sábado, maio 21, 2016

Carta por pontos chega em Junho e inspecções de motos em Outubro - 2ª parte

As actuais infracções, e processos subsquentes, não desaparecem, mas também não contam para o sistema de pontos, seguindo o curso previsto actualmente na lei em termos de sanção directa ou acessória, nos casos aplicáveis, e de prescrição.

Não há necessidade de substituir fisicamente o documento em posse do condutor, que poderá acompanhar a sua situação, em termos de pontos, através do portal da Autoridade Nacional para a Segurança Rodoviária, para o que terão que pedir uma senha de acesso, não estando previsto outra forma de acesso que não via Internet.

A partir de Outubro, as motos com cilindrada a partir dos 250 cc, das quais existirão perto de 80.000 em Portugal, passarão a ser inspecionadas, tal como acontece actualmente com outros veículos, sendo de prever que o alargamento venha a abranger cilindradas mais baixas, bem como outras classes de veículos, como tractores.

Estima-se que o preço da inspecção não ultrapasse os 15 Euros e, tal como aconteceu com os veículos actualmente inspeccionados, serão estabelecidos períodos de acordo com a idade do veículo e em caso de ocorrência de acidentes graves, tal como previsto para outras classes de veículos.

sexta-feira, maio 20, 2016

O "Blackview" BV6000 - 2ª parte

O WiFi obedece aos protocolos IEEE 802.11a/b/g/n, o "bluetooth" segue a norma BT4.1 e recebe sinal de GPS e GLONASS, tendo ainda sensor G de 3 eixos, de pressão de ar, suporta NFC e possui bússola interna, tendo ainda possibilidade de conexão via USB e OTG e permitindo recepeção de rádio FM.

Este telemóvel opera nas redes 2G ou GSM, 3G ou WCDMA e 4G ou FDD nas diversas frequências padronizadas, pelo que o seu uso é universal, estando desbloqueado para todas as redes e possuindo "slots" para dois cartões micro-SIM.

As dimensões são de 152 x 81 x 17 milímetros e pesa aproximadamente 150 gramas, com a bateria interna de polímero de lítio de 4500 mAh, e o conjunto, para além do equipamento, inclui um cabo USB, o carregador e um manual de referência rápido.

Com um preço que fica perto dos 160 Euros, incluindo portes a partir da Ásia, mas a que acrescem direitos alfandegários, do que resulta um valor final que se aproxima das duas centenas de Euros, este é um telemóvel particularmente adequado a quem necessite de um equipamento sólido, capaz de operar em situações extremas, sem pagar um preço absurdo ou ter um desempenho insuficiente.

quinta-feira, maio 19, 2016

Carta por pontos chega em Junho e inspecções de motos em Outubro - 1ª parte

Entra em vigor no próximo dia 01 de Junho a "carta de condução por pontos", com Portugal a seguir o exemplo de outros países europeus, onde este sistema foi adoptado há muito, tendo, alegadamente, contribuido para diminuir a sinistralidade rodoviária.

Os pontos são retirados em caso de infrações graves, que implica a perda de dois pontos, ou muito graves, que implica perder quatro pontos, sendo a condução, com o crime rodoviário a custar seis pontos, enquanto a condução sob influência de álcool ou drogas, implica perder três pontos caso tenha entre 0.8 e 1.2 gramas por litro e cinco, caso exceda este limite.

Caso o número de pontos desça até quatro, o condutor tem que frequentar um curso de sensibilização sobre segurança rodoviária, sendo obrigado a repetir o exame de código caso fique com apenas dois pontos, e perdendo a carta se chegar aos zero, ficando impossibilitado de conduzir durante dois anos.

Por outro lado, infrações leves não implicam perda de pontos e após três anos sem infrações, o condutor recebe um acréscimo de três pontos, podendo ainda receber um ponto extra caso proceda à renovação obrigatória da carta, com o máximo a poder, nestas condições, ser de dezasseis pontos.

quarta-feira, maio 18, 2016

O "Blackview" BV6000 - 1ª parte

Quando surge uma nova versão de "Android", neste caso a 6.0, muitos são os que optam por substituir o seu antigo dispositivo, por vezes com uma versão que já não suporta a última geração de aplicações, por um modelo mais recente e com melhor desempenho.

O "Blackview" BV6000 é um equipamento de última geração, com processador de oito núcleos de 64 bits, operando a 2.0 GHz, e uma memória interna de 3 Gb, expansível até um total de 32, que obedece às normas IP68, pelo que suporta uma utilização particularmente exigente.

Construído em metal, em amarelo, verde e negro, este modelo resiste a poeira, água e impactos, suportando elevadas pressões, como ficar sob o pneu de um veículo, e a sua estanquicidade vai muito para além da norma que segue, suportando bem a submersão e operação debaixo de água.

Com um écran de 4.7" e 720 x 1280 pixels, de cinco pontos, e duas câmaras, uma frontal de 5.0 megapixels e uma na rectaguarda de 13.0, com interpolação até 8 e 18 megapixels, respectivamente, tem capacidade para filmar e fotografar debaixo de água, uma caracerística rara e interessante.

terça-feira, maio 17, 2016

Já começou a campanha do Pirilampo Mágico de 2016

Começou no passado dia 07 a campanha do Pirilampo Mágico de 2016, organizada pela Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social (FENARCI), e que decorre até ao dia 29 do corrente mês de Maio, com locais de venda espalhados por todo o País.

A venda do popular boneco inclui, para além dos pontos de venda oficiais, um sem número de estabelecimentos comerciais, entre estes papelarias, farmácias, mercearias ou cafetarias, que assim se solidarizam com esta iniciativa, cujos resultados são de extrema importância para as numerosas instituições apoiadas pela FENARCI.

Sabendo-se as dificuldades que estas instituições enfrentam, e a falta de apoios com que se debatem, o apoio a esta iniciativa por parte da sociedade é essencial, como forma a permitir que o apoio prestado, essencial nesta época de restrições, nunca falte a todos quantos dela necessitam e dependem.

A campanha do Pirilampo, uma das mais emblemáticas no nosso País, e que decorre há décadas, tem sido um sucesso, graças a todos quantos a apoiam, seja vendendo estes simpáticos peluches, seja adquirindo-os, pelo que, tal como em anos anteriores, sugerimos aos nossos leitores a aquisição de um boneco que é hoje um símbolo de solidariedade.

segunda-feira, maio 16, 2016

O padrão "dazzle"

O "dazzle" é um padrão, ou conjunto de padrões irregulares destinados a dificultar a observação de formas, iludindo o observador, sobretudo quando o efeito é complementado pelo movimento, do que pode resultar uma avaliação errada de um dado objecto ou de características dinâmicas deste.

Originário de um conjunto de experiências efectuadas pelos ingleses durante a 1ª Guerra Mundial e seguido, com diversas interpretações, por outras nações, o "dazzle" tinha como objectivo inicial dificultar o uso de telémetros de coincidência, do que resultaria uma avaliação errada da distância e da rota dos navios assim pintados, contribuindo assim para que o inimigo falhasse o alvo.

Após anos de algum esquecimento, não obstante algumas experiências em períodos de conflito, o "dazzle" foi ressuscitado pelos fabricantes de viaturas, que o utilizam sobretudo em protótipos e versões de pré produção, com a intenção de disfarçar as formas, pelo que o padrão, muitas vezes, é colocado também sobre zonas transparentes, neste caso recorrendo a películas que permitem a visibilidade a partir do interior.

Alojamos no "Google Drive" uma imagem com mais de 2.000 pixels, num dos típicos padrões a preto e branco, que permite ter uma ideia deste tipo de padrão e, para quem o pretender, servir de base a uma pintura original que, não sendo proibida por lei, pode levantar algumas questões legais particularmente curiosas.

domingo, maio 15, 2016

Lisboa, cidade fechada - 5ª parte

Manifestamente, a Câmara Municipal de Lisboa opta por iniciar novas obras ao invés de, previamente, terminar as que estão em curso, movimentando meios de acordo com as prioridades que considera melhor servirem os seus próprios interesses, já que para quem reside nas zonas preteridas, tal não pode ser sentido de outra forma que não a de uma ofensa.

Obras manifestamente mal executadas, sendo a foto um exemplo do alinhamento de uma zona de estacionamento, supostamente uma linha recta, com desníveis que não correspondem aos exigíveis pelas boas práticas, ficam abandonadas semanas consecutivas, do que resulta uma óbvia degradação do trabalho realizado e a sua inevitável repetição, agravada pelo facto de, em virtude da absurda morosidade, haver quem estacione em zonas expostas, danificando-as e obrigando a sucessivas reparações.

No entanto, não é apenas do abandono que decorre a necessidade de corrigir ou refazer trabalhos efectuados, mas também de óbvios erros, como a inexistência de sistemas de drenagem, que vão sendo marcados sobre o alcatrão que, inevitavelmente, será recortado, do que resulta uma menor resistência e qualidade final, pelo que podemos antecipar que brevemente estaremos diante de algo parecido com uma manta de farrapos, onde os remendos se sucedem, sem nunca resolver o problema de fundo.

Mencionado anteriormente, a questão dos desníveis e do escoamento de água parece ter despertado algumas consciências, mas, conforme a própria CML, existem poucas opções, sendo manifesto que nunca será corrigido o problema que está na origem, o qual resulta da quase inexistência de desnivelamento e da subida de nível dos passeios, agora a encaminhar as águas para algumas janelas e respiradouros.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin