segunda-feira, novembro 12, 2012

Âncoras de emergência da Flatdog - 2ª parte

Image Hosted by Google Uma âncora de emergência em uso

O processo de utilização é extremamente simples, bastando, após selecionar um local adequado, com a máxima consistência, mas que permita enterrar as estacas, colocar a peça em "L" no chão e, com a ajuda de um maço, fazer passar as estacas pelos orifícios existentes, após o que o gancho é preso na manilha.

O passo seguinte é, naturalmente, operar o guincho, sempre com o maior cuidado e verificando periodicamente se a âncora continua bem presa, podendo ser necessário escorar o veículo e reposicionar a âncora, caso se suspeite de que o solo é pouco consistente ou, em virtude da deslocação, seja possível reposicionar a âncora num local mais adequado.

Sendo um sistema alternativo, o mesmo deve ser utilizado com cautela, dado o risco de, caso exista tracção excessiva, se poder soltar, do que pode resultar a projecção de peças e, caso tenha havido movimento, uma deslocação imprevisível do veículo que recorre a esta âncora.

Assim, caso não haja um solo onde as estacas fiquem convenientemente presas, aconselhamos a não utilizar este tipo de âncora, dado o risco que tal envolve, mas, mesmo com este tipo de limitações, aconselhamos a ter nos veículos, sobretudo aqueles que praticam todo o terreno isoladamente, a ter este equipamento no seu interior.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin