sexta-feira, maio 02, 2014

"Drones", o futuro no presente - 1ª parte

Image Hosted by Google Um "drone" DJI Phantom 2

Destinados inicialmente a fins militares, posteriormente utilizados em missões científicas, os aviões não tripulados, também conhecidos como "drones" popularizaram-se, desempenhando hoje numerosas funções, nos mais diversos âmbitos, alcançando um nível tecnológico e uma sofisticação que cresce ao mesmo ritmo que o seu custo diminui.

As potencialidades destes equipamentos são enormes, faltando ainda explorar devidamente muitas delas, algo que apenas acontecerá após a sua maior disseminação, o que implica não apenas um aumento das respectivas funcionalidades, mas também a existência de operadores em número e qualidade suficiente para tirar partido das crescentes capacidades e da maior complexidade destas aeronaves não tripuladas.

Não é objectivo descrever quantitativamente características, nem quais as especificações adequadas a cada missão ou função, mas sobretudo alertar para as funcionalidades consideradas necessárias para a sua utilização profissional e o respectivo enquadramento em diversas soluções.

Existem inúmeros modelos de "drones", com capacidades completamente distintas, muitos concebidos para missões altamente especializadas, os quais atingem valores elevadíssimos, enquanto, em paralelo, cresce de forma ainda recentemente quase inimaginável uma família de modelos de custos comparativamente baixos, destinados a uso de empresas e particulares.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin