quarta-feira, maio 03, 2017

Ração de combate assegura alimentação nas primeiras 24 horas - 1ª parte

O Secretário de Estado da Administação Interna, Jorge Gomes, anunciou que será distribuída uma ração de combate aos elementos integrados no Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Florestais (DECIF), que assegurará a alimentação durante as primeiras 24 horas de operações.

Segundo este governante, esta ração em embalagens individuais proporcionará "uma alimentação especifica para o tipo de teatro de operações onde vão atuar e vão abastecidos para 24 horas" e será distribuída a todos os corpos de bombeiros que integrarem o dispositivo de modo a que cada elemento possa levar a sua própria alimentação.

Embora esta seja uma solução pensada para as primeiras 24 horas, altura em que a logística tem mais dificuldade em assegurar alimentação adequada, o facto é que a possibilidade de "voltar a distribuir se houver necessidade", leva a crer que esta opção por rações de combate pode ser de maior duração do que o expectável, podendo, no limite, cobrir todo o período de duração de uma dada missão.

Também a especificidade para o tipo de teatro de operações indicia que haverá diversos tipos de ração, com composições que variam de acordo com a missão e o local onde decorra, o que levanta questões em termos logísticos e na própria adequação, sendo certo de que terão que ser distintas das utilizadas pelas forças armadas, cuja composição levanta algumas dúvidas caso se pretendam utilizar neste tipo de operações.
Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin