terça-feira, junho 28, 2016

Inspecções e modificações mobilizam motociclistas - 2ª parte

Os próprios participantes referiram outros veículos, dando especial relevo aos todo o terreno, que actualmente são visados quando especificações são alteradas, incluindo-se aqui elementos relevantes, como o uso de medidas de pneumáticos não homologados, ou que apenas de forma marginal, provavelmente inquantificável, influenciam o desempenho, como o uso de um "snorkel", salientando o descontentamento de numerosos proprietários face à situação actual.

É necessário encontrar um equilíbrio que garanta, em primeiro lugar, a segurança, e seguidamente os gostos e necessidades individuais de cada proprietário, estabelecendo critérios e limites que satisfaçam todos, sem interpretações duvidosas ou múltiplas e permitindo uma forma simples e sem dispendios excessivos que permitam regularizar elementos que, ultrapassando as tolerâncias, sejam considerados seguros.

Uma pequena diferença no diametro ou largura dos pneumáticos, em percentagem a estabelecer, não afectará a segurança, mas pode ter uma implicação substancial não apenas no desempenho, mas também no próprio custo dos mesmo, fazendo pouco sentido que, usando uma medida intermédia, dentro do intervalo de medidas aprovadas, possa resultar uma autuação.

Este é apenas um exemplo, mas o mesmo é aplicável a muitas outras situações, como o diametro do volante ou uma pequena variação na altura das molas, que terão influência virtualmente nula na segurança, devendo ser tolerados, enquanto outras modificações, que têm um impacto severo no desempenho e no comportamento para além dos limites e tolerâncias estabelecidos, devem ser objecto do maior rigor.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin