF card" pelos mais comuns SD, o que facilita a utilização e portabilidade dos mesmos, permitindo novas funcionalidades.

No nosso caso concreto, utilizando as câmaras digitais Canon EOS 350D, que recorrem aos "CF Card" e em cujo formato não existem modelos com as funcionalidades pretendidas, a ideia é usar este tipo de adaptador com um cartão SD que implemente funcionalidades WiFi, que permite descarregar e partilhar fotos sem ligação física e que abordaremos num texto futuro.

quarta-feira, novembro 21, 2012

Adaptador Compact Flash para SD - 1ª parte

Image Hosted by Google Um adaptador Compact Flash para SD

As memórias do tipo "Compact Flash" ou "CF cards" são bastante populares entre os fabricantes de máquinas fotográficas, mas têm algumas limitações funcionais, seja pelo preço, seja pela versatilidade, sendo incompatíveis com alguns dos sistemas de leitura mais comuns.

Uma forma de contornar este problema é recorrer a um adaptador que pode ser introduzido no "slot" ou ranhura do "CF card" e no qual pode ser colocada uma vulgar cartão do tipo SD, ou "Secure Digital", que pode ser apenas uma memória, mas também um sistema bem mais sofisticado.

Os modelos que propomos suportam todas as funcionalidades dos cartões SDXC/SDHC/SD, é compatível SD 3.0, aceitando os cartões classe 10 ou UHS-1 e a maioria dos cartões WiFi em formato SD, os quais são introduzidos numa ranhura do tipo "push push".

Adicionalmente, suportam cartões de memória SD com capacidade até aos 64 Gb, sendo, no entanto, de salientar que nem todos os dispositivos conseguem aceder correctamente a uma memória desta dimensão, devendo ainda lembrar que estes cartões CF do tipo 2 são mais espessos que os do tipo 1, com 5 mm contra os 3 do tipo inicial, podendo ser incompatíveis com alguns equipamentos.

terça-feira, novembro 20, 2012

Novos "roof rack" da Terrafirma

Image Hosted by Google Um "roof rack" da Terrafirma para Defender

Já aparecem mencionados no "site", mas ainda sem foto nem descrição, os novos "roof racks" ou grades de tejadilho da Terrafirma, destinados aos Defender 90 e 110 e ao Discovery 3, os quais já estarão disponíveis no revendedores da marca.

Os novos modelos seguem o contorno do tejadilho, fixam-se facilmente nas goteiras e são contruidos em metal tubular, soldado e revestido de tinta preta, de forma a protegê-los da humidade e mesmo de alguns impactos mais leves.

A Terrafirma anunciou estes novos modelos como tendo uma melhor relação preço/qualidade, de modo a competir com outros fabricantes, como a Bearmach, que oferecem igualmente excelentes soluções com uma configuração semelhante a preços bastante agressivos, visando um segmento de mercado em expansão.

segunda-feira, novembro 19, 2012

Migração do Messenger para o Skype

Image Hosted by Google Écran da migração para o Skype

Na sequência de um texto anterior, no qual abordamos a migração do Messenger para o Skype, com esta opção a surgir periodicamente no rodapé do Messenger, começamos igualmente a migrar os nosso contactos, enviando mensagem aos que ainda não possuem Skype.

No Skype encontram-se diversas opções de importação de contactos e de convite para quem ainda não utilize esta plataforma, de forma a automatizar o processo, que aconselhamos ser feito com alguma brevidade e não quando o serviço do Messenger se aproximar do fim.

Outro motivo para antecipar a migração é a maior possibilidade de manter a mesma identificação, algo que, com o crescente número de adesões ao Skype, se pode tornar cada dia mais difícil para quem ainda não tenha criado uma conta neste serviço.

Manteremos, enquanto possível, o Messenger a funcionar, mas já iniciamos a migração de contactos para o Skype, utilizando o identificador "nmcabecadas", tal como acontece na maioria das plataformas a que aderimos, e que, quando necessário, é completado com o nome do domínio, algo que no Skype não acontece.

domingo, novembro 18, 2012

Nova "Croc Box" da Flatdog

Image Hosted by Google A nova Croc Box

Após ter lançado a conhecida "Wolf Box", que muitos utilizamos para transporte de carga em veículos todo o terreno em expedições, a Flatdog apresentou a "Croc Box", uma versão modificada que obedece aos mesmos princípios de construção e utilização.

Enquanto a "Wolf Box" mede 52 x 40 x 24 cm, a "Croc Box" mede 40 x 33 x 35, sendo mais estreita e menos larga, mas mais alta, resultando num volume ligeiramente inferior, mas que permite acomodar objectos com uma volumetria diferente, sendo, tal como a sua congére, empilhável.

Pode ser discutível o facto de as dimensões das bases serem diferentes, e portanto é impossível empilhar conjuntamente as "Wolf Box" e "Croc Box", e indiscutivelmente, preferiamos outra opção, mas compreendemos a opção da Flatdog, ao permitir ocupar outro tipo de espaços no interior das viaturas.

O preço de venda ao público mantém-se inalterável, nas 23 libras a que acresce o VAT, sendo de esperar que o preço ronde a trintena de Euros, um valor perfeitamente aceitável face às características deste tipo de caixa, muito adequada a expedições.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin