quarta-feira, setembro 26, 2012

Despiste de Defender dos bombeiros da Lourosa provoca dois feridos - 2ª parte

Image Hosted by Google Um "roll bar" da Raptor para Defender 90

Toda a parte superior do Defender, acima da cota do capot, a menos que devidamente protegida, resiste mal aos impactos, dado que não possui uma estrutura resistente, capaz de se manter indeformada caso surja um embate ou haja um capotamento.

Se nos Defender usados como viaturas ligeiras de combate a incêndios dado o risco acrescido de acidente e capotamento, devido ao peso e ao alto centro de gravidade, o uso de protecções, ou "roll bar", seja cada vez mais comum, o mesmo não é tão frequente em veículos de transporte, como os adstritos aos comandos.

Mesmo sabendo que a falta de uma estrutura de protecção, cujo valor ultrapassa o milhar de Euros, se deve a questões orçamentais, para além de penalizar o veículo em termos de peso, desempenho e consumos, esta não devia, em caso algum, ser dispensada, conhecendo-se as fragilidades estruturais dos Defender e as consequências que daí advêm em caso de acidente.

Enviar um comentário
Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin