sexta-feira, março 16, 2012

Combate aos fogos na época crítica custa 70.000.000 de Euros - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Combate a um fogo florestal em Portugal

No entanto, para além das verbas, importa ter em atenção todo o planeamento, o qual inclui deste o posicionamento e articulação do dispositivo à sua disponibilidade, passando pelas regras e procedimentos que, em época de contenção, tendem a restringir o uso dos meios mais dispendiosos.

Também não podemos esquecer que, ao contrário de anos anteriores, ou com maior gravidade, o período de seca que se atravessa traduz-se num maior risco quando as temperaturas, já elevadas, começarem a subir, dando origem a uma situação potencialmente explosiva.

Assim, o que é um dispositivo com um ligeiro aumento de efectivos relativamente ao ano anterior, pode não acompanhar devidamente o aumento de risco resultante das condições climáticas destes últimos meses, durante os quais o número de fogos florestais tem sido francamente superior à média dos últimos anos e com tendência para aumentar.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin