terça-feira, setembro 30, 2014

O "Open Street Map" - 2ª parte

Estão disponíveis rotas de GPS, diários de utilizadores, informações específicas sobre trajectos ou edificações, mas falta, de um modo geral, o aspecto sofisticado e mesmo algumas das funcionalidades de outros sistemas, as quais refletem o seu custo tanto a nível de concepção, como de manutenção, possível apenas para um conjunto muito restrito de plataformas.

Todos os anos existe uma conferência, e a deste ano, a 8ª, realiza-se entre os dias 07 e 09 de Novembro, em Buenos Aires, na Argentina, onde é feito o ponto da situação a nível mundial, apresentadas inovações e estabelecidas novas metas e objectivos para o ano seguinte, para os quais se conta com a colaboração dos vários membros desta comunidade.

Sabendo que as alternativas do Google e da Microsoft, entre outras, são excelentes, podemo-nos interrogar sobre a utilidade desta alternativa, sendo que, apesar de algumas desvantagens tecnológicas serão compensadas pela abertura do sistema e a possibilidade de este ser utilizado de forma aberta e livre, mesmo integrada noutras plataformas ou aplicações.

Assim, sugerimos aos nossos leitores que adiram a esta plataforma e, tanto quanto possível, prestem a sua colaboração, nomeadamente corrigindo eventuais erros ou falhas que possam detectar, de modo a melhorar a fiabilidade, precisão e utilidade deste sistema de mapas digitais.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin