terça-feira, maio 23, 2017

"Ransomware" em Portugal - 4ª parte

Aliás, poucas empresas, sobretudo ligadas à área das tecnologias de informação admitem ter sido atacadas com algum sucesso, dadas as implicações que tal tem para a sua imagem, sendo certo que os clientes irão ter justificadas dúvidas quanto ao nível de segurança que estas são capazes de oferecer.

Neste último ataque terão sido atingido muitas dezenas de milhares de computadores em diversos países, mas apenas duas empresas portuguesas reconheceram ter sido afectadas, com a PT a admitir que terá havido consequências internas que não afectam os clientes e a EDP a sublinhar que, apesar de ter adoptado medidas preventivas, foi necessário desligar o acesso à Internet, sendo que nenhuma delas adiantou detalhes relativamente ao impacto real do ataque no funcionamento e produtividade ou mesmo no desempenho futuro.

Este tipo de ataque, embora com menor frequência, pode estar associado a "phishing", com o pagamento, sempre recorrendo a formas pouco claras, a ser efectuado a que se faz passar por uma entidade oficial, como uma polícia ou o fisco, alegando que se trata do pagamento de uma multa ou coima, num procedimento que, obviamente, é incompatível com aqueles que são praticados pelo Estado.

Pouco conhecido em Portugal fora dos meios especializados, este tipo de ataque tem vindo a ganhar especial relevo, atingindo cada vez mais empresas e particulares, pelo que deve ser lançado um alerta muito especial no sentido de os prevenir, sendo essencial que, caso aconteçam e tenham sucesso, se contactem autoridades policias e especialistas, evitando pagar os resgates que irão alimentar futuros ataques.

segunda-feira, maio 22, 2017

Bombeiros de Lisboa vão de comboio combater os fogos - 2ª parte

Já nos pronunciamos sobre a questão das rações de combate, considerando que esta nova ideia, no pressuposto de diminuir o cansaço na altura da chegada ao teatro das operações, não deixa de ser algo estranha, mesmo contraditória em alguns aspectos que não vemos devidamente clarificados.

Se a ideia é evitar o cansaço resultante da viagem em viatura recorrendo ao comboio, temos como consequência que os bombeiros terão que ser enviados para o teatro de operações com antecedência ou, face às questões inerentes à circulação de meios ferroviários, a demora na chegada pode comprometer esta opção.

Mas se a ideia é enviar o contingente com antecedência, então a viagem num veículo terá um impacto diminuto, já que haverá tempo para repousar antes de entrar em acção, com a vantagem acrescida de evitar dificuldades de coordenação entre as várias formas de transporte e na própria logística e dispor de viaturas próprias no teatro de operações, haverá que equacionar as condições de alojamento e alimentação durante os períodos de inação.

Naturalmente que se levanta a questão quanto à ida ou não de viaturas de Lisboa para Viana do Castelo, ou outro ponto do País, sendo de estranhar que se pretenda que os bombeiros enviados operem suportados pelos meios disponibilizados pelas corporações locais, os quais, tendencialmente, são insuficientes para a totalidade das exigências dos seus detentores, mais ainda se forem distribuídas por um efectivo superior.

domingo, maio 21, 2017

Suporte amovível para bebidas

Existem diversos acessórios que permitem transportar pequenos objectos num veículo, tendo sido dados exemplos no passado, como a pequena rede que se pode colar num painel, mas para objectos de maiores dimensões, incluindo latas ou pequenas garrafas de bebidas, a opção tem que ser outra, com um formato e dimensões mais adequadas.

O suporte para bebidas, com capacidade para um par de latas ou recipientes com dimensões similares, e espaço entre elas que pode ser ocupado por um telemóvel ou pacote de lenços, por exemplo, e orifícios para canetas, é uma possibilidade, muito em conta, que se justifica equacionar em caso de necessidade.

Com dimensões de 28 x 21 x 10 centímetros, este suporte para bebidas ou sistema de armazenamento, tem um preço que ronda a meia dúzia de Euros, incluindo portes, e dispensa instalações, bastando encaixar entre dois bancos, ou num espaço similar, que permita que fique devidamente imobilizado.

Nalguns casos, dependendo do modelo do veículo, é possível obter uma fixação sólida recorrendo a parafusos, para o que, preferencialmente, se devem utilizar furações existentes, bastando furar o suporte nos locais adequados, colocar um par de anilhas e repor os parafusos originais, do que resulta uma maior solidez e a impossibilidade de movimento, mesmo em caso de manobras bruscas.

sábado, maio 20, 2017

Lisboa, cidade fechada - 25ª parte

Quando muitos pensavam que o pesadelo das obras mal idealizadas terminara, um folheto revela que tal não passava de um engano, surgindo a informação de que o piso de uma via, neste caso a Filipa de Vilhena, será substituída, algo que se justifica, mas que, em simultâneo, parte da rua passa a ter um único sentido.

A intervenção para substituir os actuais paralelipípedos por um tapete de asfalto betuminoso, caso efectuado de acordo com as boas práticas, resolve o problema da degradação do mesmo, mas a alteração do tráfego irá ter consequências graves na circulação local, obrigando a alargar substancialmente os trajectos, alguns dos quais sem alternativa prática.

Ao permitir apenas um sentido na Rua Filipa de Vilhena, numa zona em que abundam os sentidos únicos, verifica-se imediatamente que deixam de existir alternativas para a circulação em diversas direcções, que se agravam numa perspectiva mais alargada, sobretudo para quem tenha que efectuar cargas e descargas na zona afectada e venha de Norte, sendo exemplo que vier do Campo Pequeno e agora tem que dar uma volta de extensão absurda.

Se actualmente aceder à Filipa de Vilhena implicava apenas percorrer a R. do Arco do Cego e efectuar duas curvas, agora tudo se complica, seja perante a impossibilidade de virar à esquerda da Defensores de Chaves, o que obriga a um extenso trajecto para efectuar a manobra, seja perante as alterações no Bairro do Arco do Cego, sendo quase certo ter que contornar todo o bairro para entrar numa via que, antes das alterações, podia ficar a escassos metros.

sexta-feira, maio 19, 2017

Bombeiros de Lisboa vão de comboio combater os fogos - 1ª parte

O secretário de Estado da Administração Interna anunciou que este verão, 90 bombeiros de Lisboa vão deslocar-se para os incêndios em Viana do Castelo de comboio e autocarro, como forma de "evitar desgaste" das viaturas de serviço e os acidentes de trânsito.

Nesta notícia que consta da edição desta quinta-feira do Jornal de Notícias, o secretário de Estado Jorge Gomes, perante o Parlamento, incluiu esta medida no que designou por uma nova "visão estratégica" destinada a evitar o cansaço resultante de grandes deslocações, bem como "acabar com as colunas de bombeiros a circular nas auto-estradas, o que não era uma imagem positiva".

Segundo este governante, a CP e o Governo já assinaram um protocolo nesse sentido, mas não informaram os bombeiros que têm conhecimento desta opção através da comunicação social, algo que os impede de, previamente, contestar esta opção que, tendo as vantagens mencionadas, levanta outro tipo de questões.

Sem ser integrado num plano mais vasto, uma medida avulsa, a que acresce, por exemplo, a ideia de fornecer rações combate, numa sucessão de ideias que surgem de forma isolada e algo desconexa, não indicía a presença de uma perspectiva global e sólida que permita delinear um plano coerente e eficaz, ficando-se por um conjunto de alterações que, isoladamente, ou no pequeno conjunto que representam, pouco impacto têm.

quinta-feira, maio 18, 2017

ELM327 tem versão 2.2 - 1ª parte

O popular "chip" ELM327, muito utilizado em dispositivos de diagnósticos, chegou à versão 2.2, com a implementação de uma nova programação interna, ou "firmware", que aumenta as funcionalidades disponíveis, compatibilizando-o com um maior número de veículos.

A última versão, a v2.2, tem como principais novidades as seguintes implementações internas:

– O comando AT CS passa a apresentar a frenquência CAN
– Foram adicionados as velocidades de 12.500 e 15.625 bps ao protocolo ISO/KWP
– O novo comando AT CER hh permite definir o endereço CEA Rx
– Os novos modos de controle IFR 4, 5 e 6 permitem monitorizar o protocolo J1850
– Foi adicionado um PP 1F que permtite ao protocolo KWP ter o comprimento para incluir um byte de verificação ou "checksum"
– O PP19 aumentou de 31 para 4F

Estas alterações podem ou não ter utilização prática, dependendo das utilizações específicas, pelo que para muitos utilizadores, cujas necessidades estão satisfeitas pelas versões mais antigas, como a 1.4, não sentirão a necessidade de proceder à aquisição de um novo equipamento.

quarta-feira, maio 17, 2017

"Ransomware" em Portugal - 3ª parte

Nesta última vertente, aplicam-se os conselhos habituais, como os de não abrir ficheiros incluídos em mensagens de remetentes não confirmados ou seguir ligações que podem aparentar ser genuínas, mas podem apontar para "sites" que não os constantes da descrição, ter instalado um anti-vírus actualizado, bem como as últimas actualizações do sistema operativo.

É de notar que, segundo a Microsoft, os equipamentos com Windows 10 não foram atacados, estando implementados níveis de segurança que oferecem uma protecção mais sofisticada, sendo que tal acontece quando estão instaladas as últimas actualizações e não foram desactivados os serviços de segurança do próprio fabricante, situação que pode acontecer quando substituídos por outras opções.

Lembramos que estes ataques são oportunistas na maior parte dos casos, ou seja, não se destinam a alvos específicos, atingindo todos quantos fiquem com os computadores infectados, pelo que o facto de se espalharem por uma empresa pode significar apenas que houve uma infecção por propagação e interna e que, sendo atingido um sector de actividade, tal se pode dever somente a partilharem informações ou contactos entre sí, não se provando que seja uma acção coordenada apenas com base nos alvos atingidos.

Naturalmente, é preocupante, e diz muito acerca da segurança de uma empresa quando esta permite que um ataque deste tipo se propague numa rede interna, já que pode ser complicado impedir o ataque a computadores individuais quando estes existam em número muito elevado e a actividade implique contactar utilizadores externos, como potenciais clientes, de onde podem ser provenientes focos de infecção iniciais.

terça-feira, maio 16, 2017

Os prestadores de serviço de Internet e o "phishing" - 3ª parte

Naturalmente, a análise, mesmo baseada em algoritmos, do conteúdo de mensagens tem sérias implicações a nível de privacidade, podendo ser contestável a vários níveis, mas esta mesma forma de análise está presente em áreas tão distintas como o combate ao terrorismo ou à criminalidade organizada, implementada por agências ou serviços de segurança que alargam a sua acção muito para lá das suas fronteiras territoriais.

O recurso a sistemas de denúncia não automatizados, que basicamente se baseiam nos relatórios de "sites" especializados ou de utilizadores da rede implica, naturalmente, alguma demora até que um operador valide a queixa e remova os conteúdos assinalados ou bloqueie a conta utilizada, sendo certo de que, durante este lapso de tempo, mesmo que breve, se podem ter verificado consequências.

Agrava este problema a falta de legislação, sensibilidade ou mesmo vontade de muitos operadores, que tendem a não agir, muitas vezes suportados nalguma cumplicidade de autoridades locais, o que permite aos criminosos do ciberespaço escolhê-los com veículos preferenciais para desenvolver as suas actividades, certos de que dificilmente serão punidos pelos seus actos, que tendem a prolongar-se no tempo.

Face a estas óbvias limitações e falta de cooperação, surgem dificuldades em bloquear, de forma automática e antes que haja consequências, os "sites" onde se alojam páginas falsas, destinadas a enganar os utilizadores, pelo que apenas restam os filtros, que podem ser apenas os adicionados pelos utilizadores, ou as listas de endereços ou "sites" bloqueados, normalmente desactualizados face à extrema fluidez da Internet.

segunda-feira, maio 15, 2017

"Ransomware" em Portugal - 2ª parte

A gravidade deste ataque implicou que várias empresas encerrassem serviços ou desactivassem equipamentos, com a Polícia Judiciária a ser chamada para investigar um ataque que, pela sua amplitude, se revela como um dos mais sérios dos que ocorreram no nosso País e chegaram ao conhecimento do público.

Consideramos que, não obstante a importância da visita do Papa ao nosso País, devia ter sido dada uma maior importância a este ataque que, pela sua extensão e facilidade de propagação de "software" infectado, pode afectar um largo número de computadores e paralisar várias empresas, extendendo-se a particulares que acedam ao mesmo tipo de programas e que, naturalmente, serão igualmente obrigados a efectuar pagamentos para voltar a aceder aos seus dados.

Obviamente, este tipo de ataque não afecta o "hardware", pelo que aqueles que possuam cópias de segurança dos dados devidamente actualizadas podem, pura e simplesmente, optar por reinstalar o sistema operativo, formatando o disco, e proceder à instalação dos programas previamente existentes de dos dados, numa operação morosa e que exige alguns conhecimentos, mas que evita problemas posteriores.

Existem várias soluções possíveis, desde a mais sofisticada opção de desactivar o serviço atacado, através do qual se propaga a infecção, até à actualização atempada do sistema operativo, passando pelo recurso a ferramentas específicas, como o Anti Ransom V 3 ou por anti-vírus adequados, sendo certo que o bom senso será sempre a melhor arma contra este tipo de ataque.

domingo, maio 14, 2017

Funcionalidades do "Neon" presentes na nova versão do "Opera"

A nova versão do Opera, um "browser" ainda pouco conhecido pela maioria dos internautas, veio implementar algumas das funcionalidades de versões consideradas experimentais, como o "Neon" ou o "Reborn", onde são testadas novas soluções antes de estas transitarem para versões definitivas e devidamente estabilizadas.

Entre as novidades que transitam do "Neon", está a inclusão dos sistemas de mensagem instantânea, agora presentes numa barra do lado esquerdo, onde se encontram igualmente os acessos a favoritos, configurações, extensões, "tabs" abertas ou histórico de navegação, que ficam assim muito mais acessíveis, mantendo-se outras opções populares, como o uso de VPN gratuito e com tráfego ilimitado ou o "pop-up" para vídeo.

Um novo tema escurecido, destinado a melhorar a visibilidade, um acesso mais simples à parametrização da página inicial, novos fundos conferem um aspecto mais fluído, mesmo mais repousante para a vista, mas, sobretudo, mais funcional, sobretudo para quem utilize mensagens instantâneas.

Sendo uma versão estável, disponível em 32 e 64 "bits", a actualização para esta versão é automática para todos os utilizadores, sendo efectuada de forma rápida e transparente para o utilizador, bastando ir até ao menú "About" para que todo o processo se realize sem intervenção do utilizador.

sábado, maio 13, 2017

"Ransomware" em Portugal - 1ª parte

Obscurecida pela visita Papal, verificou-se um ataque informático contra várias empresas portuguesas ou a operar em Portugal, entre elas a MEO, EDP e NOS, numa operação concertada que se estendeu a Espanha e Inglaterra, onde vários hospitais do serviço nacional de saúde britânico foram afectados, atingindo sistemas operativos da família Windows.

Este ataque consistiu na instalação de "ransomware" através de mensagens e ligações infectadas, que instalam um programa que encripta o disco rígido, surgindo uma mensagem que requer o pagamento de um resgate para que seja enviada a "password" que permite proceder à desencriptação, sem o que os dados ficam inacessíveis.

O pagamento neste tipo de ataque é em "bitcoins", uma moeda inteiramente virtual usada em muitas actividades ilegais, sobretudo na "Dark Net", onde os meios de pagamento convencionais, que de alguma forma podem ser seguidos, são evitados, deixando muito poucas pistas para a investigação de actividades criminosas.

Por cada computador encriptado foi pedido um resgate de 276€, correspondente a 0.1675 "bitcoins", com uma data limite de pagamento de 15 de Maio e ameaça que a infomação seria eliminada até dia 19, com o preço a subir em caso de demora no pagamento.

sexta-feira, maio 12, 2017

Os prestadores de serviço de Internet e o "phishing" - 2ª parte

Não obstante serem, em teoria, alheios a este tipo de crime, não queremos deixar de abordar a questão da responsabilidade dos prestadores de serviço, seja os que fornecem o serviço de correio electrónico, na sua maioria de forma gratuita, seja os que proporcionam o acesso à Internet, e que são, obviamente, pagos.

Estão implementadas algumas medidas de segurança ou filtragem a vários níveis, que não impedem que algumas mensagens ilegítimas escapem aos diversos algoritmos e sejam encaminhadas para uma caixa de entrada de correio, onde se mistura com mensagens legítimas, criando assim alguma confusão e aumentando a vulnerabilidade de que, erradamente, se sente de alguma forma protegido.

A qualidade dos filtros implementados por quem proporciona serviços de correio electrónico tem vindo a melhorar, recorrendo a algoritmos sucessivamente mais elaborados que, na esmagadora maioria dos casos, detecta o correio indesejável, normalmente designado por "spam", mas que, raramente, considera estes serem casos de "phishing", ou seja, mensagens enganadoras, enviadas por quem se pretende fazer passar por outrém, normalmente por uma instituição credível.

No caso dos prestadores de serviço de Internet, ou ISP, que encaminham o tráfego, o encaminhamento é transparente, ou seja, não são evitados conteúdos, salvo por ordem judicial, pelo que não existe qualquer tipo de filtragem a nível de mensagens, algo que, sendo considerado como intrusivo e mesmo ilegal, permite que estas fluam, comprometendo sistemas.

quinta-feira, maio 11, 2017

Ração de combate assegura alimentação nas primeiras 24 horas - 4ª parte

Também é de notar que, dependendo do conteúdo, as rações podem implicar algum tipo de preparação, bem como pratos e talheres, para além de equipamentos complementares, o que implica alguma logística complementar e tempo para confecção, a menos que exista uma estructura que prepare as refeições para todos os envolvidos numa dada operação, perdendo-se, neste caso, algumas das vantagens de uma ração individual.

Será ainda de ter especial atenção a questões relacionadas com a coordenação, sobretudo quando não sejam os próprios a transportar as rações, bem como a excessos de confiança e facilitismos, optando por não assegurar outras formas de alimentação, seja como forma de contenção de custos, seja para simplificar a logística para além do aceitável, podendo comprometer outras vertentes necessárias no abastecimento ou prestação de serviços.

Lembramos que não é apenas a nível de alimentação que a logística falha, tal como a própria organização, distribuição de efectivos e recursos, bem como a rotação destes, evitando esforços demasiadamente prolongados ou a impossibilidade de descansar adequadamente, em condições de conforto e segurança aceitáveis, pelo que será de ir mais longe no apoio a operações.

Sendo uma evolução no sentido certo, caso se revele viável, a distribuição de rações deve ser limitada ao primeiro dia de operações, evitando cair no típico facilitismo lusitano que, facilmente, tornará esta como a solução definitiva para a alimentação durante o combate aos fogos, independentemente da duração dos mesmos e dos condicionalismos existentes em cada teatro de operações.

quarta-feira, maio 10, 2017

Os prestadores de serviço de Internet e o "phishing" - 1ª parte

Quase todos os utilizadores de Internet, e cada vez uma maior percentagem da população portuguesa e mundial utiliza esta importante ferramenta, recebem mensagens de correio electrónico enganadoras, enviadas por quem, ilegitimamente, pretende obter algum tipo de vantagem prejudicando terceiros.

Se algumas destas mensagens, pelas suas características, são imediatamente detectáveis, mesmo pelos menos experientes, outras, mais sofisticadas, reproduzem de forma muito aproximada as que são enviadas por remetentes genuínos, sendo frequente incluirem, entre ligações falsas, outras que são genuínas e contribuem para confundir o receptor.

Podemos citar inúmeros exemplos, mas o ataque recente recorrendo a imagens do Millenium BCP, que se viu na necessidade de colocar um comunicado no seu "site", ou uma situação similar no Santander, Novo Banco e no Montepio, ilustram bem um tipo de ataque que, apesar de todos os alertas, continua a fazer vítimas entre os mais incautos, normalmente com menores conhecimentos a nível de tecnologias da informação, e que são, assim, enganados.

Sendo alheios à fraude, as entidades de cujo nome os criminosos se servem, não são obrigados a compensar os seus clientes que sejam enganados e forneçam dados ou efectuem operações com base nas mensagens que receberam, as quais, quase sempre, têm características que as denunciam, como a falta de um nome de cliente ou outros dados concretos, refugiando-se em generalidades e procedimentos incompatíveis com as instituições que fingem representar.

terça-feira, maio 09, 2017

Consola MUD para Defender - 3ª parte

Naturalmente que, caso se opte por um dispositivo 2 DIN, o espaço que sobra é escasso, permitindo instalar pouco mais do que três mostradores de 51 milímetros e alguns botões, mas supomos que serão poucos aqueles que necessitaram de muito mais, sobretudo tendo em conta o extenso conjunto de funcionalidades que se podem encontram num único equipamento Android.

Este modelo de consola da MUD, de excelente construção, custa pouco menos de uma centena de Euros, um investimento que se justifica caso se pretenda adicionar um dispositivo que implique um espaço não disponível de origem, nomeadamente que requeira 2 DIN, sendo de ter em conta para todos quantos optem por um sistema de navegação sem écran escamoteável, que muitos consideram como uma vulnerabilidade.

Existem diversos outros modelos de consola do mesmo fabricante, como os "pod" destinados a serem colocados sobre o "tablier" ou as que são colocadas lateralmente a este, bem como sistemas de arrumação, como o que se pode colocar em redor das alavancas das caixas, permitindo adicionar novos mostradores, comandos ou controles num interior que, de origem, é algo rústico.

segunda-feira, maio 08, 2017

Ração de combate assegura alimentação nas primeiras 24 horas - 3ª parte

Existem diversos menús, ou variantes, com diferentes composições, sem nunca se afastarem muito desta composição, podendo incluir outro tipo de conservas ou bebidas, incluindo do tipo isotónico, e com as refeições principais a variar sem, efectivamente, se afastarem muito do exemplo que citamos e que deve ser tomado exactamente nesta medida, como forma de ilustrar uma das opções actualmente disponíveis.

Este tipo de ração, adquirida em Espanha, tem como propósito uma utilização em teatros de operações de âmbito militar, pelo que incluem diversos items que podem ser dispensados noutros usos, tendo, no essencial, uma composição cuja adequação a quem combate fogos e se encontra num local próximo dos mesmos, com tudo o que isso implica, deve ser avaliada segundo parâmetros diferentes daqueles que presidiram à sua concepção no âmbito de prescrições da NATO.

Sendo rações individuais, a forma de transporte e armazenamento durante as operações, e espera-se que não estejam em permanência na posse dos elementos a que estão atribuídas, é relevante, tal como a complementaride em termos de líquidos, que neste caso serão em quantidade superior ao das normais rações atribuídas, por exemplo, às forças armadas.

Se o transportar rações durante o combate é prejudicial, o transporte de líquidos é vantajoso, sendo sempre de equacionar o uso dos "Camel Back", muito populares entre as forças militares de muitos países e que podem ser adquiridos por um preço baixo, podendo, em opção, a bolsa para líquidos ser introduzida numa mochila com um compartimento próprio, numa solução que poderá ser a mais adequada.

domingo, maio 07, 2017

Modo escuro no Youtube

Para aqueles que usam o Youtube, e cremos que serão a maioria dos nossos leitores, existe um novo "interface", ainda em modo experimental, que pode ser acedido simplesmente acendendo ao endereço deste popular serviço adicionando "/new", aderindo-se assim a esta experiência.

As principais novidades são o novo desenho de écran, mas simples e intuitivo, e o modo escurecido, este que actualmente apenas pode ser acedido recorrendo a um truque e somente por parte de todos os que utilizam o Chrome nas suas versões mais recentes, e que se destina a proporcionar uma melhor visualização dos filmes, escurecendo a área não utilizada por estes.

Premindo "Ctrl" + "Shift" + "i", acede-se ao modo de desenvolvimento e, selecionando a consola, pode-se introduzir o valor "fPQ4jCL6EiE" em substituição do "value" existente, acedendo-se assim ao modo escurecido, podendo ser necessário voltar a fazer o "login" no Youtube para aceder à conta utilizada.

Espera-se que em breve este seja o desenho do Youtube para todos os utilizadores e que os vários modos deixem de depender do "browser" utilizado e do recurso a meios de configuração menos intuitivos, sendo certo de que o Google tende a uniformizar as experiências após um período de testes durante os quais obtém informações e críticas que permitam apurar e estabilizar as suas plataformas.

sábado, maio 06, 2017

Já começou a campanha do Pirilampo Mágico de 2017

A campanha do Pirilampo Mágico de 2017 da Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social (FENARCI) teve início no passado domingo, decorrendo durante o mês de Maio, com a venda do popular boneco, bem como de autocolantes, canecas ou pins em numerosos estabelecimentos espalhados por todo o País, incluindom lojas tão diversas como farmácias, mercearias ou cafés, para além dos pontos de venda oficiais.

Nesta época de crise e de restições, entre estas a nível de apoios e ajudas institucionais, são muitas as instituições de de solidariedade social que sentem dificuldades, facto tanto mais complexo face ao aumentodo número de solicitações, entre estas as que são oriundas de famílias em dificuldades ou a quem foram retirados apoios.

Esta campanha é uma campanha que já se encontra entre as mais queridas e apoiadas pela população portuguesa, sendo essencial no apoio a um conjunto de instituições que apoiam numerosos utentes e respectivas famílias, para as quais o contributo de cada Pirilampo, que tem um preço de 2 Euros, é importante na difícil missão que cumprem.

Assim, sugerimos aos nossos amigos e leitores que apoiem, mais uma vez, esta iniciativa, adquirindo este simpático Pirilampo e ajudando a passar a mensagem ou mesmo a estabelecer pontos de venda, colaborando com as instituições que são beneficiadas por estas vendas.

sexta-feira, maio 05, 2017

Ração de combate assegura alimentação nas primeiras 24 horas - 2ª parte

Um dos problemas que se têm mantido durante o combate aos fogos tem a ver com a logística, sendo inúmeros os casos em que se verificam falhas graves na distribuição de alimentos, e mais ainda tratando-se de alimentação adequada às circunstâncias, pelo que a opção de rações, caso apropriadas para cada situação, é uma evolução no sentido positivo.

Por outro lado, a especificidade das rações para as várias situações levanta outro tipo de questões, seja em termos da logística envolvida, seja nas suas diversas composições, sendo ainda de ter em atenção qual a quantidade e tipo de líquidos incluídos, bem como a sua forma de acondicionamento e peso.

Para quem não conheça, os principais elementos de uma ração de combate usada pelas forças armadas portuguesas incluem duas latas de 300 gramas, sendo uma de Jardineira e a outra de Rancho, à base de carnes de porco, e duas latas de conservas, uma de sardinhas e outra de paté de fígado.

Acresce uma embalagem de doce, 3 pacotes de bolachas sem sal, outro de leite em pó meio gordo, dois pacotes de açucar e outros dois de sal, e um conjunto de complementos que consistem em lenços de papel, acendalhas quimicas e o respectivo equipamento para aquecimento, comprimidos de descontaminação para água, fósforos e um saco para o lixo.

quinta-feira, maio 04, 2017

"Icon" - o livro da Land Rover sobre os Serie e Defender

Após inúmeras publicações não oficiais, a própria Land Rover apresentou o seu próprio livro, de excelente qualidade a nível de conteúdos e imagens, sobre os diversos modelos Serie e Defender, sob o título de "Icon", assinalando assim o termo da produção da sua mais icónica linhagem, cuja extensão temporal se confunde com a da própria marca.

Este livro, de capa dura, com mais de duas centenas de páginas divididas por dez capítulos, inclui a história destes modelos, algumas das expedições em que participaram, a sua participação em acções humanitárias, todas acompanhadas de textos descritivos e ilustradas por numerosas fotografias de alta qualidade.

Com prólogo de Richard Hammond, são entrevistados desde trabalhadores da linha de montagem a altos quadros da empresa, passando por figuras públicas e por membros da equipa que está a projectar o sucessor do Defender, transmitindo assim as experiências de alguns dos que mais directamente lidaram com este modelo.

As encomendas poderão ser efectuadas através do "site" da própria Land Rover, onde este livro, ainda indisponível, tem um preço anunciado de 50 libras, pouco menos de 60 Euros, desconhecendo-se ainda se existirão outros canais de venda, nomeadamente nas conhecidas livrarias "on line", ou se será possível adquirí-lo directamente nos revendedores da marca.

quarta-feira, maio 03, 2017

Ração de combate assegura alimentação nas primeiras 24 horas - 1ª parte

O Secretário de Estado da Administação Interna, Jorge Gomes, anunciou que será distribuída uma ração de combate aos elementos integrados no Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Florestais (DECIF), que assegurará a alimentação durante as primeiras 24 horas de operações.

Segundo este governante, esta ração em embalagens individuais proporcionará "uma alimentação especifica para o tipo de teatro de operações onde vão atuar e vão abastecidos para 24 horas" e será distribuída a todos os corpos de bombeiros que integrarem o dispositivo de modo a que cada elemento possa levar a sua própria alimentação.

Embora esta seja uma solução pensada para as primeiras 24 horas, altura em que a logística tem mais dificuldade em assegurar alimentação adequada, o facto é que a possibilidade de "voltar a distribuir se houver necessidade", leva a crer que esta opção por rações de combate pode ser de maior duração do que o expectável, podendo, no limite, cobrir todo o período de duração de uma dada missão.

Também a especificidade para o tipo de teatro de operações indicia que haverá diversos tipos de ração, com composições que variam de acordo com a missão e o local onde decorra, o que levanta questões em termos logísticos e na própria adequação, sendo certo de que terão que ser distintas das utilizadas pelas forças armadas, cuja composição levanta algumas dúvidas caso se pretendam utilizar neste tipo de operações.

terça-feira, maio 02, 2017

Consola MUD para Defender - 2ª parte

Esta consola permite, com algumas restrições, instalar dispositivos 2 DIN, como muitos sistemas Android, que implementam múltiplas funcionalidades, sendo que, neste caso, a profundidade dos mesmos e a própria localização dos conectores e encaminhamento dos cabos assume particular relevância.

Alguns dos modelos 2 DIN menos dispendiosos, com Android 5.1 e suporte para GPS, "hotspot" e câmara de rectaguarda, para citar apenas algumas das funcionalidades presentes, tem apenas 5 centímetros de profundidade total, tendo um preço que ronda os 120 Euros, incluindo portes, mas acrescendo taxas alfandegárias, inevitáveis para um equipamento deste tipo.

Incluímos fotos deste modelo concreto de dispositivo para que seja possível verificar visualmente a escassa profundidade do mesmo, perto de 5 centímetros que incluem o rebordo que fica no exterior da consola, bem como o posicionamento de conectores, que não coincidem com a prateleira existente no "tablier" e que se deve evitar cortar.

É de notar que para dispositivos com maior profundidade se torna necessário efectuar cortes no veículo, salvo se for uma diferença muito marginal que possa ser compensada removendo a protecção em plástico ou efectuando pequenos ajustes no posicionamento da consola, sendo que consideramos esta opção que implica cortar o metal como francamente desaconselhada.

segunda-feira, maio 01, 2017

Bomba para transferência de fluídos - 2ª parte

Naturalmente que caso se pretenda transferir substâncias tão diferentes como combustíveis ou água, devem estar disponíveis duas bombas, cada uma destinada exclusivamente a uma destas tarefas, evitando misturas que resultam em contaminações sempre perigosas, seja para o veículo, seja para a saúde de quem ingira a água.

Um complemento a ter em conta é pelo menos um reservatório, como um "jerry can", que pode ser o vulgar modelo metálico de origem militar ou um dos inúmeros modelos em plástico, neste caso, preferencialmente, com uma graduação que permita verificar o nível de enchimento, e que permite flexibilizar muito o uso das bombas, transferindo líquido com maior facilidade e controle.

As bombas eléctricas, que tipicamente são accionadas por ligação directa à bateria do veículo ou via tomada de isqueiro, permitem uma operação mais rápida e com menor esforço, mas encontram-se numa gama de preços diferente, muito embora possam ser adquiridas igualmente por preços muito módicos, com o conjunto completo a ficar por menos de uma quinzena de Euros.

Com preços que começam em pouco mais de um Euro, a presença de um par de bombas manuais num veículo utilizado em expedições representa um investimento a ter em conta, seja pelo baixo preço e pelo escasso volume que ocupam, mesmo devidamente acondicionadas e protegidas, seja, sobretudo, pelos problemas que permitem resolver em locais mais isolados onde poucas alternativas estão disponíveis.

domingo, abril 30, 2017

Serviço de clientes da Eaglemoss

Os imprevistos acontecem e uma avaria num equipamento electrónico, mesmo que de boa construção, é algo que pode suceder a todos, pelo que a garantia e a assistência por parte do fornecedor ou fabricante ganha, neste caso, especial relevo, não só em termos práticos, mas como factor diferenciador.

Quando um dos relógios da Eaglemoss, adquiridos via revista Visão, integrada no grupo Impresa, se avariou, contactamos que o vendedor, quer o fabricante, no sentido de proceder à troca, já que uma reparação se afigura algo complexa, tendo respostas completamente diferentes.

Enquanto o serviço de clientes da Impresa fez uma sugestão impossível, que passava pelo registo do relógio num "site" destinado a activar as garantias, mas que não possuía opção nem para Portugal, nem para Espanha, e proceder posteriormente ao envio para a morada neste último país, a Eaglemoss adoptou uma postura completamente diferente, procedendo ao envio a partir de Inglaterra, via UPS, uma nova unidade, sem quaisquer encargos.

Caso tivessemos optado pela solução da Impresa, suportariamos os custos de portes internacionais, correndo o risco de, por falta do registo, não ter direito a qualquer reparação em garantia, mas, felizmente, a alternativa da Eaglemoss, que adquire os relógios a um fabricante chinês, optou pela acção correcta face a uma avaria em garantia, numa solução que não implica custos para o cliente e, naturalmente, aumenta o nível de satisfação, resultando numa maior fidelização.

sábado, abril 29, 2017

Bomba para transferência de fluídos - 1ª parte

Muito útil em situações imprevistas, nomeadamente quando falte combustível num depósito e a solução mais prática, e por vezes a única exequível, seja transferí-lo a partir de outro depósito, as bombas manuais para transferir fluídos são uma peça essencial num "kit" para expedições.

Existem inúmeros modelos, desde os mais simples aos mais sofisticados, mas todos obedecem ao mesmo princípio de sucção, com diferenças na forma de accionamento, na extensão das tubagens e na própria qualidade de fabrico e dos materiais utilizados que, por questões de precaução, devem encontrar-se entre aqueles que resistem a reacções com as substâncias a transferir.

A operação de transfega deve ser efectuada com os devidos cuidados, posicionando os veículos em local adequado, suficientemente próximos e evitando contaminação dos solos, com a bomba a ser operada premindo sucessivamente uma borracha de sucção ou accionando uma alavanca.

É de notar que a avaliação da quantidade de combustível transferido é difícil de fazer, salvo quando efectuada através de um recipiente intermédio, pelo que não deixa de ser aconselhado efectuar alguns testes simples, com água, de modo a ter noção da quantidade transferida sempre que se acciona a bomba manual.

sexta-feira, abril 28, 2017

Primeira actualização para o "Creators Update"

Alguns dias após o "Creators Update" ter sido disponibilizado, é óbvio que surgiram alguns problemas, sobretudo no Internet Explorer, VM e nalguns aspectos de gestão de memória, pelo que a instalação de uma correcção, a KB4016240, é fundamental e deve ser efectuada com a brevidade possível.

Naturalmente, esta correcção é mais premente caso após a instalação do "Creators Update" se tenha sentido alguma instabilidade, diminuição a nível de desempenho ou falha nalguma aplicação, mas, mesmo sem que tal seja sentido, a sua instalação faz todo o sentido, prevenindo problemas que possam vir a sentir-se no futuro, algo que a Microsoft prevê ao impedir esta actualização em diversos equipamentos.

Esta actualização não inclui novas funcionalidades e deve ser descarregada, ou forçada, recorrendo ao "Windows Update", sem esperar que a mesma seja efectuada de forma automática, o que pode demorar algum tempo, dado o volume em termos de tráfego de dados que representa a sua transferência.

Tal como com outras actualizações, o processo decorre de forma automatizada, sem sobressaltos, mas pode ser algo moroso, dependendo do tipo de conexão, tanto externa, como a nível de rede interna, pelo que se sugere ser efectuada numa altura em que uma menor disponibilidade seja compatível com as necessidades do utilizador.

quinta-feira, abril 27, 2017

Consola MUD para Defender - 1ª parte

Os primeiros Defender, até ao "restyling" dos Td5 ocorrido em 2002, possuiam apenas um suporte para rádios 1 DIN, numa configuração algo básica e muito pouco flexível, o que dificulta seriamente a adição de opcionais, incluindo-se aqui interruptores, conectores ou outros elementos que permitam expandir os dispositivos existentes.

As consolas MUD, feitas especificamente para os Defender, vêm modificar este cenário, oferecendo uma maior flexibilidade em termos de disposição de equipamentos, mas obrigando a sacrificar o suporte de rádio original e a pequena consola herdada dos Série, onde podem estar alguns comandos, como o de faróis suplementares ou do limpa para brisas traseiro.

Convém efectuar um planeamento adequado e prevendo o futuro, já que para utilizar estas consolas é necessário cortá-la à medida dos diversos equipamentos a instalar, num processo irreversível, pelo que este é um caso em que erros ou imprevidências se pagam caro, eventualmente impossibilitando uma nova disposição mais eficaz.

Recorrer a moldes para efectuar o corte, pesquisar a Internet em busca de melhores alternativas, procurar em foruns e páginas dedicadas ao tema são sugestões que fazemos durante a fase de planeamento, aconselhando a preparar, desde o início, a consola para suportar opções futuras, como, por exemplo, efectuar o corte de um mostrador, mesmo que este ainda não esteja disponível, e recorrer a uma placa apropriada para tapar o buraco até este ser utilizado.

quarta-feira, abril 26, 2017

Land Rover Owners de Maio de 2017 já nas bancas

Após o número especial de Primavera, chegou aos locais de venda habituais a edição de Maio de 2017 da Land Rover Owners International, com o destaque de capa a ir para um conjunto de modificações a implementar de modo a que os Land Rover, e sobretudo os Defender, durem para sempre, ou, mais realisticamente, tenham uma maior longevidade do que o normal e com um mínimo de problemas.

Para além de um conjunto de operações que podem ser efectuadas, também os conselhos para evitar aquisições desastrosas, concretamente aquelas que originam um sem fim de trabalhos de reparação, os artigos sobre um Defender V8 no Kuwait a recuperação de uma "pick up" do mesmo modelo prolongam as questões ligadas à longevidade dos Land Rover.

A recuperação de alguns veículos tem um destaque especial, tal como as excursões na vizinha Espanha que, tal como Portugal, continua a estar entre as deslocações favoritas dos praticantes do todo o terreno oriundos de Inglaterra, onde os preços baixos, paisagens variadas e a possibilidade de circular fora de estrada permite actividades particularmente interessantes.

Acrescem, tal como habitualmente, os artigos técnicos, bem comos os vários testes e análise de novos produtos, bem como o resultado de avaliações mais longas, para além das novidades, muitas delas incluídas na extensa publicidade temática, que muitas vezes quase parece um catálogo, justificando a preferência dos leitores por aquela que continua a ser a revista mais popular entre os adeptos da marca.

terça-feira, abril 25, 2017

Rádios portáteis digítais VHF abaixo dos 100 Euros

Com os modelos de rádio portátil digítal, como os Baofeng DM-5R ou Retevis RT-3, para citar apenas dois dos modelos mais comuns, a baixarem da barreira dos 100 Euros, incluindo portes, mas podendo acrescer taxas alfandegárias, a transição dos antigos modelos VHF analógicos para a plataforma digital torna-se cada vez mais próxima.

Alguns destes modelos, para além das funcionalidades habituais nesta classe de equipamentos, começam a incluir GPS, proporcionando aos utilizadores uma segurança acrescida, essencial em caso de emergência, facilitando em muito o socorro ou uma evacuação rápida,

Vários vendedores incluem o "software" cabos que permitem uma programação rápida, bastando criar um ficheiro com as definições a replicar para se poder configurar um conjunto de equipamentos, de modo a que, por exemplo, possam usar uma rede de repetidores e serem integrados numa solução mais ampla no âmbito de uma estrutura organizada.

Manifestamente, face ao número de opções existente no mercado, ao incremento do número de funcionalidades, aumento de qualidade e redução de preço, o recurso a este tipo de equipamento irá aumentar, concorrendo directamente com modelos muito mais dispendiosos, entre estes alguns adquiridos por diversas instituições, sendo de esperar que a transição do analógico para o digital seja rápida neste sector, tal como sucedeu no passado com outros tipos de comunicações.

segunda-feira, abril 24, 2017

Partilha de posição e hora de chegada no Google Maps

O Google Maps permite partilhar o posicionamento em tempo real com um grupo selecionado de contactos, bem como, durante trajectos planeados recorrendo a esta plataforma, estimar a hora de chegada ao destino, facilitando assim a coordenação entre diversos utilizadores.

É necessário adicionar os contactos da lista de endereços do dispositivo ao Google, após o que se seleciona a opção de partilhar a localização, existente no Google Maps, e selecionam os contactos com os quais esta será partilhada, terminando confirmando em "Partilhar" ou "Share", de acordo com a lingua utilizada.

Partilhar a hora de chegada também implica alguns passos, começando por escolher o local de chegada, após o que se seleciona "Mais" ou "More" e a opção de partilhar a viagem em curso com um ou um conjunto de contactos, confirmando tocando em "Partilhar" ou "Share".

Naturalmente, estas opções podem ser desactivadas, recorrendo aos mesmos passos e removendo as selecções efectuadas, aconselhando-se a fazê-lo com a brevidade possível, sob pena de ficar esquecida e se manter indefenidamente uma partilha que tem sempre implicações a nível de privacidade.

domingo, abril 23, 2017

"Creators Update" não mantém definições de privacidade

Não obstante as óbvias vantagens resultantes da instalação da "Creators Update", em termos de funcionalidades e do desempenho do sistema, existem alguns problemas que é necessário resolver, nomeadamente a reposição de um conjunto de configurações, incluindo a nível de privacidade, que não são transpostas da edição anterior.

Assim, são diversas as opções do utilizador que se perdem sem qualquer aviso e que será de repor com a brevidade possível, visitando o painel de controle, já que no processo de actualização o conjunto de opções é muito reduzido e não abrange a totalidade das modificações, ficando de parte novas implementações que não migram da versão anterior e que a Microsoft gere de acordo com os seus interesses.

Caso não sejam modificadas as opções, o volume de informação exposto e enviado para os servidores da Microsoft, alegadamente destinados a melhorar o produto e a experiência do utilizador, aumenta substancialmente, colocando em causa a privacidade e podendo revelar-se algo intrusiva, na medida em que existe armazenamento e análise de dados tão pessoais como acessos ou navegação, que deveriam ficar inteiramente na esfera privada.

Noutra vertente, também algumas aplicações, ou a interacção entre elas, é alterada, nem sempre no sentido positivo, surgindo situações onde a instalação de programas adicionais, como controladores de dispositivos de distintas proveniências, podem ter um impacto negativo não apenas no desempenho, mas na estabilidade de outras aplicações, o que pode implicar a respectiva remoção, algo que deve, igualmente, ser feito assim que algum problema seja detectado.

sábado, abril 22, 2017

Remover completamente programas com o "Absolute Uninstaller" - 2ª parte

Para remover completamente uma aplicação basta selecioná-la e confirmar, após o que o "Absolute Uninstaller" procede à sua eliminação completa, incluindo atalhos, ficheiros temporários e mesmo definições, num processo rápido e automatizado destinado a não deixar quaisquer vestígios, algo que pode ou não ser do interesse do utilizador.

É de notar que este processo de remoção elimina ficheiros de configuração pessoais, pelo que, se a ideia é reinstalar o programa a desinstalar novamente, as opções e dados do utilizador já não estarão presentes, obrigando a repetir o trabalho de uma instalação de origem.

Estão ainda disponíveis opções de modificação de programas, "backup" das entradas no "registry", bem como detalhes ou informações, destinadas a utilizadores mais experientes e que, ao invés de desinstalar, pretendem uma reconfiguração ou a preservação de um conjunto de dados de sistema.

Para todos quantos necessitam de um utilitário capaz de eliminar programas não utilizados e que o sistema operativo não tenha removido por completo, este "Absolute Uninstaller" é uma solução que recomendamos, pela sua eficácia e por, sendo gratuito, não instalar outro "software", nem se encontrar repleto de incómodos anúncios, como acontece com tantas outras opções.

sexta-feira, abril 21, 2017

Ferramenta multi-usos para veículos - 2ª parte

Um total de 16 "leds" e uma lâmpada COB, um sistema diferente de "led", proporcionam uma excelente iluminação com um consumo de energia bastante módico, pelo que a duração das baterias, para as quais sugerimos um conjunto de substituição, é bastante prolongado.

Uma manifesta falha é a ausência de um conector que permitisse uma ligação à tomada de isqueiro do veículo, mesmo que o cabo fosse adquirido separadamente, e que impossibilida uma alternativa às baterias internas, sendo ainda de lamentar a não inclusão de um suporte que permitisse colocar esta ferramenta destinada a uso em emergências num local de mais fácil acesso do que numa bolsa do veículo ou no porta-luvas.

As cores deste modelo concreto, contruído maioritariamente em PVC, são negro e azul, tendo no interior um iman que permite ser fixa sobre uma superfície ferrosa, tendo apenas 190 x 45 x 33 milímetros e um peso de 185 gramas, resultando fácil de acomodar no interior de uma viatura.

Este é apenas um exemplo, entre muitos outros, que podem incluir um conjunto de chaves de parafusos ou sextavadas, por exemplo, e que pode ser adquirido por um preço módico, complementando um estojo de primeiros socorros, extintor e um conjunto de ferramentas básico que deve estar presente dentro de todos os veículos, sobretudo em viagens mais longas e fora das povoações.

quinta-feira, abril 20, 2017

Construir suportes para câmaras - 3ª parte

Existe uma imensidão de modelos de cabeças de tripé, com qualidade e características completamente distintas, resultando numa gama de preços extremamente vasta, com as opções menos dispendiosas e que correspondem ao pretendido, a ficarem perto da vintena de Euros, sendo a peça mais cara desta solução.

A única parte do processo que implica alguma complexidade é efectuar o furo no suporte, que deverá ficar perfeitamente centrado e vertical, após o que toda a montagem é efectuada recorrendo a simples chaves de parafusos, podendo-se recorrer a um "thread lock" para evitar que haja algum desaperto, sempre possível quando existem trepidações durante um período prolongado.

Uma implicação óbvia desta solução, que permite colocar uma câmara no exterior de uma viatura, é a necessidade de proceder ao seu disparo remoto, seja através de cabos, seja via infra vermelhos, ou mesmo através de um sofisticado sistema de controle remoto, normalmente baseado num computador ou num "tablet", nos quais são instaladas aplicações de controle, e de proteger fisicamente a câmara com uma capa em borracha e uma lente adicional na objectiva.

Com um custo total que deverá andar abaixo dos 40 Euros, incluindo a cabeça de tripé, este suporte para câmara fotográfica é extremamente sólido, ficando por um preço muito inferior ao de modelos concebidos especificamente para o efeito e será uma solução a ter em conta para quem pretenda instalar uma câmara numa viatura sem receios de que esta caia e se danifique.

quarta-feira, abril 19, 2017

Ferramenta multi-usos para veículos - 1ª parte

Quando as férias e as grandes viagens se aproximam, é de relembrar alguns equipamentos úteis que se deve ter em qualquer viatura automóvel, destinados a serem utilizados em caso de emergência, seja em caso de acidente, seja em situações de simples avaria ou paragem por motivos imprevistos.

O número de ferramentas de usos múltiplos destinados a veículos tem vindo a aumentar, e com isso a possibilidade de escolha tem vindo a aumentar, com implementação de novas funcionalidades, enquanto o preço tem decaído, surgindo opções interessantes por preços que ficam entre os 6 e os 10 Euros, pelo que consideramos não ser o valor a pagar proibitivo p nem a sua inexistência a bordo justificável.

Presente na maioria destes equipamentos é o conjunto de lâmina para corte do cinto de segurança, colocada de modo a evitar ferimentos acidentais, e a ponta metálica destinada a partir os vidros das janelas, facilitando assim uma saída do interior em caso de acidente ou emergência.

O sistema de iluminação funciona em três modos distintos, com dois tipos de luz branca, com diferentes intensidades, e um modo de emergência, com luz vermelha, destinado a alertar outros condutores, sendo alimentado interiorment por 3 baterias do tipo AA.

terça-feira, abril 18, 2017

Aumenta o número de missões de socorro no Gerês - 3ª parte

Sabendo que em circunstâncias climatéricas extremas uma missão de socorro inevitavelmente demora algumas horas, mesmo que existam meios em prontidão, a possibilidade de alguém passar uma noite sob uma intempérie, com temperaturas negativas, pode resultar numa morte, sem que tal resulte de falta de comunicações ou de meios, mas tão somente dos condicionalismos impostos pela Natureza, que no Gerês se pode revelar particularmente implacável.

Está previsto um reforço da rede de comunicações móveis, sendo este um dos factores mais relevantes para diminuir os riscos e facilitar o socorro, mas a implementação de sinalética, avisadora e orientadora, colocação de alguns abrigos de emergência são necessários como complemento face à improbabilidade de ser possível recorrer ao um telemóvel em todos os locais e à demora nos acessos, sobretudo de noite e com mau tempo.

Do aumento do número de visitantes existe a tendência para decorrer, proporcionalmente, um maior número de pedidos de socorro, com um desvio que deriva de um conjunto de factores, como alterações do tipo de visitante, os efeitos de uma maior densidade destes ou alterações introduzidas nos meios de socorro, pelo que não é um maior número de ocorrências que consideramos alarmante, mas tão somente as consequências resultantes.

Atrair turistas e visitantes ao interior do País é, naturalmente, essencial para o desenvolvimento de zonas desertificadas e deprimidas aí localizadas, mas sem o investimento adequado em infraestruturas e meios que garantam a segurança e o próprio bem estar, tal pode resultar contraproducente, com consequências imprevisíveis que podem comprometer o desenvolvimento futuro que se pretende para essas áreas.

segunda-feira, abril 17, 2017

Compra conjunta

É nossa intenção adquirir um conjunto de 8 protecções para farois, fabricados pela RDX, e uma "cubby box", provenientes de dois fornecedores distintos, pelo que a coordenação entre sí é impossível, do que resulta um aumento do valor dos portes, razão pela qual pretendemos partilhá-los com outros interessados.

O melhor preço que encontramos para as protecções de faróis foi na "Bolt and Bits", com um preço de 24 libras para um total de 8 unidades, a que acrescem 9 de portes, com o valor por conjunto a diminuir substancialmente caso se encomende uma maior quantidade.

Para a "cubby box", o preço mais favorável após pesquisas é o da "Paddock Spares", com um valor unitário de 55 Euros, incluindo VAT, mas acrescendo portes no valor de 15 libras, que permitem encomendar material até 30 quilos, o que é suficiente, por exemplo, para quatro "cubby box", podendo, naturalmente, ser incluído outro material.

Assim, vimos convidar enventuais interessados, preferencialmente residentes na zona de Lisboa, e que estejam interessados neste tipo de material, ou outro que permita reduzir o valor dos portes por item, a contactar-nos, de modo a poder organizar uma compra conjunta que seja benéfica para todos.

domingo, abril 16, 2017

Remover completamente programas com o "Absolute Uninstaller" - 1ª parte

Tem sido verificado que nem sempre desaparecem todos os vestígios de um programa desinstalado do Windows 10, sendo possível que, para além de ficheiros, fiquem diversas entradas, incluindo no painel de controle, onde continua a surgir uma inútil opção de desinstalação que, forçosamente, irá falhar porque o procedimento já foi executado.

Existem vários truques, alguns deles arriscados, como editar o "registry" e fazer desaparecer tudo o que é referente ao programa removido, mas será uma opção pouco aconselhável para os que têm menos experiência e, objectivamente, deverá ser sempre uma opção extrema por parte de quem se sinta à vontade neste tipo de operações.

Mais simples, e muito menos arriscado, é recorrer a programas desenvolvidos para o efeito e que, uma vez instalados, removem todos os restos de uma desinstalação incompleta de forma automática e sem riscos para o utilizador, num processo que demora, na maior parte dos casos, escassos segundos,

O "Absolute Uninstaller", da Glarysoft, pode ser descarregado gratuitamente, devendo-se ter o cuidado de durante o processo de instalação remover o "check" das opções adicionais oferecidas, ficando imediatamente pronto para ser utilizado, sem necessitar de configurações adicionais e dispensando qualquer aprendizagem, dada a simplicidade do seu uso.

sábado, abril 15, 2017

Aumenta o número de missões de socorro no Gerês - 2ª parte

A excessiva dependência de tecnologias, e o esquecimento de formas de orientação mais tradicionais, como a leitura de mapas ou a utilização de uma simples bússola, a confiança quase cega em sistemas de comunicações que raramente falham em meios urbanos, mas que longe destes são incertos, estão entre os erros mais comuns, muitos deles ligados a excessos de confiança.

Mais grave, é a insensibilidade face aos avisos, sobretudo aos alertas de mau tempo que desaconselham algumas actividades, bem como a incapacidade de reconhecer situações de perigo, como o aproximar da noite, com a consequente perda de visibilidade, queda de temperatura e, por vezes, queda de chuva ou chegada de nevoeiro, e que são comuns a muitas das situações mais graves já registadas.

Não avisar quanto ao trajecto a seguir e aos horários previstos é um erro grave tão grave como um mau planeamento ou uma preparação insuficiente, seja em termos físicos, seja do material, seja do próprio "know how" necessário, que implica não apenas a teoria, mas sobretudo a prática, única forma de não falhar em momentos de maior "stress", onde qualquer erro pode ter consequências particularmente graves.

A falta de alguns items essenciais, como, por exemplo, agasalho, preferencialmente impermeável, um cobertor de emergência, uma lanterna, um apito, alimentos e bebidas, eventualmente acompanhados de combustível sólido e fósforos, podem revelar-se fatais, sobretudo durante os meses mais frios, onde o risco de hipotermia aumenta substancialmente.
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin