terça-feira, janeiro 27, 2015

Construir suportes para "jerry cans" - 2ª parte

Naturalmente que se o conjunto for feito em duas ou três peças, por exemplo separando o braço de maiores dimensões do "T", ou seja o vertical, ou cortando cada segmento em separado, o desperdício de material seria reduzido ou anulado, mas tal implica, naturalmente, um trabalho a nível de soldadura que obriga a uma particular atenção em termos de angulos, que devem ficar 100% rectos.

Pode ser adicionada uma chapa de união na parte posterior, que sirva, inclusivé, para afastar um pouco a estrutura do painel de suporte e facilitar os furos da mesma, podendo também ser acrescentada um simples esticador, que pode ser um modelo elástico ou, o que consideramos mais adequado, um modelo com sistema de pressão, de modo a que o "jerry can", mesmo com 20 litros de combustível no interior, se mantenha devidamente acondicionado.

Estamos a prever que este tipo de suporte seja aparafusado lateralmente numa superfície verical e apoiado sobre uma superfície horizontal, preferencialmente também aí aparafusado, de modo a aumentar a rigidez do mesmo, podendo assim ser construido recorrendo a ferro ou alumínio de menor espessura, com 1 ou 2 milímetros, e sem soldaduras, sendo que outro tipo de posicionamento implica reequacionar alguns detalhes que reponham a resistência e rigidez do suporte.

Este tipo de desenho, mantendo o conceito base, tem ainda a vantagem de permitir adicionar sucessivos suportes uns aos outros, aparafusando-os de modo a serem facilmente separados em caso de necessidade, resultando no acondicionamento de múltiplos "jerry cans", mantendo sempre um preço acessível, sobretudo para quem opte por efectuar o trabalho utilizando os seus próprios recursos.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin