sábado, fevereiro 14, 2015

Faca dobrável em formato de cartão de crédito

Uma característica em falta no utensílio polivalente em formato de cartão de crédito, que apresentamos no passado era a falta de uma lâmina, que, manifestamente, era impossível de adicionar num objecto de tão pequenas dimensões e que necessariamente teria que ter uma solidez incompatível com múltiplas peças, razão que nos leva agora a complementá-lo com uma faca de dimensões semelhantes.

Para utilizar esta faca, torna-se necessário libertar o travão, rodando-o, rodar a lâmina 180º e dobrar as abas laterais da faca, que, ao encaixarem os pinos de alinhamento, formam o punho e seguram com firmeza a lâmina, permitindo um uso fácil e seguro, sendo necessário, para a guardar, repetir o procedimento pela ordem inversa sem esquecer de, no fim, rodar a segurança, que mantém a lâmina protegida entre as laterais em plástico.

O punho e outros elementos constitutivos é em plástico ABS e a lâmina é em aço sem estanho, com um comprimento de aproximadamente 65 milímetros, e a faca, quando em posição de uso, fica com perto de 145 milímetros, enquanto, dobrada, com a lâmina recolhida, as dimensões ficam pelos 87 por 55 milímetros, a dimensão de um vulgar cartão de crédito, mas, naturalmente, com uma maior espessura.

Existindo em diversas variantes, nem sempre disponíveis no EBay, e com preços francamente irregulares, que começam numa Libra e podem atingir a dúzia de Euros, esta pequena faca é muito facilmente transportável dentro de uma carteira ou porta-moedas, substituindo um vulgar canivete de bolso, sendo, em termos legais, e dado que não oculta o seu propósito, equiparado a um vulgar canivete de abertura manual.

sexta-feira, fevereiro 13, 2015

"Scanner" de diagnósticos da Terrafirma para Land Rover - 3ª parte

Naturalmente que não é a Terrafirma mas a iCarsoft a produzir este "scanner", podendo este ser encontradas cópias de origem chinesa sob a designação "Creader VI DTC Code Reader", por um preço que ronda um quarto do proposto pelo modelo pré-configurado para suportar os Land Rover, sendo de crer que, com excepção do "software" interno, poderemos estar diante do mesmo equipamento em termos físicos ou de algo compatível.

A actualização deste tipo de "scanner" corresponde à substituição de três ficheiros com os seguintes nomes, BOOT.HEX, bootdb.bin e diag.bin, sendo apagados os que estão instalados no equipamento e copiados, a partir de um computador pessoal e recorrendo ao programa fornecido ou descarregado do "site", as respectivas actualizações.

Assim, ocorre que adquirindo o modelo mais barato, sem a configuração de "software", a bolsa e a embalagem algo luxuosas da Terrafirma, que sendo compatível em termos de "hardware", este seria possível de ser reconfigurado com a versão disponibilizada pela Terrafirma, reproduzindo o equipamento por estes fornecido por um custo muito módico.

Colocamos algumas questões ao fabricante legítimo, a iCarsoft, nomeadamente no respeitante ao funcionamento do modelo i930, o que é distribuido pela Terrafirma, onde incluímos o pedido de esclarecimentos quanto aos dados obtidos a partir dos motores Td5, os quais não são 100% compatíveis com a norma OBD2, razão pela qual numerosos equipamentos de diagnóstico não podem ser utilizados, o que implica especial atenção na aquisição de "scanners" para este modelo da Land Rover, estando neste momento a aguardar uma resposta que, sendo recebida, obviamente publicaremos.

quinta-feira, fevereiro 12, 2015

Promoção de artigos para viajantes no Lidl

Decorre, a partir desta 5ª feira, dia 12, nas lojas da cadeia Lidl, uma promoção de artigos e produtos destinados a viajantes e excursionistas, uma prática que decorre ao longo de todo o ano, independentemente do clima, e que tem vindo a atrair cada vez mais adeptos no nosso País, talvez, ou apesar do período difícil que este atravessa.

Apesar de concebidos essencialmente para os adeptos da caminhada ou "trekking", e portanto ser dado destaque ao vestuário e calçado adequados a estas modalidades e disponíveis para crianças e adultos, outros equipamentos podem ser utilizados nas mais diversas situações, incluindo entre estes os rádios PMR, com alcance de até 8 km, os binóculos, as lanternas ou mesmo as mochilas.

Não sendo compatíveis com as frequências dos CB, nem em AM, nem em FM, os PMR operam nos 446 MHz, dispensam licença, e podem resolver de forma económica o problema das comunicações entre veículos de uma expedição, sobretudo se em zonas abertas, como os desertos do Norte de África, pelo que o modelo do Lidl, vendido por 29.99 Euros o par, não sendo muito sofisticado, é perfeitamente utilizável em muitas situações, podendo estas ser conferidas no respectivo manual.

A lanterna de 32 "leds", que pode ser fixa magneticamente ou pendurada, e tem um preço de 9.99 Euros, bem como o modelo para usar na testa, adequada para uma iluminação mais próxima, como a manutenção de um motor ou leitura de mapa, vendida pelo mesmo preço, ou os binóculos, que não sendo exemplo de qualidade, servem o seu propósito e podem ser adquiridos pelo mesmo valor, encontram-se entre os produtos que, fora do universo da caminhada, continuam a ser úteis e oferecer uma relação preço qualidade favorável.

quarta-feira, fevereiro 11, 2015

"Scanner" de diagnósticos da Terrafirma para Land Rover - 2ª parte

A ligação é, obviamente, feita via porta de diagnósticos ODB2, recorrendo a protocolos que incluem o CANBUS, ISO9141, KWP2000 e J1850, dependendo do modelo do veículo, o conjunto de informação disponibilizada pelo "scanner", que tem a referência TF930 por parte da Terrafirma.

Este "scanner" é fácil de tansportar, medindo apenas 120 x 85 x 25 mm, é alimentado por entre 9 e 18 volts, e tem menus em Inglês e alemão, tendo o cabo USB-mini USB incluido cerca de 83 centímetros de comprimento, com o objectivo de permitir efectuar actualizações de "software" após este ser descarregado para um computador pessoal.

O conjunto inclui o "scanner", com ligação a porta ODB2, um cabo USB, um saco de transporte e o manual de utilizador, tendo um preço que, com portes, ronda a centena e meia de Euros, um valor inferior ao da maioria dos equipamentos similares, e, não obstante algumas limitações, o facto de ser compatível com os modelos da marca construídos após 1997, transforma-o numa opção a ter em conta para quem tenha diversos veículos da Land Rover.

Temos que manifestar, relativamente ao descrito pelo fabricante, um conjunto de questões ou reservas que, efectivamente, consideramos como insuficientemente esclarecidas, nomeadamente no que diz respeito a compatibilidades e, em consequência, aos resultados efectivamente obtidos quando este "scanner" é utilizado em cada um dos modelos individuais suportados e que constam da lista oficial, sabendo-se, desde já, que não serão uniformes.

terça-feira, fevereiro 10, 2015

Um longo Inverno... - 3ª parte

Se o aumento do número de acidentes, face à percentagem que representam no número de ingressos nas urgências, pode parecer pouco significativo, o facto é que, por incluir um elevado número de pacientes que obrigam a um atendimento prioritário, tem impacto no tempo de espera, podendo, ainda, implicar a imobilização mais prolongada de meios de socorro, seja pela extensão dos percursos a efectuar e pela dificuldade dos mesmos, seja pela falta de macas, o que imobiliza as ambulâncias por um período indeterminado.

O resultado óbvio é que se passa da cooperação entre socorro e prestação de cuidados de saúde para uma estranha forma de promiscuidade, resultando da interacção entre ambas um prejuizo mútuo, a diminuição da qualidade de serviço e, inevitavelmente, uma forte penalização dos utentes, que resulta em prejuizo muitas vezes irrecuperáveis, mas cujo real efeito, como consequência de múltiplas falhas de atendimento, pode apenas surgir no longo prazo e longe de qualquer escurtínio.

As reais consequências desta, tal como de outras vagas de frio, será futuramente traduzida nas estatísticas referentes ao atendimento hospitalar e nas da própria mortalidade, onde o desvio relativamente à média traduzirá o acréscimo de óbitos que possam, de forma directa ou indirecta, ser relacionados com as baixas temperaturas verificadas nestes dias.

No entanto, para além da frieza das estatísticas, seja do atendimento hospitalar, seja da mortalidade, e aqui será de incluir a referente aos acidentes resultantes das tentativas, por vezes desesperadas, para aquecer a habitação, recorrendo a lareiras ou equipamentos inadequados ao uso em interiores, as dificuldades e o sofrimento que resultam de uma descida de temperatura, que não podemos considerar extrema, deveria merecer uma reflexão mais atenta e a adopção de medidas por parte dos decisores, na sua maioria demasiadamente alheados dos problemas reais das populações.

segunda-feira, fevereiro 09, 2015

"Scanner" de diagnósticos da Terrafirma para Land Rover - 1ª parte

A maioria dos equipamentos de diagnóstico ditos universais são incompatíveis com diversos modelos da Land Rover, entre estes os que usam o motor Td5, bem como o acesso a unidades de gestão ou alarme de modelos mais antigos, pelo que a disponibilização pela Terrafirma de um "scanner" produzido pela iCarsoft, o modelo i930, pré-configurado para alguns modelos Land Rover é benvinda.

Este é um "scanner" portátil, destinado essencialmente a diagnosticar erros, podendo limpá-los, com capacidade de análise em tempo real, sendo os dados apresentados num écran a cores de 2.8", tendo ainda um conjunto de 6 teclas que permite percorrer os menus do "software", intuitivo e de fácil compreensão e utilização.

Entre as várias informações que pode fornecer, encontram-se o regime do motor, carga, temperatura do líquido de refrigeração, velocidade do veículo, valores do sensor de oxigénio, pressão dos colectores, monitorização do sistema de combustível, avanço da ignição ou posição do acelerador, para citar as mais comuns.

Entre os modelos Land Rover compatíveis, segundo o "site" da Terrafirma e, portanto, da responsabilidade desta empresa, encontram-se os Range Rover, de 1999 a 2012, os Range Rover Sport, de 2005 a 2013, os Evoque, de 2012 e 2013, os Discovery dos vários modelos produzidos até 2014, na versão 4, os Freelander de 1997 a 2012 e os Defender de 2007 a 2011, correspondendo, basicamente, a toda a produção entre 1997 e 2014.

domingo, fevereiro 08, 2015

Um longo Inverno... - 2ª parte

O esforço para manter quente uma habitação, sobretudo quando de menor qualidade ou cuja manutenção foi descurada, algo demasiadamente comum entre nós, implica recursos cujo acesso é interdito a um cada vez maior número de residentes em Portugal, incidindo, obviamente, sobre aqueles que, por possuir menos recursos, se encontram numa situação de maior vulnerabilidade e mais necessitarão de apoio social e cuidados médicos.

Muitos destes, são aqueles que, sem encontrar alternativa nos centros de saúde, muitos dos quais encerrados a bem de uma suposta reordenação da rede de cuidados primários, congestionam os serviços de urgência hospitalares, impossibilitando o atendimento atempado daqueles cuja situação clínica implica, em exclusividade, o acesso a cuidados especializados.

Não é difícil de prever um maior afluxo aos serviços de urgência, pelo que o reforço antecipado de meios, dotando as equipas do número de elementos adequados a um aumento do número de atendimentos, bem como o estabelecimento de linhas de rectaguarda, aliado a alterações de horário dos serviços que, numa perspectiva local, possam efectuar o despiste de situações menos complexas, podem evitar, pelo menos parcialmente, algumas das lamentáveis cenas a que temos assistido em muitos estabelecimentos de saúde.

Também não pode deixar de ser equacionada a possibilidade de, nas áreas mais afectadas pela neve e pelo gelo, aumentar o número de acidentes rodoviários, enfrentando o socorro as dificuldades inerentes às condições de transitabilidade e, possivelmente, a impossibilidade de recorrer a meios de evacuação aéreos.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin