segunda-feira, abril 24, 2017

Partilha de posição e hora de chegada no Google Maps

O Google Maps permite partilhar o posicionamento em tempo real com um grupo selecionado de contactos, bem como, durante trajectos planeados recorrendo a esta plataforma, estimar a hora de chegada ao destino, facilitando assim a coordenação entre diversos utilizadores.

É necessário adicionar os contactos da lista de endereços do dispositivo ao Google, após o que se seleciona a opção de partilhar a localização, existente no Google Maps, e selecionam os contactos com os quais esta será partilhada, terminando confirmando em "Partilhar" ou "Share", de acordo com a lingua utilizada.

Partilhar a hora de chegada também implica alguns passos, começando por escolher o local de chegada, após o que se seleciona "Mais" ou "More" e a opção de partilhar a viagem em curso com um ou um conjunto de contactos, confirmando tocando em "Partilhar" ou "Share".

Naturalmente, estas opções podem ser desactivadas, recorrendo aos mesmos passos e removendo as selecções efectuadas, aconselhando-se a fazê-lo com a brevidade possível, sob pena de ficar esquecida e se manter indefenidamente uma partilha que tem sempre implicações a nível de privacidade.

domingo, abril 23, 2017

"Creators Update" não mantém definições de privacidade

Não obstante as óbvias vantagens resultantes da instalação da "Creators Update", em termos de funcionalidades e do desempenho do sistema, existem alguns problemas que é necessário resolver, nomeadamente a reposição de um conjunto de configurações, incluindo a nível de privacidade, que não são transpostas da edição anterior.

Assim, são diversas as opções do utilizador que se perdem sem qualquer aviso e que será de repor com a brevidade possível, visitando o painel de controle, já que no processo de actualização o conjunto de opções é muito reduzido e não abrange a totalidade das modificações, ficando de parte novas implementações que não migram da versão anterior e que a Microsoft gere de acordo com os seus interesses.

Caso não sejam modificadas as opções, o volume de informação exposto e enviado para os servidores da Microsoft, alegadamente destinados a melhorar o produto e a experiência do utilizador, aumenta substancialmente, colocando em causa a privacidade e podendo revelar-se algo intrusiva, na medida em que existe armazenamento e análise de dados tão pessoais como acessos ou navegação, que deveriam ficar inteiramente na esfera privada.

Noutra vertente, também algumas aplicações, ou a interacção entre elas, é alterada, nem sempre no sentido positivo, surgindo situações onde a instalação de programas adicionais, como controladores de dispositivos de distintas proveniências, podem ter um impacto negativo não apenas no desempenho, mas na estabilidade de outras aplicações, o que pode implicar a respectiva remoção, algo que deve, igualmente, ser feito assim que algum problema seja detectado.

sábado, abril 22, 2017

Remover completamente programas com o "Absolute Uninstaller" - 2ª parte

Para remover completamente uma aplicação basta selecioná-la e confirmar, após o que o "Absolute Uninstaller" procede à sua eliminação completa, incluindo atalhos, ficheiros temporários e mesmo definições, num processo rápido e automatizado destinado a não deixar quaisquer vestígios, algo que pode ou não ser do interesse do utilizador.

É de notar que este processo de remoção elimina ficheiros de configuração pessoais, pelo que, se a ideia é reinstalar o programa a desinstalar novamente, as opções e dados do utilizador já não estarão presentes, obrigando a repetir o trabalho de uma instalação de origem.

Estão ainda disponíveis opções de modificação de programas, "backup" das entradas no "registry", bem como detalhes ou informações, destinadas a utilizadores mais experientes e que, ao invés de desinstalar, pretendem uma reconfiguração ou a preservação de um conjunto de dados de sistema.

Para todos quantos necessitam de um utilitário capaz de eliminar programas não utilizados e que o sistema operativo não tenha removido por completo, este "Absolute Uninstaller" é uma solução que recomendamos, pela sua eficácia e por, sendo gratuito, não instalar outro "software", nem se encontrar repleto de incómodos anúncios, como acontece com tantas outras opções.

sexta-feira, abril 21, 2017

Ferramenta multi-usos para veículos - 2ª parte

Um total de 16 "leds" e uma lâmpada COB, um sistema diferente de "led", proporcionam uma excelente iluminação com um consumo de energia bastante módico, pelo que a duração das baterias, para as quais sugerimos um conjunto de substituição, é bastante prolongado.

Uma manifesta falha é a ausência de um conector que permitisse uma ligação à tomada de isqueiro do veículo, mesmo que o cabo fosse adquirido separadamente, e que impossibilida uma alternativa às baterias internas, sendo ainda de lamentar a não inclusão de um suporte que permitisse colocar esta ferramenta destinada a uso em emergências num local de mais fácil acesso do que numa bolsa do veículo ou no porta-luvas.

As cores deste modelo concreto, contruído maioritariamente em PVC, são negro e azul, tendo no interior um iman que permite ser fixa sobre uma superfície ferrosa, tendo apenas 190 x 45 x 33 milímetros e um peso de 185 gramas, resultando fácil de acomodar no interior de uma viatura.

Este é apenas um exemplo, entre muitos outros, que podem incluir um conjunto de chaves de parafusos ou sextavadas, por exemplo, e que pode ser adquirido por um preço módico, complementando um estojo de primeiros socorros, extintor e um conjunto de ferramentas básico que deve estar presente dentro de todos os veículos, sobretudo em viagens mais longas e fora das povoações.

quinta-feira, abril 20, 2017

Construir suportes para câmaras - 3ª parte

Existe uma imensidão de modelos de cabeças de tripé, com qualidade e características completamente distintas, resultando numa gama de preços extremamente vasta, com as opções menos dispendiosas e que correspondem ao pretendido, a ficarem perto da vintena de Euros, sendo a peça mais cara desta solução.

A única parte do processo que implica alguma complexidade é efectuar o furo no suporte, que deverá ficar perfeitamente centrado e vertical, após o que toda a montagem é efectuada recorrendo a simples chaves de parafusos, podendo-se recorrer a um "thread lock" para evitar que haja algum desaperto, sempre possível quando existem trepidações durante um período prolongado.

Uma implicação óbvia desta solução, que permite colocar uma câmara no exterior de uma viatura, é a necessidade de proceder ao seu disparo remoto, seja através de cabos, seja via infra vermelhos, ou mesmo através de um sofisticado sistema de controle remoto, normalmente baseado num computador ou num "tablet", nos quais são instaladas aplicações de controle, e de proteger fisicamente a câmara com uma capa em borracha e uma lente adicional na objectiva.

Com um custo total que deverá andar abaixo dos 40 Euros, incluindo a cabeça de tripé, este suporte para câmara fotográfica é extremamente sólido, ficando por um preço muito inferior ao de modelos concebidos especificamente para o efeito e será uma solução a ter em conta para quem pretenda instalar uma câmara numa viatura sem receios de que esta caia e se danifique.

quarta-feira, abril 19, 2017

Ferramenta multi-usos para veículos - 1ª parte

Quando as férias e as grandes viagens se aproximam, é de relembrar alguns equipamentos úteis que se deve ter em qualquer viatura automóvel, destinados a serem utilizados em caso de emergência, seja em caso de acidente, seja em situações de simples avaria ou paragem por motivos imprevistos.

O número de ferramentas de usos múltiplos destinados a veículos tem vindo a aumentar, e com isso a possibilidade de escolha tem vindo a aumentar, com implementação de novas funcionalidades, enquanto o preço tem decaído, surgindo opções interessantes por preços que ficam entre os 6 e os 10 Euros, pelo que consideramos não ser o valor a pagar proibitivo p nem a sua inexistência a bordo justificável.

Presente na maioria destes equipamentos é o conjunto de lâmina para corte do cinto de segurança, colocada de modo a evitar ferimentos acidentais, e a ponta metálica destinada a partir os vidros das janelas, facilitando assim uma saída do interior em caso de acidente ou emergência.

O sistema de iluminação funciona em três modos distintos, com dois tipos de luz branca, com diferentes intensidades, e um modo de emergência, com luz vermelha, destinado a alertar outros condutores, sendo alimentado interiorment por 3 baterias do tipo AA.

terça-feira, abril 18, 2017

Aumenta o número de missões de socorro no Gerês - 3ª parte

Sabendo que em circunstâncias climatéricas extremas uma missão de socorro inevitavelmente demora algumas horas, mesmo que existam meios em prontidão, a possibilidade de alguém passar uma noite sob uma intempérie, com temperaturas negativas, pode resultar numa morte, sem que tal resulte de falta de comunicações ou de meios, mas tão somente dos condicionalismos impostos pela Natureza, que no Gerês se pode revelar particularmente implacável.

Está previsto um reforço da rede de comunicações móveis, sendo este um dos factores mais relevantes para diminuir os riscos e facilitar o socorro, mas a implementação de sinalética, avisadora e orientadora, colocação de alguns abrigos de emergência são necessários como complemento face à improbabilidade de ser possível recorrer ao um telemóvel em todos os locais e à demora nos acessos, sobretudo de noite e com mau tempo.

Do aumento do número de visitantes existe a tendência para decorrer, proporcionalmente, um maior número de pedidos de socorro, com um desvio que deriva de um conjunto de factores, como alterações do tipo de visitante, os efeitos de uma maior densidade destes ou alterações introduzidas nos meios de socorro, pelo que não é um maior número de ocorrências que consideramos alarmante, mas tão somente as consequências resultantes.

Atrair turistas e visitantes ao interior do País é, naturalmente, essencial para o desenvolvimento de zonas desertificadas e deprimidas aí localizadas, mas sem o investimento adequado em infraestruturas e meios que garantam a segurança e o próprio bem estar, tal pode resultar contraproducente, com consequências imprevisíveis que podem comprometer o desenvolvimento futuro que se pretende para essas áreas.

segunda-feira, abril 17, 2017

Compra conjunta

É nossa intenção adquirir um conjunto de 8 protecções para farois, fabricados pela RDX, e uma "cubby box", provenientes de dois fornecedores distintos, pelo que a coordenação entre sí é impossível, do que resulta um aumento do valor dos portes, razão pela qual pretendemos partilhá-los com outros interessados.

O melhor preço que encontramos para as protecções de faróis foi na "Bolt and Bits", com um preço de 24 libras para um total de 8 unidades, a que acrescem 9 de portes, com o valor por conjunto a diminuir substancialmente caso se encomende uma maior quantidade.

Para a "cubby box", o preço mais favorável após pesquisas é o da "Paddock Spares", com um valor unitário de 55 Euros, incluindo VAT, mas acrescendo portes no valor de 15 libras, que permitem encomendar material até 30 quilos, o que é suficiente, por exemplo, para quatro "cubby box", podendo, naturalmente, ser incluído outro material.

Assim, vimos convidar enventuais interessados, preferencialmente residentes na zona de Lisboa, e que estejam interessados neste tipo de material, ou outro que permita reduzir o valor dos portes por item, a contactar-nos, de modo a poder organizar uma compra conjunta que seja benéfica para todos.

domingo, abril 16, 2017

Remover completamente programas com o "Absolute Uninstaller" - 1ª parte

Tem sido verificado que nem sempre desaparecem todos os vestígios de um programa desinstalado do Windows 10, sendo possível que, para além de ficheiros, fiquem diversas entradas, incluindo no painel de controle, onde continua a surgir uma inútil opção de desinstalação que, forçosamente, irá falhar porque o procedimento já foi executado.

Existem vários truques, alguns deles arriscados, como editar o "registry" e fazer desaparecer tudo o que é referente ao programa removido, mas será uma opção pouco aconselhável para os que têm menos experiência e, objectivamente, deverá ser sempre uma opção extrema por parte de quem se sinta à vontade neste tipo de operações.

Mais simples, e muito menos arriscado, é recorrer a programas desenvolvidos para o efeito e que, uma vez instalados, removem todos os restos de uma desinstalação incompleta de forma automática e sem riscos para o utilizador, num processo que demora, na maior parte dos casos, escassos segundos,

O "Absolute Uninstaller", da Glarysoft, pode ser descarregado gratuitamente, devendo-se ter o cuidado de durante o processo de instalação remover o "check" das opções adicionais oferecidas, ficando imediatamente pronto para ser utilizado, sem necessitar de configurações adicionais e dispensando qualquer aprendizagem, dada a simplicidade do seu uso.

sábado, abril 15, 2017

Aumenta o número de missões de socorro no Gerês - 2ª parte

A excessiva dependência de tecnologias, e o esquecimento de formas de orientação mais tradicionais, como a leitura de mapas ou a utilização de uma simples bússola, a confiança quase cega em sistemas de comunicações que raramente falham em meios urbanos, mas que longe destes são incertos, estão entre os erros mais comuns, muitos deles ligados a excessos de confiança.

Mais grave, é a insensibilidade face aos avisos, sobretudo aos alertas de mau tempo que desaconselham algumas actividades, bem como a incapacidade de reconhecer situações de perigo, como o aproximar da noite, com a consequente perda de visibilidade, queda de temperatura e, por vezes, queda de chuva ou chegada de nevoeiro, e que são comuns a muitas das situações mais graves já registadas.

Não avisar quanto ao trajecto a seguir e aos horários previstos é um erro grave tão grave como um mau planeamento ou uma preparação insuficiente, seja em termos físicos, seja do material, seja do próprio "know how" necessário, que implica não apenas a teoria, mas sobretudo a prática, única forma de não falhar em momentos de maior "stress", onde qualquer erro pode ter consequências particularmente graves.

A falta de alguns items essenciais, como, por exemplo, agasalho, preferencialmente impermeável, um cobertor de emergência, uma lanterna, um apito, alimentos e bebidas, eventualmente acompanhados de combustível sólido e fósforos, podem revelar-se fatais, sobretudo durante os meses mais frios, onde o risco de hipotermia aumenta substancialmente.

sexta-feira, abril 14, 2017

Construir suportes para câmaras - 2ª parte

A maior vantagem de incluir uma cabeça de tripé é a possibilidade de orientar a câmara na direcção pretendida, mas tal só tem o efeito pretendido caso o modelo selecionado tenha a qualidade adequada e um travamento que impeça que se verifique alguma mudança de ângulo, do que resulta, inevitavelmente, um desalinhamento relativamente à orientação pretendida.

Outra vantagem resulta da característica existente nalguns modelos e que permite libertar rapidamente a câmara, o que torna desnecessário proceder à desmontagem desta ou à remoção do suporte, sendo suficiente accionar uma patilha e fazer deslizar uma base para soltar a câmara, num procedimento quase instantâneo.

A maioria dos tripés têm um parafuso de 3/8", enquanto as câmaras usam um de 1/4", pelo que, caso numa primeira fase seja dispensada a cabeça do tripé, sugerimos que seja efectuado um oríficio com o mesmo diâmetro e se utilize um parafuso conversor, existente em diversos modelos, o que permite uma fácil transição quando necessário.

Na sua versão mais barata, mas que exige um perne interior de 1/4", este parafuso adaptador custa menos de 1 Euro, com o preço do perne a ter um valor inferior, sendo difícil de justificar a sua opção pela não utilização deste tipo de solução em prol de uma mais restritiva que dificultará o recurso posterior a uma cabeça de tripé.

quinta-feira, abril 13, 2017

Aumenta o número de missões de socorro no Gerês - 1ª parte

Queremos chamar a atenção para a reportagem exibida pela SIC onde o aumento do número de missões de socorros realizadas no Parque Nacional da Penada Gerês foi abordado, facto inerente ao crescente número de visitantes, bem como às dificuldades resultantes de um conjunto de condições específicas.

A falta de cobertura de rede móvel, que dificulta o pedido de socorro por parte de quem se perde ou sofre acidentes, também impede o uso de muitos recursos habituais, como o sistema de mapas "on-line", sendo certo que raros são aqueles que descarregam os mapas da zona onde se deslocam antes de sairem da área de cobertura de rede.

A orografia levanta outras dificuldades, com zonas muito acidentadas, declives acentuados, numerosos cursos de água, piso escorregadio, neve ou gelo durante o Inverno, possibilidade de deslizamentos ou mesmo a paisagem, que pode ser difícil de identificar no respeitante a pontos de referência, constituem obstáculos sérios, mesmo para quem tem alguma preparação e o equipamento adequado.

Alguma imprevisibilidade do estado do tempo, que em áreas montanhosas pode sofrer alterações com rapidez, com o bom tempo a poder dar lugar a chuva ou nevoeiro, para além de dificultarem a orientação, resultam num rápido aumento da fadiga e mesmo em situações de hipotermia, sobretudo quando não existem abrigos por perto.

quarta-feira, abril 12, 2017

O StarXtrem 6 - 8ª parte

A câmara, tal como esperavamos, não tem uma qualidade que permita fotografar em interiores com pouca luminosidade, sobretudo havendo grandes contrastes ou oscilações de luz, como as provenientes de um écran de televisão ou computador, enquanto o desempenho no exterior tende a ser satisfatório, podendo-se enquadrar dentro dos parâmetros normais para esta classe de equipamentos.

Em contrapartida, o som é de boa qualidade quando comparado com outros modelos da mesma gama de preço, com as conversas a serem facilmente perceptíveis mesmo em locais com ruído de fundo, e os ajustes são fáceis de efectuar, revelando uma amplitude adequada ao uso que fazemos deste equipamento.

Optamos por adquirir uma protecção em borracha destinada ao iPhone 7 Plus, com as mesmas dimensões, apenas um pouco mais estreito e que é necessário modificar ligeiramente para aceder ao botão lateral, destinada sobretudo a minimizar danos de impactos ao longo da superfície lateral e dos cantos, esperando que, brevemente, surjam alternativas concebidas especificamente para este modelo.

Também decidimos manter as películas incluídas de origem até surgir uma hipótese de substituição por uma protecção de écran, sobretudo para evitar pequenos riscos, dado que o vidro "gorilla 3" que vem de origem suporta usos mais exigentes e mesmo pequenos impactos, sendo, naturalmente, de não arriscar em demasia.

terça-feira, abril 11, 2017

Construir suportes para câmaras - 1ª parte

O recurso aos suportes destinados a transportar vidros, compostos por um conjunto de ventosas de sucção ligados por um corpo, que sugerimos ser em metal, são a base de uma alternativa económica para os muito mais dispendiosos suportes concebidos especificamente para fixar câmaras numa superfície plana.

Aconselhamos modelos de suporte com um mínimo de duas ventosas, o que constitui uma segurança caso surja um imprevisto, e com um corpo metálico com o diâmetro suficiente para efectuar um furo que permita passar um parafuso padronizado compatível com uma cabeça de tripé ou com a câmara a utilizar.

Um modelo com estas características custa entre doze e quinze Euros, com os valores a subir substancialmente caso se pretenda um mais dispendioso e seguro suporte com três ventosas, que dificilmente cederá mesmo com uma câmara particularmente pesada e tem uma estabilidade notável, sendo adequado mesmo para as situações mais exigentes.

Embora mais dispendioso, colocar uma cabeça de tripé compatível com as características da câmara a utilizar sobre o suporte é a solução mais versátil, pelo que, mesmo em previsão de uma evolução futura, a opção deverá ir no sentido de um furo que permita viabilizar esta escolha.

segunda-feira, abril 10, 2017

O StarXtrem 6 - 7ª parte

Após algumas semanas de utilização, o equipamento tem correspondido ao esperado, seja em termos de desempenho, respondendo de forma adequada a todas as solicitações, seja no respeitante à autonomia, sendo possível efectuar os carregamentos a cada 4 dias, dependendo do tipo de utilização, sendo que o WiFi e NFC estão permanentemente ligados, enquanto o GPS apenas o é em caso de necessidade.

Face a 300 horas de "stand by", que podem ser arredondadas para 12 dias, e 15 de conversação anunciadas, as 120 horas, incluindo 6 de conversação e navegação até praticamente esgotar a bateria fazem sentido, ficando, no total combinado, a perto de 20% do anunciado, ainda com uma pequena folga e numa combinação que será mais desfavorável em termos de consumos.

Com o "software" previamente instalado e actualizado, bem como um conjunto de programas comuns, como um anti-virus, Facebook e respectivo Messenger, acesso ao EBay e um conjunto de utilitários, o sistema mantém-se estável e responsivo, com um bom desempenho independentemente de estar conectado via WiFi ou por uma ligação 4G, não se notando hesitações ou demoras no carregamento de dados via Internet.

O écran proporciona um espaço de trabalho suficiente, com a definição a facilitar o uso, que é possível mesmo olhando mais lateralmente ou em condições de luminosidade adversas, como sob Sol intenso, com o sistema táctil a revelar-se preciso e de fácil controle nas aplicações testadas neste equipamento, o que não implica que tal suceda com todas, nomeadamente com jogos, onde o controle será mais exigente.

domingo, abril 09, 2017

Lisboa, cidade fechada - 24ª parte

Após várias semanas de caos, sem sinalização, com veículos a encontrar-se frente a frente com frequência, começaram a ser colocados alguns dos sinais em falta, resultando num esquema de circulação que contraria completamente o propósito inicial, concretamente o de evitar que um bairro residencial seja utilizado como um atalho que permite aos automobilistas escapar ao tráfego mais intenso de vias principais.

Alguns casos, o posicionamento dos sinais é de tal forma inadequado que os condutores dificilmente os vêm, pelo que, sem o complemento de outra sinalética, nomeadamente horizontal, continuam-se a verificar numerosas situações de circulação em sentido proibido, sem que se possa atribuir a responsabilidade exclusiva a quem conduz.

Em paralelo, surgem nas vias os traços amarelos que indicam a proibição de estacionar, algo que seria mais que intuitivo face à escassa largura dos passeios e o facto de um veículo imobilizado bloquear a circulação, sendo igualmente assinalados, com uma linha em zigzag, locais onde, havendo espaço, o estacionamento é proíbido.

Curiosamente, foram removidos diversos pilaretes, sobretudo em locais onde inicialmente estavam previstos estacionamentos, mais tarde removidos, sem que os planos fossem alterados, do que resultava uma escassez de locais para parqueamento nas zonas mais próximas dos estabelecimentos de ensino, resultando num autêntico caos na altura em que os alunos iniciam e terminam o dia escolar, tal a imensidão de veículos que afluem ao local.

sábado, abril 08, 2017

Defender "snow cowl" de linha branca - 2ª parte

Por não afectar o desempenho do motor, argumento por vezes utilizado para questionar a legalidade do "snorkel", esta peça não tem implicações legais, sendo certo que a versão em plástico pode surgir mais pacífica do que a metálica, material associado a uma conotação mais agressiva.

É de notar que existem versões para os Defender de condução à direita e à esquerda, sendo incompatíveis com o lado oposto, pelo que se deve ter em atenção, ao encomendar, escolher a versão do lado oposto ao do condutor, confirmando com o fornecedor, e evitando confundir RH, ou lado direito, com RHD, condução do lado direito, dado que têm como resultado peças para lados opostos.

A primeira foto, publicada na 1ª parte, apresenta um "snow cowl" para o lado direito, RH, adequado a veículos com condução à esquerda, LHD, conforme praticado entre nós, enquanto a segunda foto, que ilustra este texto, se destina a um veículo com condução à direita, RHD, e que se coloca no lado esquerdo, LH, sendo sempre de verificar com atenção o formato da peça, que acompanha o angulo do capot, e a designação da mesma, sendo, em caso de dúvida, de contactar o vendedor.

O preço unitário fica um pouco abaixo da vintena de Euros, acrescendo perto de uma dúzia para portes, que podem ser substancialmente reduzidos para cada unidade caso se encomende um conjunto destas peças, com o preço total a ficar, neste caso, perto dos 24 Euros, valor que consideramos como bastante competitivo.

sexta-feira, abril 07, 2017

"Creators Update" já disponível

Apesar de no sistema de actualizações normais o "Creators Update" ficar disponível apenas no dia 11, através do sistema de notificação proposto pela Microsoft é possível, desde já, proceder à sua instalação nos equipamentos com Windows 10 com capacidade e licenciamento adequados não incluídos em programas de antevisão ou teste.

Acedendo à página em que é solicitada a notificação, caso tal não tenha sido efectuado previamente no equipamento em questão, antecipa-se esta actualização, uma das mais pesadas e morosas em termos de processo de instalação disponibilizadas para o Windows 10, concorrendo nesta vertente com o "Aniversary Update" enquanto recorrendo ao "Update Assistant", se acede à mais recente actualização disponível.

A outra opção, é recorrer à criação do "media" através da ferramenta disponível no "site" da Microsoft, mas para quem opte por aguardar, tendo em conta o volume de dados a transferir, a actualização poderá efectuar-se diversas semanas após a disponibilização, como forma de evitar excessos de carga nos servidores da Microsoft e de tráfego na Internet, algo que penalizaria todos os utilizadores da rede, mesmo aqueles que não utilizam o Windows 10.

Tal como acontece com as grandes actualizações da Microsoft, esta é uma actualização essencial, implementando um conjunto de novas funcionalidades para além das correcções ao sistema operativo, tal como presentes nos "updates" periódicos, sendo de instalá-la quando possível, prevendo sempre que o equipamento a actualizar estará indisponível durante algum tempo.

quinta-feira, abril 06, 2017

Defender "snow cowl" de linha branca - 1ª parte

A protecção destinada a evitar a entrada de neve e detritos para o sistema de ventilação dos Defender, protegendo assim o respectivo motor, habitualmente designado por "snow cowl", é considerado um investimento a ter em conta por parte de quem resida em zonas mais expostas a nevões ou que transite habitualmente em locais onde a projecção de detritos seja frequente.

Quando a neve se acumula na grelha do sistema de circulação de ar, naturalmente este deixa de circular, enquanto a entrada de detritos pode ter como consequência danos no motor ou componentes do sistema, ou o seu entupimento, obrigando a uma reparação que, mesmo que seja pouco dispendiosa, resulta em incómodos.

Se os modelos militares, em metal, são francamente dispendiosos, a disponibilidade de um cada vez maior número de versões em plástico, seja as provenientes de fabricantes conhecidos, seja os que não possuem marca conhecida, mas são virtualmente idênticos, podem ser encontrados a preços cada vez mais baixos, sem com isso comprometer a funcionalidade, pecando apenas pela menor resistência física.

A instalação é extremamente simples, bastando desaparafusar a grelha existente sobre o guarda lamas, do lado direito no caso dos veículos de condução à esquerda, e aparafusar a nova peça, recorrendo ao conjunto de parafusos e acessórios incluídos pela maioria dos fornecedores.

quarta-feira, abril 05, 2017

O StarXtrem 6 - 6ª parte

Outra opção, é adquirir uma protecção simples, que se instala em redor do corpo do telefone, e que tem um preço que fica abaixo do Euro e meio por um par de unidades, sendo de equacionar, neste caso e no anterior, uma protecção para o écran em vidro resistente, que proteja de impactos e riscos.

É incluído, para além do equipamento, o carregador e respectivo cabo, que também serve para ligação física a um computador, auriculares, manual de utilizador, bastante simplificado, e, para quem não adquire via pontos, situação em que se considera ser uma aquisição para substituição de um modelo mais antigo, um cartão SIM com 2.50 Euros de saldo.

Caso seja adquirido via programa de pontos, este StarXtrem 6 tem um preço de 85 Euros, que consideramos perfeitamente aceitável para um equipamento com estas características, podendo igualmente ser adquirido a prestações por quem faça um contrato e adira ao débito directo, num total que será sensivelmente idêntico.

Este StarXtrem 6, também identificado como Hisense l830, se adquirido através de uma das opções mencionadas e não pelo preço de tabela, que se aproxima das duas centenas de Euros, será uma alternativa a ter em conta por parte dos clientes da MEO que necessitem de um dispositivo com desempenho médio e um écran que se aproxima do utilizado pelos "tablets" de menores dimensões.

terça-feira, abril 04, 2017

Fechos de segurança para Defender

Manifestamente, os Defender, nas suas diversas versões, não primam pela segurança contra intrusão, o que terá a ver com o conceito e processo de fabrico, mas também devido ao tipo de fechos utilizados, que derivam dos instalados nos antigos Serie, resultando num conjunto inadequado a uma protecção eficaz e distante dos parâmetros actuais.

A "Land Rover Defender Security" propõe um conjunto de fechaduras de segurança, em diversos tipos de conjuntos, adequados aos vários modelos de Defender, destinados a proteger contra intrusões, funcionando de forma independente dos fechos de origem e podendo ser trancadas fisicamente, tal como acontece com os fechos de segurança para crianças, resultando numa solução robusta.

Este conjunto tem certificação completa Thatcham, com segurança contra arrombamento e prefuração, sendo concebido e produzido especificamente para os Defender, com a sua especificidade a ter reflexos na qualidade e adequação, bem como no preço, que se aproxima das três centenas de Euros para um conjunto completo.

A mesma empresa tem no seu catálogo muitos outros acessórios, incluindo grades para o interior dos Defender, caixas de segurança, protectores para a porta OBD2, bloqueadores para pedais, alavancas das caixas e volante, sistemas de seguimento e localização, numa panóplia de opções destinadas a proteger este popular modelo da Land Rover contra furtos e intrusões.

segunda-feira, abril 03, 2017

O StarXtrem 6 - 5ª parte

Apesar de dotado de um écran com vidro tipo "gorilla 3", este equipamento não transmite uma sensação de solidez, com as suas dimensões a fazerem recear algum tipo de torsão, e não aparentando uma qualidade de construção excepcional, ficando-se pela mediana, sendo obviamente inferior aos modelos com revestimento metálico, mais fáceis de encontrar numa gama superior.

Tal como com outros equipamentos, mas sobretudo nos de maiores dimensões, é sempre um bom investimento adquirir uma capa de protecção, tão envolvente quanto possível e, se possível, reforçada nos cantos, e um bom protector de écran, que não aumente os reflexos, nem implique dificuldades a nível táctil, preferencialmente fácil de substituir e que seja adquirido em conjuntos com algumas unidades.

Infelizmente, existem muito poucos acessórios para este modelo, pelo que, enquanto estes não surgem, sugerimos a aquisição de uma capa em silicone para o iPhone 7 Plus, que tem as mesmas dimensões, mas é mais estreito, e que oferece alguma protecção, sobretudo a nível lateral e nos vértices.

Esta capa tem que ser adaptada no local do botão de ligar, do altifalante e da câmara traseira, sendo necessário recortar a borracha de forma a que o acesso seja funcional, obtendo-se assim uma solução provisória por um preço que fica pelos 3 Euros.

domingo, abril 02, 2017

Land Rover Owners de Primavera de 2017 já nas bancas

Já se encontra nos locais de venda habituais a edição de Primavera de 2017 da Land Rover Owners International, com o destaque de capa a ir para um comparativo entre os vários Defender, começando pelos Tdi, passando pelos Td5 e terminando nos TDCi, com que a produção deste icónico modelo foi encerrada e onde estavam presentes os últimos refinamentos possíveis num veículo originário dos anos quarenta.

Os teste efectuados ao novíssimo Discovery 5, incluindo em areia, num cenário de deserto, com todos os recursos electrónicos a serem testados e comparados com as antigas soluções mecânicas, a recuperação de um Discovery 2, provavelmente salvo da destruição num ferro velho, ou o restauro de um Tickford, um modelo raro e que para alguns antecede o Range Rover como o primeiro modelo da marca a proporcionar algum conforto, são indiscutivelmente artigos interessantes que vale a pena ler com atenção.

Também merecem destaque o artigo sobre condução fora de estrada, para fins lúdicos, com um conjunto de alertas e chamadas de atenção, um antigo Serie 2 que ainda se revela como um útil veículo de trabalho, bem como a descrição de passeios e expedições, com alguns trajectos em França, na zona de Champagne, ou algumas reparações que os mais habilidosos, e com meios adequados, podem efectuar, poupando algum dinheiro.

Estão ainda presentes a apresentação de novos produtos, alguns deles patrocinados e complementados por uma extensa publicidade temática, incluindo-se aqui sistemas de localização, como protecção conta furtos, os habituais guias de compras, adaptados ao mercado britânico, bem como a descrição de actividades de clubes relacionados com a marca, num número interessante e que levantará alguma polémica entre os adeptos do Defender, muitos dos quais não concordarão com o veredicto do comparativo que vem incluído.

sábado, abril 01, 2017

Lisboa, cidade fechada - 23ª parte

Devemos acrescentar que, não obstante ser uma actividade lícita e desenvolvida por entidades privadas, a forma como alguns agentes imobiliários se comportam, importunando os residentes dos bairros dentro das suas próprias habitações, batendo-lhe à porta, para além de colocar publicidade nas ombreiras destas, para além da que é colocada nas caixas de correio, surge como francamente abusiva.

Não nos parece lícito que alguém se dirija a outrem, que está no interior da sua própria residência, e lhe proponha a venda da habitação onde reside, tomando uma iniciativa que consideramos violar normas básicas de privacidade, podendo assumir contornos de assédio ou coação, dependendo da forma como se realiza e da vulnerabilidade de alguns residentes, sobretudo os mais idosos.

A implementação de políticas que favorecem o turismo, prejudicando os residentes, tem tido como consequência, entre outras, um muito substancial aumento do preço da habitação, sobretudo em zonas consideradas nobres ou de fácil acessibilidade, sendo perceptível que muitos residentes, sobretudo idosos, têm vendido as suas habitações, admissivelmente por um valor elevado, mas, eventualmente, como consequência de pressões ilegítimas.

O cenário criado pela autarquia condiciona seriamente a actividade económica, e o excessivo favorecimento do turismo cria desequilíbrios graves, num fenómeno estudado em diversas cidades em todo o Mundo, muitas das quais adoptaram medidas para contrariar este fenómeno, impondo restrições, que, manifestamente, não são sequer estudadas em Lisboa, onde o imediatismo das receitas turísticas faz esquecer um futuro insustentável.

sexta-feira, março 31, 2017

O StarXtrem 6 - 4ª parte

O GPS reage bem, sendo rápido a adquirir informação posicional, mas não tem suporte para outros sistemas de referenciação os quais, utilizados complementarmente, aumentam substancialmente a precisão da localização, pelo que aqui as limitações são as típicas de outros modelos com este tipo de funcionalidade.

Está disponível uma bússola, que necessita de ser calibrada antes de utilizada, e que é uma alternativa à orientação fornecida pelo GPS, sendo útil para quem recorra a mapas convencionais, situação em que esta funcionalidade se revela interessante e fácil de utilizar.

A bateria de 3000 mAh permite uma autonomia em "stand-by" até 300 horas e em conversação até 15, dependendo, naturalmente, do tipo exacto de utilização, sendo certo de que recorrendo a diversos tipo de conexão, ao uso do GPS ou a aplicações mais pesadas, estes valores irão diminuir muito substancialmente.

Com 156.7 x 76.4 x 08.13 milímetros, este não é um modelo pequeno, mas tal nunca seria possível num equipamento com um écran de 5.5", sendo certo que pode não ser fácil de transportar, exigindo alguns cuidados, mesmo que protegido com uma capa e um protector de écran.

quinta-feira, março 30, 2017

Disponível o "LRO Improve Your Land Rover Guide – Volume 2"

Já pode ser encomendada, por ser duvidoso que seja distribuída em Portugal, o 2º volume do guia de melhoramento para Land Rover, editado pela Land Rover Owners International, e que tem um preço de capa de 6.99 libras, a que acrescem portes, caso aplicável.

Ao longo de uma centena de páginas analiza-se a escolha do veículo ideal para um projecto, incluindo aqui os populares Defender 90 Tdi, Discovery 1, Freelander 1, Disco 2 Td5, Disco 4 e Series III, mas também modelos menos comuns, como os Defender TDCi de caixa automática, os Bowler Series I, com o motor 240bhp Jaguar V6, Discovery V8 com preparação para rally, Freelander com turbocompressor, Defender 90 com motor 6.3 V8 e 110 com motor diesel 5.9.

Nesta segunda edição, estão presentes guias práticos para melhorar "intercoolers", adicionar protecções, luzes de condução, vidros panorâmicos, grades de tejadilho, "rock sliders", entre outros melhoramentos, destinados a melhorar e tornar único cada Land Rover, adaptando-o ao seu proprietário.

Infelizmente, os números especiais da LRO não costumam ser encontrados à venda entre nós, pelo que resta a possibilidade de os encomendar em Inglaterra, sendo de combinar com outros interessados, se possível, de modo a que os portes sejam repartidos, sem o que o custo destes ultrapassa em muito o valor pago pela revista, o que, obviamente, pode tornar a sua aquisição pouco compensadora.

quarta-feira, março 29, 2017

O StarXtrem 6 - 3ª parte

Estão presentes duas câmaras, uma de 13 Megapixels e outra de 5, frontal, com uma qualidade aceitável, mas que fica longe de modelos de melhor qualidade, onde sensores de maiores dimensões e ópticas de melhor qualidade fazem toda a diferença a nível quer de resultado, quer de preço.

Este não é, nitidamente, um equipamento vocacionado para a fotografia, sendo evidente que nem todos os pixeis são iguais e que a qualidade do sensor, sobretudo com baixa luminosidade ou quando enquadra objectos em movimento, tem francas deficiências, sendo inferior a alguns que, com menos megapixels, permitem fotos de melhor qualidade.

Tal como os modelos mais recentes, o StarXtrem 6 suporta 4G, até 150 Mbits, sendo compatível com as redes 2G a 3G, nas frequências padronizadas, sendo rápido a transmitir dados e estável nas ligações, tal como será de esperar de um equipamento com este tipo de características.

A conectividade com redes locais faz-se via wifi, suportando até à norma 802.11n, faltando, infelizmente, a possibilidade de conexões ac, enquanto o "bluetooth" obedece à norma 4.0, tendo NFC implementado, o que permite acesso a um conjunto de aplicações e funcionalidades.

terça-feira, março 28, 2017

Disponível o novo catálogo de ferramentas da Sealey

O novo catálogo de ferramentas da Sealey já se encontra disponível, podendo ser consultado "on line" ou descarregado e gravado localmente, em formato PDF, de modo a poder ser consultado sempre que necessário e independentemente da existência de uma ligação à Internet.

Com mais de 1100 páginas, o catálogo inclui 9500 linhas de produtos, das quais 2200 são novas, incluindo agora diversas linhas de consumíveis, sobretudo destinadas a ambientes industriais ou oficinas, estabelecimentos para os quais está especialmente vocacionada esta publicação.

Está ainda disponível uma aplicação para dispositivos móveis, com versões para Android e IOS, que permitem uma consulta rápida "on line", estando ainda ao alcance dos residentes no Reino Unido solicitar uma cópia impressa do catálogo, algo que, devido ao peso e volume, não é permitido aos não residentes.

Tal como em edições anteriores, são propostos produtos capazes de equipar completamente uma oficina, com todo o tipo de ferramentas, dispositivos de diagnóstico ou equipamentos e materiais para efectuar os diversos tipos de trabalho que se esperam nesta actividade, pelo que, mesmo quem não pretenda adquirir junto da Sealey, encontrará inspiração e valores comparativos capazes de auxiliar numa eventual compra.

segunda-feira, março 27, 2017

O StarXtrem 6 - 2ª parte

A escolha recaiu sobre o StarXtrem 6, designação pela qual a MEO comercializa modelo Hisense l830, vendido igualmente pela Altice, que consideramos ter uma relação qualidade preço interessante e ser compatível com o "software" mais recente, dado que tem instalado o Android 6.0, que, não sendo a última versão, ainda terá alguns anos de uso sem problemas de maior.

Este equipamento octacore, baseado no Qualcomm Snapdragon 430, é, na verdade, um duplo quad core, com dois grupos de núcleos a funcionarem a velocidades diferentes, 1.4 e 1.1 MHz, respectivamente, resultando num bom desempenho com as aplicações mais comuns, incluindo a nível de navegação com recurso a mapas e GPS.

A memória de 2 Gb, muito comum nesta classe, não é das mais generosas, embora suficiente para a maioria dos utilizadores, e os 16 Gb que a complementam permitem instalar os programas mais comuns, mesmo nas versões mais recentes, com os dados a poderem ser escritos num cartão micro SD, com capacidade até aos 32 Gb.

O ecrã de 5.5" "full HD" IPS oferece uma boa visibilidade, mesmo em aplicações gráficas ou na visualização de filmes, sendo fácil trabalhar sobre ele, e, tal como a maioria dos equipamentos com este tipo de écran, permite trabalhar em angulo, sem que os reflexos luminosos tornem demasiadamente difícil visualizar os conteúdos.

domingo, março 26, 2017

Comprar fora de época

Em textos publicados no passado chamamos a atenção para as vantagens de comprar fora de época, nomeadamente adquirir bens mais vocacionados para o Inverno perto do termo deste, quando poderão ter utilização reduzida nos meses seguintes, e proceder de igual forma no respeitante ao Verão.

A título exemplificativo, a aquisição de agasalhos quando o tempo começa a aquecer pode, muitas vezes, ser efectuada a preços particularmente favoráveis, sucedendo o mesmo no termo do Verão com bens destinados, essencialmente, a ser utilizados no tempo quente ou nas férias que este proporciona, sendo patente o aumento da variedade e diminuição dos preços em alturas específicas do ano.

Com o aproximar da Primavera, produtos ou bens mais adequados ao tempo frio tendem a surgir à venda em grandes quantidades, o que, aliado a uma utilização algo distante em termos temporais, faz baixar muito substancialmente os preços, sendo de investir, caso possível, naqueles que, pela sua natureza ou qualidade, sejam, de alguma forma intemporais, permitindo o uso durante alguns anos.

Após estabelecer as necessidades futuras, e ter feito uma lista, sobretudo com a intenção de não proceder a aquisições por impulso, algo que sucede com frequência face a preços particularmente favoráveis, algumas pesquisas criteriosas nos "sites" de leilões, como o EBay, permitem encontrar um largo conjunto de produtos que satisfaçam as condições pretendidas, podendo resultar em negócios bastante vantajosos.

sábado, março 25, 2017

Lisboa, cidade fechada - 22ª parte

Modificar o sentido de uma via deve ser efectuado de forma a que nunca surjam dúvidas quanto à direcção do tráfego e, menos ainda, permitir que veículos circulem em sentido contrário, numa trajectória de colisão, sendo que ambos estão a circular de acordo com a sinalização existente e, portanto, podem justificar a sua opção sem que nenhuma disposição legal se lhes oponha.

Em caso de acidente este tipo de situação pode revelar-se complexa, podendo-se imaginar a reacção das seguradoras em caso de choque frontal numa via em que ambos os veículos circulam de forma legal, sem que nenhuma sinalética se oponha ao sentido em que circulam, situação em que é perfeitamente possível que a responsabilidade, e mesmo uma acusação criminal, seja remetida para a autarquia e respectivos responsáveis.

Manifestamente, todo o conjunto de alterações implementadas, desde as de construção civil ao ordenamento do tráfego, passando pelo estacionamento, foram mal pensadas e planeadas e deficientemente executadas, com as tentativas de correcção a não irem até aos problemas estruturais, como o escasso desnivel dos passeios relativamente às faixas de rodagem, dado que tal implicaria refazer todo o trabalho realizado, com enormes custos e prejuízos para a autarquia.

No entanto, os remendos não escondem o lamentável trabalho feito, que desvirtuou um bairro, prejudicou os residentes, muitos dos quais já o abandonaram, sendo intuitivo que o objectivo destas obras foi o de potenciar a especulação imobiliária e o alojamento local, patente no número de residências que começam a ter esse destino e face ao assédio de consultores imobiliários, que insistem junto dos moradores no sentido de estes venderem as suas residências.

sexta-feira, março 24, 2017

Perigos nas redes sociais - 6ª parte

Como conclusão, afirmamos que não existe, para o utilizador comum de redes sociais, e com as ferramentas ao seu dispor, qualquer possibilidade de ter uma certeza absoluta relativamente à autenticidade, mas tão somente determinar que algumas serão falsas e outras, com diversos graus de probabilidade, não o serão, pelo que a conduta deve ser sempre prudente e com a necessária reserva a nível de privacidade.

Qualquer suspeita deve ser tida em conta, e, dependendo da sua gravidade e fundamentação, devendo levar a um maior nível de atenção, a um reforço da privacidade, à exclusão do contacto, denúncia do mesmo à rede social e, em último caso, às autoridades policiais ou judiciárias, mas em caso algum deve ser negligenciada ou ignorada.

Seja qual a opção adoptada, o diálogo deve ser suspenso enquanto dúvidas fundamentadas permanecerem, sendo de aconselhar e incentivar os mais novos a partilharem imediatamente a existências de contactos ou diálogos que surjam como pouco naturais ou, de alguma forma, incómodos, independentemente do tipo de justificação do interlocutor, sobretudo por parte de quem não tenha contactos e pontos de referência comuns, podendo-se incluir aqui a idade como factor de alerta primário.

As redes sociais são uma realidade, pelo que é inútil, e quase certamente contraproducente, proibi-las aos mais novos, desde que com a idade prescrita para as frequentar, com a proibição e o controle excessivo a facilmente resultar nalgum secretismo e perda de confiança que resulte no não partilhar de dúvidas ou situações de risco, pelo que o bom senso, alguma abertura e muita atenção são essenciais no acompanhamento dos mais vulneráveis, estabelecendo regras fáceis de entender e procedimentos a seguir nas situações mais duvidosas.

quinta-feira, março 23, 2017

O StarXtrem 6 - 1ª parte

A troca de um telemóvel, desde que estes proporcionam um vasto conjunto de funcionalidades, é hoje bastante comum, não apenas como consequência de falhas ou avarias, mas também, e sobretudo, porque as contínuas actualizações de diversos programas implica um sistema operativo recente, tornando obsoletos equipamentos completamente funcionais, mas incompatíveis com algumas plataformas em actualização constante.

Como a actualização de um dispositivo Android é bastante diferente de um computador pessoal, sendo necessários diversos passos e a existência do "software" para o equipamento em questão, e face à perda de garantia e suporte por parte dos operadores, caso tenham sido estes os fornecedores, quase sempre a opção passa pela aquisição de um modelo mais recente, ficando o anterior como suplente.

Descrevemos em textos anteriores o MEO A75, um modelo derivado do ZTE Blade L2, adaptado de acordo com as especificações do operador, e que possuia a versão 4.4 do Android, recente na altura, mas que hoje se encontra ultrapassada, com diversos programas a exigirem versões 6.0 ou mesmo superior.

Em Portugal ainda são poucas as alternativas fornecidas pelos operadores, e neste caso pela MEO, com o muito recente Android 7.0, pelo que a opção pela versão 6.0, que consideramos ser o mínimo exigível para um equipamento novo, acaba por ser a mais racional, permitindo uma escolha muito mais ampla, do que resulta a possibilidade de escolher um modelo com desempenho aceitável e preço módico.

quarta-feira, março 22, 2017

Perigos nas redes sociais - 5ª parte

Tratando-se de uma celebridade, que deverá ter um perfil verificado, tal como mencionamos previamente, mas excluindo este caso, para além de remetermos para as definições de privacidade, a sensibilidade é essencial, sendo sempre de ter em conta os vários indícios que têm sido apontados e procurando aconselhamento especializado quando as dúvidas subsistam após esgotar os meios disponíveis.

Algumas entidades ou organizações têm desenvolvido trabalhos, alguns dos quais publicados, sobre a segurança dos mais novos na Internet e podem ser consultadas, sendo que, em casos mais extremos, quando existam suspeitas fundadas, será de contactar as autoridades policiais que investigarão ou aconselharão de acordo com os dados e a percepção que formarem a partir das informações obtidas.

Quem administra uma rede social tem acesso a um conjunto de recursos inacessíveis aos utilizadores comuns, e transmitirá as informações, caso solicitadas, às forças policiais, incluindo todos os registos de acesso e actividade, o que permite uma investigação aprofundada, reconhecendo, por exemplo, se um mesmo indivíduo utiliza diversas contas e a forma como estas interagem entre si.

Com o acesso estes recursos, torna-se mais evidente todo um conjunto de situações que, de outra forma, apenas se poderá intuir ou deduzir, mas dificilmente confirmar, pelo que se devem deixar as certezas para quem as realmente possa dar e confiar acções a tomar a quem possua as informações, recursos e a competência para o fazer, assumindo apenas uma atitude prudente e pró-activa que não implique riscos nem prejudique eventuais investigações.

terça-feira, março 21, 2017

Manutenção do Discovery 300 Tdi

Depois do Defender, chegou a vez do Discovery ser submetido ao mesmo procedimento de troca de óleo e respectivo filtro e da junta secundária, algo que, não sendo original da Land Rover ou de um fabricante conceituado, como a Reinz, tende a falhar em poucos anos, implicando uma nova substituição, com todos os custos a isso inerentes, incluindo o da reposição do óleo perdido.

Enquanto nos Td5 o óleo recomendado é 0W30, 100% sintético, nos motores Tdi a recomendação do fabricante vai para os 10W40 semi-sintéticos, substancialmente menos dispendioso, o que, conjuntamente com uma menor capacidade, que decresce dos 8.2 para os 6.65 litros, resulta num muito menor custo a nível da substituição total do óleo, com a diferença a aumentar face ao menor custo do filtro e junta secundária dos Tdi.

Assim, salvo quando feito pelo proprietário, enquanto no caso dos Td5 será de prever entre 200 e 250 Euros para este tipo de operação, no caso dos Tdi o mesmo ficará sensivelmente 50 Euros menos dispendioso, recorrendo a óleos, filtros e juntas de fabricantes conceituados e que obedeçam a todas as especificações recomendadas pela Land Rover, no que é um investimento inevitável caso se queira proteger o motor destes veículos.

No caso de este tipo de operação ser efectuado num estabelecimento como a Midas, será possível repor até um litro de óleo durante o ano seguinte à sua mudança integral, o que, caso seja aproveitado, representa algum valor, tanto mais elevado quanto mais dispendioso o óleo utilizado, sendo aconselhável a, pouco antes do termo do prazo, passar pela oficina para usufruir desta possibilidade.

segunda-feira, março 20, 2017

Perigos nas redes sociais - 4ª parte

Mais suspeito será quando a totalidade, ou uma percentagem anormal, dos utilizadores que interagem com um determinado perfil não se aproximem da distribuição estatística correspondente à idade e características de quem este representa, concentrando-se excessivamente numa tipologia pouco natural e que indicia gostos ou preferências que levantem algum tipo de suspeitas.

O conteúdo da informação é, obviamente, o mais relevante, sendo de verificar se as fotos utilizadas não foram obtidas na Internet, para o que se pode recorrer a uma pesquisa num dos motores existentes, carregando a foto ou a ligação para esta, caso seja pública, e verificando se a mesma existe associada a outra identidade.

Obviamente, caso tal aconteça, e verificando-se que estará a ser utilizada legitimamente por outrem, torna-se óbvio que existe uma usurpação de identidade e estaremos diante de um perfil falso, devendo o mesmo ser reportado através dos canais da rede social existentes para o efeito e às autoridades policiais, sendo que a competência exclusiva para a investigação deste tipo de crime é da Polícia Judiciária.

Mais complexo é se existir uma usurpação completa de identidade, ou seja se todos os dados, incluindo fotos, forem consistentes, todos pertencentes ao mesmo indivíduo, mas utilizados por outro, que construiu um perfil completo, o qual, comparado ou confrontado com outra informação existente na Internet, surge como consistente, com a coerência proporcionada pela proveniência única de toda a informação.

domingo, março 19, 2017

Lisboa, cidade fechada - 21ª parte

As constantes queixas contra o sentido de circulação nas várias ruas do bairro do Arco do Cego, em Lisboa, e as numerosas infrações por parte de quem recusa cumprir um ordenamento de tráfego absurdo, teve como consequência uma pausa na finalização das obras nalguns sectores, situação que se arrasta por longos meses.

Para além da não colocação de pilaretes ou da colocação da sinalização definitiva no pavimento, onde permanecem os contornos, a remoção de alguns sinais de sentido proíbido indicia a forte possibilidade de alterações, algumas mais do que necessárias, mas que nunca deviam implicar uma situação provisória que se revela potencialmente perigosa, potenciando a possibilidade de acidentes.

Ao remover sinais de sentido proíbido da extremidade de uma rua com uma única faixa de rodagem, está-se a permitir que esta fique com dois sentidos, sem que os condutores que circulam de acordo com o sentido conhecido tenham conhecimento de que outro veículo pode entrar na direcção oposta, sem que nenhum tipo de sinal obste a que tal aconteça.

Assim, cria-se uma situação absurda, que configura uma autêntica armadilha, com automobilistas a entrar confiadamente, numa via de uma única faixa, que assumem ser de sentido único, e podem, sem aviso, defrontar-se com uma viatura que surge de frente e cujo condutor assume, face ao tipo de via, que também ele circula de acordo com o previsto e, naturalmente, sem que outro veículo surja de frente, em sentido contrário.

sábado, março 18, 2017

Avisos ignorados em Lisboa - 3ª parte

Não obstante a autarquia recusar uma ligação entre o sucedido e o caneiro, o principal colector de águas pluviais e residuais de Lisboa, no qual desde 2005, foram detectados diversos problemas que justificavam, ou impunham, uma intervenção, o facto é que a proximidade dificilmente permite uma exclusão de qualquer conexão com esta ocorrência quando as averiguações ainda decorrem.

Um buraco com quatro a cinco metros de diâmetro e uma profundidade que se aproxima dos nove metros tem forçosamente causas que perduram há bastante tempo e que vão lentamente criando as condições para que, sem sustentação, a placa de asfalto colapse, podendo resultar em acidentes com consequências graves, o que só por sorte não aconteceu neste caso concreto.

Sendo uma situação conhecida, não apenas através de denúncias, mas pela própria natureza e configuração do terreno circundante, que justifica uma monitorização constante e a efectivação de obras de manutenção periódicas, o que aconteceu na Avenida de Ceuta, não sendo previsível, era expectável, pelo que de forma alguma se pode excluir a negligência de quem tem a responsabilidade de prevenir este tipo de ocorrência.

O sucedido na Rua Damasceno Monteiro e na Avendida de Ceuta deve constituir um alerta para a forma como se permite construir, não apenas em Lisboa, mas também noutras cidades, bem como para a falta de resposta dos responsáveis autárquicos, que tendem a ignorar tudo quanto possa comprometer a sua gestão ou implicar custos, algo que se torna particularmente evidente quando se aproximam eleições e uma imagem positiva, mesmo que não corresponda ao desempenho, é essencial para obter bons resultados.

sexta-feira, março 17, 2017

Perigos nas redes sociais - 3ª parte

A impossibilidade verificar quais os restantes perfis que podem visitar aquele que pretendemos analizar, de ver quais as ligações existentes ou o tipo de interacção com outros utilizadores da mesma rede, sobretudo quando esta parece inexistente ou demasiado restrita, deve ser um alerta, tal como o será quando exista um padrão pouco comum, que revele gostos ou preferências atípicas, quanto aos perfis com os quais interage.

Espera-se que um num perfil genuíno estejam presentes, e interajam, amigos, familiares, colegas, entre outros, dando origem a momentos comuns que são partilhados, dando origem, por exemplo, a fotografias, actividades, encontros ou qualquer actividade típica da vida em sociedade e que esta seja espelhada, de forma espontânea e transparente, numa rede social.

Chamamos a atenção para o facto de um perfil genuíno de alguém conhecido no Facebook só deve ser tido com real se tiver a marca de verificação, um pequeno símbolo redondo em azul com um "v" branco no interior e que é atribuído apenas se for inequivocamente demonstrado a quem gere a rede social a legitimidade para utilizar o que também é uma imagem de marca e instrumento promocional.

Em oposição, quando tal não acontece, ou surge de forma muito restrita ou limitada, com escassos participantes, embora possa traduzir apenas uma vida social menos intensa ou maior desejo de privacidade, quando ultrapassa as práticas mais comuns, pode gerar uma prudente desconfiança, que, naturalmente, não implica um juízo definitivo.

quinta-feira, março 16, 2017

Microsoft volta a disponibilizar actualizações para Windows 10

A Microsoft disponibilizou um conjunto de actualizações, agregadas num único pacote, onde se incluem os conjuntos previstos inicialmente para Fevereiro, que não foram disponibilizados, bem como aqueles que fazem parte do conjunto de Março, naquele que deve ser o último grande "update" antes do "Creators update".

As versões de Aniversário do Windows, para computadores e dispositivos móveis, passarão para a "build" 1014393.953 após instalar esta actualização, que corrige um largo número de problemas, inclusivé a nível de AQL, VB Script ou Office, bem como diversas situações actualmente listadas na base de dados de conhecimentos e para as quais não existia uma solução directa.

Muitos dos problemas agora corrigidos poderão nem sequer ter sido experimentados pela maioria dos utilizadores, mas alguns, inclusivé a nível de comunicações ou interacção entre aplicações, resultavam numa degradação do desempenho do sistema operativo, obrigando, nalguns casos, a reiniciá-lo sempre que ocorriam.

Tendo em conta a indisponibilidade de actualizações em Fevereiro e a eminente chegada de uma actualização de monta, a instalação deste conjunto de "updates", disponíveis a partir da passada terça feira, é essencial, pelo, não obstante alguma demora na instalação, não deve ser adiada ou suspensa, contribuindo assim para uma instalação mais pacífica do "Creators update", esperado para o próximo dia 11 de Abril e para o qual a Microsoft pode enviar informação a pedido do utilizador.

quarta-feira, março 15, 2017

Perigos nas redes sociais - 2ª parte

Se um perfil mais recente pode levantar algumas desconfianças, o facto de este ser mais antigo nada garante, sendo certo que existe quem crie perfis que ficam de reserva e quem aceda a perfis de outrem, eventualmente abandonados pelos seus detentores legítimos, e que os manipulem, substituindo as informações pessoais.

Assim, a antiguidade, podendo inspirar alguma confiança, não oferece quaisquer tipo de certezas, pelo que será, sobretudo, de analizar a evolução do perfil ao longo do tempo, com especial atenção para longos períodos de inactividade e pequenos períodos com uma actividade anormalmente intensa.

Também a partilha de informação deve ser analisada, sendo de desconfiar que algo pode estar a ser escondido quando as partilhas são efectuadas de forma particularmente restritiva, sendo disso exemplo quando é apenas visível pelo detentor do perfil e pelo utilizador a quem esta se destina ou de que é proveniente, com uma completa estanquicidade que impossibilita ser vista por terceiros.

Tal indicia que existe uma compartimentação que impossibilita os diversos visitantes deste perfil de ter uma visão mais global e pode ser aferida quando um visitante não conseque ver algo partilhado por outros ou quando outros visitantes não conseguem ver aquilo que ele coloca, mesmo que ambos ligados de igual forma ao perfil visitado.

terça-feira, março 14, 2017

Autocolantes para veículos - 3ª parte

Em composições complexas, como o caso dos "QR codes", onde uma pequena falha resulta na incapacidade de serem lidos, e portanto na sua inutilidade como portador de uma mensagem, esta operação é especialmente delicada e, mesmo que visualmente perfeitos, o teste com um dispositivo de leitura e o "software" adequado é obrigatória como forma de verificar se a operação teve sucesso.

Obviamente, e quase nem é necessário referí-lo, justifica-se plenamente adquirir autocolantes laminados, que, sendo mais dispendiosos, duram muito mais tempo sem perda de qualidade, pelo que este é um investimento cujo retorno é certo, salvo nas situações em que se pretende algo de provisório, por um prazo de tempo curto, onde a escassa duração dos modelos mais baratos pouca diferença fará.

Em todos os caso, a superfície deve estar completamente limpa e desengordurada, preferencialmente inteiramente plana, sendo possível, no caso de autocolantes em vinil numa única peça, dar um pouco de calor, por exemplo, com um secador de cabelo, de forma a facilitar uma mais correcta adesão a toda a superfície, acompanhando as suas formas, mesmo que irregulares.

Pelo que temos averiguado, as diferenças de qualidade e preço são enormes, nem sempre com correspondência directa entre ambos, com a infinidade de opções a dificultar a escolha, justificando-se plenamente investir na pesquisa da melhor solução dado que mesmo entre os valores mais baixos que encontramos se encontram produtos de qualidade que certamente irão durar anos.

segunda-feira, março 13, 2017

Perigos nas redes sociais - 1ª parte

O recente aliciamento de uma criança através de uma rede social, neste caso concreto o Facebook, por parte de alguém que recorria sistematicamente a perfis falsos, veio colocar outra vez nos meios de comunicação social os perigos de um acesso não acompanhado à Internet por parte dos mais jovens e as dificuldades de os respectivos tutores detectarem situações de risco.

A intervenção do director da Polícia Judiciária de Braga e a de alguns especialistas na matéria foi extremanente pedagógica, alertando para os vários perigos existentes e para a responsabilidade de familiares e educadores nesta matéria, para a qual necessitam de estar preparados, o que implica alguns conhecimentos técnicos e a sensibilidade para detectar situações menos claras.

Naturalmente, só estabelecendo uma relação de confiança com os mais jovens, e monitorizando a sua actividade, é possível protegê-los com alguma eficácia, pelo que este será sempre o primeiro passo, consciencializando-os dos perigos inerentes à exposição num rede social e à extrema dificuldade de determinar, com algum grau de certeza, a genuinidade de um determinado perfil, estabelecendo se este corresponde, efectivamente, a quem pretende representar.

Não sendo possível ter certezas imediatas, existe um conjunto de indícios que permite suspeitar de um perfil numa rede social, dependendo, naturalmente, do tipo de possibilidades que esta oferece em termos de configuração e interligação entre os próprios utilizadores, nomeadamente na partilha de informação e as opções de privacidade que oferece.

domingo, março 12, 2017

Avisos ignorados em Lisboa - 2ª parte

Relativamente a esta última possibilidade, e porque ainda não foram efectuadas quaisquer reparações ou instalados equipamentos destinados a conter movimentações de terras, caso as condições climática sejam desfavoráveis, o risco de novos aluimentos estão bem presentes, bastando para tal que o peso resultante da infiltração de águas nos solos e o seu desprendimento ocorra.

Naturalmente, temos que nos interrogar quanto ao licenciamento de alguma obras, nomeadamente em locais onde os declives são maiores, e que, podendo ter preços elevados em virtude da excelente vista sobre a cidade, não deixam de implicar riscos, sobretudo quando se trate de obras de elevada volumetria, algo que tende a acontecer como forma de rentabilizar os elevados investimentos necessários para a sua execução.

A tomada de posse administrativa por parte da autarquia e a sua disponibilidade para efectuar obras, mesmo antes de apurar responsabilidades, aponta para uma admissão da sua falta de acção ao longo de meses, ao longo dos quais ignorou os alertas, sendo uma forma de tentar escapar a uma responsabilização directa, mais que justificável quando existe uma manifesta omissão dos deveres que tem para com os munícipes.

Esta não é uma situação única nos últimos dias em Lisboa, com o aparecimento de um buraco no pavimento da Avenida de Ceuta, um dos eixos rodoviários mais importantes da cidade, a reforçar a necessidade de prevenir o surgimento deste tipo de ocorrências, mais frequentes nos locais onde existem lençóis subtarrâneos, como, neste caso, o caneiro de Alcântara.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin