quarta-feira, abril 08, 2015

Localizadores via porta OBD II - 3ª parte

É de notar que este localizador é muito simples de remover, dado estar simplesmente encaixado, mas o mesmo envia um sinal de alerta caso tal aconteça, tendo uma bateria interna que o mantém activo mesmo em caso de remoção ou se deixar de ser alimentado através da porta OBD II do veículo.

Assim, caso possível, será justificável instalar um sistema que proteja o localizador e evite a sua remoção da porta, podendo o mesmo consistir numa simples peça em metal que o contorne e esteja fixa no veículo, sendo esta trancada por um cadeado, sabendo-se que, por as portas OBD II estarem em local discreto, dificilmente o localizador será removido com prontidão.

Para além deste tipo de modelo simples, sem instalação para além da sua colocação no conector OBD II, existem modelos muito mais sofisticados, de alguma forma parecidos com os TK-103, os quais necessitam de ser instalados por alguém especializado, dado que envolvem alterações a nível da cablagem do veículo e mesmo serem aparafusados numa superfície do mesmo.

Este tipo de localizador oferece, para além do mesmo tipo de informação, um conjunto de possibilidades adicionais a nível da segurança, possuindo conectores para um conjunto de acessórios que inclui, para além da ligação ao conector OBD II, antenas externas, o que permite um posicionamento mais adequado, microfone e altifalante, para comunicações de voz, sensor de colisão, ligação para câmara de vídeo e conectores que pemitem imobilizar o veículo, cortanto o sistema de fornecimento de combustível e comandos remotos.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin