quinta-feira, janeiro 09, 2014

O meteoro de Chelyabinsk nas câmaras dos automóveis

Image Hosted by Google Imagem do vídeo do "National Geographic"

O hábito de os automóveis na Rússia possuirem uma câmara instalada, algo que deriva da necessidade de gravar situações anómalas, como acidentes de trânsito, e da relação difícil com as autoridades policiais, permitiu ao "National Geographic" reconstituir a queda de um meteoro que recentemente atingiu a cidade de Chelyabinsk desse país.

Estas filmagens, que foram complementadas pelas obtidas por alguns telemóveis, demonstram a utilidade deste tipo de equipamento, muito para além do seu propósito incial, revestindo-se de uma importante valia a nível científico, permitindo reconstituir e analizar eventos tão raros quanto inesperados.

Quando instalamos a primeira câmara no Defender, com uma resolução óptica de apenas 640 x 480, a ideia era a de filmar trajectos na Natureza e espécies selvagens em liberdade, não a de possuir evidências em caso de incidente, tendo os equipamentos evoluido de forma muito substancial em termos técnicos desde então, com os preços a baixar muito substancialmente.

Actualmente, por meia centena de Euros é possível adquirir uma câmara de alta resolução 1080P com GPS incluido, a qual, para além de gravar as imagens, georeferencia-as, facilitando, através de "software" adequado, integrá-las num mapa digital, sendo esta uma opção a ter em conta por quem efectue expedições ou passeios e os pretenda documentar.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin