quinta-feira, abril 19, 2018

O Lynx da Omnitec - 2ª parte

Este procedimento significa que o Lynx não fica disponível para utilização imediatamente após a compra, dependendo sempre do tempo de envio da correspondência e do processamento necessário para gerar a chave de validação, sendo que só após a sua recepção se pode proceder à instalação, configuração e validação que permitem a utilização do equipamento.

Através do "interface" gráfico do programa podem ser acedidas as principais funções ou parâmetros de um veículo, analizando e limpando códigos de erros, reinicializando contadores, modificando opções, activando ou desactivando funcionalidades, adicionando novos comandos de alarme ou realizando testes aos diversos componentes do veículo.

Naturalmente o conjunto de funcionalidades dependerá do veículo específico, sendo certo que num modelo mais recente e sofisticado as opções serão mais do que noutro que disponha de menos opções, mas a cobertura geral é bastante abrangente, algo inerente à habitual qualidade dos produtos da Omnitec, que há muito é reputada nesta área, onde equipamentos como os T4 estão entre os mais utilizados a nível profissional.

Este "know how" passa, inevitavelmente, para os vários modelos de Lynx, seja em termos físicos, patente no bom acabamento, resistência ou na concepção dos próprios circuitos, seja no "software" que o suporta, que se revela rápido, intuitivo e de operação muito simples, o que o coloca ao alcance dos menos experientes, que apenas poderão encontrar algumas dificuldades no processo de instalação que, comparado com outros, não tem uma complexidade excessiva.
Enviar um comentário