quinta-feira, junho 01, 2017

Declinação magnética

A orientação correcta de um mapa implica orientá-lo correctamente, para o que é necessário ter noção do que é a declinação magnética e do seu valor para um dado local, sabendo que esta se considera positiva quando o Norte magnético se encontra do lado direito do Norte geográfico e negativa no caso contrário.

Em Lisboa, a declinação magnética é, actualmente, 2.43º negativos, devendo ser verificada periodicamente por mudar perto de um grau a cada três anos, num movimento pendular, que oscila para um e para outro lado do Norte geográfico, de modo a evitar erros que, podendo ser pequenos em termos angulares, quanto projectados a uma distância razoável, podem resultar problemáticos.

Em muitas bússolas basta rodar a coroa exterior, no caso de Lisboa para a esquerda, obtendo assim o desfazamento entre os dois Nortes, posicionando a agulha no sentido do Norte magnético e recorrendo ao Norte cartográfico para orientar correctamente o mapa.

Existem diversos processos para determinar o Norte magnético, sendo comum que nas cartas militares este venha registado, podendo-se proceder ao cálculo com base no desvio anual, nos anos passado desde a elaboração do mapa e da declinação máxima, após o que o sentido é revertido, ou recorrendo a um "site", como o "Magnetic declination", onde a informação se encontra disponível para muitas localidades.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin