sábado, dezembro 12, 2009

Descrepância entre mortos na estrada do Governo e da Medicina Legal é 55% - 1ª parte


Image Hosted by Imageshack
Um acidente rodoviário

A contabilização entre os números de mortos na estrada contabilizados pelo Governo e pelo Instituto de Medicina Legal (IML) vem confirmar, mais uma vez, a ocultação de um significativo número de vítimas de acidentes rodoviários.

A Segurança Rodoviária, dependente do Ministério da Administração Interna (MAI), anuncia apenas 622 mortos em acidentes rodoviários, enquanto o IML autopsiou um total de 969 mortos da mesma proveniência, o que representa uma diferença superior a 300 vítimas e um aumento de mais de 55% sobre os dados governamentais.

Portugal continua a ser um dos poucos países da União Europeia que considera como mortos em acidentes rodoviários apenas as vítimas que dão entrada já cadáver nos hospitais, aplicando depois um coeficiente de 14% que, supostamente, irá corresponder ao número de falecimentos posteriores.

Manifestamente, este factor é irrealista, pois aplicando esta correcção o número de vítimas seria de 709, a 160 de distência dos números do IML que, em princípio, deverão ser rigorosos dada a forma como são recebidos os cadáveres e a forma científica como são autopsiados.

sexta-feira, dezembro 11, 2009

Marcha contra as taxas nas áreas protegidas - 2ª parte


Image Hosted by Imageshack
Uma área protegida

Assim, cabe aos interessados, caso o ICNB, por critérios que a ele pertencem, considere necessário uma avaliação no local do impacto da actividade, podendo o montante atingir os 1.000 euros, quantia estabelecida como limite máximo.

Estas regras são aplicadas a todos os interessados, incluindo montanhistas, escaladores, praticantes de desportos motorizados, caçadores e até prevê o uso de actividades pirotécnicas, algo absurdo neste tipo de espaços.

Esta portaria absurda encontra-se suspensa desde a semana passada, mas exige-se a revogação da mesma, dado constituir um obstáculo ao usufruto de espaços naturais que a todos pertencem e a contribuir para o isolamento e abandono dos mesmos.

Convidam-se todos os amantes da Natureza a participar nesta iniciativa, ou noutras que visem os mesmos fins, de modo a que as áreas protegidas estejam, dentro de regras razoáveis, acessíveis a todos, algo que é essencial não apenas para a sua sustentabilidade, como para a sua protecção.

Fire Pro 2009 começa hoje em Águeda


Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal em Portugal

Realiza-se a partir desta sexta-feira em Águeda, por iniciativa dos Bombeiros Voluntários locais, o encontro internacional Fire Pro 2009, contando com a presença de mais de uma centena de especialistas provenientes da Alemanha, Espanha, Estados Unidos da América, França, República Checa e Portugal.

Nas sessões que decorrerão de sexta a domingo no Cine-Teatro São Pedro, em Águeda, serão debatidos diversos temas relacionados com o combate aos fogos, de modo a que os participantes partilhem experiências e técnicas, enquanto no exterior haverá uma exposição de veículos e equipamentos.

Em simultâneo decorrerão cinco "workshops" que abordam temáticas nas áreas de organização inicial de teatros de operações, segurança no combate a incêndios florestais e comportamento do fogo, fogo de supressão, busca e salvamento, e condução fora de estrada.

Este evento conta com apoios institucionais, entre eles o da Autoridade Nacional de Protecção Civil, estando presente o comandante nacional de operações de socorro, da Liga dos Bombeiros Portugueses, da Escola Nacional de Bombeiros e da Câmara Municipal de Águeda.

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Marcha contra as taxas nas áreas protegidas - 1ª parte


Image Hosted by Imageshack
Uma área protegida

Vai-se realizar no próximo dia 12 de Dezembro uma marcha silenciosa que visa protestar contra as taxas a pagar para organizar actividades que impliquem aceder aos espaços naturais protegidos na dependência do Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB).

A iniciativa decorre em Braga, com concentração pelas 09:00 junto do Arco da Porta Nova e precorrerá diversas artérias da cidade, terminando na Avenida Central, tendo a organização solicitado que os participantes enverguem roupas pretas ou usem uma fita negra no seu bastão.

O objectivo é revogar a Portaria 1245/2009, que estabelece taxas a apgar para aceder às áreas dependentes do ICNB, os quais limitam severamente os acessos e criam obstáculos quase instansponíveis à prática de diversas actividades.

A legislação constante da portaria visada estabelece um montante de 200 euros apenas para que o ICNB aprecie o pedido, que pode ser algo tão trivial e inócuo como um simples passeio a pé para observar a Natureza, organizado por um simples clube, mas que pode atingir valores ainda mais absurdos caso haja deslocações de técnicos ao local.

Correntes de neve - 2ª parte


Image Hosted by Imageshack
Um modelo de pneus de neve

Lembramos que as correntes de neve não são universais, destinando-se a dimensões de pneus específicas, sem o que são impossíveis de ajustar devidamente, convertendo-se elas próprias numa autêntico perigo para o veículo e respectivos ocupantes, bem como para os demais utentes da via.

Os preços dos conjuntos de correntes são bastante variáveis, dependendo das dimensões e da espessura dos elos, que podem ir desde os 9 até aos 16 mm, para usar medidas típicas, com os modelos de maior dimensão e complexidade a serem destinados a veículos de maior porte ou aos todo o terreno.

Como consequência, os preços variam substancialmente, podendo ir desde menos de cinquenta euros, com os modelos mais dispendiosos a ultrapassar facilmente os cem, nomeadamente quando destinados a veículos todo o terreno com pneus de maior dimensão.

O resultado é mais um problema orçamental, quando se trata de equipar uma pequena frota, sabendo-se que a disponibilidade financeira dos corpos de bombeiros é reduzida e o desgaste deste tipo de material, dependendo das situações e circunstâncias de uso, tende a ser elevado e obrigar a substituições periódicas.

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Autostyle Head Up Display com GPS


Image Hosted by Imageshack
O Autostyle Head Up Display

O Autostyle Head Up Display com GPS é um equipamento multifunções que se destina a projectar sobre o parabrisas a velocidade de um veículo, podendo em simultâneo enviar comandos NMEA para um computador portátil ou PDA via "bluetooth".

Este equipamento recebe informação relativa à velocidade via GPS, podendo servir de avisador de excesso de velocidade e como substituto de um receptor de GPS convencional que envie dados por "bluetooth".

Como forma de alimentação, está incluido um cabo adaptador USB que permite ligar à tomada de isqueiro do automóvel, sendo também fornecido um tapete antiderrapante para facilitar a fixação do equipamento.

Por perto de 120 euros, incluindo portes, este modelo da Autostyle é francamente mais dispendioso que um GPS convencional, pelo que, a menos que haja interesse na função de projecção da velocidade, este será um modelo cuja aquisição dificilmente se justificará.

Acidente com chuva fere 3 bombeiros - 2ª parte


Image Hosted by Imageshack
Uma ambulância acidentada

As ambulâncias, eventualmente com raras excepções, são veículos de estrada, destinadas a efectuar percursos em asfalto, com condições climáticas moderadas, tendo as características de condução inerentes aos veículos de médio porte, cujo centro de gravidade é elevado e são vulneráveis a ventos laterais.

Por outro lado, a própria intervenção no local assume contornos de maior risco, com a possibilidade de o pessoal de socorro poder ser atingido por veículos em despiste, tal como sucedeu recentemente perto de Aveiro, onde diversas viaturas dos bombeiros foram danificadas quando um condutor perdeu o controle do automóvel que conduzia.

Desta forma, o risco é mais do que duplicado, acrescendo a possibilidade real de a missão ser interrompida, mesmo que sem danos para os intervenientes, obrigando à mobilização de novos meios, que poderão estar mais distantes, serem menos adequados e, o que é mais grave, não chegaram atempadamente ao local onde a sua presença é solicitada.

Este é um assunto que, infelizmente, estamos convencidos que irá ser repetidamente abordado nos próximos meses, levando a reequacionar políticas, em termos gerais, mas também casos concretos onde a introdução de alguns equipamentos ou dispositivos poderá ser decisivo para reduzir os riscos inerentes a este tipo de missão.

terça-feira, dezembro 08, 2009

Correntes de neve - 1ª parte


Image Hosted by Imageshack
Um exemplo de correntes de neve

Circular na neve obriga a pneus adequados, algo que tende a ser dispendioso se incluirmos as jantes, ou ao uso de correntes de neve, situação mais acessível, mas nem sempre a mais prática e que implica aquisições algo volumosas.

A falta de disponibilidade de correntes de neve para uso generalizado, mesmo em zonas ou locais de queda de neve, continua a fazer-se sentir, afectando tanto os meios de socorro como os veículos particulares, que assim terão maior probabilidade de acidente ou, simplesmente, de ficarem retidos, obrigando a uma evacuação.

Mesmo havendo disponibilidade, o recurso a correntes de neve implica instalação prévia, caso se queira evitar a situação de as colocar após um pedido ou o surgimento de uma situação, do que decorrem demoras por vezes inaceitáveis, obrigando, eventualmente ao esforço suplementar de as colocar e remover conforme o estado das estradas na região.

Em zonas mistas, onde apenas parte das vias requerem o uso de correntes, a situação pode ser ainda mais complexa, obrigando a escolher quais os meios que as devem ter instaladas e quais os que não devem, limitando posteriormente a escolha daqueles que poderão desempenhar missões numa e noutra área.

segunda-feira, dezembro 07, 2009

Almoço de Natal da Land Lousã


Image Hosted by Imageshack
Um Land Rover na Lousã

Realiza-se no próximo Domingo, dia 13 de Dezembro, o almoço de Natal da LandLousã, com o objectivo de auxiliar a comunidade juvenil de S. Francisco de Assis de Olho Marinho, em Vila Nova de Poiares.

O almoço terá Restaurante Encosta da Seara, na Vila de Goís, que tem uma capacidade de 60 lugares, pelo que a inscrição deve ser feita com a brevidade possível para o endereço de correio da LandLousã.

Solicita-se aos participantes que levem brinquedos, roupas e calçado que já não utilizem ou material escolar como cadernos, lapís ou canetas que possam tornar mais feliz o Natal dos jovens da comunidade de S. Francisco de Assis.

Acidente com chuva fere 3 bombeiros - 1ª parte


Image Hosted by Imageshack
Uma ambulância acidentada

Apesar de ter resultado apenas em feridos sem gravidade, embora com elevados prejuizos materiais, o acidente com uma ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) com tripulação de bombeiros de Vila Pouca de Aguiar obriga a recordar os riscos inerentes às missões de socorro.

A ambulância do INEM despistou-se em Vila Meã, quando seguia para Barbadães de Baixo, tendo colidido com duas viaturas estacionadas na berma da Estrada Nacional 2, após ter entrado em despiste numa estrada com piso molhado.

A chegada do Inverno, com chuva, gelo e neve, aliadas a condições de visibilidade menos favoráveis e a um maior desgaste do pessoal e das próprias viaturas propicía este tipo de acidentes e o aumento das distâncias a percorrer incrementa a probabilidade de haver problemas a vários níveis.

Surgem duas situações evidentes, sendo uma o treino para conduzir com a velocidade possível e a segurança aceitável nestas situações de transitabilidade, mas também a dos equipamentos necessários, que implicam dispor de veículos equipados de forma adequada.

domingo, dezembro 06, 2009

Bing Maps com Streetside rivaliza com o Google Street View


Image Hosted by Imageshack
Um écran do Bing Maps

Associado ao Bing, o motor de pesquisa da Microsoft, surge o rival do Google Maps, que foi designado, com alguma naturalidade, por Bing Maps, incluindo o serviço Streetside, que é o equivalente do seu competidor Street View.

Uma ligação ao Twitter permite visualizar no mapa o local de onde é enviado cada mensagem afixada neste serviço, sendo esta uma inovação face ao Google Maps, mas falta ainda a enorme extensão de aplicações que permitam ao producto da Microsoft uma expansão rápida.

A popularidade de um sistema de mapas depende por um lado dos dados disponibilizados e da sua actualidade, mas também da adesão de quem desenvolve aplicações que tirem partido da informação disponível e do suporte para dispositivos, como os receptores de GPS.

Com o Google Maps e Earth cada vez mais populares e servindo de base a numerosas aplicações e sistemas, será enorme o esforço que a Microsoft terá que fazer para competir num mercado crescente onde existe uma enorme predominância de um produto gratuito e de qualidade inegável.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin