sábado, outubro 04, 2008

Fogos continuam em Outubro: uma abertura à profissionalização


Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal

Um incêndio no concelho de Monção, distrito de Viana do Castelo, consumiu mais de oito hectares de pinhal e obrigou à mobilização de cinquenta bombeiros apoiados por 12 viaturas.

O incêndio começou pelas 17:56 e ficou circunscrito às 20:15, tendo-se aproximado de três habitações, que chegaram a estar em perigo, tendo a causa sido atribuda a fogo posto.

Outro fogo, este em Bragança, eclodiu às 19:15 e foi dado como circunscrito pelas 20:40, após ter sido combatido por 22 bombeiros apoiados por cinco viaturas, faltando ainda fazer uma estimativa da área ardida e averiguadas as causas do incêndio.

Após o termo da "Fase Charlie", do que decorreu uma substancial redução de meios, nota-se que os fogos continuam a níveis idênticos aos das semanas anteriores, como resultado da manutenção do tempo quente e seco, agravado pela desmobilização de meios que aumenta o esforço de várias corporações.

A menor defenição das estações do ano que se tem verificado durante os últimos anos, com uma diminuição das temperaturas médias durante os Verões, mas um prolongar do tempo quente e seco pelos meses de Outubro e mesmo de Novembro, tem contribuido para controlar os fogos, diminuindo a área ardida e o número de ocorrências, mas obrigará a uma distribuição de meios ao longo do ano.

Assim, será de equacionar uma diminuição de meios durante o Verão, aumentando os que estão disponíveis nas restantes estações do ano, sendo que a um maior nivelamente corresponde uma maior facilidade de gestão e o recurso a um maior número de profissionais, já que o nível de mobilização ao longo do ano justificará contratações de pessoal em regime de permanência que substituirá a actual tendência para a sazonalidade.

As alterações na distribuição do número de ocorrências em termos de incêndios florestais e as novas necessidades resultantes da reestruturação da rede de urgências deve ser aproveitada para repensar o socorro e a protecção civil em Portugal, apontando no sentido de uma maior profissionalização e na criação de estruturas distritais mais sólidas, com recursos próprios geridos e operados por profissionais, apostando numa maior formação e em perspectivas profissionais que tornem convidativa e aliciante uma carreira neste sector essencial para a segurança das populações.

sexta-feira, outubro 03, 2008

Detecção de proveniência com o E-mail Investigator Lite


Image Hosted by Imageshack
Éran do E-mail Investigator Lite

O E-mail Investigator Lite é uma versão gratuita e aligeirada do E-mail Investigator, um program comercial que se destina a verificar a genuinicidade de endereços de correio eletrónico.

Esta versão apenas investiga um único endereço de correio electrónico de cada vez e não tem possibilidade de gerar relatórios detalhados, informando apenas a origem da mensagem, incluindo o endereço de IP e o nome do servidor de DNS ou Domain Name Server.

O objectivo deste programa, que corre em sistemas operativos Microsoft XP e Vista, é, sobretudo, validar os endereços de origem, algo essencial para evitar algumas das armadilhas que existem na Internet e chegam sob a forma de mensagens de "phishing".

Sugerimos aos nossos leitores, sobretudo aos que tenham menos experiência na detecção da origem de mensagens, a instalação deste ou de outro programa com funcionalidades similares, não esquecendo de reportar situações que configurem crimes junto das entidades que possam dar o devido seguimento à denúncia.

Inflação e deflação dos números - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
Bombeiro no combate às chamas num automóvel

A maioria dos dados referentes a áreas queimadas são fornecidos pela Direcção-Geral dos Recursos Florestais (DGRF), sendo estes considerados oficiais, mesmo quando podem ser dificilmente críveis dada a forma como são recolhidos.

Em termos de ocorrências, a fonte oficial é a Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC), através da adição dos números enviados pelos comandos distritais, os quais, por sua vez, se baseiam em dados das várias corporações e dos contactos directos através dos números nacional de emergência, 112, ou de incêndios florestais, 117.

Destas duas entidades, DGRF e ANPC, cuja cúpula é de nomeação política, acabam, portanto, por fornecer os dados oficiais, normalmente pouco contestados, sobre os quais se elaboram as várias teorias sobre questões tão diversas como o impacto ambiental dos incêndios ou a eficácia no combate, as quais, podendo basear-se em dados ou indicações erradas, deficientes ou mesmo enganadoras, muitas vezes chegam a conclusões erradas.

Em primeiro lugar, é bom recordar que os dados relativos à área florestal existente são pouco seguros e que ninguém sabe exactamente a extensão real desta área, pelo que se recorrem a meras estimativas provenientes de somatórios fornecidos por entidades distintas, onde omissões ou duplas contabilizações são a norma geral.

quinta-feira, outubro 02, 2008

Wikipedia sobre segurança informática


Image Hosted by Imageshack
Página da nova Securipédia

A associação do sector tecnológico Intellect apresentou uma enciclopédia "on-line", concebida de acordo com o modelo da Wikipedia, onde são abordadas questões relacionadas com a segurança informática.

O objectivo é o de reunir e consolidar a informação dispersa na Internet, de modo a que possa ser acedida e consultada com maior facilidade, dando aos utilizadores a oportunidade de adicionar e corrigir os conteúdos.

Para além dos contributos dos utilizadores, tal como acontece no caso da Wikipedia, estão disponíveis documentos oficiais e estudos realizados por especialistas e por empresas que operam nesta área, sendo também acessíveis informações sobre as últimas novidades tecnológicas nesta área.

Tal como acontece com a Wikipedia, é da colaboração dos utilizadores que depende o sucesso da iniciativa, pelo que convidamos os nossos leitores, sobretudo os que têm mais experiência na área da segurança informática a visitar a Securipédia e a colaborar introduzindo ou melhorando os conteúdos.

Comentários nos blogs como forma de bullying - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Um program de identificação de mensagens

Aconselhamos a guardar o relatório da visita obtido a partir do ou dos contadores, que normalmente incluem, para além do IP, algumas características das máquinas usadas para colocar o comentário, como as versões do sistema operativo, "browser", lingua e código de teclado, resolução de écran e várias outras que, mais tarde, poderão ajudar a individualizar o utilizador.

Caso haja repetição deste tipo de situação, usando os dados anteriormente recolhidos e o padrão de comportamento, é possível obter pistas no sentido de perceber se este é um retorno ou um outro indivíduo, sendo de aconselhável, mais uma vez recolher os dados e, caso se justiique, apresentar queixa junto das entidades competentes para investigar este tipo de crime, que neste caso será a Polícia Judiciária.

É essencial fornecer o máximo de informação, pois caso seja necessário a PJ pedí-la a um operador estrangeiro, o processo pode demorar, eventualmente prolongar-se para além do período em que os registos são guardados pelos prestadores de serviço, do que resulta um substancial atraso ou mesmo o surgimento de obstáculos insuperáveis para a investigação.

Não é possível prever as consequências de um assédio, seja via Internet, seja directamente, mas os dados existentes apontam para sequelas graves entre as vítimas, com uma especial incidência entre as mais vulneráveis, incluindo neste grupo jovens e adolescentes.

Permitir que os agressores que praticam os seus actos sob o suposto anonimato da Internet fiquem ímpunes, optando por não denunciar os seus actos junto das entidades policiais, é uma atitude profundamente errada e leva, normalmente a um crecendo no nível e frequência do assédio ou das ameaças que podem, infelizmente, ser também praticadas contra crianças ou jovens desprotegidos e particularmente vulneráveis a este tipo de crime.

quarta-feira, outubro 01, 2008

Terminou a "Fase Charlie"


Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal

Terminou no fim do dia 30 de Setembro a "Fase Charlie", a que mobilizou um maior número de efectivos e de meios de combate aos fogos florestais, com uma área ardida provisória que será a mais reduzida dos últimos anos.

Embora sem resultados finais, que serão disponibilizados proximamente, este foi, em termos de área ardida e de número de ocorrências, um evidente sucesso, que será salientado pelo facto de, pela primeira vez desde há muito, não ter havido perda de vidas humanas quer entre os elementos adstritos ao combate aos fogos, quer entre a população civil.

Esta deverá ser, portanto, altura para reflectir não apenas quanto ao desempenho do dispositivo, mas numa perspectiva mais alargada que tenha em conta as evidentes alterações climáticas, que colocam em causa a tradicional divisão por fases, bem como as profundas alterações que o País tem sofrido ao longo dos últimos anos e que condiciona quer a forma de actuar dos meios de socorro, quer a disposição geográfica dos meios.

Faltará, sobretudo, analizar que País temos e o que estão efectivamente a defender os meios colocados no terreno, muitas vezes posicionados em áreas onde pouca vegetação sobreviveu aos fogos da última década ou em zonas desertificadas, sem sustentabilidade económica e com uma estrutura demográfica que já não permite a auto defesa das populações, sem o que qualquer conclusão baseada em área ardida, na rapidez da intervenção ou no número de ocorrências não passa de uma ilusão que esconde os podres de um Portugal que quer viver uma fantasia.

A criminalidade da moda - 3ª parte


Image Hosted by Imageshack
Prisão de um suspeito

Para além de uma maior mobilidade, que facilita a actividade de grupos criminosos provenientes de fora do País, a qual será dificilmente evitável em virtude dos acordos internacionais que regulam as entradas e saídas no espaço Shengen, também a crise económica, sentida por todos, e pelo desespero que esta provoca em muitos dos que se vêm incapazes de obter de forma legítima os meios necessários à sua subsistência, pode resultar num aumento do número de crimes, mas o tipo de crime praticado por necessidade tem um perfíl completamente diferente, pelo que poderão ser isolados dos demais.

Mais do que a ameaça de penas pesadas, que são alteradas à medida dos crimes mais comuns num dado momento, criando situações de desequilibrio e de falta de balanço, é a elevada probabilidade de ser apanhado que permite controlar este aumento da criminalidade grave, dissuadindo quem venha a ter a noção de que quase certamente será punido.

Se compararmos as medidas de coação aplicadas a quem ameaça com uma arma de fogo, sem usar qualquer violência física, com as de quem agride violentamente alguém indefeso, desde que o faça desarmado, facilmente nos podemos aperceber de que os princípios constitucionais da proporcionalidade e do equilíbrio não estão presentes, podendo, no limite, haver recursos sucessivos que podem terminar no próprio Tribunal Constitucional e em consequências gravosas para o próprio Estado que, ao legislar avulsamente, abdica da coerência que deve consolidar uma estrutura jurídica.

Infelizmente, a abordagem seguida foi errada, optando-se pelo facilitismo de decretar alterações legislativas pontuais, que podem agradar a alguma opinião pública, em vez de aumentar a eficácia da investigação e torná-la numa quase certeza de uma punição adequada à gravidade dos actos cometidos.

Na verdade, em Portugal quando não existe a capacidade política para implementar medidas adequadas, o refúgio legislativo parece ser o abrigo seguro de quem sente que precisa de mudar algo para que tudo fique na mesma.

terça-feira, setembro 30, 2008

Zon lança serviço de voz móvel


Image Hosted by Imageshack
Logo da ZON TV Cabo

A ZON lançou o serviço móvel ZON Mobile, tornando-se numa nova operadora de comunicações móveis de voz.

A nova operadora vai usar o prefixo 929 e terá como base a rede da Vodafone, com uma aposta, essencialmente, em serviços pré-pagos e oferecendo uma escolha de oito telemóveis da Nokia e Sony-Ericsson, alguns dos quais a título exclusivo.

Numa fase inicial, de teste, o serviço estará disponível para apenas uma centena de utilizadores, mas dentro de um mês a oferta será extendida ao público em geral, contando a ZON com a larga base de clientes do serviço de televisão e Internet por cabo.

Após o serviço de voz, está previsto o lançamento da banda larga móvel, complementando assim a oferta da ligação por cabo, essencial quando a concorrência, como o MEO, apresenta acessos fixos e móveis a um preço competitivo e os clientes preferem soluções cada vez mais integradas e polivalentes.

Comentários nos blogs como forma de bullying - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
Relatório de visitas do Activemeter

O crescente número de casos de "bullying" ou agressão psicológica via informática, recorrendo ao anonimato que a Internet confere, justifica disponibilizar algumas pistas que facilitem a detecção de quem pratica este tipo de crime.

Se no respeitante a mensagens de correio electrónico o próprio conteúdo tende a permitir uma identificação do remetente, usando uma das técnicas previamente descritas, como o recurso ao Spamcop ou a um programa apropriado, no caso de comentários colocados nos "blogs" surgem algumas dificuldades acrescidas dada a escassa informação acessível sem a colaboração dos responsáveis do sistema, que muitas vezes só as cedem após intimação das autoridades policiais.

Existem, no entanto, algumas técnicas que podem ser utilizadas para obter as informações suficientes para identificar quem coloca comentários indesejáveis nos "blogs", permitindo a sua denúncia, conforme o tipo de conteúdo e a gravidade do mesmo, ao prestador de serviço de acesso à Internet, no caso de "spam", ou às autoridades políciais caso incluam insultos ou ameaças.

Uma das formas mais fáceis de detectar quem coloca comentários nos "blogs" é instalar um contador invisível que forneça o endereço de IP completo, algo que pode ser obtido a partir das versões pagas do Sitemeter ou em qualquer versão do Activemeter, bastando para tal analizar as visitas correspondentes à data e hora em que o comentário foi colocado.

Em caso de dúvida, aconselha-se a verificar as páginas vizualizadas por cada visitante, excluindo os de tempo nulo, que não terão tido a possibilidade de colocar comentários, e concentrando a atenção nas visitas que acederam às páginas de comentário, sendo, normalmente, fácil identificar o responsável.

segunda-feira, setembro 29, 2008

Alerta para a venda de fármacos na Internet


Image Hosted by ImageShack
Exemplo de fármaco falso adquirido na Internet

Justifica-se transmitir a mensagem do Infarmed que alerta para os perigos resultantes da ingestão de medicamentos adquiridos "on-line" em lojas de idoneidade duvidosa e sem qualquer tipo de certificação, situação que parece estar a aumentar em Portugal.

Com preços convidativos, sem a necessidade de receita médica, pagamento via cartão de crédito e envio rápido e discreto para todo o Mundo, a aquisição de medicamentos e outros fármacos via Internet tem crescido e basta uma simples pesquisa ou a recepção de correio indesejado para poder aceder a uma das inúmeras lojas que aparecem e desaparecem quase diariamente onde são vendidos os mais diversos fármacos.

Lembramos que, caso sejam interceptados na Alfândega, fármacos adquiridos nestas condições serão apreendidos e que muitas destas lojas virtuais não passam de engodos, não fornecendo qualquer produto e ficando com os dados do cartão de crédito do comprador que, para além de burlado no acto da compra, poderá ser vítima de fraudes sucessivas das quais só se virá a aperceber na altura em que receber o extrato do cartão.

No entanto, mais grave do que a perda financeira, pode ser o efeito de químicos de qualidade duvidosa, produzidos, muitas vezes, em pequenas fábricas sem condições técnicas nem higiéne adequada, e cuja composição pode não corresponder ao anunciado, seja porque, por razões de custo, o princípio activo é em dosagem inferior, muitas vezes colocando o produto quase ao nível de um placebo, seja porque erros de composição, más condições de embalagem, armazenamento, acondicionamento e transporte podem levar à sua degradação e a efeitos nocivos na saúde de quem os ingere.

Consideramos, para além de quaisquer questões legais, que o risco de adquirir fármacos via Internet em locais não autorizados excede francamente quaisquer vantagens financeiras, podendo os produtos adquiridos não corresponder ao especificado, tornando-os inúteis, ou mesmo colocar em risco a saúde e a vida de quem os ingere, situações que não são inéditas, não obstante a dificuldade em identificá-las.

Inscrições para o IV Aniversário da Associação dos Bombeiros da Guarda


Image Hosted by ImageShack
Logo dos Bombeiros.Pt

Estão abertas as inscrições para o IV Aniversário da Associação dos Bombeiros do Distrito da Guarda (ABDG), a realizar em Penela, no distrito de Coimbra a 11 de Outubro.

Neste encontro será apresentado o portal www.bombeiros.pt e a versão bombeiros-mobile, projectos que contam com a participação de mais de 40 elementos distribuidos por todo o País e que visam divulgar a actividade dos bombeiros portugueses.

Os interessados deverão inscrever-se até ao próximo dia 9 de Outubro, recorrendo à ficha de inscrição disponível no portal, ou contactar os organizadores do evento por correio electrónico ou telemóvel 966 334 073, tendo a organização solicitado que este evento seja divulgado entre eventuais interessados.

Lembramos que a ABDG tem organizado diversos eventos na área da formação e que é da cooperação e união entre todos que terá que resultar uma melhoria nas condições de trabalho dos bombeiros portugueses, a qual se irá traduzir numa maior segurança e conforto para as populações.

domingo, setembro 28, 2008

Novos helicópteros do INEM só em 2009


Image Hosted by ImageShack
Um helicóptero do INEM durante uma missão de socorro

Continua a estar previsto para 2009 a instalação dos novos helicópteros do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) no Alentejo, Trás-os-Montes e Beira Alta, não obstante o parecer técnico contrário a esta opção.

Estes meios vêm adicionar-se aos de que o INEM dispõe e que incluem os dois helicópteros estacionados no aeródromo de Tires, no concelho de Cascais, e no Hospital Pedro Hispano, no de Matosinhos, bem como o da Protecção Civil, baseado em Santa Comba Dão, disponível durante o período noturno.

A este investimento, acrescem os custos de 1.500.000 de euros num novo sistema informático, que inclui suporte para o Sistema de Posicionamento Global, comummente designado por GPS, tendo sido já instalados receptores em 122 viaturas, que incluem 82 ambulâncias e 40 Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER).

No entanto, o sistema de GPS ainda não está operacional, faltando ainda uma validação cuja data o INEM ainda desconhece, mas que é essencial para a entrada em serviço deste sistema de orientação que pode também, com a infraestrutura adequada, permitir o seguimento das viaturas onde esteja instalado.

A instalação dos helicópteros resulta de um compromisso político, assumido como contrapartida do encerramento de unidades de saúde nas regiões onde serão baseados, e não de um estudo técnico que apontasse no sentido da disponibilização deste tipo de meios como uma alternativa viável, capaz de compensar o aumento das distâncias a percorrer pelos meios de socorro.

Será, obviamente, de equacionar, com o acordo dos autarcas envolvidos, se a instalação de um maior número de VMER ou de outros meios em substituição dos helicópteros, ou mesmo a reabertura de serviços, não servirá melhor as populações e resultará, inclusivé, num menor custo para o Estado, evitando assim quer um erro técnico, quer a quebra de uma promessa que, mesmo que absurda, resulta sempre na perda de confiança por parte das populações.

Esta opção negocial será, eventualmente, a saída possível e o compromisso aceitável que permita a defesa dos vários interesses, dando sempre especial prioridade à defesa intransigente da segurança das populações, factor essencial para que existam condições de desenvolvimento nas regiões onde estes meios aéreos deveriam ser instalados.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin