quinta-feira, fevereiro 19, 2015

Gravação de percursos via telemóvel na prática - 2ª parte

O vídeo obtido via "DailyRoads Voyager" é um misto do resultado em bruto da câmara com o dos dados adicionados pelo programa, razão pela qual, quando visualizado de forma independente deste, estamos diante de um simples vídeo, sem qualquer informação adicional, tal como gravado pelo sistema nativo do equipamento utilizado.

Para obter o maior partido do programa, é necessário recorrer ao seu visualizador, instalado no equipamento que procedeu à gravação, sendo aí que surgem os dados adicionados, tendo, como alternativa, realizar a inscrição no "site" e no programa usar o mesmo nome de utilizador e respectiva "password", de modo a fazer o envio automático, obtendo uma informação semelhante à que consta da imagem que acompanha este texto.

No entanto, mesmo aqui se perde informação, pelo que quem pretender algo mais pode recorrer a um dos diversos programas, de qualidade muito variável e nem sempre compatíveis com todos os dispositivos, que se disponíveis para Android e que permitem gravar um vídeo que passe no écran, após o que o resultado pode ser descarregado, partilhado e visualizado de forma independente da plataforma e programa utilizado na visualização.

Portanto, estes são pequenos vídeos, cuja realização penaliza em muito a bateria do telemóvel, apenas com o objectivo de apresentar o resultado de alguns testes, num percurso citadino com iluminação diurna, após o que o foram descarregados directamente para o "Google Drive", onde o resultado em bruto foi partilhado e será comparado com aquele que é obtido por um progama similar.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin