segunda-feira, agosto 07, 2017

Redes "tier" e rádios digitais - 4ª parte

Para populações dispersas, este tipo de rádio com repetidor poderá revelar-se uma forma de manter contacto mesmo em caso de quebra do serviço de comunicações a que recorrem habitualmente, possibilitando um pedido de ajuda desde que um dos nós da rede esteja fora da área onde a falha do operador se verificou, a exemplo daquilo que mencionamos previamente com os rádio CB.

No entanto, ao contrário dos rádios CB e PMR, os modelos VHF/UHF adquiridos no mercado necessitam de licença adequada passada pela ANACOM, sem o que, do seu uso, podem surgir problemas legais, pelo que aconselhamos a quem pretenda utilizar este tipo de equipamento informar-se quanto ao enquadramento em vigor na altura.

Actualmente, um rádio digital com este tipo de funcionalidades, completamente configurável, tem um custo que fica entre os 50 e os 60 Euros, um pouco mais do que um modelo analógico, mas que possui enormes vantagens, nomeadamente a função de repetidor, que será essencial em muitas utilizações e aumentará a segurança das populações mais isoladas em povoamentos dispersos mas com alguma continuidade.

Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin