segunda-feira, junho 29, 2015

A câmara para veículo F90G com GPS - 10ª parte

Os contras deste modelo, excluindo a questão do preço, que sendo mais elevado que outros modelos, fica muito abaixo dos que lhe são funcionalmente equivalentes, são alguma complexidade no uso, que implica uma instalação e configuração cuidadas, alguma fragilidade, incluindo a nível dos sistemas de suporte, que deviam ser mais flexiveis, sobretudo na câmara da rectaguarda, bem como a bateria interna, insuficiente para manter em funcionamento por um tempo adequado todo o sistema que inclui diversos componentes.

Talvez o maior inconveniente seja mesmo a necessidade de desconectar alimentação, GPS e câmara traseira, para além de soltar o suporte, sempre que se pretende ligar a câmara a um computador, o que, obviamente, não sendo complexo, é incómodo, podendo ser mais simples, caso possível, levar um portátil ao veículo e trocar o cabo de alimentação por um USB ligado ao computador, descarregando assim os conteúdos do cartão de memória.

A questão da passagem dos três cabos, e a respectiva fixação, bem como o posicionamento dos vários componentes, varia conforme o modelo do veículo onde o sistema é instalado e, naturalmente, dos próprios objectivos, sendo completamente diferente caso se pretenda uma instalação defenitiva, onde os cabos podem ficar sob revestimentos, mas que impede serem removidos, ou de forma mais autónoma, recorrendo a suportes, mas que implica os cabos ficarem visíveis.

Também o "software" proposto pelo fabricante, designado por "GPS Multimedia Player", funciona de forma muito defeciente, tem inúmeras limitações e revela-se não apenas instável e propenso a erros, mas completamente inadequado e incompatível com as possibilidades da câmara, pelo que a sua substituição é inevitável.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin