sexta-feira, dezembro 06, 2013

Governo, Tribunal Constitucional e os números duvidosos - 3ª parte

Image Hosted by Google Fome em Portugal nos dias de hoje

Se bem que os limites dos cortes sejam impossíveis de determinar correctamente, dada a enorme multiplicidade e complexidade das situações ou casos individuais, não temos dúvidas quanto à escassíssima margem de manobra de quem recebe menos, e para quem uma redução, mesmo que pequena, representa uma significativa perda de qualidade de vida.

E lembramos que as estatísticas são manipuladas não através das fórmulas, mas de uma selecção criteriosa da amostragem e da revelação dos resultados considerados como convenientes, omitindo todos os que não servem os propósitos de quem as manda realizar.

Simplisticamente, recorrendo a um exemplo conhecido, se um indivíduo come dois bifes e outro nenhum, em média cada comeu um, podemos optar por revelar uma média, particularmente favorável, ou a distribuição, revelando que metade dos inquiridos passa fome e que existe uma flagrante assimetria.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin