sábado, março 18, 2017

Avisos ignorados em Lisboa - 3ª parte

Não obstante a autarquia recusar uma ligação entre o sucedido e o caneiro, o principal colector de águas pluviais e residuais de Lisboa, no qual desde 2005, foram detectados diversos problemas que justificavam, ou impunham, uma intervenção, o facto é que a proximidade dificilmente permite uma exclusão de qualquer conexão com esta ocorrência quando as averiguações ainda decorrem.

Um buraco com quatro a cinco metros de diâmetro e uma profundidade que se aproxima dos nove metros tem forçosamente causas que perduram há bastante tempo e que vão lentamente criando as condições para que, sem sustentação, a placa de asfalto colapse, podendo resultar em acidentes com consequências graves, o que só por sorte não aconteceu neste caso concreto.

Sendo uma situação conhecida, não apenas através de denúncias, mas pela própria natureza e configuração do terreno circundante, que justifica uma monitorização constante e a efectivação de obras de manutenção periódicas, o que aconteceu na Avenida de Ceuta, não sendo previsível, era expectável, pelo que de forma alguma se pode excluir a negligência de quem tem a responsabilidade de prevenir este tipo de ocorrência.

O sucedido na Rua Damasceno Monteiro e na Avendida de Ceuta deve constituir um alerta para a forma como se permite construir, não apenas em Lisboa, mas também noutras cidades, bem como para a falta de resposta dos responsáveis autárquicos, que tendem a ignorar tudo quanto possa comprometer a sua gestão ou implicar custos, algo que se torna particularmente evidente quando se aproximam eleições e uma imagem positiva, mesmo que não corresponda ao desempenho, é essencial para obter bons resultados.

sexta-feira, março 17, 2017

Perigos nas redes sociais - 3ª parte

A impossibilidade verificar quais os restantes perfis que podem visitar aquele que pretendemos analizar, de ver quais as ligações existentes ou o tipo de interacção com outros utilizadores da mesma rede, sobretudo quando esta parece inexistente ou demasiado restrita, deve ser um alerta, tal como o será quando exista um padrão pouco comum, que revele gostos ou preferências atípicas, quanto aos perfis com os quais interage.

Espera-se que um num perfil genuíno estejam presentes, e interajam, amigos, familiares, colegas, entre outros, dando origem a momentos comuns que são partilhados, dando origem, por exemplo, a fotografias, actividades, encontros ou qualquer actividade típica da vida em sociedade e que esta seja espelhada, de forma espontânea e transparente, numa rede social.

Chamamos a atenção para o facto de um perfil genuíno de alguém conhecido no Facebook só deve ser tido com real se tiver a marca de verificação, um pequeno símbolo redondo em azul com um "v" branco no interior e que é atribuído apenas se for inequivocamente demonstrado a quem gere a rede social a legitimidade para utilizar o que também é uma imagem de marca e instrumento promocional.

Em oposição, quando tal não acontece, ou surge de forma muito restrita ou limitada, com escassos participantes, embora possa traduzir apenas uma vida social menos intensa ou maior desejo de privacidade, quando ultrapassa as práticas mais comuns, pode gerar uma prudente desconfiança, que, naturalmente, não implica um juízo definitivo.

quinta-feira, março 16, 2017

Microsoft volta a disponibilizar actualizações para Windows 10

A Microsoft disponibilizou um conjunto de actualizações, agregadas num único pacote, onde se incluem os conjuntos previstos inicialmente para Fevereiro, que não foram disponibilizados, bem como aqueles que fazem parte do conjunto de Março, naquele que deve ser o último grande "update" antes do "Creators update".

As versões de Aniversário do Windows, para computadores e dispositivos móveis, passarão para a "build" 1014393.953 após instalar esta actualização, que corrige um largo número de problemas, inclusivé a nível de AQL, VB Script ou Office, bem como diversas situações actualmente listadas na base de dados de conhecimentos e para as quais não existia uma solução directa.

Muitos dos problemas agora corrigidos poderão nem sequer ter sido experimentados pela maioria dos utilizadores, mas alguns, inclusivé a nível de comunicações ou interacção entre aplicações, resultavam numa degradação do desempenho do sistema operativo, obrigando, nalguns casos, a reiniciá-lo sempre que ocorriam.

Tendo em conta a indisponibilidade de actualizações em Fevereiro e a eminente chegada de uma actualização de monta, a instalação deste conjunto de "updates", disponíveis a partir da passada terça feira, é essencial, pelo, não obstante alguma demora na instalação, não deve ser adiada ou suspensa, contribuindo assim para uma instalação mais pacífica do "Creators update", esperado para o próximo dia 11 de Abril e para o qual a Microsoft pode enviar informação a pedido do utilizador.

quarta-feira, março 15, 2017

Perigos nas redes sociais - 2ª parte

Se um perfil mais recente pode levantar algumas desconfianças, o facto de este ser mais antigo nada garante, sendo certo que existe quem crie perfis que ficam de reserva e quem aceda a perfis de outrem, eventualmente abandonados pelos seus detentores legítimos, e que os manipulem, substituindo as informações pessoais.

Assim, a antiguidade, podendo inspirar alguma confiança, não oferece quaisquer tipo de certezas, pelo que será, sobretudo, de analizar a evolução do perfil ao longo do tempo, com especial atenção para longos períodos de inactividade e pequenos períodos com uma actividade anormalmente intensa.

Também a partilha de informação deve ser analisada, sendo de desconfiar que algo pode estar a ser escondido quando as partilhas são efectuadas de forma particularmente restritiva, sendo disso exemplo quando é apenas visível pelo detentor do perfil e pelo utilizador a quem esta se destina ou de que é proveniente, com uma completa estanquicidade que impossibilita ser vista por terceiros.

Tal indicia que existe uma compartimentação que impossibilita os diversos visitantes deste perfil de ter uma visão mais global e pode ser aferida quando um visitante não conseque ver algo partilhado por outros ou quando outros visitantes não conseguem ver aquilo que ele coloca, mesmo que ambos ligados de igual forma ao perfil visitado.

terça-feira, março 14, 2017

Autocolantes para veículos - 3ª parte

Em composições complexas, como o caso dos "QR codes", onde uma pequena falha resulta na incapacidade de serem lidos, e portanto na sua inutilidade como portador de uma mensagem, esta operação é especialmente delicada e, mesmo que visualmente perfeitos, o teste com um dispositivo de leitura e o "software" adequado é obrigatória como forma de verificar se a operação teve sucesso.

Obviamente, e quase nem é necessário referí-lo, justifica-se plenamente adquirir autocolantes laminados, que, sendo mais dispendiosos, duram muito mais tempo sem perda de qualidade, pelo que este é um investimento cujo retorno é certo, salvo nas situações em que se pretende algo de provisório, por um prazo de tempo curto, onde a escassa duração dos modelos mais baratos pouca diferença fará.

Em todos os caso, a superfície deve estar completamente limpa e desengordurada, preferencialmente inteiramente plana, sendo possível, no caso de autocolantes em vinil numa única peça, dar um pouco de calor, por exemplo, com um secador de cabelo, de forma a facilitar uma mais correcta adesão a toda a superfície, acompanhando as suas formas, mesmo que irregulares.

Pelo que temos averiguado, as diferenças de qualidade e preço são enormes, nem sempre com correspondência directa entre ambos, com a infinidade de opções a dificultar a escolha, justificando-se plenamente investir na pesquisa da melhor solução dado que mesmo entre os valores mais baixos que encontramos se encontram produtos de qualidade que certamente irão durar anos.

segunda-feira, março 13, 2017

Perigos nas redes sociais - 1ª parte

O recente aliciamento de uma criança através de uma rede social, neste caso concreto o Facebook, por parte de alguém que recorria sistematicamente a perfis falsos, veio colocar outra vez nos meios de comunicação social os perigos de um acesso não acompanhado à Internet por parte dos mais jovens e as dificuldades de os respectivos tutores detectarem situações de risco.

A intervenção do director da Polícia Judiciária de Braga e a de alguns especialistas na matéria foi extremanente pedagógica, alertando para os vários perigos existentes e para a responsabilidade de familiares e educadores nesta matéria, para a qual necessitam de estar preparados, o que implica alguns conhecimentos técnicos e a sensibilidade para detectar situações menos claras.

Naturalmente, só estabelecendo uma relação de confiança com os mais jovens, e monitorizando a sua actividade, é possível protegê-los com alguma eficácia, pelo que este será sempre o primeiro passo, consciencializando-os dos perigos inerentes à exposição num rede social e à extrema dificuldade de determinar, com algum grau de certeza, a genuinidade de um determinado perfil, estabelecendo se este corresponde, efectivamente, a quem pretende representar.

Não sendo possível ter certezas imediatas, existe um conjunto de indícios que permite suspeitar de um perfil numa rede social, dependendo, naturalmente, do tipo de possibilidades que esta oferece em termos de configuração e interligação entre os próprios utilizadores, nomeadamente na partilha de informação e as opções de privacidade que oferece.

domingo, março 12, 2017

Avisos ignorados em Lisboa - 2ª parte

Relativamente a esta última possibilidade, e porque ainda não foram efectuadas quaisquer reparações ou instalados equipamentos destinados a conter movimentações de terras, caso as condições climática sejam desfavoráveis, o risco de novos aluimentos estão bem presentes, bastando para tal que o peso resultante da infiltração de águas nos solos e o seu desprendimento ocorra.

Naturalmente, temos que nos interrogar quanto ao licenciamento de alguma obras, nomeadamente em locais onde os declives são maiores, e que, podendo ter preços elevados em virtude da excelente vista sobre a cidade, não deixam de implicar riscos, sobretudo quando se trate de obras de elevada volumetria, algo que tende a acontecer como forma de rentabilizar os elevados investimentos necessários para a sua execução.

A tomada de posse administrativa por parte da autarquia e a sua disponibilidade para efectuar obras, mesmo antes de apurar responsabilidades, aponta para uma admissão da sua falta de acção ao longo de meses, ao longo dos quais ignorou os alertas, sendo uma forma de tentar escapar a uma responsabilização directa, mais que justificável quando existe uma manifesta omissão dos deveres que tem para com os munícipes.

Esta não é uma situação única nos últimos dias em Lisboa, com o aparecimento de um buraco no pavimento da Avenida de Ceuta, um dos eixos rodoviários mais importantes da cidade, a reforçar a necessidade de prevenir o surgimento deste tipo de ocorrências, mais frequentes nos locais onde existem lençóis subtarrâneos, como, neste caso, o caneiro de Alcântara.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin