terça-feira, fevereiro 14, 2012

"Kit" de remoção de EGR para 300Tdi - 2ª parte

Image Hosted by ImageShack
Um 300Tdi com a EGR removida

Naturalmente que se deve ter em atenção a qualidade das peças, sobretudo daquelas em metal, dado que colocar uma peça metálica numa tubagem, caso esta não tenha a resistência adequada, pode resultar na perda de material que facilmente entra para o interior do motor.

Por vezes esquecido, é o rebite ou uma peça semelhante que vai vedar o tubo de vácuo, de modo a que a informação seja a de que a válvula está permanentemente fechada, sendo este um detalhe importante para que o resultado em termos de desempenho seja o esperado.

No fundo, mesmo sabendo que a poupança de combustível é difícil de contabilizar após esta modificação, sabendo que o valor do "kit" custa o equivalente a 15 litros de gasóleo, mesmo que se poupe apenas 0.1 litros a cada 100 km, a amortização efectua-se aos 1.500 km, o que pode ser menos de dois meses de utilização.

Se assim for, este é um dos investimentos com retorno no menor espaço de tempo que conhecemos, valendo bem a pena tomar esta opção, tal como a de afinar o turbo ou remover equipamentos que apenas aumentem o consumo sem que daí se extraia qualquer tipo de vantagem.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin