sábado, dezembro 31, 2016

Nova versão do Land Rover Serie 3 da Italeri

Não obstante os anos, os Land Rover Serie continuam populares entre os modelistas, pelo que a Italeri decidiu dar uma nova vida ao seu conhecido modelo, na escala 1/35, adicionando novas peças que permitem a este Serie 3 109" poder ser contruído noutras versões.

Para além da cobertura em lona, é agora incluída uma capota rígida com janelas e o anterior conjunto de decalques foi substituído por outro, destinado, sobretudo, a reproduzir algumas viaturas utilizadas pela "Guardia Civil" espanhola durante os anos 70.

Devemos acrescentar que em Espanha, nos anos 70, a maioria dos veículos deste tipo não eram Land Rover, mas os Santana, produzidos localmente ao abrigo de um acordo, pelo que seria de esperar que tal fosse traduzido neste "kit", mas não será de excluir que alguns veículos produzidos em Inglaterra tenham sido utilizados pela Guardia Civil com esta decoração.

Relativamente a este "kit", já nos pronunciamos no passado, sendo de qualidade aceitável, correcto nas linhas, embora com alguns detalhes simplificados, algo normal neste tipo de modelo onde zonas menos visíveis não incluem todos os componentes do veículo real, mas o aspecto final resulta agradável e repoduzindo adequadamente este clássico da Land Rover.

sexta-feira, dezembro 30, 2016

Testes da Deco dão vantagem a rede móvel da Vodafone - 1ª parte

Um recente estudo da Deco-Proteste revela que a melhor rede móvel de dados é a da Vodafone, com larga vantagem sobre a MEO e sobre a NOS, última deste estudo onde participaram 22.000 utilizadores que recorreram a uma aplicação compatível com as redes 3G e 4G.

A Vodafone obteve os melhores resultados em 15 dos 18 distritos de Portugal Continental em testes que incluem "download", "upload", "streaming" de vídeo e navegação, simulando assim a utilização mais comum de um dispositivo móvel que, naturalmente, irá variar conforme os hábitos e necessidades de cada utilizador individual.

Será sempre de descarregar a aplicação e efectuar os testes, que serão diferentes conforme o local exacto, e deverão ser repetidos nos locais onde se pretendam efectuar acessos com maior frequência, estabelecendo assim uma classificação de acordo com as necessidades individuais que, naturalmente, poderão não coincidir com os resultados gerais do teste onde a Vodafone, apesar de uma manifesta vantagem, não vence em todos os distritos.

Mesmo em distritos onde um dado operador obteve a melhor cobertura, certamente existirão áreas onde não estarão em vantagem, existindo a possibilidade de zonas em que não existe sinal, o que ocorre sobretudo em zonas montanhosas do Interior do País onde nem sequer é possível efectuar uma simples chamada de telemóvel e, portanto, o uso de dados é completamente impossível.

quinta-feira, dezembro 29, 2016

Google "Trusted Contacts"

A aplicação do Google "Trusted Contacts", disponível para a plataforna "Android", em versões 4.4 e posteriores, vem responder a uma infeliz necessidade do Mundo actual, onde acidentes e atentados causam a inquietação de todos quantos sabem que um ente querido está perto de um local onde tenha acontecido uma tragédia e queiram saber como ele se encontra.

Ao adicionar família e amigos próximos aos "Trusted Contacts" e permitir a estes que peçam a localização do utilizador da aplicação, caso não haja resposta, estes são avisados da localização, sendo que, se tudo estiver bem, basta indicá-lo para que se mantenha a privacidade, não fornecendo o local, mas sossegando que esteja preocupado.

A aplicação necessita ainda de melhoramentos, em termos de funcionalidades, estabilidade, rapidez, gasto de bateria ou mesmo na precisão da localização, mas o facto de, mesmo que o equipamento esteja desligado, haver uma resposta, com a informação possível, não deixa de ser interessante e um recurso a ter em conta, sobretudo em deslocações no estrangeiro.

Esta aplicação interliga-se com outras do "universo" Google e depende de recursos de rede para envio de informações, mas estas ficam alojadas nos servidores, salvaguardadas em caso de falha de ligação do equipamento, pelo que devem ser equacionadas as óbvias questões a nível de privacidade não apenas na altura da sua partilha, pelo que sugerimos a sua instalação e utilização apenas em situações de necessidade.

quarta-feira, dezembro 28, 2016

Casas em madeira e projectos rurais - 4ª parte

Num país onde o Interior se encontra cada vez mais desertificado, o turismo rural, complementado por diversos tipos de actividade, revela-se cada vez mais essencial, não apenas em termos económicos, mas também como forma de solidariedade e complementaridade, sobretudo em projectos que incluam as populações locais e valorizem as suas actividades, sendo a falta de apoios e o elevado investimento inicial os principais obstáculos com que muitos empreendedores se deparam.

Os projectos que temos concebido são de baixo preço, podendo começar com um terreno e uma única habitação, de construção tradicional, mesmo que de dimensões reduzidas, e um conjunto de abrigos, que podem ser instalados à medida das necessidades e ao ritmo de expansão do empreendimento, resultando num núcleo que deverá manter-se sempre com um número restrito de habitações, evitando assim desequilíbrios ou impactos ambientais negativos.

Em contrapartida, estes pequenos núcleos estão pensados para funcionar em rede, cada um com as suas particularidades que advêm não apenas do tecido local onde se integram, mas também da especificidade das actividades propostas por cada um, diferenciando-os a vários níveis, o que permite que os visitantes transitem de um lugar para outro encontrando sempre novas experiências e realidades.

Com um investimento módico, sabendo-se que em muitas zonas do Interior o preço da habitação e dos terrenos é baixo e, em diversos concelhos, existem incentivos e apoios, o recurso a abrigos em madeira pode constituir um excelente ponto de partida para um empreendimento não apenas rentável, mas compensador a nível pessoal, sobretudo para aqueles que se queiram afastar da rotina das cidades e optar por um estilo de vida mais são.

terça-feira, dezembro 27, 2016

Lanterna multi-funcional

As lanternas com multiplas funções, baseadas em lâmpadas LED, com luz muito brilhante, capaz de provocar efeito de cegueira, accionadas por um interruptor simples, com funcionamento rotativo, destinadas a operar mesmo sob chuva ou condições adversas, são cada vez mais populares, constituindo uma boa opção para praticantes de actividades ao ar livre.

Esta lanterna, para além da sua funcionalidade nativa de iluminação, inclui uma ponta de alta resistência, capaz de partir vidros, e, no seu interior, uma lâmina, com serrilha do lado oposto, que pode cortar cintos de segurança, pelo que a sua utilidade no interior de uma viatura poderá ser interessante.

Este modelo, em metal de cor negra, tem um comprimento de 163 milímetros e um diâmetro de 19, opera com voltagens entre os 0.8 e os 1.5 volts, proporcionado por uma bateria AA ou 14500, que alimenta uma lâmpada LED tipo CREE XP-E com um fluxo luminoso de 1000 LM.

Com um aspecto sólido, uma textura que permite empunhar com segurança, mesmo no momento de impactos, revela-se com um bom acabamento, muito fácil de transportar, com dimensões semelhantes às de uma caneta, tem um preço que começa um pouco abaixo dos cinco Euros, substituindo um conjunto de outros equipamentos que, conjuntamento, serão bastante mais dispendiosos, razão que nos leva a sugerir esta lanterna aos adeptos de actividades no exterior.

segunda-feira, dezembro 26, 2016

Casas em madeira e projectos rurais - 3ª parte

O facto de esta casa ser quadrada facilita a disposição de equipamentos e mobiliário, aproveitando-se ao máximo a área disponibilizada que perde muito pouco espaço útil, com as próprias áreas de passagem a duplicarem a sua utilização para outros fins, dependendo da organização do espaço e das actividades em curso num dado momento.

Caso modificada de acordo com um projecto próprio, o que implica uma maior extensão de parede interior e novas janelas, a que acresce todo o equipamento e mobiliário, o preço praticamente duplica, dependendo, obviamente, da qualidade do material utilizado e dos acabamentos, com o valor a quase duplicar, mas ficando, ainda assim, numa gama de preços muito competitiva quando comparada com outras opções.

Existem ainda diversas formas de complementar funcionalmente este tipo de abrigo, tal como de os posicionar, podendo ser colocados sobre plataformas elevadas, diminuindo a pegada ambiental e aumentando o nível de segurança e mesmo de privacidade, sendo possível aproveitar o espaço inferior de formas diversas, resultando numa mais valia para o conjunto.

Os avanços técnicos e tecnológicos, a implementação de redes de comunicações físicas e virtuais mesmo em locais remotos, e o surgimento de novos fornecedores, oferecendo soluções inovadoras e preços competitivos, facilita o desenvolvimento de projectos longe dos grandes centros urbanos sem, com isso, perder um conjunto de funcionalidades que, nos dias de hoje, consideramos como essenciais para qualquer actividade profissional.

domingo, dezembro 25, 2016

Feliz Natal de 2016

Tal como nos anos anteriores, vimos desejar a todos os nossos amigos e leitores e respectivas famílias um Natal muito feliz e de agradecer, mais uma vez, a vossa presença e apoio ao longo dos anos em que mantemos este "blog", e, especialmente, durante o ano de 2016, agora prestes a terminar.

Esta é uma época festiva, de esperança e de renovação, onde queremos sobretudo lembrar tudo o que de positivo o ano de 2016 teve, sem esquecer tudo o que de mais negativo ou penoso que tenha ocorrido, onde a partida da Princesinha merece especial recordação, e renovar a esperança para o ano de 2017 que se aproxima e para as oportunidades que certamente encerra.

Também queremos lembramos sobretudo aqueles que sofrem, aos quais manifestamos a nossa solidariedade e compreensão, mas também todos quantos lutam por um Mundo melhor e deixam a sua marca, mesmo que desconhecida pela esmagadora maioria, a quem prestamos a nossa homenagem.

Para todos, os mais sinceros votos de umas Festas muito felizes.

sábado, dezembro 24, 2016

Animais deixam de ser "coisas"

Embora sem um estatuto de personalidade jurídica, os animais deixaram de ser considerados como meras coisas, passando a ser-lhes reconhecida uma sensibilidade própria, do que resulta um posicionamento diferente no Código Civil a que corresponde uma maior protecção.

Assim, crimes contra animais deixam de ser enquadrados num aspecto patrimonial, correspondendo a uma perda, tal como sucede quando um objecto é danificado ou destruído, passando a ter uma punição mais de acordo com o sofrimento que lhes for inflingido e às consequências que daí resultem e não como um possível prejuízo para os donos, a que podia acrescer uma indemnização por danos morais que, naturalmente, continua a ter como referência os proprietários.

As denúncias de crimes contra animais têm aumentado substancialmente nos últimos anos, como resultado de uma maior consciencialização por parte das populações, das autoridades e do próprio poder judicial, que, apesar de demoras, tem aplicado penas mais pesadas e com maior probabilidade de prevenir comportamentos criminosos que devem ser denunciados, como crimes públicos que são.

Portugal, a parte de um pequeno número de países europeus, passa a ter uma das legislações mais avançadas na protecção dos animais, mas falta ainda percorrer um longo caminho, não apenas legislativo, mas sobretudo na mudança de atitudes de muitos e na aplicação célere do disposto na lei, punindo rapidamente todos quantos incorram neste tipo de crimes que a todos cabe denunciar.

sexta-feira, dezembro 23, 2016

Legislação para "drones" aprovada - 3ª parte

Nesta vertente, mesmo remetendo para a lei geral e para os diplomas que regulam a obtenção de imagens, pelas suas capacidades e pela forma deliberada como podem ser operados, parece-nos que os "drones" deviam ser objecto de uma análise diferente, mesmo relativamente à fotografia aérea, numa abordagem onde todas as suas especificidades sejam devidamente contempladas, evitando-se que, das limitações da lei actual, resultem na não punição de crimes de violação de privacidade.

Compreensivelmente, a ANAC aborda a questão dos "drones" do ponto de vista aeronáutico, mas a essência da maioria destas aeronaves é a de uma câmara voadora, numa lógica que escapa ao conceito natural da aviação, pelo que, para além da segurança aérea, toda uma multiplicidade de outros problemas necessita de ser abordado e legislado de um ponto de vista completamente diferente e que resulta da necessidade crescente de proteger a privacidade e o direito à imagem, se quisermos exluir situações mais raras, como a obtenção de informações com interesse comercial.

Naturalmente, para além de tudo, recomenda-se bom senso, evitando situações que manifestamente são de evitar, como usar "drones" em locais de concentrações, perto de aeroportos ou sobre bases militares ou orgãos de soberania, para citar alguns dos exemplos mais óbvios e que, mesmo assim, são muitas vezes desrespeitados.

Independentemente de algumas dúvidas ou discordâncias, esta é a lei em vigor, e era há muito devida, dado o autêntico caos reinante no espaço aéreo nacional, esperando-se que venha contribuir para evitar algumas das muitas situações de risco que actualmente se vivem com uma lamentável regularidade.

quinta-feira, dezembro 22, 2016

Casas em madeira e projectos rurais - 2ª parte

O limite mínimo de 4 metros implica uma disposição de elementos algo complexa, sem com isso perder a funcionalidade, que vai ganhando conforto à medida que a área aumenta, podendo ser adicionados mais alguns elementos, sobretudo em termos de equipamento e na facilidade com que os mesmos podem ser utilizados, mas mantendo sempre a ideia subjacente ao projecto original.

Entre os vários fabricantes que oferecem uma grande variedade, a "Eurocasetas" é exemplificativa do tipo de oferta que se pode esperar, servindo igualmente como comparativo de preços nas várias gamas e opções, sendo certo de que uma aquisição em Espanha tem diversas implicações, dependendo de ser para uso privado ou empresarial, com vantagens e desvantagens que convém verificar para caso específico.

Também a título de exemplo, sugerimos a casa em madeira "Altea 5x5", da "Eurocasetas", que tem dimensões externas de 500 x 500 centímetros e internas de 480 x 480, grossura das paredes de 44 milímetros, e que durante uma promoção, pode ser adquirida por 2.650 Euros, incluindo o IVA, a que acrescem, caso se pretenda, um suplemento para telhados com melhor isolamento e para montagem.

Construída em abeto nórdico, com uma altura de parede de 220 centímetros e altura total de 270, inclui duas janelas com vidro duplo de 137 x 103 centímetros, uma porta com 160 x 190, protecção contra chuva, inclui travessas tratadas com 70 x 90 milímetros e acessórios, num conjunto com um peso total que ronda a tonelada e meia e possui 5 anos de garantia.

quarta-feira, dezembro 21, 2016

Legislação para "drones" aprovada - 2ª parte

Para além de altitudes máximas, distâncias a respeitar, tipos ou modelos de "drones", a diferenciação resultante da possibilidade de visualizar em directo imagens provenientes da aeronave, locais restritos ou voos fora de vista, existem numerosas determinações que convém saber e entender, sobretudo na interacção resultante, podendo ser necessário, para certos voos, pedir autorização.

É de notar que o legislador considera alguns "drones" como brinquedos, o que não implica a sua exclusão deste regulamento, nem a assumpção de que a sua operação não implica riscos, sendo estes modelos tipificados e sobre eles impende um conjunto de restrições que nada fica a dever aos seus congéneres de maior porte.

A venda e operação continua livre, sem registos ou licenças, de acordo com a prática no espaço comunitário, sendo óbvio que esta pode ser uma situação transitória, pelo menos no respeitante a operar modelos de maiores dimensões e capacidades, que permitem outro tipo de voos e implementam tecnologias mais avançadas, nem sempre dominadas por que os utiliza.

Também falta uma legislação mais específica relativamente à recolha de imagens aéreas, regulada por diplomas que são anteriores à existência de "drones" e que, portanto, está francamente desactualizada, sendo patente que as implicações a nível da privacidade são enormes e necessitam de ser reexaminadas à luz da nova realidade resultante deste tipo de aeronave.

terça-feira, dezembro 20, 2016

Casas em madeira e projectos rurais - 1ª parte

Para diversos projectos, sobretudo aqueles que envolvem turismo rural, a possibilidade de dispor de abrigos em madeira como complemento de uma habitação central, onde estejam instalados um conjunto de recursos, surge como interessante, prática e económica, dispensando ainda um conjunto de formalidades necessárias para edificações com maior impacto ambiental.

Dependendo do objectivo, podem ser utilizados modelos imediatamente disponíveis no mercado, solicitar à fábrica para alterar um modelo existente ou conceber algo completamente novo, sendo a primeira opção a mais económica e a última a mais dispendiosa, com a solução intermédia a apresentar, na maioria dos casos, a melhore relação entre a qualidade e o preço.

Diversos fabricantes possuem linhas extensas, com inúmeras opções, destinadas a fins e utilizações distintas, que podem incluir desde casas a garagens, passando por abrigos ou quiosques, acrescendo diversos tipos de acabamentos ou acessórios, o que permite um excelente ponto de partida para um projecto.

Dos estudos que fizemos para diversas situações, sempre equacionamos casas com entre os 4 e os 5 metros de lado, o que permite, com algumas restrições, colocar um quarto, sala, cozinha e casa de banho, pelo que nos centramos neste tipo de área que consideramos como o mínimo em termos de funcionalidade para uma pequena residência.

segunda-feira, dezembro 19, 2016

Legislação para "drones" aprovada - 1ª parte

Os "drones" têm vindo a tornar-se cada vez mais populares em todo o Mundo, sendo possível adquirir modelos de entrada por poucas dezenas de Euros, do que resulta uma utilização algo desordenada que, por vezes, coloca em risco outras aeronaves, quem se encontre nas proximidades e levanta problemas a nível de privacidade.

Foi publicado no Diário da Republica o Regulamento n.º 1093/2016, aplicável aos "drones" utilizados em território nacional, que aprova as condições de operação aplicáveis à utilização do espaço aéreo pelos sistemas de aeronaves civis pilotadas remotamente, conforme uma iniciativa previamente anunciada pela Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC).

Quem pretender ler este regulamento, pode encontrá-lo no Diário da República, Série II de 2016-12-14, acessível no "site" oficial em formato PDF, ou num "site" alternativo, em HTML, aconselhando-se uma leitura atenta a quem possuir um destes equipamentos, prevenindo situações das quais podem resultar, para além dos problemas inerentes, uma sanção financeira ou mesmo penal.

Admitimos que esta legislação seja complexa, por vezes difícil de entender para os leigos, mas o seu estudo, sobretudo para quem opere "drones" é absolutamente essencial, dado que inclui um conjunto de restrições que não são intuitivas e diversas tipificações que podem não decorrer de uma análise simples, mas da abordagem do legislador.

domingo, dezembro 18, 2016

Abrigo polar da Land Rover

A Land Rover concebeu um abrigo desmontável, capaz de ser transportado no porta bagagens do Discovery Sport, capaz de albergar dois adultos em condições de conforto, mesmo em temperaturas extremas, como o demonstram os testes em câmaras frigoríficas, tal como sucede com os veículos da marca.

Este abrigo, com 3.5 m2, foi testado por especialistas, que garantem a sua qualidade, eventualmente complementado por vestuário adequado e outros agasalhos, mas a Land Rover não irá comercializar este projecto, destinando-se unicamente a eventos nos quais a marca participe, sobretudo como complemento de alguns dos novos veículos.

No fundo, estamos diante de um conjunto de paineis sólidos graças a um conjunto de elementos estruturais, com um excelente isolamento térmico, num formato que diminui a exposição e evita a acumulação de neve e gelo, complementado por uma textura exterior e revestimento destinada a repelir a água e a proteger o material mais exposto.

Das diversas imagens que publicamos, pode-se visualizar o aspecto deste abrigo montado e desmontado, bem como as diversas peças que o constituem, podendo assim servir de inspiração para quem pretenda construir algo semelhante, mesmo que com algumas diferenças que podem resultar simplesmente da falta de informações mais específicas, como medidas rigorosas ou destinar-se a ser transportado noutro modelo de veículo.

sábado, dezembro 17, 2016

Imagens de sistema operativo via "Etcher"

O "Etcher" é um programa, disponível para diversas plataformas, destinado a criar imagens de arranque, permitindo gerar um suporte magnético, como uma "pen" que, introduzida numa unidade de leitura, restaure um computador, reinstalando o sistema operativo.

Este programa, grátis e de uso livre, implementa, de forma automática, um conjunto de funcionalidades, como a verificação da consistência ou coerência dos dados ou a análise do meio físico, de modo a que mesmo utilizadores menos experientes possam utilizá-lo com segurança e venham a dispor de uma forma rápida e prática de repor um sistema operativo em caso de necessidade.

O "Etcher" pode ser instalado ou descarregado sob a forma de um executável, portátil e sem necessidade de instalação, em versões para Windows, iOS ou Linux, estando previstas novas versões e futuras evoluções, com novas funcionalidades, que se justifica acompanhar e utilizar, caso se pretenda possuir uma segurança adicional que permita reinstalar um sistema operativo de forma relativamente automatizada.

Naturalmente que, dependendo do sistema operativo, a capacidade do suporte magnético irá variar substancialmente, sendo sempre de salientar que o "Etcher" não é uma forma alternativa de salvaguarda de dados, que devem ser protegidos recorrendo a outro tipo de programa, independentemente de o "backup" ser feito para um suporte magnético ou para um espaço na "cloud".

sexta-feira, dezembro 16, 2016

Suportes de câmaras de acção para capacetes - 4ª parte

Assim, tem que se verificar qual o posicionamento da câmara, que pode ser numa das calhas laterais ou no encaixe frontal, o que determina o tipo do contrapeso, que fica sempre do lado oposto, sendo necessário colocar um peso adequado ao tipo de equilíbrio pretendido, que fica contido no interior deste acessório, fechado por tiras de velcro.

Todos estes conjuntos, em termos de peças individuais e da sua integração, devem ser devidamente testados, não apenas no respeitante ao conforto e praticabilidade, mas também quanto à segurança que oferecem para a câmara, e que deve ser tanto maior consoante o valor desta, que, no caso das últimas "GoPro", são da ordem das centenas de Euros, sendo obviamente um investimento a proteger.

Dado que as "GoPro" são o padrão deste segmento, muitos são os fabricantes de câmaras que utilizam o mesmo tipo de acessório, pelo que os modelos de muitas marcas são inteiramente compatíveis em termos de fixação, devendo-se sempre verificar cuidadosamente se os acessórios a adquirir são os certos para o modelo concreto e se existe algum tipo de restrição à sua utilização montada num capacete.

Estamos a falar de soluções que facilmente ficam abaixo da vintena de Euros, incluindo capacete e respectivo suporte, podendo-se incluir o contra peso, caso se tenha pesquisado e obtido os preços mais baixos, mas que serão apenas eficazes com câmaras com estabilização de imagem, sem o que a qualidade das filmagens será fraca e comprometerá o resultado final.

quinta-feira, dezembro 15, 2016

Luzes de trabalho

Embora sejam úteis e bastante utilizadas pelos praticantes de todo o terreno, as luzes de trabalho, normalmente colocadas na rectaguarda das viaturas, são apenas permitidas num conjunto restrito de veículos, pelo que, como consequência da legislação vigente, não podem ser homologadas ou autorizadas fora das excepções previstas na lei, não obstante serem, normalmente, toleradas.

Segundo a legislação, "das luzes de trabalho brancas ou amarelas existentes em veículos de pronto socorro, tractores de mercadorias e veículos especiais de limpeza urbana, instaladas à retaguarda ou lateralmente", resulta uma óbvia restrição quanto à possibilidade de instalação fora das excepções mencionadas.

A instalação, que apenas garante a legalidade nos veículos autorizados, implica ter um sistema de aviso no interior, que permita aferir se a luz está ligada ou desligada, e um comando na mesma, não podendo ser activada a partir do interior do veículo, embora aí possa estar um segundo sistema para ligar e desligar.

Pode-se, apenas, extrapolar de outras situações a possibilidade de ter este tipo de luz noutros veículos, não abrangidos pela lei, desde que devidamente tapados ou com conexões eléctricas desligadas, de forma a que o mesmo não possa ser ligado e, caso o seja, não seja visível qualquer luminosidade, o que, infelizmente, não garante que não surjam problemas com as autoridades fiscalizadoras.

quarta-feira, dezembro 14, 2016

Suportes de câmaras de acção para capacetes - 3ª parte

Outras características comuns são as zonas em velcro, que garantem uma excelente fixação, embora com algum tipo de trepidação, pelo que é desaconselhável para câmaras, bem como os esticadores, que também são utilizados como fixações, e o sistema de abertura rápida das correias, facilitando a remoção do capacete em todas as situações.

Como os modelos de suportes mais simples a começar abaixo dos 5 Euros, incluindo portes, que, não obstante o baixo preço, seguram de forma adequada uma câmara de acção, tipicamente leves e de pequenas dimensões, os de melhor qualidade, em alumínio maquinado, de grande resistência, mas com custos de produção bastante mais elevados, e que normalmente estão associados a um vasto conjunto de opções em termos de ajustes, podem atingir valores elevados, apenas justificáveis em utilizações francamente exigentes.

Um acessório pouco utilizado, talvez por desconhecimento, é o contra peso, destinado a ser colocado do lado oposto ao de outros acessórios, como forma de manter o equilíbrio, o que é importante tanto para o conforto, como para o próprio alinhamento, evitando que o capacete descaia no sentido do maior peso, algo que, em actividades onde existam movimentos ou acelerações mais bruscas, facilmente sucede.

Existem vários modelos de contrapesos, mais simples ou mais complexos, incluindo os pesos ou não, mas sobretudo com formas e sistemas de fixação diferentes, o que será determinante em termos do seu posicionamento, havendo diferenças entre os modelos destinados a serem colocados lateralmente e aqueles que são colocados na parte posterior do capacete.

terça-feira, dezembro 13, 2016

Land Rover Owners de Janeiro de 2017 já nas bancas

Já se encontra nos locais de venda habituais a edição de Janeiro de 2017 da Land Rover Owners International, com o destaque a ir para um comparativo entre o Defender e o Range Rover, confrontando um modelo mais antigo com outro com todos os recursos electrónicos que a marca implementa nos seus veículos mais modernos, com os quais pretende obter resultados semelhantes fora de estrada.

É manifesto que a Land Rover, sobretudo desde o termo da produção do Defender, tem vindo a optar pela electrónica como forma de compensar uma menor capacidade mecânica a nível da transmisão ou suspensão, nomeadamente com a perda da caixa de transferências e a inclusão na sua linha de modelos de duas rodas motrizes, pelo que este tipo de comparativo se insere no esforço de marketing da marca, que pretende manter a sua imagem de fabricante de veículos com elevado desempenho fora de estrada.

As extensas modificações num Discovery 1, num total de 126 e ainda em processo de alterações, atingindo um valor que se aproxima dos 30.000 Euros, as 1.000 horas de restauro de um Serie ou o trabalho en África dos Defender da "Born Free Foundation" merecem igualmente destaque, tal como alguns percursos que são detalhados e servem como sugestões, mesmo que replicados noutro local.

A área técnica, seja em termos de reparações, seja na manutenção ou melhoramentos justifica uma leitura por parte dos proprietários dos modelos envolvidos e os testes de longa duração, bem como a apresentação e apreciação de alguns novos produtos, bem como a publicidade temática, onde se encontram sempre diversas novidades, justificam a aquisição do primeiro número de 2017 desta popular revista.

segunda-feira, dezembro 12, 2016

Suportes de câmaras de acção para capacetes - 2ª parte

Estão disponíveis várias versões deste tipo de capacete, com preços e qualidades distintas, estando igualmente disponíveis os sistemas de fixação, que podem ser aparafusados noutros modelos, pelo que quem possuam um capacete o pode adaptar a este uso, do que pode não apenas resultar alguma poupança, como o continuar a utilizar um modelo de que goste e no qual pode já ter feito um investimento substancial.

Naturalmente, dado que a colocação de "rails" implica furar a superfície do capacete, tal deve ser equacionado com atenção e verificado se a curvatura da superfície e o próprio forro ou outras estruturas permitem este tipo de operação sem comprometer a segurança de uso, o conforto e a própria funcionalidade.

Existem diversos tipos de suporte para câmaras de acção destinadas a este tipo de fixação, desde a mais simples, que encaixa directamente no respectivo suporte, aos que incluem algum tipo de deslocamento lateral, passando pelos que oferecem uma maior variedade de ajustes ou de orientações, sendo patente que a diferença em termos de qualidade varia substancialmente.

Uma característica deste modelo de capacete é a presença de um suporte frontal para uma câmara de visão noturna para o qual também existem suportes para câmaras, um pouco mais dispendiosos, mas que permitem um excelente ângulo de filmagem, talvez o que mais se aproxima da visão do portador.

domingo, dezembro 11, 2016

"Linha Saúde Animal 24"

Na passada quarta feira, dia 07, pelas 10.00, arrancou oficialmente a "Linha Saúde Animal 24", que permite obter um conjunto de informações e esclarecimentos através de um "call center", que funciona 24 horas por dia e é apoiado e supervisionado por uma equipa de médicos veterinários.

O serviço custa 60 cêntimos mais IVA, e as chamadas são atendidas por uma mensagem de voz indicando ao utilizador para desligar a ligação, sendo efectuada uma chamada de retorno, sem custos acrescidos, onde o técnico prestará as informações solicitadas.

Questões relacionadas com problemas de saúde, incluindo intoxicações, mas também nas áreas comportamentais, nutricionais ou conselhos relacionados com viagens ou mesmo saúde pública, estão no âmbito deste serviço que pode, naturalmente, aconselhar uma deslocação a um veterinário, caso se trate de um problema grave e que o justifique.

Para todos quantos possuem ou acompanham animais, este é um recurso a ter em conta, sobretudo nos horários onde clínicas e veterinários têm menos disponibilidade e a rapidez de resposta é essencial, pelo que sugerimos registar o telefone 760 450 911, que se pode revelar da maior utilidade em caso de emergência.

sábado, dezembro 10, 2016

Lista alternativa na Federação Portuguesa de Todo o Terreno

Foi apresentada uma candidatura à Federação Portuguesa de Todo o Terreno (FPTT), oferecendo uma alternativa à actual direcção, muito contestada por diversos clubes, entre estes o Landmania, e que tem vindo a conferir uma imagem muito negativa a uma entidade que devia conglomerar os clubes que se dedicam a esta actividade.

Podíamos citar inúmeros exemplos de situações nas quais a postura da FPTT foi, no mínimo, negativa e prejudicial para o todo o terreno e para os clubes que agregam os participantes, pelo que substituir a actual direcção, que se eterniza num clima de contínua conflitualidade, denunciando as actividades daqueles que não pagam uma contribuição ilegítima determinada pelos próprios, é imperativo para promover esta actividade que tem um cada vez maior impacto na economia nacional.

A nova lista anuncia-se como sendo constituída por personalidades conhecidas no meio, adeptos da modalidade e com provas dadas e experiência na organização de actividades, sobretudo ligadas aos clubes que a FPTT deve congregar e unir num ideal comum, viabilizando e promovendo o todo o terreno, que se integra no sector turístico, actualmente em franca expansão em Portugal, como alternativa a fortes restrições noutros países europeus e norte africanos.

Após anos de contestação e de críticas permanentes, mas sem que se vislumbrasse qualquer alternativa que não a de ignorar a existência da FPTT, a candidatura de uma lista alternativa revela-se da maior importância para todos quantos apostam em viabilizar esta federação que, caso siga a actual trajectória, não contribuirá de forma positiva para o desenvolvimento do todo o terreno, onde se pretende uma pacificação e a adopção de propostas consensuais, como forma de estabelecer novas ligações com o tecido económico e social onde as actividades se inserem.

sexta-feira, dezembro 09, 2016

O CareCar AET-1 para Land Rover - 3ª parte

O AET-1 tem um processador industrial ARM de 32 bits, 64 Mb de memória RAM, suporta voltagens entre os 9 e os 28 volts, tem um "slot" para cartões de memória SD e possuir um écran LCD a cores de 4.3", com uma resolução de 480 x 270, permitindo uma leitura fácil dos dados.

Com dimensões aproximadas de 150 x 90 x 28 milímetros para o equipamento e 240 x 170 x 70 para a caixa, o conjunto pesa perto de 1 quilo, sendo um equipamento robusto, com certificação CE e FCC, que pode ser utilizado em ambientes industriais sem problemas, revelando-se resistente e durável.

O conjunto inclui, para além do AET-1, um cabo e o adaptador OBD II de 16 pinos, um leitor de cartões SD, o manual de utilizador e uma caixa para armazenamento e transporte, sendo incluído um ano de actualizações e de garantia, por um preço que, dependendo do fornecedor anda entre os 180 e os 220 Euros.

Para quem pretenda um equipamento de diagnóstico compatível com os Td5, e muitos dos que são anunciados com esta compatibilidade, demonstram não funcionar, este AET-1 é uma das opções a ter em conta, sobretudo caso seja possível encontrá-lo no limite inferior do preço praticado e dentro do espaço comunitário, evitando assim surpresas desagradáveis na Alfândega.

quinta-feira, dezembro 08, 2016

Suportes de câmaras de acção para capacetes - 1ª parte

Com o advento das câmaras de acção, das quais a "GoPro" será o exemplo mais conhecido, os suportes para este tipo de equipamento tem vindo a aumentar, incluindo-se entre estes aqueles que se destinam a capacetes, um acessório absolutamente essencial em muitas actividades cujos entusiastas demonstram um especial interesse em filmar.

Um tipo de fixação cada vez mais popular é o "weaver" ou "picattiny rail", também designado por RIS, e que é uma calha normalizada com 20 milímetros, destinado a suportar um conjunto de acessórios particularmente variado e que é muito utilizado pelas forças militares, dada a extrema flexibilidade deste sistema.

Os capacetes com este tipo de fixação, normalmente consistindo em "rails" laterais, surgem a preços cada vez mais reduzidos, permitindo instalar uma câmara alinhada com a visão do portador, enquanto oferecem protecção contra impactos, que sempre podem suceder nos desportos designados como radicais ou de aventura.

Um grande número destes capacetes replica o modelo utilizado pelas forças especiais americanas e que, não oferecendo protecção balística, suporta impactos, pelo que é utilizado em saltos de para quedas ou travessias de zonas difíceis, incluindo cursos de água, tendo como características o conforto, a que o escasso peso e boa capacidade de ajustes não é alheia, bem como o facto de permitir a respiração da cabeça.

quarta-feira, dezembro 07, 2016

O CareCar AET-1 para Land Rover - 2ª parte

Este equipamento é autónomo, não depende de nenhum computador para funcionar, podendo ser conectado via USB para efeitos de programação ou actualização do "software" interno, e suporta os protocolos OBD-2 mais comuns como PWM, VPW, KWP2000, ISO9141 ou CAN-BUS, pelo que é compatível com a grande maioria dos veículos recentes, desde que tenha licença para a respectiva marca.

Os menus são acessíveis através de um écran táctil, a cores, que funciona em modo gráfico, sendo intuitivos e de fácil utilização, permitindo uma navegação simples, inclusivé na selecção de veículos, o que contribui para evitar erros e transmite confiança ao utilizador.

O AET-1 lê e apaga códigos de erro, lê e apresenta fluxos de dados provenientes da unidade de gestão do veículo e permite actuar sobre componentes do mesmo, sendo de fácil utilização e configuração, podendo ser actualizado "online" de forma quase automática, recorrendo ao "software" fornecido.

Com este equipamento pode-se proceder a diversos ajustes ou configurações, inclusivé a nível da unidade de gestão electrónica, do alarme ou da abertura de vidros, bem como programar e activar novos componentes ou reiniciar diversos contadores, como os de revisão periódica.

terça-feira, dezembro 06, 2016

Rádio com suporte para câmara de marcha atrás - 3ª parte

Um sistema de controle simplificado pode ser colocado no volante, permitindo aceder a um conjunto de funções básicas, mas mais frequentes, facilitando o controle do equipamento e melhorando a segurança na condução.

As dimensões da estrutura são de 182 x 52 x 135 milímetros, compatíveis com 1 DIN, o corpo do equipamento tem dimensões de 178 x 50 x 135 milímetros e o painel tem 188 x 58 milímetros, tendo um sistema de conectores ISO, que permitem uma instalação bastante simplificada seguindo os passos constantes do manual.

O preço de um destes rádios pode ficar um pouco abaixo dos 40 Euros, o que será relevante caso seja retido pela Alfândega e pedida informação relativa ao custo total, do que depende o pagamento de taxas aduaneiras, podendo alguns cêntimos representar no total uma diferença substancial no montante final a pagar.

Existem numerosos outros modelos para 1 DIN e 2 DIN, mas este, pelas suas características, bastante completas, e baixo preço, chamou a nossa atenção, sendo compatível com os modelos mais antigos de Land Rover, onde o espaço para o rádio é escasso, dificultando a instalação de equipamentos de maiores dimensões.

segunda-feira, dezembro 05, 2016

O CareCar AET-1 para Land Rover - 1ª parte

A maioria dos equipamentos de diagnóstico, mesmo aqueles que são propostos para os Land Rover, na sua maioria não são compatíveis com os modelos equipados com o motor Td5, pelo que o CareCar AET-1, sendo uma excepção, merece uma atenção especial, tendo como atrativo, para além das características, o preço que ronda as duas centenas de Euros, colocando-o abaixo da maioria da concorrência.

O CareCar AET-1 é um equipamento de diagnóstico portátil, disponível para diversas marcas, entre estas a Land Rover, ou numa versão universal, com suporte para múltiplos fabricantes e destinada sobretudo a oficinas, tendo, naturalmente, um preço francamente mais elevado, que alia facilidade de utilização a um conjunto de funcionalidades interessantes, capazes de satisfazer a maioria dos utilizadores.

Da lista de veículos compatíveis da marca Land Rover constam os seguintes modelos:

Range Rover - 1994-2014
Range Rover Sport - 2005-2013
Range Rover Evoque - 2011-2013
Discovery 1
Discovery II
Discovery III
Discovery IV
Defender - 1997- 2013

O equipamento suporta todos os VIN destes modelos, podendo ser adicionados novas marcas, pagando um preço que, dependendo do fornecedor, ronda os 40 Euros, sendo possível proceder à actualização do "software" instalado, com um custo que, após o primeiro ano, também será aproximadamente de 40 Euros por ano.

domingo, dezembro 04, 2016

Rádio com suporte para câmara de marcha atrás - 2ª parte

São suportados, entre outros, os formatos áudio APE, MP3, WMA, FLAC e WAV e os formatos vídeo AVI, MP4, MKV, RM, RMVB e MPG, assegurando a compatibilidade com a maioria dos ficheiros deste tipo que, desta forma serão audíveis ou visualizáveis.

O rádio implementa as funções habituais, incluindo pesquisa de estações, possuindo 18 memórias, e a selecção de som inclui, para além do volume, balanço entre esquerda e direita, frente e rectaguarda, bem como ajustes nos baixos e em parâmetros que visam melhorar a qualidade de som.

O rádio suporta WAV de 24 Bit 96KHz, tem um amplificador de elevado desempenho IC TDA7388, com saída para 4 canais de 60 W, oferecendo ainda a possibilidades de conexões externas para amplificador e "subwoofer", do que resulta um sistema bastante completo e de qualidade aceitável mesmo para quem tenha uma exigência elevada.

Através de uma ligação "bluetooth" 4.1 estão disponíveis as habituais funções de um "kit" de mãos livres, permitindo receber ou rejeitar chamadas, visualizar a identidade no écran, alterar o nível de som ou efectuar marcação de números.

sábado, dezembro 03, 2016

Lisboa, cidade fechada - 19ª parte

Da completa ausência da Polícia, salvo junto dos estabelecimentos de ensino, bem como de fiscalização por parte da EMEL, que se limita a vir recolher as moedas que alguns ingénuos vão depositando nos parquímetros, tem resultado um completo caos no trânsito, com viaturas a percorrer as ruas em sentido contrário, sucedendo-se os pequenos acidentes, como resultado destas trajetórias e de estacionamentos em locais indevidos.

Com as faixas de rodagem demasiado estreitas e cruzamento de veículos em sentidos opostos em vias de sentido único, a opção de subir os passeios, como forma de ceder passagem, por vezes embatendo em viaturas estacionadas, é cada vez mais frequente, com os danos a avolumerem-se, resultando em prejuízos substanciais para os proprietários que, naturalmente, não são alertados por quem, no momento do acidente, circula em sentido contrário ao permitido.

Os passeios são demasiado baixos para servir de aviso para trajectórias incorrectas e vias muito estreitas, pelo que a segurança dos peões é escassa, facto tanto mais de lamentar quando tal ocorre em redor de um conjunto de estabelecimentos de ensino que inclui uma escola do primeiro ciclo, onde que a presença de crianças e jovens, sempre vulneráveis, é permanente.

É de notar que as falhas na sinalização, como a ausência de sinais de sentido proíbido ou de obrigatoriedade de virar numa dada direcção, agrava o problema, sendo perfeitamente possível entrar numa rua em sentido contrário sem que nenhum sinal alerte para o que, para além de uma infração grave, é uma manobra perigosa e da qual podem resultar consequências graves.

sexta-feira, dezembro 02, 2016

Algumas alternativas para veículos no centro de Lisboa - 7ª parte

A "Borrachas Berna" é uma das mais antigos e conhecidos estabelecimentos comerciais em Lisboa dedicado à comercialização de artigos em borracha, destinados essencialmente a viaturas, mas onde se podem encontrar igualmente diversos tipos de produtos mais genéricos e de utilização quase universal.

A grande variedade de produtos que vai desde as mais diversas tubagens, passando por palas para os pneus, até diversos tipos de juntas, permitiu-nos encontrar, com entrega imediata, algumas peças de que necessitavamos na altura, entre elas tubagens para modelos de viaturas antigos, que dificilmente a própria marca fornece e, caso o faça, cobrando preços bastante mais elevados.

Entre exemplos de peças adquiridas encontram-se tubagens do circuito de refrigeração de um Land Rover Serie, as palas do Defender, de um modelo genérico para ser cortado de acordo com o pretendido, ou paineis de borracha para serem recortados, dando origem a diversos tipos de juntas muito específicas, que não se podem encontrar com as características exactas que se pretendia.

Não sendo uma oficina, a "Borrachas Berna" é um estabelecimento que consideramos essencial para quem efectua reparações ou manutenção e necessita de produtos em borracha, tendo instalações em Lisboa, na avenida que lhe dá o nome, constituindo uma referência para várias gerações, sendo ainda hoje difícil de encontrar quem rivalize em variedade.

quinta-feira, dezembro 01, 2016

Rádio com suporte para câmara de marcha atrás - 1ª parte

Os rádios com écran que permite visualizar imagens, sobretudo os que são compatíveis com câmaras de marcha atrás, têm ganho popularidade crescente, sendo uma opção a ter em conta sobretudo em veículos que oferecem uma menor visibilidade para a rectaguarda, revelando-se bastante úteis em diversas manobras.

Este modelo suporta os normais suportes de 1 DIN, tendo um écran TDT de 4.1" num formato de 16:9, de alta resolução, o que permite, para além de uma navegação muito simples nos menus de operação e configuração, visualizar vídeos com uma qualidade aceitável.

A entrada de vídeo inverte a imagem, destinando-se a visualizar as imagens provenientes de uma câmara de marcha atrás, estando ainda disponível uma saída RCA AC para um dispositivo externo, como um monitor adicional, de maiores dimensões.

Um conector AUX destina-se a ligar dispositivos como MP3, telefones móveis, ou similares, suportando a entrada de sinal áudio, sendo ainda suportados cartões de memória SD, bem como dispositivos de memória USB, podendo este conector servir igualmente para carregar dispositivos, como telefones móveis ou GPS, desde que suportem alimentação via conector USB.

quarta-feira, novembro 30, 2016

O BaoFeng DM-5R - 2ª parte

O DM-5R vem de fábrica com suporte para Tier 1, mas permite ser actualizado, tal como acontece com outros equipamentos do fabricante, para a norma Tier 2, recorrendo a um conjunto de "software" e um cabo de ligação a um computador pessoal, num processo simples mas que, tal como todos os "upgrades" de "firmware", tem os seus riscos.

Os mais interessados neste modelo, que já está disponível para encomenda, já podem descarregar o "software" de programação, cuja "password" de descompactação é 123456, e o manual de utilização, em formato PDF, onde podem ser estudadas e analisadas as funcionalidades implementadas no DM-5R, o que permite avaliar previamente este rádio e aferir da sua adequação à utilização pretendida.

Para além do rádio, o conjunto inclui a bateria de 2000 mAh, o carregador e respectivo transformador, a antena de ganho duplo, um auricular, um "clip" para cinto, uma correia para pulso e o manual de utilizador, sendo compatível com diversos acessórios do fabricante, disponíveis para outros modelos, aconselhando-se a adquirir o cabo que permite configurá-lo a partir de um computador pessoal, única forma de aceder a funções mais avançadas.

Com apenas 110 x 52 x 32 milímetros, capaz de operar entre os -20º e os +50º, o DM-5R é um exemplo do que a próxima geração de rádios portáteis pode trazer, aliando baixo preço, facilidade de transporte e um conjunto de funcionalidades interessante, que certamente, tal como aconteceu com o seu antecessor, o tornará num favorito e, possivelmente, num líder da sua classe.

terça-feira, novembro 29, 2016

O "Speedo Healer" da Britpart

Ao contrário de modelos mais antigos, o conta quilómetros dos Defender Td5 e posteriores é electrónico, pelo que o seu acerto, em caso de mudança de pneus ou de relação de transmissão, não pode ser efectuado de forma mecânica, obrigando à instalação de um dispositivo de correcção electrónico.

Proposto pela Britpart, o "Speedo Healer" é um dispositivo electrónico que intercepta os pulsos provenientes dos sensores e permite o seu reenvio depois de introduzida uma correcção, tanto no sentido do aumento, como da diminuição da sua frequência, de modo a que a velocidade seja traduzida de forma correcta no velocímetro.

Atrás do travão de mão dos Defender mais recentes existe um conector triplo onde será efectuada a montagem do "Speedo Healer", que é regulado através de dois botões, um para subir e outro para descer a velocidade, podendo a mesma ser acertada com recurso a um GPS, um "Terratrip" ou percorrendo um percurso marcado para o efeito.

O preço do DA1343, a referência do "Speedo Healer" no catálogo da Britpart, pode ser solicitado junto deste fornecedor, tendo os proprietários dos Defender mais recentes uma nova possibilidade de proceder à correcção do velocímetro, algo essencial para homologar pneus de maiores dimensões, evitando disparidades que levam a uma recusa do processo de homologação.

segunda-feira, novembro 28, 2016

O BaoFeng DM-5R - 1ª parte

A BaoFeng, um fabricante de rádios conhecida, em grande parte, graças ao seu UV-5R, anunciou um novo modelo digital, com suporte para Tier 1 e possibilidade de "upgrade" por "software" para Tier 2, permitindo assim o acesso a novas funcionalidades.

Com um preço anunciado que ronda os 60 Euros, que oscilará em função do mercado e das habituais reduções quando o modelo se populariza, o novo BaoFeng DM-5R, surge como o rádio digital mais barato do segmento, sem com isso deixar de possuir um conjunto de funcionalidades interessantes e que o tornam particularmente apto para diversas missões.

Este rádio de duas vias, capaz de operar em condições meteorológicas adversas, tem 128 canais, uma bateria de 2000 mAh, que permite 30 horas de "stand by", écran de LCD, uma antena de 21 centímetros e opera nas bandas de VHF, entre os 136 e os 174 MHz e em UHF entre os 400 e 480 MHz.

As funções habituais, como comunicação individual e em grupo, detecção de "walkie talkie", pesquisa de bandas, selecção entre bandas larga e estreita, CTCSS/DCS, entre outras, estão presentes, mas acresce a qualidade de som digital e a possibilidade de encriptação, que torna a ligação muito mais segura.

domingo, novembro 27, 2016

Qualidade é entregar 95% das cartas nos 3 dias úteis seguintes ao envio

O recurso a novas tecnologias e a sua actual difusão tem um impacto substancial nas formas de comunicação, com o correio convencional a sofrer uma perda de mercado nalguns segmentos, como o envio de correspondência, mas com um efeito positivo, como resultado da globalização, noutras áreas, como o transporte de encomendas.

Numa entrevista recente, o presidente dos CTT vangloriou-se do facto de 95% da correspondência normal, portanto excluindo correio azul, expresso ou serviços similares, ser entregue nos 3 dias úteis seguintes ao envio o que significa que uma carta colocada no correio a uma 2ª feira e entregue na 5ª seguinte está dentro dos parâmetros de qualidade dos correios, algo que não sucede com um em cada vinte envios.

Longe vai o tempo em que uma carta, e na altura nem existia correio azul, era entregue no dia seguinte, mesmo ao sábado, nos locais mais remotos, independentemente da sua proveniência, sem acréscimo no preço para pagar um serviço especial, e sem que tal fosse considerado mais do que o dever de uma instituição como contrapartida da confiança depositada pelos seus clientes.

Hoje, tudo mudou nos CTT, em muitos casos para pior, com atrasos incompatíveis com as necessidades dos clientes, particularmente acentuados nas épocas natalícia e em períodos de férias, pelo que sugerimos a quem pretenda utilizar os serviços desta empresa, que antecipe substancialmente o envio de correspondência e encomendas que pretenda cheguem antes do Natal.

sábado, novembro 26, 2016

Multas incluídas no orçamento das forças policiais

Está previsto que a receita de multas de trânsito reverta para a renovação tecnológica das forças de segurança, passando assim a constituir parte do orçamento destas, o que implica que seja atingido um determinado objectivo, como forma de assegurar a necessária receita e serem efectuadas as actualizações orçamentadas.

Estamos diante de algo que, tal como as associações profissionais da classe, consideramos como particularmente perigoso, oficializando o que muitos designam como a "caça à multa", obrigando os agentes a cumprir determinados objectivos, dos quais depende, em termos de actualização tecnológica, o funcionamento da instituição onde prestam serviço.

Sendo que da diminuição de multas ou coimas, desde que mantida a fiscalização, estariamos diante de uma boa notícia, indicando uma maior nível de cumprimento das disposições legais, o que seria positivo compromete o orçamento previsto, pelo que tudo indica que a opção será a de multar, mesmo em situações menos claras ou quando a legislação apresenta contornos mais duvidosos, face a uma pressão da hierarquia que resulta de uma estrutura de receitas inaceitável.

Esperamos que este tipo de orçamentação a nível de receitas não se concretize, e que a pressão dos próprios agentes, através das suas organizações se faça sentir, sob pena de se viver um clima irrespirável nas próprias instituições e nas vias de circulação deste País, com todo o impacto negativo que tal terá a nível nacional, prejudicando seriamente os cidadãos individuais e a economia nacional.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin