domingo, novembro 10, 2013

Redes de carga - 1ª parte

Image Hosted by Google Uma rede de carga

O acondicionamento de carga num veículo tende a ser muitas vezes descurado, colocando o mesmo, nem como os restantes utentes da via em situações de risco, as quais podem derivar da perda de equilíbrio dinâmico, resultante de uma distribuição alterada da massa do mesmo, bem como da modificação do seu centro de gravidade, mas também da queda de objectos na via pública.

Outro perigo existente, é a projecção interior de objectos, que podem ocorrer sobretudo nalguns ligeiros de passageiros onde o banco traseiro é rebatível, deixando um vasto espaço para carga sem que existam elementos de separação que protejam o condutor de uma possível projecção.

O mesmo pode acontecer em veículos onde a carga é transportada exteriormente ou numa caixa aberta, onde são necessários especiais cuidados, sobretudo nos casos em que a perturbação ou turbolência sejam mais sentidos, ou quando o centro de gravidade suba, do que pode resultar um desequilíbrio do veículo.

O recurso a redes de elevada resistência como forma de acondicionar a carga, mantendo-a no local mais adequado, evitanto a sua projecção em caso de alteração da trajectória e da velocidade, ajuda a manter a estabilidade do veículo que a transporta, reduzindo movimentações imprevisíveis.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin