sábado, julho 11, 2009

Não se sabe a quem pertence 70 % da floresta a Norte do Tejo - 1ª parte


Image Hosted by Imageshack
GIPS preparam-se para entrar num Kamov

A falta de cadastro florestal, algo que começou em meados do século passado com a migração de populações rurais para as grandes cidades do Litoral, atinge hoje proporções preocupantes e abrange perto de 70% dos terrenos a norte do rio Tejo.

Da falta de registos, para além da perda de receitas fiscais e da manifesta dificuldade em gerir os espaços, resulta a impossibilidade de responsabilização pelo abandono de uma extensa parte do território nacional e um enorme perigo em termos de incêndios florestais.

Em muitos casos os legítimos proprietários, que na sua maioria o são por herança, desconhecem a sua condição de donos de terrenos rurais, existindo também aqueles que, por desinteresse por um bem cujo valor patrimonial é insignificante, optam por o ignorar.

Factores determinantes acabam por ser as doenças, que se têm propagado nos últimos anos, a falta de rentabilidade de muitos espaços florestais, grande parte deles consumidos pelas chamas, e uma crescente dificuldade em encontrar mão de obra no Interior, tornando a exploração destes recursos muitas vezes impossível.

sexta-feira, julho 10, 2009

Até 10 anos de prisão para quem produzir ou difundir vírus informáticos


Image Hosted by Imageshack
Detecção de um vírus informático

O Parlamento discutiu esta quinta-feira uma proposta de lei que transpõe para a legislação nacional as directivas comunitárias que consideram crime a produção e difusão de vírus informáticos.

A nova legislação prevê que este crime, agora tipificado, passe a ser punível com pena que pode chegar aos dez anos de prisão quando provoque danos "consideravelmente elevados" em sistemas informáticos.

Assim, a "Lei da Criminalidade Informática" passa a incluir mais uma vertente que, no entanto, pode ser complexa de aplicar, sobretudo se atentarmos à dificuldade da prova e à necessidade de determinar se houve ou não intencionalidade.

Com excepção dos raros especialistas capazes de criar vírus e de algumas redes organizadas, a difusão de vírus e outros ataques são realizados a partir de equipamentos cujos utilizadores ou proprietários desconhecem estar infectados, criando assim gigantescas redes de propagação de infecções cujo ponto de origem é extremamente difícil de determinar.

Regresso às origens: a bússola - 7ª parte


Image Hosted by Imageshack
Uma bússola orientada sobre um mapa

A fórmula será, portanto ( ano actual - ano do mapa ) X variação da declinação anual + declinação magnética constante do mapa, sempre com o cuidado de verificar se existe alguma das situações de excepção anteriormente mencionadas.

Lembramos que a cada grau correspondem 60 minutos, pelo que sempre que o valor obtido exceder 60, deve ser efectuada a conversão através de uma fórmula simples, valor obtido / 60, sendo o número inteiro resultante em graus e o resto, o complemento deste em minutos.

Actualmente, a declinação magnética em Portugal Continental é de 4º Oeste, ou seja, 4º negativos, sendo este o eixo para o qual se deve apontar a agulha magnética, ficando assim a bússola apontada no sentido no Norte geográfico.

Na Madeira e Açores, a declinação actual, também segundo o Instituto de Meteorologia, é de 6º e 12º Oeste, devendo-se verificar cuidadosamente a declinação noutros locais que não os mencionados seja através da operação matemática mencionada, seja recorrendo ao meio dia solar, o qual determina o eixo Norte-Sul.

quinta-feira, julho 09, 2009

Google está a desenvolver sistema operativo


Image Hosted by Imageshack
Écran do Chrome, quase uma antevisão do sistema do Google

O Google anunciou no seu blog oficial que está a desenvolver um sistema operativo próprio baseado em software livre destinado a "netbooks", cuja data de lançamento está prevista para o primeiro semestre de 2010.

Este projecto surge como uma extensão do "Android", a plataforma desenvolvida pelo Google para dispositivos móveis e que tem sido testada em "netbooks", sendo relativamente óbvio que do sucesso inicial decorram outras versões mais complexas.

O novo sistema operativo terá um "interface" semelhante o "Chrome", o "browser" desenvolvido pelo Google e será inteiramente novo, modificando a arquitectura de modo a torná-lo menos permeável a ataques ou infecções.

Este novo sistema operativo constitui um ameça para a Microsoft, não obstante o novo Windows 7 surgir com inegáveis qualidades, mas o facto de ser gratuito e mais compacto, pode dar uma vantagem ao Google no segmento em expansão dos "netbooks".

A tragédia de Famalicão da Serra ocorreu há 3 anos


Image Hosted by ImageShack
Um incêndio florestal em Portugal

Passam hoje três anos sobre a tragédia que vitimou cinco sapadores chilenos e um bombeiro voluntário português da corporação de Famalicão da Serra, concelho onde estes seis homens perderam a vida na luta contra um incêndio florestal.

Sobre esta tragédia já nos pronunciamos por diversas vezes e hoje pouco haverá a acrescentar, pelo que mais do que qualquer análise, este é um dia para recordar aqueles que perderam a vida na defesa de um património que temos o dever de preservar para as gerações futuras.

Apelamos, pois, a uma sentida homenagem aos que nesta data perderam a vida, bem como a todos aqueles que morreram na luta contra os incêndios, lembrando também todos quantos, após tantas perdas, ainda reunem a coragem e o ânimo para enfrentar perigos e arriscar a própria vida num combate desigual.

A todos, a nossa gratidão, respeito e amizade por tudo quanto já deram e pela coragem para continuar.

quarta-feira, julho 08, 2009

Falha de segurança põe em risco PCs com o Windows e Explorer


Image Hosted by Imageshack
Um écran do Explorer 7

A Microsoft lançou um severo aviso de uma grave vulnerabilidade no controlo ActiveX do sistema de vídeo que permite o acesso de "hackers".

Esta vulnerabilidade, que poderá já estar a ser explorada há uma semana, verifica-se especificamente em computadores com os sistemas operativos Windows XP e Windows Server 2003 e Internet Explorer 6 e 7, pelo que outras combinações estarão, pelo menos por agora, fora de perigo.

O ataque baseia-se em mails falsos do tipo "phishing" que redirecionam is utilizadores para "sites" infectados ou comprometidos, após o que os computadores ficam sob controle dos "hackers".

Enquanto a Microsoft não concluir uma actualização que elimine este problema, a sugestão do fabricante é a de os utilizadores desactivarm o controle ActiveX que coloca o equipamento em risco, recorrendo às instruções que disponiblizou no seu próprio "site".

Pela nossa parte, para além dos cuidados habituais quando se seguem ligações incluidas em mensagens, sobretudo de proveniencia desconhecida, sugerimos igualmente que seja feita a actualização do Explorer para a versão 8, a qual não se inclui na lista de produtos vulneráveis e pode ser efectuada gratuitamente e com rapidez.

Jornada de homenagem aos bombeiros mortos em Famalicão da Serra


Image Hosted by Imageshack
Um incêndio florestal

Realiza-se no próximo dia 9 de Julho uma jornada que homenageia os bombeiros que perderam a via em Famalicão da Serra, no terceiro aniversário desta tragédia, e onde será analisada toda a sequência que terminou na morte destes seis bombeiros.

Ao longo destes três anos realizaram-se diversas investigações, foram recolhidos novos dados e será com base em novas informações que diversos especialistas no comportamento do fogo, entre os quais o professor Xavier Viegas, da Universidade de Coimbra, bem como bombeiros e técnicos.

Para além desta vertente mais técnica, complementada por uma visita ao local do acidente, haverá uma Celebração Eucarística na Igreja Matriz de Famalicão, seguindo-se um jantar e um convívio.

O programa completo está disponível no portal Bombeiros.pt, onde também podem ser feitas as inscrições para estas jornada, a qual aconselhamos não apenas devido à formação incluida, mas também pela homenagem que merecem os seis bombeiros que perderam a vida em 2006 num dos acidentes mais trágicos dos últimos anos.

terça-feira, julho 07, 2009

Gatochy, uma presença eterna


Image Hosted by ImageShack
Gatochy, uma presença eterna

No primeiro aniversário do seu desaparecimento, não podemos deixar de lembrar Gatochy, cuja presença e a recordação permanecem sempre entre nós.

Ao longo de uma dúzia de anos, a presença de Gatochy inspirou, divertiu, alegrou e encheu a casa com as suas brincadeiras e a sua permanente boa disposição, conseguindo transformar situações difíceis em momentos de alegria.

Se existem presenças que deixam uma marca para sempre, a de Gatochy é, sem dúvidas, uma delas, razão pela qual permanece sempre connosco.

Peritos alertam para alargamento da época de fogos - 3ª parte


Image Hosted by ImageShack
Combate a um fogo florestal em Portugal

Assim, prevê-se um país dividido em dois, com um litoral onde existe um baixo risco de fogo, sobrepovoado e dotado de um crescente número de infraestruturas, onde deixa de haver espaço para espaços naturais, e um interior onde o risco de incêndio é elevado, com uma vulnerabilidade acrescida devido ao empobrecimento e à desertificação.

Passará, portanto, a existir não uma divisão quase absoluta, como que coexistindo dois países diferentes, dando origem a uma conjuntura onde a solidariedade nacional será severamente posta à prova e obrigará a opções difíceis das quais dependerá a sustentabilidade do País a longo prazo.

Na ausência de uma opção clara no sentido de reintegrar o Interior, incluindo neste o espaço geográfico e as populações, é manifesto que assistiremos a uma perda de território como espaço sustentável e econimicamente viável, sendo que com o avanço da desertificação a Sul podemos assistir a uma perda de mais de metade da área nacional como espaço útil.

Desta possibilidade, não temos dúvidas que resulta uma substancial quebra da viabilidade de Portugal como nação economicamente viável e um extremo risco em termos da própria soberania nacional, mantida sobretudo devido à integração na Comunidade Europeia.

segunda-feira, julho 06, 2009

Direcção assistida em Séries - 5ª parte


Image Hosted by Imageshack
A bomba hidráulica e correia de transmissão

A direcção assistida original dos Séries e dos Santana tem um formato e uma configuração muito específica, mas outros modelos podem ser aplicados sem problemas, apenas sacrificando a originalidade do veículo.

Com a direcção assistida, o Série tornou-se muito mais fácil de manobrar a baixas velocidades, algo que facilita não só o comportamento em cidade, mas também fora de estrada, sobretudo quando se desloca em terrenos moles, onde o peso da direcção tende a ser significativa.

Esta é uma opção a ter em conta, mesmo antes de outros opcionais interessantes, como o "overdrive", sendo que o custo de uma direcção assistida usada pode andar pelos 300 a 400 euros, enquanto uma nova pode, facilmente, exceder o triplo desta quantia, acrescendo ainda os custos da instalação.

Sugerimos a quem possua um Série e pretenda usá-lo no dia a dia a aquisição deste tipo de direcção, a qual pode ser complementada com um novo amortecedor de retorno ao centro, do que resulta um controle excelente ao nível de um moderno automóvel.

Peritos alertam para alargamento da época de fogos - 2ª parte


Image Hosted by ImageShack
Um incêndio florestal em Portugal

Acresce o ciclo de regeneração natural após os fogos em zonas economicamente insustentáveis e que, portanto, não são expontaneas, não ordenadas e resultando numa acumulação de vegetação que facilmente será pasto das chamas.

Nestas áreas o problema agrava-se pela falta de acessos, típico em zonas desordenadas e agravada pelas absurdas restrições de circulação fora de estrada, bem como pela ausência de barreiras de contenção, dando origem a uma continuidade extremamente perigosa que permite o fácil alastrar das chamas.

No entanto, apontar para causas naturais é, em sí próprio, uma demissão e um afastar de toda a responsabilidade inerente aos decisores que ao longo de anos têm previlegiado políticas de efeitos imediatos, sacrificando a sustentabilidade futura do País e comprometendo gerações futuras.

Ao longo de décadas, a evolução do Interior, onde obviamente existem melhoramentos em diversas áreas, que em muitos casos não passam de paliativos que não compensam o manifesto abandono por parte do poder político, resulta numa vulnerabilidade extrema que, conjuntamente com uma evolução demografica preocupante e alterações climáticas recentes permitem prever o pior.

domingo, julho 05, 2009

Peritos alertam para alargamento da época de fogos - 1ª parte


Image Hosted by ImageShack
Um incêndio florestal em Portugal

O que parece ser uma realidade indesmentível para quem segue a problemática dos incêndios florestais é agora reforçado pela opinião de peritos que apontam para um alargamento do período de maior incidência de fogos.

Nos últimos anos, a partir do difícil ano de 2003, as alterações no clima têm resultado em fogos de grandes proporções onde antes eram raros, em parte devido a temperaturas e ao facto de as massas de ar marítimas perderem força cada vez mais rapidamente quando se dirigem para o Interior do País.

Os ventos fortes e secos, em conjunto com temperaturas elevadas, a diminuição da precipitação e a acumulação de matéria combustível permitem que os fogos de grandes dimensões se propaguem ao longo de todo o ano, facto que se tem verificado recentemente e não tem sido devidamente analizado e menos ainda levado a uma redistribuição do dispositivo.

Efectivamente, observando as estatísticas anuais e a distribuição dos fogos e área ardida, mesmo considerando que alguns anos recentes foram atípicos, mas que podem espelhar uma nova realidade, é notório que os antigos picos nos gráficos que eram quase inevitáveis no Verão deram origem e flutuações menores e a um aumento de ocorrências no Inverno.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin