terça-feira, novembro 15, 2016

Rebites roscados - 1ª parte

Uma ferramente que pode revelar-se particularmente útil em diversas situações, e a que voltamos por continuar um pouco desconhecida, é o alicate para rebites roscados, em inglês "rivnuts", e que, como o próprio nome indica, se destina a cravar este tipo de rebite, normalmente em paineis metálicos, permitindo aparafusar parafusos convencionais.

Face a parafusos autoroscantes aplicados no metal, este processo é mais eficaz, protegendo melhor a superfície e oferecendo muito maior solidez, com muito menos oscilações, podendo, igualmente, substituir rebites convencionais, caso a possibilidade futura de necessitar de um orifício para drenagem ou o uso de um parafuso seja equacionada.

A maioria destes alicates permite fixar rebites com roscagem interior entre os 4 e os 8 milímetros, designados por M4 e M8, respectivamente, com os modelos mais baratos a serem compatíveis com o M4, M5 e M6, que serão, provavelmente, os mais utilizados, sobretudo por parte de utilizadores ocasionais, para os quais estas medidas serão o suficiente.

Dependendo da medida e do tipo de rebite, estes podem ser aplicados em superfícies com diferentes espessuras, mas o mais comum será que esta fique entre os 0.3 ou 0.5 milímetros e os 3 a 5, com os rebites de maiores dimensões a serem compatíveis com uma superfície mais espessa e a exigirem uma maior profundidade disponível.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin