sexta-feira, junho 01, 2018

Alerta de fogos por SMS já em uso - 1ª parte

Depois de uma fase de testes, e de alguns erros conhecidos, o sistema de alerta de incêndios florestais via SMS arrancou, com o propósito de alertar as populações do nível de risco na zona onde residem e facilitar a antecipação de situações de maior perigo, permitindo adoptar meidas preventivas.

O sistema for preparado pela Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), conjuntamente com a Autoridade Nacional para as Comunicações (ANACOM) e pelos vários operadores, não resultando num custo para o Estado, destinando-se a alertar as populações quando exista um nível da alerta vermelho no distrito onde se encontram.

O conteúdo é definido pela ANPC, que não terá acesso aos números de contacto, pertença das operadoras, e existirão versões do texto em inglês, destinado a emigrantes ou estrangeiros, e um número de apoio para esclarecimento de dúvidas, tendo no seu primeiro envio, com destino a perto de 1.400.000 destinatários, em distritos com alerta, uma taxa de sucesso de 87%, correspondendo a perto de 1.200.000 mensagens entregues.

É de notar que este não é um sistema destinado a alertar contra fogos ou perigos específicos, nem para dar instruções sobre como agir, destinando-se apenas a colocar as populações em alerta quando se verifique um conjunto de condições climatéricas que propicie a propagação de incêndios que, naturalmente, podem nem ocorrer.
Enviar um comentário