quarta-feira, março 15, 2017

Perigos nas redes sociais - 2ª parte

Se um perfil mais recente pode levantar algumas desconfianças, o facto de este ser mais antigo nada garante, sendo certo que existe quem crie perfis que ficam de reserva e quem aceda a perfis de outrem, eventualmente abandonados pelos seus detentores legítimos, e que os manipulem, substituindo as informações pessoais.

Assim, a antiguidade, podendo inspirar alguma confiança, não oferece quaisquer tipo de certezas, pelo que será, sobretudo, de analizar a evolução do perfil ao longo do tempo, com especial atenção para longos períodos de inactividade e pequenos períodos com uma actividade anormalmente intensa.

Também a partilha de informação deve ser analisada, sendo de desconfiar que algo pode estar a ser escondido quando as partilhas são efectuadas de forma particularmente restritiva, sendo disso exemplo quando é apenas visível pelo detentor do perfil e pelo utilizador a quem esta se destina ou de que é proveniente, com uma completa estanquicidade que impossibilita ser vista por terceiros.

Tal indicia que existe uma compartimentação que impossibilita os diversos visitantes deste perfil de ter uma visão mais global e pode ser aferida quando um visitante não conseque ver algo partilhado por outros ou quando outros visitantes não conseguem ver aquilo que ele coloca, mesmo que ambos ligados de igual forma ao perfil visitado.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin