sábado, novembro 16, 2013

Redes de carga - 2ª parte

Image Hosted by Google Uma rede de carga no interior de um Defender

Estas redes são feitas em elástico com 4 mm de diametro e possuem um total de 12 a 18 ganchos, em plástico, que permitem a sua fixação em pontos de ancoragem, calhas, grades e mesmo no capot de alguns veículos, sendo que, neste caso, se deve ter especial atenção ao tipo de gancho utilizado.

A sua escolha implica sempre alguns cuidados, sabendo-se que quanto mais esticadas, maior a tensão e, consequentemente, maior a rigidez da carga, pelo que a distribuição e volumetria da mesma é determinante, sendo de evitar pesos elevados, e mesmo grandes volumes, quando transportada exteriormente.

Igualmente importante é selecionar adequadamente os pontos de ancoragem, de forma a que os ganchos fiquem bem fixos e que, em caso de uma maior tensão, estes não cedam e venham a permitir uma deslocação da carga, algo extremamente perigoso sobretudo caso tal aconteça no interior do veículo.

Existem redes similares com diferentes formatos, rectangulares ou quadrado, e dimensões, como a de 70 cm, que estica até aos 130 cm, ou a de 100 cm, que chega aos 180 cm, e com preços que variam entre a quinzena e a vintena de Euros, incluindo portes a partir de Inglaterra ou da Ásia.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin